Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Júlio João Eberle: batismo e piquenique em 1908

14 de dezembro de 2015 0

Em 1908: caminhada dos funcionários e familiares para o batismo de Júlio João Eberle saiu da esquina da Sinimbu com a Marquês do Herval. Ao fundo, os antigos casarões da funilaria e o Hotel Bella Vista. Foto: Domingos Mancuso, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Filho de Abramo Eberle, Julio João Eberle foi um dos empresários mais influentes de Caxias do Sul. Sua carreira profissional teve como destaque a administração da metalúrgica do pai, principal parque fabril da cidade e um dos mais importantes do Brasil a partir da década de 1950.

Toda essa trajetória teve início em 21 de novembro de 1907, 11 anos após a fundação da pioneira funilaria, em 1896. E já naqueles primórdios, os holofotes se voltaram para o recém-nascido garoto. O batizado, por exemplo, teve até cortejo em direção ao antigo Veraneio e Balneário Germani, localizado no Travessão Thompson Flores.

Nas duas imagens deste post a sequência daquele dezembro de 1908, quando o Conjunto Musical Independente conduziu a família e os funcionários da metalúrgica para o piquenique que marcaria o batismo.

O local é a Rua Marquês do Herval esquina com a Sinimbu, vendo-se ao fundo a antiga funilaria, os casarões de madeira e o lendário Hotel Bella Vista. Abaixo, o mesmo grupo já na área do balneário.

Clique nas imagens para ampliar.

O grupo e os músicos no balneário Germani, em 1908. Foto: Domingos Mancuso, acervo pessoal de Renan Carlos Mancuso, divulgação

As iniciais JJE

Com a morte do irmão José Eberle, em 1953, Júlio foi eleito o novo presidente, fazendo com que a Metalúrgica Abramo Eberle S.A. fizesse cada vez mais parte de seu dia a dia. Até a antiga casa do empresário acabou tornando-se pequena para abrigar todos os visitantes, almoços e jantares realizados em função da empresa.

Tanto que em 1960 aconteceu a mudança para a Casa Rosa, local preferencial para receber tanto pessoas ligadas a negócios como figuras ilustres da política nacional.

Um enorme condomínio atualmente ocupa a área, mas as iniciais “JJE” junto ao portão principal de ferro, na Rua Alfredo Chaves, ainda identificam o antigo proprietário e seu legado.

O pórtico da chácara dos Eberle em 1965.

Júlio Eberle (de óculos, ao lado da taça) em meados dos anos 1940, quando a empresa patrocinou um torneio de tênis. Foto: Studio Geremia, divulgação

Eberle e Caxias Tênis Clube

No âmbito esportivo, a Metalúrgica Abramo Eberle sempre esteve associada à promoção do esporte amador em várias modalidades.

Entre tantas iniciativas, patrocinou um torneio de tênis, em parceria com a sociedade Caxias Tênis Clube, em meados dos anos 1940.

Na foto acima, o diretor-presidente Júlio João Eberle (de óculos) e outros chefes de seção e membros do clube aparecem junto à enorme taça dos vencedores.

Morte em 1987

Júlio João Eberle despediu-se do cargo de presidente da Metalúrgica Abramo Eberle em 1973. Ele faleceu em 1987

Parceria

Informações e fotos desta coluna são uma colaboração do Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami e do leitor Renan Carlos Mancuso, neto do fotógrafo Domingos Mancuso.

Envie seu Comentário