Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Recreio da Juventude: uma nova sede social em 1955

15 de dezembro de 2015 0

O prédio do Recreio da Juventude após a restauração, quando a fachada se aproximou da original de 1955. Foto: Jonas Ramos

Passados 60 anos da inauguração da sede social do Recreio da Juventude, a atual direção do clube procurou recuperar boa parte de sua rica arquitetura original, tanto externa quanto interna. Basta passar pela Rua Pinheiro Machado e reparar: provavelmente, nunca o prédio esteve tão fiel ao cenário de dezembro de 1955, quando foi oficialmente entregue a seus associados.

As obras da nova sede social do clube esmeralda, fundado em 1912, tiveram início por volta de 1948, mas o imóvel como conhecemos hoje ficou pronto apenas sete anos depois. Conforme informações disponibilizadas pela direção do clube, a autoria é atribuída ao construtor italiano Sílvio Toigo, já que há indícios de que ele teria projetado e construído a antiga sede do RJ, o atual Círculo Operário Caxiense, em 1925.

O estilo do novo prédio demonstrava sintonia com alguns aspectos da arquitetura modernista que começava a marcar presença na cidade por volta dos anos 1950. Entram aí a marquise com abas laterais inclinadas, os elementos vazados (os clássicos cobogós), as arandelas embutidas e as linhas curvas.

Toda essa modernidade dialogou também com uma badalada agenda social, que incluiu uma festa infantil no dia de Natal com a presença do Papai Noel, um jantar em homenagem aos fundadores da agremiação e um baile de gala, marcado pela apresentação das debutantes de 1955 e pela coroação da jovem Therezinha Spinato como a nova rainha da clube.

Clique nas imagens para ampliar.

Therezinha Spinato é coroada rainha do Recreio da Juventude em 1955.

Paulo Gargioni: 50 anos de colunismo social.

Em 1955: registro do jantar que homenageou os fundadores da agremiação surgida em 1912. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Jantar em dezembro de 1955 prestou uma homenagem aos antigos fundadores do RJ e aos idealizadores da nova sede, como o senhor Affonso José de Almeida (sentado ao centro) . Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Ney Matogrosso no Recreio da Juventude em 1976.

Paralamas do Sucesso no Recreio da Juventude em 1985.

O prédio do Recreio da Juventude após a restauração, quando a fachada se aproximou da original de 1955. Foto: Jonas Ramos

A restauração

Conforme os arquitetos Fernando Machado e Rovena Schumacher, responsáveis pelo projeto de restauro e retrofit, o material predominante da fachada é a argamassa Cirex.

Ela apresenta cristais de mica em sua composição, lembrando o aspecto de uma pedra natural, com imperfeições e brilhos fugazes. O material foi muito usado nos prédios institucionais e representativos de Porto Alegre desde os anos 1930, até cair em desuso.

Já as cores originais eram o verde-malva e o branco-gelo, alusivos à identidade do clube. Os tons foram recuperados a partir de sua formulação original, conseguida por prospecção das antigas camadas de tinta aplicadas ao longo dos anos.

A área interna

Internamente, o pavimento térreo também foi restaurado. Com a retirada dos forros baixos adicionados ao longo das décadas, revelou-se uma sala hipóstila, que apresentava colunas com capitéis decorados. Eles foram praticamente destruídos em função de anos de reformas descuidadas e de um incêndio.

A partir daí, recriaram-se capitéis estilizados, já que as formas decorativas originais estavam irreconhecíveis. Além disso, corrimões retornaram à madeira envernizada da época e forros de estuque genuínos foram expostos.

Já em 2016 serão iniciados os trabalhos de recuperação do pavimento superior, o “piano nobile”, onde se encontra o salão de festas.

Antigo Cine Central: uma reforma a caminho.

O prédio do Recreio da Juventude em construção em meados dos anos 1950. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Atrações

A ideia da direção do clube é voltar a badalar a sede social do clube com diversas atrações culturais. Além dos concertos que já vem sendo realizados, está prevista a instalação de um café e de um local para aulas de dança de salão.

Debutantes do Recreio da Juventude em 1976.

Recreio da Juventude: três clubes e um baile para recordar.

Envie seu Comentário