Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Time de Bolão Garra de Ferro, do Recreio Guarany, em 1958

26 de dezembro de 2015 4

O Garra de Ferro em 1958, quando visitou o departamento de bolão do Grêmio Foot-Ball Porto-Alegrense, no Estádio Olímpico. Ao centro, o diretor do Recreio Guarany, Hugo Seidl, e o empresário Francisco Stedile. Foto: acervo pessoal de Itamar Luiz França, divulgação

Botafogo, Tic-Tac, Garra de Ferro, Caipora e Aimoré. Quem jogou bolão em Caxias nos 1950 e 1960 recorda desses cinco times – e logicamente dos treinos e torneios realizados na antiga cancha do Recreio Guarany, na Av. Júlio de Castilhos.

Cada grupo do departamento de bolão do clube tinha uma noite da semana para treinar. Já nos sábados e domingos eram disputados os torneios, quando o Guarany costumava ser representado pelos melhores jogadores de cada uma das formações. As disputas davam-se com clubes locais e de outras cidades, que depois teriam a visita retribuída.

Caso da visita do Garra de Ferro ao departamento de bolão do Grêmio Foot- Ball Porto-Alegrense, em 1958, nas dependências do recém-inaugurado Estádio Olímpico.

É dessa ocasião a foto maior acima. Da esquerda para a direita, em pé, identificamos jogadores como Henrique Andreis, Silvio Biazus, Ivan dos Santos, João Fasoli, Idalino Coltro, Hugo Seidl (com o copo, ao centro), Francisco Stedile, Adelar França, Angelo Zanandrea, Itamar Luiz França, Amadeu Zanandrea e Idalino Baungartner. Agachados estão, entre outros, Atilio Roth, Miguel Bertelli, Romulo Martini, Durval Seidl e mais dois senhores de sobrenomes Rech e Rasia.

A imagem foi disponibilizada pelo leitor Itamar Luiz França. Se você identifica mais algum jogador, entre em contato com a coluna.

Clique nas imagens para ampliar.

Galópolis: Grupo de Bolão Explosivo em 1945.

Confraternização dos funcionários da seção de gravação do Eberle na cancha de bolão do Recreio Guarany em 1957. Foto: acervo pessoal de Alvis Santos Fiedler, divulgação

Confraternização na cancha

Presidente do Recreio Guarany na década de 1950, Hugo Seidl também era um dos integrantes do time de bolão Garra de Ferro. Por ocasião de seus 30 anos de atuação na Metalúrgica Abramo Eberle, onde atuava como diretor da seção de gravação, Seidl reuniu vários funcionários da empresa para uma confraternização na cancha do clube, em 1957.

São desse encontro os registros acima e abaixo, em que aparecem bolonistas e antigos colegas do setor de gravação do Eberle.

Entre eles estão Mauricio Gedoz, Nilo Bissigo, Valdomiro Mangini, Pedro Porto, Francisco Chiarelo, Aldo Marzotto, Serafim Serafini, Romulo Basso, Valter Bassani, Auri Costa, Alvis Santos Fiedler, Orevil Bellini, João Sanvitto, Bruno Segalla, Rui Raabe, Paulo Marzotto, Getulio Sandi, João Cambruzzi, Henrique Brinker, Antonio de Oliveira e Sadi Zampieri.

Eberle: o jubileu de prata de Hugo Seidl em 1952.

Bolonistas e funcionários da seção de gravação do Eberle posam junto à cancha do Recreio Guarany, onde eram disputados vários treinos e torneios nos anos 1950 e 1960. Foto: acervo pessoal de Alvis Santos Fiedler, divulgação

Colaboração

As imagens acima foram disponibilizadas pelo leitor Alvis Santos Fiedler (na foto acima, em pé ao centro, brincando com a faca). Ao fundo, os armários de cada um dos cinco times (Caipora, Tic-Tac, Garra de Ferro, Botafogo e Aimoré), com as respectivas taças e prêmios obtidos por cada um.

Alvis Fiedler: bodas de diamante e uma trajetória para recordar.

Participe

Você possui fotos dos antigos times de bolão de Caxias do Sul nos anos 1950 e 1960? Envie para a coluna com a identificação das pessoas e a data dos torneios.

Comentários (4)

  • Jorge Luiz Roth diz: 26 de dezembro de 2015

    Reconheci meu saudoso pai, Attilio Roth, na primeira foto (Time de Bolão Garra de Ferro). Está agachado. É o terceiro, da esquerda para direita.

  • Roberto ANdreis diz: 27 de dezembro de 2015

    Henrique Andreis , pai do radialista Dante Andreis , morreu com 105′anos, e meu avo

  • jaqueline Apatecida Formolo diz: 28 de dezembro de 2015

    Meu pai fez por muito tempo parte do garra de ferro mas acredito que na época dessa foto ainda não participava pq não o encontrei. Foi presidente alguns anos e quando o time foi extinto os troféus vieram para minha casa pq não tinham aonde colocar. A três anos e meio meu pai faleceu e eu procurei o arquivo histórico e a secretaria de esportes do município mas ninguém se interessou pq não tinham espaço disponível. Acho uma pena pq isso tb faz parte da nossa historia e poderiam estar expostas.Y

  • Margot Eliz Roth diz: 28 de dezembro de 2015

    Na primeira foto está nosso pai, Attilio Roth. E é com saudades que lembramos dele, um jovem com 28 anos , que gostava de fazer parte da equipe de Bolão Garra de Ferro. Suas filhas, Margot Eliz Roth, Marlova de Fátima Vargas e Sandra Denise Aquino.

Envie seu Comentário