Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Paulo Gargioni e um baile no Clube Gaúcho em 1966

06 de fevereiro de 2016 1

Riscando o salão: Paulo Gargioni e Maria de Lourdes dos Santos Spido, rainha do Gaúcho em 1966. Foto: acervo Departamento Municipal de Turismo, acervo pessoal, divulgação

Bailes de Carnaval e de escolha da rainha da agremiação sempre foram atrações de destaque no calendário do Clube Gaúcho desde finais da década de 1950, quando o então bloco Os Protegidos da Princesa começou a tomar forma. Passados 50 anos, recordamos do baile em que foi escolhida a soberana do Esporte Clube Gaúcho de 1966.

Escolha da rainha do Esporte Clube Gaúcho em 1953.

A festa teve a presença do iniciante colunista social Paulo Gargioni, na época integrante do Departamento Municipal de Turismo, coordenado pelo jornalista e historiador Mario Gardelin – naqueles tempos, a pasta era a responsável pela organização e difusão do Carnaval de rua de Caxias do Sul.

Nas fotos desta página, alguns flagrantes do agito de cinco décadas atrás. Abaixo, Gargioni entre o amigo Rudinei Carlos Esteves e o jornalista Edgar Ferretti (D). Fechando o post, o colunista com a titular da página social do Pioneiro, Margot Sauer, a irmã Sofia Sauer (C), a rainha do Clube Gaúcho, Maria de Lourdes dos Santos Spido, e a diretora social da agremiação (à esquerda).

Clique nas imagens para ampliar.

Paulo Gargioni: 50 anos de colunismo social.

Paulo Gargioni no aniversário da União Caxiense de Estudantes Secundaristas em 1962.

Rudinei Carlos Esteves, Paulo Gargioni e Edgar Ferretti no Esporte Clube Gaúcho em 1966. Foto: acervo Departamento Municipal de Turismo, acervo pessoal, divulgação

Conquistas de 50 anos atrás

Durante boa parte da década de 1960, o bloco d’ Os Protegidos da Princesa desfilou pelas ruas da cidade, conquistando o campeonato por nove carnavais seguidos, de 1961 a 1969.

Outra novidade de 50 anos atrás foi a “mudança” de Rei Momo. Depois de várias edições, Luiz Soares deixou o posto, sendo substituído por aquele que se tornaria um ícone da folia caxiense: o radialista Vivaldo Vargas de Almeida.

No sábado de Carnaval de 1966, Vivaldo recebeu a coroa do então presidente do Sindicato dos Jornalistas de Caxias, o advogado Heráclito Limeira, mais conhecido pelo pseudônimo Velho Laranjeira e um grande entusiasta dos festejos.

Naquela mesma noite, a Protegidos sagrou-se vencedora, com os blocos Conquistadores do Ritmo e Os Bola Preta em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Christiano Carpes Antunes e as antigas folias de Carnaval nos clubes.

Dia Nacional da Consciência Negra: as lembranças do Clube Gaúcho.

Memórias do Carnaval: os animados bailes do Clube Gaúcho nos anos 1950.

Há 50 anos: badalação de escolha da rainha do Clube Gaúcho foi prestigiada pela colunista Margot Sauer (segunda à esquerda), pela rainha Maria de Lourdes dos Santos Spido (à direita) e pelo integrante do Departamento Municipal de Turismo Paulo Gargioni. Foto: acervo Departamento Municipal de Turismo, acervo pessoal, divulgação

Rainhas 

Rainha do Carnaval de 1966, Celira de Andrade recebeu faixa e coroa da antecessora Genecy Scobo, durante um baile na sede social do Reno Futebol Clube.

Comentários (1)

  • Mauricio Wesley Spido diz: 17 de fevereiro de 2016

    Muito legal a lembrança de uma época que a juventude atual não pode prestigiar.
    Só fazendo uma correção o nome da rainha é Maria de Lourdes dos Santos Spido, do qual tenho o orgulho de ser filho.
    Ela é mãe de dois filhos Mauro Mozart Spido e eu.

Envie seu Comentário