Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Há 30 anos: o início das operações da Visate

10 de fevereiro de 2016 1

A primeira frota da Visate em exposição nos Pavilhões da Festa da Uva em 1988. Foto: acervo Viação Santa Tereza, divulgação

Rua Matteo Gianella: a sede da Visate em 1987. Foto: acervo Viação Santa Tereza, divulgação

Há exatos 30 anos, em 10 de fevereiro de 1986, a Viação Santa Tereza (Visate) iniciava seus serviços no transporte coletivo urbano de Caxias do Sul. No entanto, a concessão já havia sido adquirida um ano antes, em 1985, pelo presidente da empresa, Sérgio Tadeu Pereira.

Para dar andamento aos trabalhos, os proprietários da empresa Expresso Caxiense, até então responsável pelo serviço, cederam um terreno na Rua Matteo Gianella, no bairro Santa Catarina – além de concentrar os veículos, o local abrigava o setor de mecânica, responsável pela manutenção da frota. Nos primórdios, a Visate contava com 450 funcionários e um total de 104 ônibus, que atendiam a 28 linhas.

Desde aquela época, porém, a questão da superlotação em alguns horários já era uma dor de cabeça. Conforme matéria veiculada no antigo Jornal de Caxias em 10 de fevereiro de 1986, a empresa “não vê solução para os problemas de superlotação nos horários de pique, a não ser com a contribuição dos setores produtivos”.

O presidente avaliava a situação relacionando-a com o escalonamento dos turnos.

“Enquanto comércio, indústria, serviços e demais atividades continuarem a absorver e liberar seus empregados nos mesmos horários, nunca será resolvido o problema dos ônibus cheios demais. Por que eles não adotam horários escalonados para e entrada e saída dos trabalhadores? Não adianta aumentar o número de ônibus circulando, pois crescerá a ociosidade em outros horários”, afirmou Pereira.

Em fevereiro de 1986, segundo a reportagem, os coletivos de Caxias trafegavam com uma ociosidade de 50% nos chamados “horários mornos”.

Clique na imagem para ler o texto original da época.

Coletivos urbanos e a Praça Dante Alighieri nos anos 1950.

Foto: reprodução Jornal de Caxias/Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul

Nova sede

Seis anos depois do início das operações, mais precisamente em 11 de maio de 1992, a Visate inaugurou sua sede própria na Rua Júlio Calegari, no bairro Esplanada.

A expansão ocorreu em 1999, quando surgiu o Complexo Administrativo Visate. Já em 2010, o contrato licitatório com o município foi prorrogado por mais 10 anos.

O antigo pátio da Visate. Foto: acervo Viação Santa Tereza, divulgação

Em 1988: os funcionários Adão Acacio da Silva, Marcos Dante Fonseca dos Santos, Remi Antonio Sartor, Sérgio Schaschinskz Machado e José Pereira da Silva em frente a um ônibus com motor traseiro. Foto: acervo Viação Santa Tereza, divulgação

Três concessões

O transporte coletivo urbano chegou à cidade em meados dos anos 1930. Já em 1955 foi fechado o primeiro contrato de concessão de serviço por 10 anos com a Empresa Pérola de Transportes. A parceria, no entanto, durou pouco tempo. No ano seguinte, o contrato foi transferido para a Empresa Santos de Transportes.

Já em 1965, estabeleceu-se uma nova parceria com a Expresso Caxiense de Transportes. A permissão foi prorrogada por diversas vezes até 1986, quando a Visate assumiu o serviço.

Expresso Caxiense e o transporte coletivo de Caxias nos anos 1970.

Ônibus Romeu e Julieta: um clássico do transporte coletivo.

Processo de lavagem dos ônibus em 1987. Foto: acervo Viação Santa Tereza, divulgação

O antigo logotipo da Viação Santa Tereza. Foto: acervo Viação Santa Tereza, divulgação

A empresa hoje

Atualmente, a Visate conta com cerca de 1,6 mil funcionários e 343 ônibus. Ao todo, a área urbana do município é atendida por 77 linhas.

Com informações da Visate e colaboração de Alana Fernandes.

Comentários (1)

  • Adenilson Luiz da Silva diz: 11 de fevereiro de 2016

    Aproveitem a oportunidade e façam um ônibus com o mesmo logotipo do primeiro em comemoração aos 30 anos.ficaria legal.

Envie seu Comentário