Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Encontro da família Braz em Cambará do Sul

11 de fevereiro de 2016 2

A família de Vergilia da Silva Braz Maciel e Jardelino Maciel. Foto: acervo pessoal, divulgação

Descendentes da família Braz têm compromisso obrigatório neste fim de semana, em Cambará do Sul. O sábado e o domingo serão dedicados a relembrar a trajetória de Vicente Francisco Braz e Antônia da Silva Braz, que chegaram à região em finais do século 19.

O casal se instalou na chamada Vila São José do Campo Bom, denomianção do lugarejo à época. Ali, eles criaram os 12 filhos: Isolina, Leopoldina, Benvinda, Antônio, João, Jovêncio, Hortêncio, Felipe, Vergília, Lúcia, Toríbia e Otávio, o caçula da família – a imagem acima mostra a família de Jardelino Maciel e Vergília da Silva Braz, filha de Vicente e Antonia Braz, em Cambará.

A programação do encontro começa no sábado, às 8h, no Clube 15 de Março. Depois do almoço de confraternização, haverá jogo de futebol e visitação a pontos turísticos da cidade. Às 20h, será servido o jantar. No domingo, as atividades começam às 8h, com café comunitário. Um dos momentos mais aguardados ocorre às 10h30min, com a brincadeira “quem é quem”, que pretende identificar cada um dos familiares.

O encontro deve reunir descendentes espalhados por cidades como Caxias do Sul, Santa Maria, Porto Alegre, Três Coroas, São Francisco de Paula, Carlos Barbosa e Araranguá (SC).

Em 2015: família Braz celebra as origens em Cambará do Sul.

Turismo

No final de semana, os participantes poderão conhecer os atrativos turísticos de Cambará do Sul. A cidade, localizada nos Campos de Cima da Serra, é conhecida como a Terra dos Cânions, por abrigar grandes paredões rochosos. É possível agendar visitas guiadas.

Contatos

* José Leo Rodrigues Braz: (54) 9989.6890
* Ivan Braz: (51) 9194.9259
* Itamar Braz: (51) 9693.1822

Comentários (2)

  • Vini diz: 11 de fevereiro de 2016

    Olá, Rodrigo. Com respeito, o assunto não tem a ver com tua postagem, mas aproveito para dar uma sugestão de pesquisa. A extinta loja Fedrizzi merece ser lembrada em seus tempos áureos, pois é uma grande perda para a cidade. Tudo que foi tradicional e hoje, não existe mais (ou existe), precisa ser lembrado. É fácil conseguir material, fotos, depoimentos, etc desse lugar. Abraço!

Envie seu Comentário