Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Parto normal! E como foi?

06 de outubro de 2011 30

Abaixo um texto que a, agora, mãe da Sophia, minha colega da RBSTV Michele Dias mandou sobre o parto. Quem lê o blog acompanhou a pequena que de última hora conseguiu vir ao mundo através de parto normal, como o assunto sempre gera curiosidade, a Michele nos mandou um texto sobre o nascimento da nova amiguinha da Antonela. A foto é da família feliz, Michele, Marcelo e a pequena Sophia. Vale a pena conferir:

” Saí para uma consulta médica e para levar documentos na RBS e rever os colegas; e a pergunta que mais ouvi foi:

-Parto normal!! E como foi?

Acredito que a curiosidade seja porque relatos desse tipo são cada vez menos frequentes já que a maioria das mulheres opta pela cesárea antes mesmo de pensar em parto vaginal. Eu sempre quis tentar, sempre quis esperar primeiro pelo “método natural” e, Graças a Deus, foi possível! Tenho certeza que as dores, o tempo, a vivência, tudo varia de mulher para mulher… então, me desculpem as que acharam a experiência ruim; para mim deu tudo certo. E aqui vai a minha história de parto:

Estava combinado: se a Sophia não nascesse até domingo, dia 25, faríamos uma cesárea na segunda-feira para que a gestação não passasse muito das 40 semanas (fechadas na sexta). Pois na madrugada de sábado, a uma e 20 da manhã, estava deitada e senti uma contração combinada a uma umidade…. A bolsa tinha rompido. Liguei para o médico, o atencioso e competente Dr. Perin, que me disse:

- “Quando as contrações ficarem fortes você pode ir ao hospital.”

Como elas eram médias de intensidade e espaçadas, fui para o chuveiro tomar um banho morno, me vesti; sequei o cabelo… só não deu para fazer uma maquiagem estilo JA como o médico tinha me dito brincando! – com a dor, eu ia borrar a pintura! He, he!

Às 3 horas da madrugada, liguei novamente para dizer que estávamos a caminho do hospital – eu e meu marido – já com as dores mais fortes e frequentes. Na sala de exames, o médico viu que eu já tinha 7 de dilatação e que o trabalho de parto evoluía perfeitamente. Era hora de dar um beijo nos meus pais, irmã e na minha sogra e seguir para a sala de parto… O marido foi comigo e o sogro também – o reconhecido, apaixonado pela pediatria e vovô da Sophia, doutor Pedro Orso.

Enquanto eles se vestiam (aquelas roupas azuis tipo smurf, hehe), fiquei com o anestesista, Dr. Renato Dias (muito legal ele, e o sobrenome é mera coincidência), e duas atencionsas enfermeiras que acompanharam e ajudaram em todo o procedimento. Optei por fazer o parto com analgesia – uma dose pequena de anestesia que ameniza as contrações, mas não impede o movimento das pernas.

Já sem dores, meu marido me deu um beijo e começou a fotografar e filmar tudo… Ele foi incrível, me incentivando, me apoiando! Tínhamos combinado que estaríamos juntos na hora de trazer a nossa filha à vida!

Então, assim como tínhamos ensaiado e conversado em várias consultas, o dr. Perin me dizia a hora de fazer força para que a minha bebê nascesse. E foi assim… entrei na sala de parto passado das 4h da manhã e a Sophia nasceu às 5h36min da madrugada de sábado, 24 de setembro de 2011! Com certeza, a madrugada e o dia mais emocionantes da minha vida!

Só não posso usar a expressão “parto perfeito”, pois a minha pequena tinha se enrolado no cordão umbilical. Em função disso, o médico teve que acelerar a “saída” para não prejudicá-la (isso significa que ele usou ocitocina – um pouco de hormônio que intensifica a contração – e também que as enfermeira ajudaram a empurrar na minha barriga). A Sophia nasceu e foi levada pelo pediatra e vovô… segundos depois, o CHORO DA VIDA e a MAIOR EMOÇÃO DA MINHA EXISTÊNCIA ATÉ HOJE!

Ao meu lado estava uma pessoinha que há nove meses era apenas uma “sementinha”… cientificamente, a união de óvulo e espermatozóide; para mim, o resultado do amor de duas pessoas abençoadas por Deus com o dom da vida!”


Comentários (30)

  • Morgana ( Mãe do Dudu) diz: 6 de outubro de 2011

    Michele, é bem isso as pessoas te perguntam sempre como foi? Mas como ninguém é igual.. não podemos afirmar ou garantir nada.

    Tive o Dudu de parto natural… foi tudo de bom, faz parte as dores… mas tudo compensa no final.

    Ele veio antes do previsto, tive o rompimento de bolsa as 4 da manhã, mas deu tempo para tomar aquele banho, arrumar o cabelo, ligar para a família toda… e principalmente para o Dindo e Dinda que tinham ido na sexta para praia..rsrs e para os amigos.

    Ele chegou no dia 26/12/2009( sábado) as 9:45 pesando 2.125Kg e 34cm… era um ratinho como agente dizia.
    Hoje está lá cheio de saúde nos dando muitas alegrias.

    Abraços,

  • Juuu diz: 6 de outubro de 2011

    aiii enchi os olhos d’aguaa.. tenho um sonho enorme de ter um filho, mas o medo é tão grande. ainda sou nova e tenho um tempinho a mais para pensar e programar.. mas que eu me emocionei ao ouvir o relato dessa mãezinha, eu me emocionei, pq eu imagino o quao emocionante é esse momento e espero um dia na minha vida, poder passa-lo.

    beijos e parabens mamãe pela filhota linda!

  • Suellen diz: 6 de outubro de 2011

    Parabéns… Mamãe e Papai a Sophia é linda e com toda vontade peço que DEUS abencoe vcs.
    Tive que me segurar para não chorar de emoção.
    Eu sempre falo que quando estiver grávida(já estou pensando no assunto), optaria pela cesariana. Mas após ler o teu depoimento e também escutar a minha ginecologista, já estou pensando e efetivando a idéia do parto normal.
    Agradeço a sua colaboração, pois assim podemos escutar de mamães que passaram pelo parto normal que ele não é um bicho de sete cabeças.
    Abraços.
    Fiquem com DEUS.

  • Mariana diz: 6 de outubro de 2011

    Adorei a história, eu tenho 27 anos e estou grávida de 20 semanas de um menino, o Leonardo. Sempre tive na minha vida a certeza de que gostaria de fazer parto normal, e continuo com essa certeza. Minha mãe tem 4 filhos e todos de parto normal e sempre me disse que não trocaria essa experiência por nada na sua vida…. Adorei a história, muito amor, sucesso e felicidades com a lindinha da Sophia…

  • Bruna Obes diz: 6 de outubro de 2011

    Parabéns se vc teve filho de parto normal, mas dizer que isso é raro e que as mulheres optam por fazer cesárea não gosto muito de ler… parece que junta todas que fizeram cesárea num pacote de mulheres frescas! eu tive minha s duas filhas de cesárea e nao foi por opção, a primeira eu nascia sentia nada e já estva passando do tempo, então fiquei sem opção, e a segunda estourou a bolsa, senti todas as dores, mas como o rompimento do útero era mto provável (porque fazia menos de dois anos q tinha feito a primeira cesarea) tive q fazer outra cesarea…só pra deixar xlaro que ninguem é superior por ter gano filhos de parto normal…as coisas acontecem como devem ser pra cada mãe!

  • Rosangela Lovato diz: 6 de outubro de 2011

    Parabéns Michele! Linda a sua história! E muito” anormal”, pois quase mais nenhum bebê nasce de parto normal fora do SUS. Que tua experiência possa inspirar muitas outras mães e obstetras a optarem sempre que possível pelo maravilhoso parto Normal! Um abraço e tb. parabéns ao colega-vovô Pedro Orso.

  • Michele diz: 6 de outubro de 2011

    Obrigada mamães por acompanharem a história da chegada da Sophia! Para as que querem parto natural, esqueci de dizer que a grande vantagem é a recuperação. Eu fui para casa domingo, caminhando, cuidando da minha filhota… na mesma semana, dirigi, fui ao médico sozinha… só fiquei com dores abdominais de fazer força de sábado a segunda – como se tivesse feito muitos abdominais, hehe! Depois passou. Em função do parto, o leite desceu rápido e também já estou quase no peso normal – dos 10Kg que engordei na gestação, perdi 8Kg… Agora, tenho que criar coragem, ou melhor, vontade de encarar uma academia para perder mais 2 e, principalmente, para firmar a barriguinha, heheh

  • helena diz: 6 de outubro de 2011

    Fico feliz que tenha encontrado mais uma defensora (e praticante) do parto normal. Como o próprio nome já diz é NORMAL trazer seu filho ao mundo desta forma. Cesárea foi feita para casos delicados e urgentes (que é a minoria dos casos). Tenho dois filhos que nasceram assim e, se tivesse mais, com certeza também o seriam. Felicidades à esta familia linda!

  • Lucidio Goulart diz: 7 de outubro de 2011

    Boa noite….também temos uma Sofia em casa….e que veio ao mundo com um pouco de pressa….oito meses….graças a Deus Dr. Perin era o médico da Vanessa, minha esposa. Com uma habilidade e competência incondicioanl, Dr. Perin trouxe ao mundo uma esmeralda…que brilha todos os dias aqui em casa….

  • Leda diz: 7 de outubro de 2011

    Parabens Michele é linda tua historia e também a Sophia. Tenho tres filhas todas de parto normal foi a experiencia mais linda que já tive, aconselho qualquer mãe que puder que tenha seu bebê de parto normal sem falar dos riscos que vai evitar.Beijos sejam muito feliz com esta florzinha…

  • jeremias diz: 7 de outubro de 2011

    ola parabens minha menina nasceu na quinta 22 d set eu e minha esposa estamos radiantes(sem dormir agora kkk) tudo dbom p vcs

  • Luana diz: 7 de outubro de 2011

    Que bom que deu certo, mas temos que levar em conta que esse parto provavelmente foi particular ou por convênio. O parto pelo SUS não é nem metade dessa tranquilidade e a mulher que faz o pré natal pelo SUS nao tem o telefone do médico pra ligar a qualquer hora….
    Estou grávida de 25 semanas, e faço tudo pelo SUS, me dá muita insegurança, mas não tenho como arcar um parto particular…..
    Saúde pros nosso bebês!!

  • Sabrina diz: 7 de outubro de 2011

    Não costumo ler o blog, pois não tenho filhos. Mas confesso que ao ler a manchete que fala sobre parto normal, fiquer bastante curiosa. Parabéns, Michele! Lindo texto, linda história!

  • Rosângela diz: 7 de outubro de 2011

    Que amor! Eu não tive esta sorte. Queria muito o parto normal, mas não tive dilatação suficiente e acabei fazendo cesárea. E outra, depois que meu filho nasceu a médica constatou que o cordão umbilical dele era curto, tinha apenas 30cm, não seria possível, mesmo, o parto normal. Parabéns pela Sofia, tudo de bom para vocês!

  • MICHELI KIELING diz: 7 de outubro de 2011

    PARABÉNS!EMOCIONANTE,ESTOU GRÁVIDA DE 6 MESES E JÁ ME IMAGINEI NESSA CENA,REALMENTE UM PRESENTE DE DEUS PARA NOSSAS VIDAS,UMA EMOÇÃO QUE NÃO PODE SER DESCRITA.

  • Douglas Berger diz: 7 de outubro de 2011

    Pessoal não tem como explicar um momento como o nascimento de um filho. Acompanhei o nascimento das minhas duas filhas ali junto de minha esposa e confesso, que não existe coisa melhor do que estar ao lado da pessoa amada nesse momento.
    Quero deseja muita paz e sucesso para essa familia e dizer que uma criança ilumina as noites de um casal hehehe.

  • Bena diz: 7 de outubro de 2011

    Tive dois filhos de parto normal, pesaram 4.350 e 4.250 Kg e mediram 53 e 51 cm. Te garanto que não foi fácil, mas estão aí e muito bem.E é isso que interessa!

  • Rebeca diz: 7 de outubro de 2011

    Que bom que conseguisse parto normal. Eu queria para meu filho Giovani, mas infelizmente tive que fazer uma cesária de emergência, pois minha bolsa estourou cheia de mecônio. O pequeno, tadinho, estava cheio de mecônio quando nasceu. Graças a agilidade da minha médica e da pediatra, ele não chorou e portanto não engoliu o mecônio. O pequeno teve alta primeiro que eu … rs. Hoje é um rapazinho de 4 meses, muito esperto.

  • Douglas diz: 7 de outubro de 2011

    Com certeza é o momento mais bonito que pode existir para um casal, não existe explicação para descrever, acompanhei o nascimento das minhas duas filhas e confesso que homem chora, se desmancha quando escuta o primeiro choro. Então só posso desejar muito sucesso e paz.
    E dizer tbm que uma criança ilumina as noites de u m casal. hehehehe

  • Sandra diz: 7 de outubro de 2011

    Michele, todas as mães que fizeram cesárea também vão pra casa caminhando, isso não foi exclusividade sua. Também podem dirigir e ir ao médico sozinha, parece que você está julgando as mães que fzem cesárea, algo que não precisava.
    Todas aqui estão felizes por você ter tido sua filha como queria e estar tudo bem com vocês duas, agora como pessoa pública que és, é no mínimo imcomprensível esse seu julgamento gratuíto as outras mães que não tiveram os filhos assim como você.

  • Dani diz: 7 de outubro de 2011

    Linda história, parabéns pelo presente e pelo parto abençoado. Nem todas passam por essa alegria na vida, e muitas ficam com dor de cotovelo.

  • Lu diz: 7 de outubro de 2011

    Olá.
    Tive meus dois filhos de parto normal. Duas experiências bem diferentes….
    Minha primeira gravidez não foi planejada, fiz pré natal pelo SUS e a bolsa rompeu quase um mês antes do previsto. Precisei fazer soro para ter as contrações, fique hospitalizada por mais de 24hs até que elas viessem… mas depois que começaram, em menos de uma hora estava com meu anginho. Na tarde do dia seguinte, já estava em casa. Como se apressou, meu anjinho precisou ficar em observação umas horas… Como a dilatação não foi total precisei de ajuda e acabei levando muitos pontos. As dores foram um pouco superiores as minhas piores cólicas menstruais, mas o que mais incomodou foram os pontos, na recuperação.
    A segunda gravidez foi planejada, eu já possuia plano de saude e fomos até o prazo previsto para o parto. Fui para o hospital pouco depois das 20 horas e meu segundo anjo nasceu antes das 22hs. Foi tudo muito rápido e perfeito. No outro dia ao meio dia já estava em casa.
    Levei 2 ou 3 pontos apenas e tive as dores já esperadas e a recuperação super rápida.
    A única diferença entre o convênio e o SUS foi eu ter dividido o quarto com ouitras 5 mulheres na primeira vez, e ter um quarto só meu na segunda.
    Claro, meus filhos nasceram no interior, talvez isso ajude… em cidades pequenas todo mundo se conhece, ter um convênio não mudou o tratamento recebido…
    Se puder dar um conselho a todas as futuras mamães… se sua saúde e a do bebê permitirem, tenham o parto normal!
    abraços

  • Sandra diz: 7 de outubro de 2011

    Comentários contrário a opinião da Michele não são publicados?
    Vocês estão esquecendo que muitas das leitoras do blog fizeram cesárea, para agora virem a defender o parto normal como se fosse um crime fazer o contrário.

  • Anderson Leiria – Manaus diz: 7 de outubro de 2011

    Parabéns Michele e que vcs três sejam muito felizes. Bjs…

  • Rone Maria Rachele diz: 7 de outubro de 2011

    Michele, adorei a tua história, estou grávida de 11 semanas e torço muito pra ter parto normal. Parabéns e muita saúde pra vocês!

  • Fernanda diz: 7 de outubro de 2011

    Michele, parabéns pela sua coragem de fazer parto normal. Hoje a maioria das mulheres faz cesariana apenas por medo das dores e do desconforto da hora do parto. A questão é que o nosso corpo foi feito para nosso filhos nascerem de parto normal. É muito bom uma pessoa reconhecida, da imprensa, repassar a sua história e mostrar que pode se ter partos maravilhosos, normal, e com muito mais emoção!

  • Juliana R diz: 7 de outubro de 2011

    Linda tua história! Parabéns! Minha filha fará 1 ano fim deste mês. Recebi minha filha me meus braços no dia mais lindo de nossas vidas.
    Sempre quis parto normal, sempre. Eu pensava: toda mulher aguenta, todas fomos “feitas” pra isso, tenho que encarar, sempre dá tudo certo. E graças a Deus consegui parto normal! Não vou mentir, eu não sabia que a dor era TÃO FORTE. Fiquei das 7hs da manhã e ganhei minha filha às 17:47..a anestesia veio após eu estar com 8 dedos de dilatação, portanto, passei muita dor. Mas é a dor do amor! Acredito que o parto seja totalmente diferente para cada mulher, depende de tudo! Tamanho do bebê, tolerância da mulher a dor, estrutura do corpo, etc etc. Eu senti bastante dor, mas o dia que tive outro filho quero que seja de parto normal novamente! È melhor para o bebê em muitos motivos (pesquisem a respeito) e para mãe tb é melhor em mts sentidos: recuperação, o leite, o retorno às atividades, tudo, tudo!
    Graças a Deus minha médica é maravilhosa, me apoiou em tudo (mts médicos “forçam” a cesárea para ter mais praticidade, horário, agenda). Minha médica, Mrina Ricord, é maravilhosa!
    Gente, fui muito feliz no parto normal e incentivo todas as mulheres a terem parto normal! É o processo natural da gente! É maravilhoso! É lindo! Gratificante, emocionante! As contrações, as dores, o inesperado, a chegada do bebê! Ai que felicidade!!!!!
    A única coisa que não farei novamente no parto normal é a anestesia…depois da anestesia a gente “perde” a força, e a expulsão do bebe “pra fora” fica mais “difícil” – com dor a gente faz a força necessária e o bebê sai mais rapidinho!
    Fiz episiotomia, e digo meninas, fica tudo direitinho no seu devido lugar! Eheheh
    Sejam felizes em suas escolhar, eu fui mt feliz no meu momento! O PARTO DA M INHA FILHA LINDA!
    Deus, obrigada!
    Bj pra vcs!

  • Michele diz: 10 de outubro de 2011

    Quero deixar claro aqui que NÃO SOU CONTRA A CESÁREA. Mas quando eu falava que queria parto normal, as pessoas me chamavam de louca; então, resolvi escrever a minha história… eu queria, deu certo e não foi loucura, foi normal! Respeito a vontade de cada mãe e acho que se a mulher não se sente preparada, não deve mesmo fazer parto natural, pois requer paciência, tolerância à dor, enfim… sobre eu ir caminhando para casa e dirigir, escrevi esse comentário, porque muita gente veio dizer que com a cesárea (que não sei como é) os pontos doem, requer mais repouso… minha colega Ticiana que faz esse blog, comentou que para espirrar e tossir sentia dores na barriga bastante tempo depois do nascimento da Antonela… mas de maneira alguma queroa recriminar as mamães que optam por outros tipos de parto! Acredito que o FUNDAMENTAL é que NOSSOS FILHOS NASÇAM COM SAÚDE independentemente da forma com que venham ao mundo. Para as mamães que perguntaram, meu parto foi por convênio – unimed. E o incentivo ao PARTO NORMAL, eu faço sim, porque segundo a Organização Mundial da Saúde, o ideal seria que apenas 13% dos nascimentos fossem por cesárea e hoje no Brasil esse número é bem, bem superior… mas tudo depende da situação, do obstetra, das condições, da estrutura do hospital (eu sabia que meu médico atenderia o celular a qualquer hora e essa segurança é imprescindível)!!! RESPEITO TUDO ISSO!

    Um beijo a todas as mamães e suas “sementinhas”!!!!

    Enquanto escrevo esse comentário, minha Sophia dorme como um ANJO…. depois de fazer a mamãe e o papai passarem quase toda a noite acordando com resmungos e chorinhos..hehehehe!!!

  • carolina diz: 10 de outubro de 2011

    Parabéns michele! você foi muito corajosa. Eu tenho dois filhos e os dois foram de cesárea,não foi por opção,teve que ser assim .Mas como tu falaste o FUNDAMENTAL É QUE NOSSOS FILHOS NASÇAM COM SAÚDE,a dor, tanto normal quanto cesárea a gente logo esquece,mas o maior desafio é criá-los. Com tanta violência,nossos filhos saem para o colégio,para uma festinha e a gente fica muito preocupada. Desejo toda a felicidade para vocês. A Sofhia é linda. Bjos.

  • cristiana carlos diz: 3 de fevereiro de 2013

    Nossa gostei muito da sua historia,estou gravida de 6meses e quero muito um parto normal te confeso que tenho muito medo da dor,mas um coisa e certa se entrou tem que sair,peso muito a Deus que ele me conceda essa oportunidade de traser minha filha ao mundo atravez do parto normal.Parabens pela sua linda filha e sua familia Deus abençoe

Envie seu Comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...