Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Resfriado, gripe ou rinite?

28 de maio de 2012 1

Com o outono e os dias mais frios, chega um bando de doenças respiratórias amaldiçoadas por 10 entre 10 pais. Rinite, sinusite, resfriado e gripe têm tantos sintomas parecidos que, muitas vezes, é difícil saber qual delas pegou o seu pequeno de jeito. A confusão é tanta que, em algumas situações, prejudica no tratamento.
A dúvida também é sobre a hora de buscar ajuda médica, será que é só quando chega a febre alta? Para nos ajudar, a alergista Ana Paula Moschione Castro, diretora da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai) e médica da Unidade de Alergia e Imunologia do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas (USP) elaborou um quadro com as diferenças e nos ajuda a entender um pouco mais desses problemas que tanto atingem nossos filhos:


Os tratamentos

A gripe é uma infecção viral. Na maioria das vezes, não há tratamento específico. Em situações de risco, como se viu na época da gripe H1N1 (a gripe A), utilizou-se uma medicação antiviral de nome oseltamivir, que até hoje é utilizada.  A vacina é indicada a partir dos seis meses de idade. Estar resfriado não é contraindicação a receber a vacina, mas ela pode ser adiada em pacientes com quadros infecciosos mais importantes.
A vacina demora em média 15 dias para agir. Trata-se de uma vacina de vírus inativado, portanto, não há risco de adquirir gripe. Mas podem aparecer dor local, vermelhidão ou febre.
Já os resfriados são causados por diversos vírus, não há um tratamento específico, e as medicações se restringem a tratar os sintomas. A lavagem nasal e o controle da febre são recomendados. Já a rinite é uma doença alérgica muito comum e pode ser cuidada com anti-histamínicos nas crises (os antialérgicos) e, para a prevenção, nos casos moderados e graves, com sprays nasais recomendados.

Quando ir ao médico

Há alguns sinais de alerta que podem ajudar na decisão. Se as crianças estão prostradas mesmo sem febre, se estão gemendo, com mal-estar,  é hora de buscar o médico. Quem apresenta doenças associadas como diabetes, asma, problemas cardíacos e outras doenças crônicas deve saber que a gripe pode apresentar maior gravidade. Se o catarro é amarelado e persistente, é outro sinal de persistência de infecção.

Fabiana Sparremberger

Coluna Em Nome do Filho publicada no Diário de Santa Maria desta segunda-feira

Comentários (1)

  • Janaina diz: 30 de maio de 2012

    Com esse quadro ficou bem melhor de analisar, minha filha (4 anos) tem um conjunto de problemas alérgicos, na sexta dia 18/05 ela estava com falta de ar, febre e um pouco de tosse, levamos no médico q disse: – “é uma gripe e crise de asma” prescreveu medicação básica, mas ela não melhorou dia 20/05 levamos em outro médico, esse disse: “é a medicação está correta” então EU pedi um raio x, estava lá pneumonia, levei um sustão, tomou antibiótico e fez fisioterapia respiratória, amanhã tem revisão, 2 médicos, que não conseguiram identificar a diferença da crise de asma para pneumonia!

Envie seu Comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...