Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O primeiro passeio escolar

01 de junho de 2012 9

Nossa colega de profissão, a Camila Ferro, mãe da Sofia, mandou um relato de um sentimento já vivenciado por muitas de nós. E quem não viveu, com certeza, logo mais vai passar por isso. Primeiro, reproduzo o e-mail da Camila enviado para as blogueiras. Depois, o relato da experiência da mãe dessa pitoca linda que é a Sofia. 

Gurias,
Esta semana vivi meu primeiro drama como mãe. Deixei minha filha de 3 anos ir no passeio escolar sozinha, mas até tomar essa decisão sofri e questionei muito. Segue meu texto na intenção de ajudar muitas mães que ainda passarão por isso. Bj

O primeiro passeio escolar

Essa semana vivi meu primeiro grande dilema desde quando me tornei mãe: deixar ou não minha filha Sofia (3 anos) ir no passeio da escola. O desespero começou há uma semana quando li na agenda escolar que o passeio iria acontecer.

No ano passado, o maldito passeio ocorreu, mas Sofia não foi, e essa decisão foi em comum acordo com meu marido. Bem que tentei negociar com a escola a minha participação no passeio, mas não aceitaram. Dessa vez, na visão dele Sofia está madura para ir ao passeio sozinha (sem os pais) e na minha visão, é cedo demais e questiono a escola em querer fazer passeios com crianças a partir dos 2 anos.

Na minha época, minha mãe não deixava eu ir nos passeios escolares sozinha. Ou ela ia junto ou eu não ia. Já meu marido, criado no interior, foi a todos os passeios e tem nitidamente a lembrança da maioria deles. Detalhe: ele começou a ir para a escola aos 6 anos, não aos 8 meses como a Sofia. Os tempos são outros!

Enfim, voltando ao meu drama, passei o fim de semana nervosa, não dormindo direito, pensando nesse bendito passeio e na coragem das professoras em sair com crianças tão pequenas para passear.

Meu medo era se as crianças ficariam realmente sentadas na van escolar até chegarem ao destino do passeio. Vão usar cinto de segurança como manda a lei? A Sofia vai saber se segurar se a van precisar frear bruscamente? Como duas professoras darão conta de 15 crianças? E se esquecerem da Sofia no tal local do passeio?

Com tantas dúvidas até na direção da escola procurei informações de como seria a logística do até então bendito passeio e levei um choque ao saber que cada vez ficará pior, que os destinos conforme os alunos vão crescendo vão sendo cada vez mais distantes como o Rio de Janeiro e Brasília.

Não bastando, no dia marcado para ocorrer o passeio, troquei minha hora do almoço no trabalho e lá estava eu atrás da árvore, do outro lado da rua, na frente da escola espiando as crianças se dirigirem à van. Chegou a ser cômica a cena. Achei que ia pagar mico, mas havia mais 4 mães em volta da van averiguando se tudo estava correto. E foi a tarde mais longa da minha vida.

Às 18h, ao buscar Sofia na escola, percebi que valeu muito a pena passar por cima dos meus medos e deixá-la ir ao passeio.

Sofia voltou contando que tirou leite da vaca, andou de cavalo e viu um tucano.

Sinto que minha atitude fortaleceu nossa relação como mãe e filha ainda mais. Mostrou que posso confiar na minha filha, na escola, no motorista da van. A deixei ter responsabilidade e tomar decisões sozinha.

Mais do que isso, pela primeira vez ela viveu uma aventura sozinha, sem seus pais por perto o que, com certeza, a fez amadurecer em pleno seus 3 anos de idade.


Comentários (9)

  • Eliane, mãe do Alan diz: 1 de junho de 2012

    Que mico nada! Eu vou fazer a mesma coisa.
    É claro que confio muito nas professoras da escola do meu filho, do contrário não deixaria ele lá, mas coração de mãe é mesmo bobo…
    Vivi um dilema parecido outro dia, quando minha vizinha/melhor amiga convidou o Alan para ir junto com eles para a chácara, primeira coisa que pensei foi no açude, o pequeno adora ver e dar comida para os peixes…e se ele for na beirinha e cair!!! Confio muito nela, mas bateu uma insegurança, acho até que foi medo de ver que o meu pitoco tá crescendo.Mas para a minha sorte, acabou não dando para eles levarem o pequeno junto, ufa!

  • Flávia diz: 1 de junho de 2012

    Camila,
    tenho um filho de 4 anos que vai na escola desde os 8 meses e sempre foi nos passeios da escola.
    Acho que se tu tens tanto medo assim,tu não estas confiando na escola e nas profissionais que cuidam da tua filha,meio neurótica tua atitude não acha?
    Acho que tu deves amadurecer antes da tua filha e aprender a confiar em quem cuida da tua filha!
    Isso não foi um mico,foi um kong mesmo!

  • Karen diz: 1 de junho de 2012

    Camila, concordo com as tuas preocupações, pois uma criança merece todos os cuidados necessários e que bom que temos mães que zelam seus filhos, pois infelizmente existem coisas ruins que rondam o mundo das crianças. Ótima iniciativa!!! Cuide sempre do seu jardim.

  • pati diz: 1 de junho de 2012

    Oi Camila , concordo plenamente , pois com criança todo o cuidado é pouco. O meu ainda não vai na escola, mas quando tiver passeios na escola vou querer saber detalhadamente o roteiro e vou acompanhar a saida da escola ……

  • Lore diz: 1 de junho de 2012

    Camila,
    me identifiquei com cada linha que escreveste. Mil coisas passam pela minha cabeça cada vez que a rotina da minha pequena é alterada. O que para nós passa batido, para as crianças pode ser um grande problemão que elas nem imaginam como resolver ou pedir ajuda. Creio que mãe zelosa tem que ter de dúvidas e buscar soluções sim.
    Uma coisa é a criança ir para a escola, um ambiente seguro e conhecido, onde a rotina já está estabelecida. Outra bem diferente é um bando de crianças de 3 anos irem para um lugar desconhecido com 2 prefessoras para dar conta de tanta agitação. Acho que qualquer mãe, com o mínimo de responsabilidade ficaria preocupada e tem todo o direito de se informar melhor sobre o passeio, segurança e porque não, tentar ir junto, não seria uma delícia?
    Mas, para mim, o melhor com certeza, é superar cada etapa, mãe e filha, curtindo as conquistas e amadurecimento das duas!
    Pelo menos é assim comigo e minha filha de 3 anos.

  • Daniela 2 diz: 4 de junho de 2012

    Eu ainda não passei por isso, mas na festa de final de ano da escola, quando ela tinha um ano, eu fui levá-la, não deixei ela ir com as professoras no ônibus da escola, porque iria no colo, sem cadeirinha. Mas era um pouco diferente, já que a festa era mais para os adultos que para as crianças, ela não sabia muito bem o que estava acontecendo. Com 3 anos, eles já sabem e querem ir, e faz parte do desenvolvimento deles esses pequenos passos de independência.

    Eu pretendo deixá-la ir nos passeios, quando chegar a hora, mas vou ficar preocupada, é claro.

  • Graciela diz: 4 de junho de 2012

    Acho válida a preocupação pois afinal de contas são nossos filhos, mas também acho que é uma experiência importante para eles. Meu filho com 2 anos e 3 meses foi ao seu primeiro passeio da escola assistir a uma peça de teatro. Tb fiquei preocupada com a questão do transporte, mas ao conversar com a direção da escola me explicaram todo o processo e como seria o passeio. Ao final do dia ele chegou em casa contando sobre os personagens e como foi a história, ele amou tudo, e vi o qto foi importante pra ele e como ele se sentiu feliz fazendo o passeio com os colegas. A professora me contou no dia seguinte como ele ficou concentrado assistindo a peça de teatro e como ele se comportou bem no passeio, obedecendo a ela nos momentos necessários.

  • Angela Nascimento diz: 4 de junho de 2012

    Camila, talvez não lembres de mim, mas tb tenho uma filha na mesma escola (Anna Clara), cujo passeio também desfrutou e adorou! Usei a experiência anterior para me tranquilizar, só assim consegui ficar bem e confiar. Enfrentamos com meu filho, hoje com 7 anos, inúmeros passeios qdo estava na creche, tudo foi feito de forma gradual e sem imposição, deixando os pais muito seguros. Creio que é isso, nós precisamos estar seguros e eles precisam passar por tal experiência…tudo em nome do crescimento pessoal. Por último, penso que foste mãe…mico nenhum!!!! Abraços.

  • Alessandra diz: 23 de abril de 2013

    Estou vivendo este dilema, pois minha filha tem 3 anos e tera o ´primeiro passeio da escolhinha, e ate agora não decidi se deixarei ela ir……..tenho receio de que ela sinta alguma coisa(dor de barriga,fome, sono) e não se sinta segura de falar com a tia………QUE DILEMA!!!!!!!!!!

Envie seu Comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...