Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Criança guarda segredo? Não!

Nem pensava em ser mãe e ficava intrigada com o...

Pesquisando sobre andadores

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SB) quer terminar com o...

Um personagem para cada fase

Muitas vezes já relatei aqui no blog o quanto a...

Parabéns Isadora!

A apressadinha fez um ano e a mamãe presta a...

A gente se encontra logo ali!

23 de maio de 2013 0

Pessoal,

Como muitos já sabem, o Meu Filho como caderno não existe mais. Mas não é uma notícia ruim, pelo contrário: os temas de pais e filhos migraram para o caderno Vida, que ganhou quatro páginas e circula aos sábados. A coluna Nossos Filhos também migrou para lá, só com novos colunistas: o psiquiatra especialista em crianças e adolescentes José Outeiral, a publicitária Alexandra Aranovich, a pediatra Tânia Rohde e o comunicador Marcos Piangers.

Então, achamos que o blog Meu Filho não tinha mais razão para existir. Encerramos as atividades por aqui. Mas é claro que não deixamos os nossos leitores órfãos. Espero que vocês continuem nos procurando para muitas informações sobre a vida com nossos amados pestinhas.

Onde nos encontrar:

- Site do Vida

- Facebook do Vida

- Blog Mãe de Menina

- Blog Em nome do filho

A gente se vê logo ali, né? Esperamos vocês!


A reestreia do Em Nome do Filho

01 de abril de 2013 0

Amigas e amigos, é só um recadinho rápido.

Eu, Ticiana e Bruna já estamos no blog Em Nome do Filho, que entrou no ar neste 1º de abril, no site do Diário de Santa Maria (e não é mentira!!!!).

Por lá, além de nós três, que já compartilhamos nossas experiências com vocês, temos ainda mais uma mamãe e um papai.

Se quiser seguir nos acompanhando, é só clicar aqui.

Um abraço,

Fabiana



De volta ao começo (ou dia de despedida)

20 de fevereiro de 2013 2

Todos os posts de Fabiana SparrembergerQueridas e queridos,

O post abaixo era para ir ao ar no último dia de fevereiro, mas decidimos antecipá-lo porque não estamos conseguindo – e não vamos conseguir – postar nada em virtude do envolvimento imenso que eu e a Tici estamos tendo na cobertura da tragédia da boate Kiss.

Eu e a Tici estamos aqui no blog Meu Filho desde o início de janeiro de 2010, e lá se foram 3 anos. Deixamos o nosso blog de então, o Em Nome do Filho, hospedado no Diário de Santa Maria, para dar mais fôlego ao Meu Filho, a convite do comando da Redação da Zero Hora.

Hoje, o post é de despedida. Ou bem melhor do que isso, é apenas um aviso de transferência – e um convite para que sigam nos acompanhando no nosso novo endereço, provavelmente a partir de abril, no site do Diário de Santa Maria (www.diariosm.com.br).

Estaremos voltando para o nosso blog original, o Em Nome do Filho, cujo nome é também da nossa coluna, publicada no Diário de Santa Maria todas as segundas-feiras, cujos textos reproduzíamos aqui também, no blog.

O blog Meu Filho está se reestruturando para atender melhor as demandas do caderno Meu Filho, de Zero Hora (os novos blogueiros vão explicar melhor para vocês aqui, em breve).
E eu e a Tici estamos voltando para casa, no caso o Em Nome do Filho, para, também, integrarmos a coluna e o blog batizados com o nome que tanto adoramos. Devemos ir acompanhadas da Bruna Porciúncula, editora assistente de Zero Hora e mãe da Eulália, que recentemente começou a escrever aqui, e também ganharemos o reforço do editor de Esportes do Diário de Santa Maria, Rogério Giaretta Júnior, pai do Renzo.

Mas o blog Meu Filho segue e com uma proposta superbacana que, tenho certeza, vocês vão adorar.

Então, como viram, a notícia é muito boa, duplamente boa.

Vocês seguem acompanhando o Meu Filho e tem um encontro marcado comigo e com a Tici (e também com a Bruna e o Giaretta) no Em Nome do Filho, a partir de abril. Agradecemos todo o carinho e atenção nesses anos todos e esperamos vocês no nosso ninho original.

Vencedoras do concurso cultural "Meu Filho na Volta às Aulas"

18 de fevereiro de 2013 0

Confira abaixo as vencedoras do concurso cultural Meu Filho na Volta às Aulas. As cinco melhores ganharão um kit Hot Wheels contendo uma mochila, um estojo, dois cadernos, itens de escrita (lápis, borracha, régua, apontador) e um um carrinho.

Os prêmios serão entregues na sede de Zero Hora em Porto Alegre (Avenida Ipiranga, 1.075), e os vencedores deverão arcar com os eventuais custos de deslocamento. Dúvidas pelo e-mail meufilho@zerohora.com.br


Mabel Luiza Leal Vieira

“No primeiro dia de aula do meu filho me senti como um jardineiro, que com muito amor e carinho prepara a semente que ira germinar ao longo do ano.”

Vera Wolk

“O primeiro dia de aula é como se fosse um novo parto: neste dia, a princípio, senti um pequeno aperto no coração, mas ao vê-lo interagir com outras crianças, o temor deu lugar ao orgulho!”

Karine Mielczarski de Oliveira

“Foi um misto de emoção, insegurança e surpresa; naquele momento vi que meu menino já é um homenzinho capaz de ter responsabilidades e não deixar de ser criança!”

Juliana Steffens

“Filho é como navio, não é feito pra ficar no porto mas sim pra navegar, é nesse momento que senti que as amarras e dependência tinham que afundar.”

Fernanda Grasselli

“O sentimento misto de perda e ganho: eu entreguei meu filho para o mundo — primeira parte do projeto concluída — e meu filho ganhou um mundo de descobertas!”


Álbum de família – vote em sua favorita!

18 de fevereiro de 2013 2

Todas as semanas, quatro fotos serão publicadas no caderno e submetidas a votação do público. Dessas quatro, a foto mais votada pelos leitores ganhará um brinde oferecido pela Organic Baby.

Qual das fotos da galeria você acha mais legal? Vote abaixo. Se a foto do seu filho é uma delas, divulgue entre os amigos. Neste mês, os vencedores ganharão um kit de nove comidinhas orgânicas. Atenção: a votação se encerra às 13h de quinta-feira.

Como participar

As fotos enviadas devem representar o tema proposto para o caderno no mês, com uma dica que possa ser legal para outras pessoas também. Quem tem Instagram pode postar a foto com a dica apenas usando a hashtag #ZHmeufilho. Os que não usam o aplicativo podem simular os filtros em uma ferramenta online, neste site. O tema proposto para o mês de fevereiro é PRAIA.

Atenção

Fotos que fujam ao tema, que sejam enviadas sem a dica ou com o nome da criança incompleto não serão aceitas.


Concorra a um kit de volta às aulas

11 de fevereiro de 2013 2

O início da vida escolar é um marco na vida de mães, pais e crianças. Defina em uma frase como você se sentiu no primeiro dia de aula do seu filho e concorra a um prêmio no concurso cultural Meu Filho na Volta às Aulas. As cinco melhores ganharão um kit Hot Wheels contendo uma mochila, um estojo, dois cadernos, itens de escrita (lápis, borracha, régua, apontador) e um um carrinho.

As frases, com no máximo 200 caracteres, devem ser enviadas até as 23h59min de quarta-feira para o e-mail meufilho@zerohora.com.br, com o assunto “Meu Filho na Volta às Aulas”. Leia o regulamento do concurso aqui. O resultado sairá no próximo caderno.

Atenção: os prêmios serão entregues na sede de Zero Hora em Porto Alegre (Avenida Ipiranga, 1.075), e os vencedores deverão arcar com os eventuais custos de deslocamento.


Corações partidos

31 de janeiro de 2013 3

Todos os posts de Ticiana Fontana

Desde a madrugada do último domingo (27), eu e Fabi estamos envolvidas diretamente na cobertura jornalística que o Diário de Santa Maria e o Grupo RBS estão fazendo sobre a tragédia da boate Kiss, em Santa Maria, que vitimou 235 pessoas, a grande maioria jovens.

Estamos fazemos o nosso trabalho jornalístico naquela que é a maior tragédia do Rio Grande do Sul, mas com o coração em pedaços.

É uma tarefa muito difícil para qualquer profissional envolvido e também para nós, que somos mães, e temos uma ligação muito forte, de muito amor por Santa Maria.

Pedimos desculpas a nossos leitores, mas o blog seguirá não sendo atualizado nos próximos dias.

Temos certeza que podemos contar com a compreensão de todos.

 Um abraço e

força!

Álbum de família – Vote na sua favorita

28 de janeiro de 2013 5

Todas as semanas, quatro fotos serão publicadas no caderno e submetidas a votação do público. Dessas quatro, a foto mais votada pelos leitores ganhará um brinde oferecido pela Organic Baby.

Qual das fotos da galeria você acha mais legal? Vote abaixo. Se a foto do seu filho é uma delas, divulgue entre os amigos. Neste mês, os vencedores ganharão um kit de nove comidinhas orgânicas. Atenção: a votação se encerra às 13h de quinta-feira.

Como participar

As fotos enviadas devem representar o tema proposto para o caderno no mês, com uma dica que possa ser legal para outras pessoas também. Quem tem Instagram pode postar a foto com a dica apenas usando a hashtag #ZHmeufilho. Os que não usam o aplicativo podem simular os filtros em uma ferramenta online, neste site. O tema proposto para o mês de fevereiro é PRAIA.

Atenção

Fotos que fujam ao tema, que sejam enviadas sem a dica ou com o nome da criança incompleto não serão aceitas.


Manual do choro do bebê

25 de janeiro de 2013 0

Todos os posts de Fabiana SparrembergerA gente aqui do blog vive garimpando coisas legais sobre maternidade e filhos para se informar, mas também, para compartilhar com vocês.

Achei um vídeo muito legal – e para lá de divertido – do programa Bê-a-Bá do Bebê que tenta ajudar as mães e pais a decifrar quando o choro é causado porque:

1) o bebê está cansado

2) o bebê está com fome

3) o bebê está com dor

4) o bebê está com frio

5) o bebê está com refluxo ou está mamando inadequadamente

Vale muito a pena conferir.

Clique aqui.


Pesquisando sobre andadores

24 de janeiro de 2013 17

Todos os posts de Fabiana SparrembergerA Sociedade Brasileira de Pediatria (SB) quer terminar com o uso de andadores e está dando largada a uma campanha nacional para terminar com eles. Os pediatras querem a aprovação de um projeto de lei que proíba a venda desse produto.

Segundo os médicos, os andadores não trazem nenhum benefício para o desenvolvimento do bebê, são perigosos (podem causar quedas e choques contra paredes, por exemplo, em grande velocidade) e ainda pode retardar os primeiros passos dos pequenos e o funcionamento normal da musculatura.

Gente, lembro que eu até usava andador – meu irmão mais novo, também (o mesmo, aliás). Mas, do Bruno para cá (e lá foram quase 8 anos), eu não lembro de ter visto nenhum bebê usando andador.

Comentando aqui com a Tici, ela diz que conhece alguns pais que ainda compram o utensílio.
Não há dados sobre a venda desses artigos no Brasil. E eu fiquei na dúvida se essa campanha tem muitos alvos a atingir – ou seja, muitos pais que usam andadores.

Então, vamos a nossa pesquisa: você usa (ou usou) andador com seu filho? Conhece alguém que usa atualmente?

Andréa Graiz

Infância sem chinelinhos

23 de janeiro de 2013 2

Pouco depois do Natal, a Eulália ganhou de minha prima Louise Bianchi uma sandalinha, tipo uma Melissinha em miniatura. Só de olhar dá vontade de morder, de tão delicada e fofa que é a dita sandália. Quando recebemos o mimo, minha prima disse: “tem um saltinho, enquanto é bebê dá para usar”.

Naquele momento, intimamente, compartilhamos um cuidado que mães de meninas devem ter: o de não torná-las mulheres antes do tempo. Enfeitá-las é uma tentação, mas a esse sentimento deve-se acrescentar uma boa dose de noção, ou bom senso. O que minha prima quis dizer é que aquele saltinho nos pés de uma criança que nem caminha não corria o risco de vulgarizá-la ou “adultizá-la”, como se tem chamado a atitude de algumas mães de caracterizar suas filhas como pequenas mulheres.

Chegará a hora de nossas filhas pintarem as unhas com esmaltes e cores da moda, chegará a hora de se equilibrarem em saltos altíssimos e impetuosos, chegará a hora de usarem maquiagem exuberante, mas certamente não é enquanto ainda brincam com bonecas. O colorido da infância é outro.

Fico comovida quando vejo nas ruas as menininhas com o rosto pintado como se fossem assistentes de palco de um circo ou, com suas perninhas franzinas, equilibrando-se em saltos que muitas mulheres não ousariam desafiar no dia a dia. O caminho da vaidade na infância – e acho válido estimular os cuidados com a aparência desde cedo – deve começar com as noções de higiene pessoal, com o zelo pela roupa (sem exageros, claro) e com o respeito ao conforto das crianças. Cada passo no seu tempo. Minissandálias são bonitinhas, minimulheres, não.

Festas de aniversário

22 de janeiro de 2013 5

Todos os posts de Ticiana Fontana

Sou do tempo em que uma festinha de garagem com o bom e velho “parabéns” colado de qualquer jeito na parece e bolos com velinhas eram suficientes para garantir a diversão do aniversariante e de seus convidados.

Cenário bem diferente das festinhas atuais, que não têm nada de “inha”, viraram “ões”, festões e eventos de tirar o fôlego da gurizada e limpar o “cofrinho” dos pais.

Sucumbi aos apelos da pequena e ao mundo das festas infantis. No próximo dia 3, a Antonela faz 3 anos. Gosta tanto de festa que, no fim do ano passado, chegou a inventar na escolinha que “amanhã” seria o aniversário dela.

Estou percorrendo os espaços infantis. Fico pasma com os valores das festas na minha Santa Maria da Boca do Monte. Só para dar um exemplo, os orçamentos chegam a ser quase o triplo de praticado em vários espaços semelhantes em Porto Alegre.

Questão preço assustador a parte, os pequenos estão cada vez mais exigentes.

Lembro de um post que foi publicado no ano passado (se não estou enganada). Era um relato sobre as impressões de uma festa de aniversário diferenciada. A ideia dos pais do aniversariante foi levar a turma para passar um dia em uma espécie de fazenda, com muitos bichos e contato com a natureza. Eis que um dos convidados chega em casa e, interpelado pelos pais sobre como estava o evento, responde:

- Não tinha nada interessante para fazer, não tinha piscina de bolinhas e nem cama elástica.

Pois, nos últimos meses, tenho percebido que os pequenos estão cada vez mais efêmeros em suas escolhas.

Percebo um esvaziamento das camas elásticas e das piscina de bolinhas. Eles optam por brinquedos cada vez mais complexos, geralmente encontrados em parques de diversão, que, aos poucos, estão sendo transferidos para as casas infantis.

Onde será que vamos chegar? Uma mini Disney…

Que saudades das festas de garagem.

8 delícias para as férias da criançada

21 de janeiro de 2013 0

Na coluna passada, a colega Ticiana trouxe dicas de brincadeiras para as crianças que estão de férias. Para esta coluna, convidamos a nutricionista Tereza Cristina Blasi para trazer receitas bem saudáveis e nutritivas que os pequenos (e os pais também) adoram: sucos, picolés e sorvetes. Ela lembra que o suco de limão está em quase todas as receitas porque ele diminui a oxidação, mantém os sabores e aumenta a concentração de vitamina C. Todas as opções são muito fáceis de fazer, rápidas, saborosas e muito nutritivas. A vitamina carro-chefe é a C, além do potássio, do cálcio, do magnésio, do betacaroteno (provitamina A). Tereza ressalta ainda que as crianças podem comer, por exemplo, quatro ou cinco unidades de picolés ou dois copinhos de sorvete, além do suco de 200 ml. (Fabiana Sparremberger, com fotos de Germano Rorato)


Suco de pêssego (*)

2 pêssegos maduros médios
3 colheres de sopa de iogurte natural
200 ml de água gelada
1 colher de sopa de limão
1 colher de sopa de açúcar
Se quiser fazer um picolé de pêssego, é só colocar o suco para congelar por duas horas

Suco de ameixa (*)
2 ameixas com casca maduras
1 colher de sopa de suco de limão
1/4 de uma maçã com casca
200 ml de água gelada

Suco de morango (*)
6 morangos
1 colher de sopa de suco de limão
1/4 de uma maçã grande com casca
200 ml de água gelada

(*) É só bater tudo no liquidificador e servir


Picolé de uva

10 unidades de uva sem semente crinsom rosa
4 colheres de sopa de iogurte natural
1 colher de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de açúcar
Bater tudo e colocar para congelar por 2 horas

Picolé de morango
10 unidades de morango
2 colheres de sopa de gelatina pronta de morango
1 colher de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de açúcar
morango em pedaços para decorar

Quando os picolés estiverem quase prontos, colocar pedaços de canela como palitos ou palitos normais quebrados ao meio

Sorvete de morango
6 colheres de sopa de iogurte de morango
2 colheres de sopa de gelatina pronta de morango
6 morangos
1 colher de sopa de açúcar
Bater tudo no liquidificador e coloca para congelar. Rende 6 copos

Sorvete de pêssego
1 pêssego
2 colheres de sopa de gelatina de pêssego
1 colher de sopa de suco de limão
2 colheres de sopa de iogurte
1 colher de sopa de açúcar

Misturar a gelatina, o iogurte, o açúcar e o suco de limão. Bater com o pêssego no liquidificador e congelar em 5 copinhos de plástico.

A mesma receita pode ser feita com 1 kiwi e com gelatina de limão, no lugar da de pêssego

Sorvete de maçã
3 colheres de sopa de suco de laranja
1/3 de uma maçã pequena com casca
6 colheres de sopa de iogurte natural
1 colher de sopa de açúcar

Bater tudo no liquidificador e levar para congelar em copinhos plásticos. Rende 6 copinhos.

Álbum de família – vote em sua foto favorita!

21 de janeiro de 2013 2

Todas as semanas, quatro fotos serão publicadas no caderno e submetidas a votação do público. Dessas quatro, a foto mais votada pelos leitores ganhará um brinde oferecido pela Organic Baby.

Qual das fotos da galeria você acha mais legal? Vote abaixo. Se a foto do seu filho é uma delas, divulgue entre os amigos. Neste mês, os vencedores ganharão um kit de nove comidinhas orgânicas. Atenção: a votação se encerra às 13h de quinta-feira.

Como participar

As fotos enviadas devem representar o tema proposto para o caderno no mês, com uma dica que possa ser legal para outras pessoas também. Quem tem Instagram pode postar a foto com a dica apenas usando a hashtag #ZHmeufilho. Os que não usam o aplicativo podem simular os filtros em uma ferramenta online, neste site

Atenção

Fotos que fujam ao tema, que sejam enviadas sem a dica ou com o nome da criança incompleto não serão aceitas.


Já comprei o material escolar

18 de janeiro de 2013 2

Todos os posts de Fabiana SparrembergerAno passado, fiz as compras de material escolar só na segunda metade de fevereiro, já que as aulas só começavam em março. Este ano, resolvi antecipar, e achei bárbaro.

Encontrei a papelaria sem aquele amontoado de gente, e deu para escolher tudo com calma e sem ninguém te empurrando ou aquela bagunça nas prateleiras. Sem contar que o material escolar era farto – no ano passado, faltava muita coisa, que acabou não sendo reposta. E tive de levar alguns itens que não tinham a qualidade e o preço que eu queria.

Não levei o guri junto – combinamos que ele me ajudará a escolher a mochila. E o bom é que menino (será que todos?) não dá bola para marca ou determinado personagem na capa do caderno… O meu, inclusive, quer aproveitar tudo: quer manter o estojo antigo, o apontador que está em boas condições… E desconfio de que não teria nenhuma dificuldade em convencê-lo que eu vou sozinha comprar a mochila nova.

Mas, enfim, escrevi o post para dar a dica. Se está com essa tarefa de material escolar pela frente, dê uma olhada se não é o caso de fazer as compras já.

Eu que odeio filas, empurra-empurra, e gosto de ter várias opções de produtos para escolher, achei maravilhoso antecipar. Claro que ainda faltam alguns produtos, mas, para comprá-los, já sei que não vai ser aquele estresse…

Também descontem um pouco porque eu sou daquelas mães que, se puder, evita fazer supermercado ou ir ao comércio em dias de muito movimento… Mas tem gente que gosta e não se estressa nenhum pouco, muito pelo contrário… Eu estou bem longe disso…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...