Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "dia da criança"

Os direitos de nossas crianças

10 de outubro de 2012 0

Todos os posts de Fabiana SparrembergerEntre as mais de duas centenas de e-mails recebidas diariamente, este abaixo me chamou a atenção pela beleza/criatividade do texto e pela profundidade da reflexão.

Muito adequado para a Semana da Criança.


O DIREITO DE SER CRIANÇA

* Erika de Souza Bueno

Criança tem direito de sonhar com castelos, príncipes e princesas.

Tem direito de sorrir, de correr descalça pela rua sem precisar temer o “Velho do Saco” que rouba as desobedientes.

Não deveria temer os dragões e as bruxas malvadas que interferem na história sem pedir licença.

A criança deveria acreditar no “final feliz” dos contos infantis e reinventar uma “Bela Adormecida” diferente, que, mesmo não sendo bela, consegue acesso igualitário à felicidade.

Toda criança tem direito de crescer num mundo que não precisaria ser encantado para ser do bem e da paz.

Não deveria desejar a companhia de um super-herói invencível, com forças suficientes para vencer qualquer barreira, pois, nesse mundo feliz em que ela vive, este super-herói seria dispensável.

A criança deveria ter assegurado o direito de fazer criancice sem ser mal-interpretada, não se preocupando tanto assim com os bons modos impostos por uma sociedade que, infelizmente, perdeu sua conexão com a própria infância.

Criança deveria ter direito a conhecimentos de vida, não sendo incentivada a desrespeitar os mais velhos como os adolescentes e jovens de programas televisivos.

Direitos respeitados no hoje fazem um amanhã melhor, no qual não haverá a menor necessidade de uma “Fada Azul” para dar vida a um tipo de Pinóquio capaz de afastar a solidão.

Aquele “Lobo feroz e faminto que derruba casas apenas com o sopro” não precisará ser temido por aqueles que habitam seguramente em corações que aprenderam a amar.

Criança tem direito a viver em companhia de outras crianças, diferente da Branca de Neve que, isolada no castelo, só descobriu os 7 Anões depois de passar por apertos e dificuldades.

Criança tem direito a ser criança, tem direito de sonhar e realizar, de viver e ser feliz, de aprender a ler o seu mundo e a escrever as páginas de sua vida de um modo muito melhor.

Tem direito de saber que, mesmo que se viva 100 anos, a vida é um breve conto.

Então, que o conto de vida de uma criança não seja limitado a apenas um final feliz, mas que o início e toda a sua vivência também sejam repletos de amor, alegria e paz.

Assim, qualquer outro direito de criança já estará contemplado, pois nossas crianças estarão vivendo num mundo real, tendo asseguradas as melhores características do mais bondoso imaginário.

Feliz Dia da Criança!

* Erika de Souza Bueno é Coordenadora Pedagógica da Planeta Educação e Editora do Portal Planeta Educação (www.planetaeducacao.com.br). Professora e consultora de Língua Portuguesa pela Universidade Metodista de São Paulo. Articulista sobre assuntos de língua portuguesa, educação e família.

[AGENDA] Programações para o Dia das Crianças

09 de outubro de 2012 1

Dia da diversão – Nem tudo é presente no Dia das Crianças. O caderno Meu Filho/ZH elaborou um guia com sugestões de atividades para pais e filhos curtirem a data

Quando se aproxima o 12 de Outubro, o que mais se pensa em famílias com criança é na palavra “presente”.
– O que vou comprar para o meu filho de Dia das Crianças?
– Mããããe, paaaaai, eu queeeeeroooo (seja lá o que for). Eu queeeeerooooo!
Mas você já pensou no que vai fazer para tornar o Dia das Crianças especial e divertido, além do presente?
Para ajudá-lo, o Meu Filho preparou um guia de atividades para 12 de Outubro contemplando vários tipos de família e tamanhos de bolsos. Entrevistamos uma pedagoga, uma recreacionista e uma mãe blogueira para montá-lo. A dica comum entre as três é piquenique no parque.
Mas, se o tempo estiver feio, não se preocupe. Há muitas sugestões para diversão em casa e em locais fechados.
Aproveite!

Piquenique em família
Em todas as cidades há algum lugar perfeito para juntar a família e fazer um piquenique.
Em Porto Alegre, a sugestão é o Jardim Botânico, para desfrutar o dia cercado de natureza e comidinhas. O lugar tem muitas espécies de plantas e é lindo para um piquenique. Fica na Rua Dr. Salvador França, 1.427.

De show de mágica a rapel
No Parque Marinha do Brasil, a prefeitura promove, das 14h às 18h, um evento gratuito com atividades como cama elástica, piscina de bolinhas, show de mágica, touro mecânico, pintura de rosto, teatro de bonecos, rapel, atividades esportivas, entre outros. Se chover, o evento será transferido para o dia 14.

NA CAPITAL

Shoppings têm eventos especiais
➧ Teatro de Bonecos. Às 16h e às 18h, no Praia de Belas (Avenida Praia Belas, 1.181)
➧ Exposição Mini Mundo, com miniaturas de uma cidade do interior e réplicas de pontos turísticos de Porto Alegre. Das 11h30min às 20h, no Iguatemi (Avenida João Wallig, 1.800)
➧ Concerto Zaffari Dia da Criança. Às 17h, no Teatro do Bourbon Country (Avenida Túlio de Rose, 80)
➧ Pintura de boneco e atividades lúdicas. Das 14h às 20h, em todos os shoppings da rede Bourbon
➧ Recreação com confecção de máscaras de princesas e super-heróis. Do meio-dia às 20h, no Boulevard Strip Center (Avenida Assis Brasil, 4.320)
➧ Exposição e oficinas de criação com peças de Lego. Das 13h às 19h30min, no BarraShoppingSul (Avenida Diário de Notícias, 300)
Teatro
Animais em Perigo
Fala sobre questões de ambiente. Um personagem chamado “professor Jacques” cuida dos animais que encontra na beira da praia e ensina como separar o lixo. Às 15h e às 16h, no Teatro Carlos Carvalho da Casa de Cultura Mario Quintana.
Outras peças
➧ Avenida Cores por Todo Lugar, no Teatro Renascença – às 11h e às 16h
➧ Os Três Porquinhos, no Teatro de Câmara Túlio Piva – às 16h
➧ Piá Farroupilha, na Sala Álvaro Moreyra – às 11h e às 16h
Obs.: todas as atividades acima são gratuitas

PÉ NA ESTRADA

Turismo de aventura
De acordo com a diretora de promoção e marketing da secretaria do turismo do Rio Grande do Sul, Camila Mumbach, o turismo de aventura, ao contrário do que se pensa, pode ser, sim, aproveitado por crianças. Veja algumas opções:
➧ Parque Ecológico das Laranjeiras – Oferece atividades de aventura e área de camping. Fica na Estrada Geral de Linha Café Alta, com acesso pela RS-115, em Três Coroas. Ingresso a R$ 5.
➧ Brasil Raft Park – Estrutura particular para atender a clientes que queiram fazer rafting, canopy, rapel, tirolesa, paintball, escalada e caiaque em Três Coroas. Informações: (51) 3546-1066. Ingressos de R$ 5 a R$ 10.

Vida animal
➧ Zoológico de Sapucaia – Mais de 175 espécies de animais e 850 hectares. Em Sapucaia do Sul, BR-116, parada 41, telefone (51) 3474-1499. Ingressos de R$ 6 a R$ 30.
➧ Pampa Safari – Passeio dentro do carro, com animais soltos. Em Gravataí, RS-020, km 11, telefone (51) 3488-1823. Ingresso: R$ 40 por carro, com no máximo cinco pessoas cada.
➧ Gramadozoo – Cerca 1,5 mil animais vivem no local, que reúne pesquisa e turismo ecológico. Fica na RS-115, km 35, distrito de Várzea Grande, a 700 metros de Gramado. Telefone: (54) 3421-0800. Ingressos: de R$ 15 a R$ 25 (crianças de até dois anos não pagam).

Para saborear
Alexandra Aranovich, autora do blog Destemperadinhos, indica alguns lugares que unem boa comida e diversão na Serra:
➧ Parque Gaúcho – Fica ao lado do zoológico de Gramado, então dá para passar o dia vendo os animais e depois se deliciar com comidas campeiras. É um parque que conta a história do gaúcho. O restaurante tem um espaço kids chamado Galpão Mirim. RS-115, km 35, bairro Várzea Grande, em Gramado. Ingressos a R$ 40 (algumas crianças são isentas).
➧ Hotel Ecoland – Reúne amplo espaço aberto com pescaria, bicicleta, charrete, animais e um restaurante. Não precisa dormir no hotel, basta pagar uma taxa para passar o dia. Na Rua Alfredo Brusius, 2.121, em Igrejinha. Passar o dia custa R$ 25 por pessoa, com adicional de R$ 7 por passeio. Diárias a partir de R$ 215.
➧ Ecoparque Sperry – Parque ecológico com trilhas bem sinalizadas. Um irmão cuida do parque e outro, chef, cuida do bistrô Bêrga Motta, dentro do local. Linha 28 – Avenida Central de Gramado, a 8 km do Centro. Ingressos de R$ 5 a R$ 10.
➧ Restaurante Unser Haus – Cada mesa conta um pouco da história da família que é dona do restaurante. Para passar o dia, perca-se no labirinto verde, no Centro, e no Parque do Imigrante. Avenida Quinze de Novembro, 809, em Nova Petrópolis.

No Dia da Criança

17 de outubro de 2011 0

Duas mães responderam ao meu convite para mostrar como foi o Dia da Criança de seus pequenos. A Catia Guindani da Silva, mamãe do Guilherme, de 1 ano e 7 meses, escreveu:

Olá, meninas. Tento pregar lá em casa o não consumismo. Mas com um filho com a sina de 1º neto e 1º bisneto as vezes se torna MUITO difícil essa minha tarefa.

Mais uma vez a vovó Zeli, a bisa Tereza, a dinda Carla e o dindo Zeno enlouqueceram e encheram o pitoco de presentes…  E eu descobri um filho roqueiro. Será que tem chances no “garagem do Faustão”??

Seguem as fotos do filhão Guilherme e sua amiguinha Simone com sua banda “os Precoces da Garagem”… Com patrocínio da dinda e do dindo.

Beijos,
Catia


Já a Elisiane mandou a foto da Luiza, que participou da série Apressadinhos, e que está com 2 aninhos. Ela participou de uma festa do Clube Dores, em Santa Maria, e também da festa de funcionários do Hospital de Caridade. Os pais da lindinha são Elisiane Mota da S. de Castro e Luciano Vieira de Castro. Que carinha mais linda e sapeca, não???


Criança por um dia...

14 de outubro de 2011 3

O Dia da Criança foi de diversão para muitas famílias (assim eu espero!). A nossa participou do evento da escolinha do pequeno batizado de 1º Voltando à Infância. A programação começou com um jogo de futebol misto, em que pais e mães correram atrás da gorduchinha. Não consegui fazer nenhum gol, mas, pelo menos, consegui fazer a bola parar nas mãos do goleiro duas ou três vezes.

Depois da pelota, mães foram fazer uma aula de jump com a profe Fabi, a profe de street do Bruno. Eu, que faço a minha esteira em casa todos os dias, achei que ia tirar de letra…. Pura ilusão… A atividade, que apresentou-se como recreativa, me deixou sem fôlego e com as pernas incontrolavelmente bambas (no dia seguinte, doía até para respirar).

Só não desisti da maratona porque as persistentes até o fim ganhariam uma medalha (e como eu ficaria sem uma medalha para mostrar ao pequeno?). Os pais foram para o jogo de futsal e também suaram a camiseta.

Enquanto isso, os pequenos se divertiam entre os brinquedos e, no caso do meu, correndo atrás da bola (só para variar…).

Uma tarde para lá de divertida. Um feriado inesquecível. Aí vão alguns flagrantes do fotógrafo Fernando Camargo/Divulgação Clube Dores.

Fernando Camargo/Divulgação Clube Dores

Me acharam na foto acima? Sou a segunda a partir da esquerda (toda de preto)


Fernando Camargo/Divulgação Clube Dores

E os papais mandaram muito bem no futsal. Na foto, após ter chutado a bola, o craque número 1 dos nossos corações (do meu e do Bruno, é claro!)


O pequeno, já depois de ter abandonado o tênis, com um dos coleguinhas (por que será que os meninos dessa idade são tão parecidos, hein?)


Fernando Camargo/Divulgação Clube Dores
E olha aí a medalha por resistência (reparem só no meu vermelhão), entregue pela profe Ana Flávia


Aproveitando, Obrigada e Parabéns a todas as profes da Doritos pela tarde maravilhosa! E feliz Dia do Professor a todas!!!


Registrou em fotos como foi o Dia da Criança do seu filho?

Mande para o blog, então, que a gente vai adorar mostrar!!!



Por um mundo mais feliz

14 de outubro de 2011 0

O que você gostaria que os adultos fizessem para tornar o seu mundo mais feliz no Dia da Criança? A pergunta foi feita para alunos de duas escolas de Santa Maria, uma da rede particular e outra, da municipal. A reportagem foi manchete da edição do Dia da Criança do Diário de Santa Maria (veja abaixo). Os adultos têm muito a refletir com essas respostas, e, para mim, as declarações são grandes indicativos que um mundo bem melhor vem por aí:


“Eu gosto de andar de bici e eu gosto mais quando os meus pais estão junto comigo.”
Luíza Gabriela Dal Castel, 6 anos

“Eles podem fazer com que não tenha mais violência no mundo.”

Vinicius de Almeida Bittencourt, 10 anos

“Não jogar lixo no chão é uma boa!”
Bernardo de Almeida Bittencourt, 10 anos

“Acho importante preservar a natureza, e outra coisa que eles podem fazer é dar presentes para quem não vai poder ganhar no Dia da Criança.”
Pedro Ruiz Sangoi, 9 anos

“Podia ter mais esporte no mundo, e as pessoas podem ser mais amigas. Outras crianças que não têm família deveriam ser adotadas e receber carinho.”
Leonardo Peripolli Pereira, 10 anos

“A natureza é muito importante para o futuro.”
Estefani Schutz Cheiram, 9 anos

“Os adultos podem dar uma casa para quem não tem onde morar. Saúde também é importante, tipo, pagando a consulta do médico para quem não pode.”

Laura Righi Boemo, 8 anos

“Eu gostaria que tivesse mais educação no mundo.”

Rafaella Rodrigues Bertagnolli, 9 anos

“Deveria ter mais respeito entre as pessoas.”

Cecília Trindade Zanini, 8 anos

“Eu acho que o mais importante é que as pessoas tenham uma família que fiquem junto com elas.”

Ana Luiza Dutra Lutz Machado Ribeiro, 8 anos

“Eu queria que os meus pais dessem bastantes doces para mim e para a minha irmãzinha.”

Pedro Henrique, 6 anos

“Eu queria que a minha mãe se fantasiasse de palhaço para brincar comigo.”

Thales Pereira Neu, 6 anos

“Eu queria me fantasiar de princesa para brincar com os meus pais e os meus amigos. E também eu queria que a minha mãe me levasse no parque de diversões para eu andar na roda gigante.”

Maria Carolina Meier da Silva, 5 anos

“Eu quero que os meus pais me levem na pracinha.”

Clara Araújo Possebon, 6 anos

“Eles devem cuidar dos animais e do planeta.”

Henrique Fidaleche, 8 anos

“Os adultos devem ter carinho pelas pessoas e pelos animais.”

Gabriela Carvalho, 7 anos

“Eles precisam se comportar e ficar junto com a família, com os primos, os tios, os avós.”

Vítor Ribeiro, 6 anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...