Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "esportes"

Mãe de jogador...

15 de junho de 2012 1

Todos os posts de Fabiana SparrembergerQuando ainda não era mãe achava um exagero aquelas mães de jogadores de futebol ou de atletas de outros esportes em completo desespero durante uma competição transmitida pela TV. Pensava: “Minha nossa, para que essa cena toda?”.

Pois nada como um dia depois do outro.

Dia desses, a rotina do trabalho permitiu, e fui ver o guri competindo. Mas era só um amistoso com o time de uma outra escolinha de futebol. Pois já na entrada dos pequenos em campo, o coração parece que quer sair pela boca… Claro que eu disfarcei bem, né? Mas, por dentro, a carne tremia…

A torcida adversária, que era do time visitante, começou a gritaria pelos seus jogadores. E a torcida da casa não se manifestava. Foi me dando uma gastura… E a língua soltou… O pequeno nem tinha entrando em campo, e já comecei torcendo em “voz alta” (aos berros seria falta de etiqueta, né?). Como a visão do lugar em que eu estava não me permitia observar todos os lances, mãe e pai subiram um andar, e aí, num ambiente em que só os jogadores poderiam ver a torcida, a etiqueta foi para o espaço… Ainda bem que não havia câmeras porque ali estava uma mãe tipo aquelas exageradas que você vive vendo na TV…

Não fiquei até o fim do jogo porque tinha aula, mas, o que eu não vi, o jogador me contou em detalhes. 14 x 5 para o time da casa. O guri errou um gol, mas o sentimento não era de frustração, e, sim, de felicidade porque a equipe vencera.

E sempre digo para o pequeno que ele não vai para a escolinha para ser tornar um Neymar. E, sim, para ter uma atividade física prazerosa, para aprender a trabalhar em equipe, para saber perder (como isso é importante!), mas, mais importante do que tudo isso, para ser feliz. Enquanto o esporte for uma atividade sadia que o deixe realizado, eu serei sua maior incentivadora. Estarei lá na torcida, na vitória e na derrota. E prometo que, na próxima vez, vou tentar me comportar.

Já estou com ciúmes dela

29 de março de 2012 5

Todos os posts de Fabiana SparrembergerDia desses, lendo a Camila escrever sobre as primeiras palavras da Pietra, voltei uns cinco anos no tempo para relembrar o mesmo período que vivenciei com o pequeno.
E não foi “ma-ma” a primeira palavra dele.
Também não gerou ciúmes entre o casal. Portanto, também não foi “pa-pa”.
Nem vovó.
Nem Zulu (talvez sobrasse para nosso cãozinho, mas também não foi ele o contemplado com o prêmio)

Algumas pistas para ver se vocês adivinham:
– Ela salta por efeito de elasticidade

- Muita gente diz que pisa nela quando comete um engano

- Pode ser revistida de couro ou borracha

-  O brasileiro mais famoso no mundo só conseguiu o feito por causa dela

Ficou fácil agora, né?

Sim, acreditem, foi “bo-la” a primeira palavra pronunciada pelo guri.

É atrás dela que ele anda correndo cada vez mais nos últimos tempos. Até o ano passado, ele fazia dois dias de futsal e também fazia street, lembram? Pois ele começou 2012 dizendo que não queria mais dançar. Só queria futebol. E foi feita a sua vontade.
Há duas semanas, ele quis participar de um “pereirão”. Sim, a Griselda da novela foi parar na boca do piá para explicar que ele participaria de uma seleção para a formação do time do clube onde ele pratica futsal dois dias da semana, depois da aula no colégio.
Na terça-feira, o professor liga para convidar o guri para integrar o time sub-9 do clube (pelo que entendo, é o time com crianças abaixo de 9 anos). E aí serão mais um dia de futsal e, claro, viagens para participar de campeonatos. Falamos muito com ele já preparando-o para um possível “não”, e ele parecia bem tranquilo. Diante do convite, o guri ficou faceiro demais e comemorou a aprovação como se fosse a vitória de um campeonato.

Ele nem bem abre os olhos, e já está à procura dela. Com ela, passa o tempo livre das manhãs. E muitos porta-retratos não resistiram.

Achei que, com o tempo, os meninos iriam diversificar a preferência, mas, lá em casa, a bola é o passatempo preferido.
E eu já estou ficando com ciúmes diante de tanta paixão pela gorduchinha.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...