Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "vacinação"

Dia para atualizar a vacinação do seu filho

16 de agosto de 2012 9

Todos os posts de Fabiana SparrembergerAtenção, pais de crianças com menos de 5 anos! Neste sábado, dia 18 de agosto, em todo o país, ocorre o Dia D da campanha do Ministério da Saúde para atualização da caderneta de vacinação. Postos de vacinação do SUS estarão disponibilizando todas as vacinas do calendário básico da criança.

São elas:

BCG

Hepatite B

Pentavalente – passou recentemente a fazer parte do calendário básico

Vacina Inativada Poliomielite (VIP) – passou recentemente a fazer parte do calendário básico

Vacina Oral Poliomielite (VOP)

Rotavírus

Pneumocócica 10 valente

Meningocócica C conjugada

Febre amarela

Tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba)

DTP (difteria, tétano e coqueluche).

Segundo o Ministério da Saúde, no primeiro semestre, haverá a campanha de vacinação com as gotinhas para combater a poliomielite e, no segundo semestre, a atualização da caderneta.

O Ministério  anunciou também a oferta de suplemento de vitamina A às crianças menores de cinco anos – moradoras das regiões Norte, Nordeste e dos vales do Jequitinhonha e Mucuri, em Minas Gerais. A medida integra o Programa Brasil Carinhoso, lançado em maio desde ano e que tem como meta a superação da extrema pobreza na primeira infância.  

Lembrando que a atualização da caderneta pode ser feita deste sábado até dia 24 de agosto.

Se você tiver alguma dúvida sobre o assunto, pode nos enviar para tentarmos uma resposta dos órgãos competentes.

(Fonte das informações: Ministério da Saúde)

Duas novas vacinas

18 de janeiro de 2012 0

Hoje o Ministério da Saúde divulgou que a partir do segundo semestre, serão introduzidas as vacinas pentavalente e a pólio inativada.

Neste ano, o país amplia o calendário básico de vacinação com a introdução da vacina injetável contra pólio, feita com vírus inativado. A nova vacina será utilizada no calendário de rotina, em paralelo com a campanha nacional de imunização, essa realizada com as duas gotinhas da vacina oral. A injetável, no entanto, só será aplicada para as crianças que estão iniciando o calendário de vacinação.

Outra novidade para 2012 será a vacina pentavalente, que reúne em uma só dose a proteção contra cinco doenças (difteria, tétano, coqueluche, Haemophilus influenza tipo b e hepatite B). Atualmente, a imunização para estas doenças é oferecida em duas vacinas separadas.

A introdução da Vacina Inativada Poliomielite (VIP), com vírus inativado, vem ocorrendo em países que já eliminaram a doença. A Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), no entanto, recomenda que os países das Américas continuem utilizando a vacina oral, com vírus atenuado, até a erradicação mundial da poliomielite, o que garante uma proteção de grupo. O vírus ainda circula em 25 países. O Brasil utilizará um esquema sequencial, com as duas vacinas, aproveitando as vantagens de cada uma, mantendo, assim, o país livre da poliomielite. A VIP será aplicada aos dois e aos quatro meses de idade e a vacina oral será utilizada nos reforços, aos seis e aos 15 meses de idade.

Calendário - A VIP será introduzida no calendário básico a partir do segundo semestre desse ano. As campanhas anuais contra poliomielite também serão modificadas a partir de 2012. Na primeira etapa – a ser realizada em 16 de junho – tudo continua como antes: todas as crianças menores de cinco anos receberão uma dose de VOP, independente de terem sido vacinadas anteriormente. Na segunda etapa – que ocorrerá em agosto – todas as crianças menores de cinco anos devem comparecer aos postos de saúde, levando o Cartão de Vacinação. A caderneta será avaliada para a atualização das vacinas que estiverem em atraso. Essa segunda etapa será chamada de Campanha Nacional de Multivacinação, possibilitando que o país aumente as coberturas vacinais, atingindo as crianças de forma homogênea, em todos os municípios brasileiros.

Esquema sequencial da vacinação contra poliomielite

2 meses – Vacina Inativada poliomielite – VIP

4 meses -  VIP

6 meses -  Vacina oral poliomielite (atenuada) – VOP

15 meses – VOP

Pentavalente: A inclusão da vacina pentavalente no calendário da criança também será feita a partir do segundo semestre de 2012. A pentavalente combina a atual vacina tretavalente (difteria, tétano, coqueluche, haemophilus influenza tipo b) com a vacina contra a hepatite B. Ela será produzida em parceria com os laboratórios Fiocruz/Bio-Manguinhos e Instituto Butantan. As crianças serão vacinadas aos dois, aos quatro e aos seis meses de idade.

Com o novo esquema, além da pentavalente, a criança manterá os dois reforços com a vacina DTP (difteria, tétano, coqueluche). O primeiro a partir dos 12 meses e, o segundo reforço, entre 4 e 6 anos. Além disso, os recém-nascidos continuam a receber a primeira dose da vacina hepatibe B nas primeiras 12 horas de vida para prevenir a transmissão vertical.

Heptavalente – No prazo de quatro anos, o Ministério da Saúde deverá transformar a pentavalente em heptavalente, com a inclusão das vacinas inativada poliomielite e meningite C conjugada.

Sábado de vacinação

12 de agosto de 2011 0

Contra a paralisia infantil

Sábado é dia da segunda etapa da vacinação contra a paralisia infantil. Se seu filho tiver menos de 5 anos deve receber a segunda dose contra a poliomielite. Somente com esta outra parte da imunização está garantida a proteção contra a doença. A meta é repetir no Rio Grande do Sul os mesmos números registados na primeira etapa (ocorrida em junho), quando a cobertura da população nessafaixa etária foi próxima dos 99%, enquanto o recomendável é atingir os 95%.
As doses estão disponíveis nos postos de saúde e em pontos extras definidos pelas cidade.

Contra o sarampo

Lembrando também que sábado é a última chance de dar a vacina contra o sarampo. O Rio Grande do Sul já atingiu a sua meta de vacinação contra a doença.  96,2% das crianças entre 1 e 7 anos receberam a vacina, que também protege contra a rubéola e a caxumba. Esta vacinação é chamada de campanha de seguimento, que ocorre no intervalo de três a cinco anos. A última foi realizada em 2004, outra estava prevista para 2009, mas não aconteceu por conta da pandemia da H1N1, nem ocorreu em 2010 por conta da vacinação contra a Gripe A.  
Neste ano, o Rio Grande do Sul já registrou sete casos confirmados de sarampo.

Fonte: informações da Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul

A dolorida hora da vacina

09 de julho de 2011 9

Qual o pai ou a mãe que nunca ficou com o coração na mão na hora de levar o seu filho para vacinar? Eu, por exemplo, fico com muito dó do Davi, mas tenho certeza que é o melhor para ele.
Mas, na hora que vejo as enfermeiras preparando a vacina para aplicar naquela perninha gordinha, não tem como ficar indiferente.

Sei que, para a saúde dele, tomar todas as vacinas é muito importante. A última foi a segunda dose da gripe A. Ainda bem que o Davi não teve reações alérgicas a nenhuma das vacinas!
Ele fica chorão somente na hora da aplicação, depois, já sai sorrindo, todo faceiro, como se nada tivesse acontecido e dando, como nós chamamos de “beijo tchau” para as enfermeiras. Deve estar feliz por poder ir embora. Desta última vez, levou seu amigo, seu pintinho amarelinho, que ele chama de “cocó”, para fazer companhia.

Agora, a próxima dose será o reforço da tríplice viral, aos 4 anos, ou quando houver alguma campanha de vacinação.

Combinei com minha esposa que, sempre que eu puder, levarei o pequeno para vacinar. Mesmo sabendo que será um sofrimento para mim, sei que é algo que fará toda a diferença para ele.
Gostaria de aproveitar para lembrar aos papais da importância de deixar sempre atualizada as vacinas dos pequenos.

Bom final de semana a todos, e aproveitem seus filhotes, pois vou aproveitar muitoooo os meus!


Sábado tem vacinação

16 de junho de 2011 2

Sábado é Dia Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, uma doença perigosa que, apesar de erradicada no Brasil, segue sendo prioridade de saúde pública em todo o mundo.
Crianças de zero até 4 anos, 11 meses e 29 dias devem receber a gotinha contra a paralisia infantil.
Além dos postos de saúde, também estarão à disposição postos volantes de vacinação, instalados em locais de grande movimentação, como supermercados.
Desde 1989, não há registro de casos no Brasil, mas ainda há países onde a doença se manifesta. Daí a necessidade de as campanhas anuais de vacinação serem mantidas. A segunda dose deve ser aplicada em 13 de agosto.

Tríplice viral também será aplicada

Em 2011,a campanha de vacinação contra a poliomielite terá uma novidade. No início da primeira etapa, neste sábado, além das duas gotinhas contra a paralisia infantil, municípios de oitos Estados também vão vacinar crianças contra sarampo: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Bahia, Ceará e Alagoas.
Além das gotinhas contra a paralisia infantil, todas as crianças entre um ano e menores de 7 anos desses Estados devem se vacinar contra o sarampo, mesmo que já tenham sido imunizadas anteriormente.
Não há risco da criança receber as doses ao mesmo tempo, que podem ser dadas às crianças no mesmo dia, sem prejudicar a saúde delas. A campanha vai até 22 de julho nos postos de saúde.
Essa vacinação costuma ocorrer no intervalo de três a cinco anos. A última foi em 2004. A que deveria ocorrer em 2009 não foi realizada por causa da Gripe A.
Além do sarampo, a dose tríplice viral também protege a criança da rubéola e da caxumba.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...