Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 23 abril 2013

Marcelo Rosenbaum: "Vejo o design como um catalisador para um novo mundo"

23 de abril de 2013 4

O designer Marcelo Rosenbaum será um dos destaques da etapa Sul do Movimento HotSpot, que reúne novos talentos do RS, SC e PR. Rosenbaum participa de uma roda de conversa, gratuita, sobre ocupação do espaço público neste sábado (27/4), das 15h às 17h, na Usina do Gasômetro. Com ele, um representante do Vila Flores, o complexo arquitetônico dos anos 20 assinado por Joseph Lutzenberger que está se tornando centro criativo e contemporâneo, e o pessoal do Coletivo Fora do Eixo.

Rosenbaum acredita na transformação do mundo pelo coletivo. Recém- chegado de Milão, onde apresentou o projeto realizado junto a uma comunidade indígena do Acre, batizado de Yawanawá – A Força da Floresta, Marcelo conversou com o blog  por telefone, de São Paulo:

– Foi bárbara a apresentação na Itália, o trabalho com a comunidade indígena despertou o nacionalismo nos próprios brasileiros que estavam lá. A relação dos índios com o fazer é a própria definição de economia criativa. Os visitantes de outros países também ficaram impressionados com o processo do fazer dos índios.

E o projeto não termina com a exposição do que foi feito – em apenas 20 dias:

– Há uma sequência no projeto, que é fazer acontecer de verdade, acompanhar o empreendedorismo junto às comunidades. É um movimento maior de permanência cultural de nossas origens. Estamos em 2013, mas o Brasil ainda não conhece e não cultiva o Brasil.

Visionário de um mundo no qual o coletivo terá maior poder do que o que é feito com foco no individual, Rosenbaum diz que vê o design como um catalisador para uma nova realidade, e não apenas um gerador de objetos.

Ele é responsável pelo projeto A Gente Transforma, que percorre o Brasil trabalhando o design e o artesanato em comunidades ricas em cultura, porém esquecidas na imensidão país. Da união desses saberes surgem coleções originais e autênticas, esteticamente avançadas e que valorizam o design de raiz. São produzidas em parceria com comunidades que guardam séculos de conhecimento. Do ponto de vista econômico, sua principal característica está em atender os requisitos da Nova Economia: inclusiva e sustentável.

Rosenbaum tem um pensamento crítico em relação ao crescimento dos centros urbanos. E define:

– O ser humano tem que ser incluído no projeto de urbanização. É preciso pensar como as pessoas vão conviver e interagir na cidade. Acho uma pena a cultura de não-preservação, de desprezo da cidade como espaço de movimento. É preciso pensar como as pessoas vão se comunicar, viver e interagir nos grandes centros urbanos.

O designer, que se tornou popular pelos sete anos em que participou do quadro Lar, Doce Lar, do programa Caldeirão do Huck, no qual transformava casas de pessoas de comunidades carentes, esteve poucas vezes em Porto Alegre. Mas a impressão é clara:

– O centro da cidade me oprime muito, ao mesmo tempo, é uma cidade que tem zonas residenciais deliciosas, arborizadas, e, é, claro, o rio.

O MOVIMENTO HOTSPOT

Entre 26 e 28 de abril, Porto Alegre será palco para um dos maiores festivais de incentivo a talentos criativos de todo o Brasil, o Movimento HotSpot. O festival apresenta trabalhos de música, fotografia, filme, arquitetura, design gráfico, ilustração, cenografia, beleza, moda e design na Usina do Gasômetro. São 303 criativos selecionados em todo país, sendo que 74 da região Sul (RS, SC e PR), em uma grande exposição multimídia de artes integradas que chega agora à capital gaúcha junto a uma série de atrações paralelas.

A programação é aberta ao público e busca conectar essa produção nacional e seus autores com a cidade, criando um elo e uma interessante troca de conceitos e interpretações entre profissionais renomados e iniciantes, entre culturas de diversas regiões do Brasil, entre múltiplas formas de arte e criação.

Para Rosenbaum, é uma oportunidade rara de descentralizar os talentos das grandes cidades:

– Esse projeto proporciona que a gente descubra processos criativos de forma coletiva, o que é ainda mais rico. Co-criar é uma experiência valiosa, e isso a gente vê nos índios. Nada pertence a eles mesmos, tudo é pensado e trabalhado para o coletivo, ainda que esse processo passe pelo esforço individual. Mas o indivíduo é apenas um canal.

Mais informações sobre o HotSpot: www.movimentohotspot.com.br

Livro da série Fronteiras do Pensamento tem lançamento na Capital

23 de abril de 2013 0


Pensar a Cultura
, primeiro livro da nova série do Fronteiras do Pensamento, foi lançado na segunda- feira, na Palavraria.

Organizada pelo jornalista Cassiano Elek Machado (na foto), a obra da Arquipélago Editorial reúne nove textos com as conferências de Wim Wenders, Mario Vargas Llosa, Michel Houellebecq, Tom Wolfe e Orhan Pamuk, além de artigo de Mia Couto, entre outros conteúdos.

A publicação pode ser encontrada na própria Palavraria, na Bamboletras e no Studio Clio pelo valor de R$ 35.

Veja quem participou do lançamento:

Fotos: Andréa Graiz/ Agência RBS

Porto Alegre ganha nova casa noturna na sexta-feira

23 de abril de 2013 6


Os baladeiros da capital gaúcha ganham um novo lugar para se divertir a partir do dia 26 de abril. Trata-se do My Club, casa noturna que se instalará no DC Navegantes. A proposta é trabalhar com o deep house para quem é antenado em música eletrônica.

O clube é em formato de arena para que o DJ fique no centro e todos possam assisti-lo. Para a abertura, quem vem é o DJ Magui, residente do MOB Festival (Music On Board) e do Sirena (Maresias, SP). Passa lá conhecer o espaço!

Claudia Sehbe brinda aniversário na casa noturna Liv&Fly

23 de abril de 2013 0


A Liv&Fly abriu as portas para receber o aniversário de Claudia Sehbe no sábado. A homenageada reuniu uma turma de amigos para brindar em alto estilo na badalada casa noturna da Capital.

Quem comandou a pista foi o DJ Paulo Velloso, que preparou um set bem dançante para os baladeiros.

A noite também marcou o encerramento da maratona de festas We Love POA. Veja quem marcou presença:

Fotos: Fernando Conrado/ Divulgação

Jayme Monjardim vai a Budapeste para gravar trilha de O Tempo e o Vento

23 de abril de 2013 0

Jayme Monjardim faz uma pausa no comando de Flor do Caribe para atender a outro compromisso. O diretor está em Budapeste com a mulher, Tania Mara, e a filha Maysa acompanhando a gravação da trilha sonora do longa O Tempo e o Vento, composta pelo maestro paulista Alexandre Guerra.

Os trabalhos começaram no fim de semana, no estúdio da orquestra sinfônica da cidade húngara.

Iódice passa por momento de expansão e abre loja em Porto Alegre

23 de abril de 2013 0


A Iódice desembarca em Porto Alegre no dia 16 de maio, com franquia comandada por Roberta Zaffari Townsend. A gaúcha esteve no Fashion Rio para acertar os últimos detalhes com o criador da marca e presidente da Associação Brasileira de Estilistas (Abest), Valdemar Iódice. O investimento no espaço, no Iguatemi, chega a R$ 3 milhões. Por telefone, Iódice falou com o blog:

- A Iódice está no mercado há mais de 20 anos. Mas estamos vivendo um momento novo, de pensar fora da caixa e promover a expansão de lojas próprias e franquias – disse.

Somente neste semestre, foram inauguradas nove franquias da Iódice. Depois de Porto Alegre, a expansão chegará a Curitiba, Ribeirão Preto e Vitória. Sem contabilizar as lojas próprias em São Paulo, Fortaleza e Maringá. O empresário virá à Capital para o evento de maio. Designer e promotor da moda brasileira por meio de seu cargo na Abest, ele é categórico ao falar de sua criação:

- Faço roupas inspiradas na mulher, na própria feminilidade. Não importa se ela está em Nova York, Tóquio, Belém do Pará ou Porto Alegre.

Empresária abre franquia de sorvetes italianos em Porto Alegre

23 de abril de 2013 1


A empresária Ana Carolina Azambuja dedicou sua vida profissional à gastronomia e à hotelaria. Depois de morar oito anos na Costa Rica, ela voltou a Porto Alegre com marido e filha para comandar um novo projeto: a Gelateria Parmalat, que foi reaberta no Praia de Belas Shopping.

No último ano em que ficou na América Central, Ana Carolina morou na praia de Pavones, destino de surfistas de todo o mundo, onde comandou um restaurante próprio, o La Manta. Com a chegada da primeira filha, a empresária resolveu voltar ao Brasil e apostar na franquia dos sorvetes italianos.

Devota do estilo de vida ligado à natureza, agora Ana terá que se dividir entre os compromissos urbanos e a paixão pelas aventuras ao ar livre.

Fotos: Andréa Graiz/Agência RBS