Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de outubro 2013

Doações para o Café do MESC

31 de outubro de 2013 0
café

Café do Museu, foto Mariana Boro.

A arquiteta Bia Kubelka vai entregar a relação de doações do ambiente Café do Museu, projetado para a Mostra Casa Nova 2013, para o Museu da Escola Catarinense da UDESC (MESC). É hoje, dia 31 de outubro, a partir das 19h, no próprio café, com uma solenidade breve  que marca a entrega do café para a cidade. A diretora do MESC, Sandra Macowiecky, anuncia que a UDESC tem interesse em manter o café em funcionamento. “Já está sendo previsto no novo plano museológico. Aliás, todos os bons museus do mundo mantêm cantinas e cafés para a socialização e confraternização das pessoas”, defende ela. 

Mas, antes de abrir as portas definitivamente existe um processo burocrático pela frente. “A cessão do espaço físico da UDESC é regulamentada por lei e deve ser licitada. Nosso próximo passo é montar um memorial descritivo dos serviços a serem executados e encaminhar o pedido ao Pró-Reitor de administração da UDESC, que posteriormente irá deflagrar um processo licitatório na modalidade concorrência”, explica Sandra. Dentro deste memorial serão especificadas todas as expectativas referentes ao espaço, como: refeições que serão servidas, preços máximos, experiência no setor, entre outros itens.

Além deste atrativo, o MESC ainda programa projetos que pretendem movimentar a vida do museu com atividades artísticas e enriquecedoras para o fluxo de conteúdo e informação da cidade. “ Não é uma sobrevida, mas uma etapa nova que vivemos a partir de agora”, concorda Bia Kubelka.

LISTA DE DOAÇÕES CAFÉ DO MUSEU:

Finger Móveis Planejados: balcão de atendimento, bancada da pia, armários suspensos, prateleiras decorativas, armário baixo de portas de correr, painéis pretos e bancos.

Arquiteta Bia Kubelka:  mesas com tampos ilustrados, luminárias ilustradas, estofados dos bancos, pia com acessórios.

Arquiteto Chicô Gouvêa: imagens dos paineis, tampo redondo ilustrado da mesa Antonieta de Barros,imagens dos tempos das mesas e imagens das luminárias (feitas pelo Beto Plotagem).

Docol: torneira

MTR: granito da bancada da pia e da bancada de atendimento.

Floripa Mármores: revestimento de granito da vitrine.

Acervo do museu: cadeiras, conjunto de mesa e cadeiras Antonieta de Barros.

Ana Lubi:  persianas

Identidade visual: SEBRAE /SC

 

 

Jader Almeida traz respiro à mostra de decoração

29 de outubro de 2013 0

Entrevista com o designer Jader Almeida sobre a concepção do espaço Lounge Casa Nova, cuja ideia é o exercício de subtração. 

Ambiente de colecionador valoriza arquitetura original

29 de outubro de 2013 0

Living des Arts por Moacir e Sálvio Junior- Ambiente une arte e design em espaço que preserva arquitetura original. Mostra Casa Nova 2013, visitação até dia 3 de novembro. Ainda dá tempo para visitar.

Casa Cor será realizada em prédios na capital e em Itajaí

29 de outubro de 2013 0

Na contramão do que aconteceu com a Mostra Casa Nova, que depois de realizada em prédios e durante 10 anos em um shopping, a Casa Cor SC renovou o contrato com a WOA Empreendimentos, em Florianópolis, e o Grupo Riviera, no norte do Estado,  e acontecerá mais uma vez dentro de edificações em construção. É uma alternativa, na maioria das vezes comerciais. Uma mostra de decoração, numa certa medida, necessita exercitar a utopia, o sonho, e acredito que espaços mais generosos, com pé direito alto, ajudam a consolidar conceitos.

Sem nenhuma intenção de fazer comparativos, mas como a cidade tem duas mostras de decoração anuais, é interessante, também, que cada uma apresente propostas diferentes na escolha da própria localização, na temática e nos profissionais envolvidos. É a chance de mais especificadores mostrarem seus trabalhos e, ainda, das empresas apresentarem novidades. Qualquer que sejam as escolhas, acredito que uma mostra deve ir além dos aspectos estéticos, e ampliar o olhar para valores sociais e culturais.

Voltando à notícia da realização da Casa Cor SC 2014, a mostra acontecerá, em Florianópolis, no condomínio Jazz Club, parte do Simphonia WOA Beira-Mar,  e o acesso ao evento será pelo Sonata Place.

Pé-direito duplo - A torre Office, que integra o Riviera Concept, será a sede da Casa Cor na Praia Brava, em Itajaí. Neste, todos os ambientes terão pé direito duplo.

A edição da mostra acontecerá de 1º de maio a 15 de junho de 2014. 

 

"Política de transportes significa avanço": Enrique Peñalosa no Missão Casa

28 de outubro de 2013 0
penalosa

Entrevista com o urbanista colombiano Enrique Peñalosa, durante visita a Pedra Branca.

O urbanista colombiano Enrique Peñalosa passou por Palhoça e Florianópolis e provocou reflexões sobre o conceito de cidade que queremos construir. Radical em seu posicionamento em relação a mobilidade urbana, é dono de frases fortes e contundentes: Ele diz: “Uma cidade sustentável é amável”; “Os edifícios devem refletir os valores de uma cidade”; “Política de transportes significa avanço”.

Conversamos com o urbanista durante o bate papo informal em sua visita ao bairro Pedra Branca, na região metropolitana. Ele participou do Fórum de debates Planejamento Urbano com o Secretário do SMDU e Superintendente do Ipuf, Dalmo Vieira Filho, e o presidente da Pedra Branca, Valério Gomes. Também participou do ciclo de debates Fronteiras do Pensamento, na FIESC.

Peñalosa foi prefeito de Bogotá de 1998 a 2001,  quando implementou um novo sistema de transporte coletivo e políticas urbanas ousadas, que transformaram uma das capitais mais perigosas, violentas e corruptas do mundo em uma cidade hoje considerada modelo. Ele foi responsável pela construção de uma rede de ciclovias com mais de 300 km, as calçadas foram alargadas e mais de mil parques foram criados ou reformados para valorizar o pedestre. 

Fiquei emocionada ao ouvir suas opiniões fortes e ditas sem censura.  Alguns trechos do que ele falou na entrevista que vai ao ar hoje, a partir das  21h30min, na TVCOM:

- “Numa boa cidade, os ricos e pobres se encontram como iguais no espaço público, nos parques, no transporte público, nas atividades culturais. Nas cidades atrasadas, os ricos vão a algumas praias e os pobres vão a outras, nas cidades atrasadas as calçadas não são de boa qualidade, nas cidades bem sucedidas os ricos e pobres vão de bicicleta, juntos, como iguais”.

- “A cidade bem sucedida não tem shopping; na cidade bem sucedida o shopping não substitui o espaço público como lugar de encontro; na cidade bem sucedida as pessoas andam de bicicleta”.

- “Acredito que esta cidade Pedra Branca tem muitos ingredientes, foi feita com muito carinho, imaginação com muitos conceitos dos mais avançados no mundo do que deva ser uma cidade”ue

- “A segurança tem muito a ver com a igualdade. O primeiro artigo da constituição brasileira, ou qualquer constituição, diz que todos os cidadão são iguais. Se isso é certo, um ônibus com cinqüenta passageiros, tem direito a cinqüenta vezes mais espaço na rua que um carro com um. Aqui, por exemplo, na ponte não tem faixas exclusivas para ônibus, isso não é muito democrático nem é muito tecnicamente inteligente por que claramente não se precisa de um PHD. Um grupo de crianças de 12 anos descobrem em 20 minutos que a maneira mais eficiente de utilizar o espaço é implantar faixas exclusivas para ônibus”. 

- “As grandes rodovias urbanas são como rios venenosos, os seres humanos não podem morar perto, desvaloriza os arredores, separa como uma cerca, um potreiro de vacas. As avenidas são muitos diferentes, tem muitas faixas de carros, mas tem calçadas grandes, tem edificações, tem comércio”.

 

Quartos: ambiente íntimo e pessoal

28 de outubro de 2013 0

No programa de hoje mostramos dois quartos com propostas bem distintas: um deles é sofisticado para um casal que gosta de arte, o destaque é a estante em acrílico; o outro tem perfil despojado, detalhes em cores cítricas e o inusitado fica por conta da cama de casal colocada de maneira assimétrica no ambiente. Os ambientes da Mostra Casa Nova são apresentados pelas arquitetas Carina Beduschi e Radigiane Modernel. Atenção que a mostra foi prorrogada até 3 de novembro. O Missão Casa passa hoje às 21h30min, na TVCOM.

radi

Quarto com Sala Concentual, por Radigiane Modernal. As telas atrás da cama são assinadas por Rico Mendonça.Foto Oficina de Luz.

DSC05413

Composição de fotos da Mariana Boro, no ambiente da arquiteta Radigiane Modernel.

 

ambiente-21-o-sonho-do-artista
Quarto O Sonho do Artista, dosarquitetos Carina Beduschi e Ernando Zatariano. Foto Oficina da Luz.

 

Venha participar de uma expedição ao centro histórico

25 de outubro de 2013 0

Neste sábado (26) acontece mais uma edição do Expedições Urbanas, projeto do arquiteto Abreu Jr. e Tiago Rodrigues. A partir das 14h os interessados em participar devem se encontrar em frente ao Museu da Escola Catarinense da Udesc (MESC) para fazer uma caminhada no centro histórico de Florianópolis. Vamos?

DSC02326

Primeira expedição urbana realizada março desde ano, no Parque da Luz.

 DSC03309 DSC03361 DSC03352 DSC03300

 

Expedição Urbana na Travessa Ratclif, todos se fartando de feijoada.

Expedição Urbana na Travessa Ratclif, todos se fartando de feijoada.
DSC03328

Secretário do SMDU, arquiteto Dalmo Vieira Filho, também foi participar da feijoada na travessa.

Novas cores do Corian em exposição na Infinita Superfícies

25 de outubro de 2013 0

corian 2A versatilidade do corian e sua capacidade de ser moldado nas diversas formas cresce na preferência e no uso em casa. Deise Meinert não tem dúvida da expansão do material no Brasil. “O corian ainda é pouco conhecido no potencial e beleza nos projetos de interiores ”, afirma. A empresária, à frente da Infinita Superfícies, esteve na inauguração do novo Centro de Tecnologia da DuPont, que aconteceu em 09 de outubro, em Paulínia, em São Paulo, envolvendo somente as 13 empresas consideradas “Processador Premium DuPont”, com máxima qualidade no processo e execução dos projetos.

A diretora comercial, acompanhada do diretor criativo da marca Rodrigo Meinert,  conferiu por lá o lançamento de oito novas cores do catálogo europeu, que serão apresentados em Florianópolis nesta sexta-feira, 25 de outubro, em coquetel na Infinita Superficies, no Shopping Casa & Design. “Também recebemos os catálogos da Dupont que serão distribuídos em toda a América Latina e possuem diversas fotos de referência de trabalhos realizados pela Infinita Superfícies. A Infinita foi a única empresa de Corian do país que entrou na seleção de fotos do catálogo, considerada uma marca com alto poder criativo e excelência nos produtos desenvolvidos. Outra novidade foram as máquinas apresentadas no centro para processamento de Corian, as quais serão utilizadas em treinamento de equipe de produção das empresas credenciadas”, acrescenta a empresária, que recebe profissionais do Estado para exibir as novidades na sua loja, a primeira que oferece produtos exclusivos em corian na América Latina. 

Walace Violim Filho, Building Innovations, Gabriel Auricchio, Latin America Marketing Analyst, Rodrigo Meinert, diretor de criação e desenvolvimento, Deise Meinert, diretora comercial, Fábio Luis Strano, Sales Manager - Building Innovations.

Walace Violim Filho, Building Innovations, Gabriel Auricchio, Latin America Marketing Analyst, Rodrigo Meinert, diretor de criação e desenvolvimento, Deise Meinert, diretora comercial, Fábio Luis Strano, Sales Manager – Building Innovations.

Adélia Borges é escolhida curadora da V Bienal Brasileira de Design

23 de outubro de 2013 0
9-1-Retrato-Adelia-FOTO-Mariana-Chama11

Adélia Borges, foto Mariana Chama)

169

Heloisa Crocco, arquiteta Katia Véras (de pé) e Adélia Borges em Olinda, no ano passado. Foto arquivo da Adélia Borges.

O tema da Bienal já estava escolhido previamente, “Design para todos”. Adélia afirma que “esta é uma questão muito oportuna”, pois “no Brasil ainda persiste uma visão de que o design é algo elitista, voltado para as classes sociais de maior poder aquisitivo. Também há uma compreensão equivocada do design como um acessório cosmético, algo como a cereja em cima do bolo”.

Segundo a curadora, num país com tantas desigualdades sociais, “é preciso discutir o conceito de design para todos, ou design acessível, de forma a incluir também a questão do projeto voltado para as faixas da população mais emergentes economicamente, garantindo assim o alcance democrático do design”.

Adélia Borges tem grande experiência na área. Foi curadora de exposições em Amsterdam, Buenos Aires, Milão, Paris, Tóquio e outras grandes cidades do exterior. No Brasil, dedicou-se a exposições em espaços como Masp, MAM, Paço Imperial, Museu Nacional e Sesc Pompéia. Em 2010, foi a curadora da Bienal Brasileira de Design realizada em Curitiba.

Com esta bagagem, seu papel será o de coordenar um conjunto de exposições que tenham uma representatividade nacional. Ela pretende também equilibrar a dimensão internacional do evento com a necessária empatia com o Estado que o recebe – Santa Catarina. “Os catarinenses têm o quarto estado mais industrializado do Brasil, uma produção rica e diversificada e o melhor índice de desenvolvimento humano do país”, destacou.

O próximo passo da curadoria é a elaboração do projeto, fase que deve encerrar apenas em abril. Até lá, serão definidos a exposição principal, a inclusão de um módulo internacional, as outras exposições e seus respectivos curadores, além da realização de pesquisas junto a profissionais e escritórios de design em todo o país, para posterior seleção dos trabalhos.

A Bienal

A BBD tem o objetivo de apresentar o melhor da produção de design nacional no período e, com isso, aumentar a percepção consciente do público sobre a presença do design em seu dia-a-dia. Dessa forma, propicia a reflexão sobre o tema e promove a atividade como fator decisivo de competitividade para produtos e serviços.

Desde a primeira edição na capital paulista, em 2006, a Bienal vem ganhando expressividade. A primeira edição, realizada em 8 mil metros quadrados no Parque Ibirapuera, reuniu 35 mil visitantes, que puderam conhecer 600 produtos. O número de produtos expostos dobrou em 2008, em Brasília, quando a mostra atraiu 40 mil visitantes.

Em 2010, em Curitiba, a Bienal contou com nove mostras espalhadas por seis espaços, que incluíram pavilhões de exposição e parques e teve como temática central “Design, Inovação e Sustentabilidade”. Em 2012, foi realizada em Belo Horizonte, com o tema “Diversidade Brasileira”. Uma decisão estratégica definiu que a quinta edição ocorreria em 2015, em razão dos eventos esportivos que vão mobilizar o País em 2014 e 2016.
A V BBD é uma iniciativa do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e do Movimento Brasil Competitivo (MBC), apoiada pela Apex-Brasil e Governo de Santa Catarina e promovida pela FIESC e pela Associação Catarinense de Design (SC Design). (texto de All Press Comunicação).

 

Poeta Alcides Buss e a 12ª Mostra Casa Nova

21 de outubro de 2013 0

No Missão Casa desta segunda, dia 21 de outubro, mostramos mais ambientes da Mostra Casa Nova na cobertura especial do evento realizado pelo Diário Catarinense. Os ambientes são apresentados a partir do ponto de vista dos profissionais e do processo de criação de cada escritório.  Na tela da TVCOM, a partir das 21h30min, você confere entrevista com  a arquiteta Luciana Bossle Silveira e o fotógrafo Flávio Oliveira; arquitetos Sidnei Machado,  Carlos Malinski e Rosane Girardi.

O destaque do programa é uma entrevista com o poeta, escritor e editor Alcides Buss sobre a realização da Mostra Casa Nova em um patrimônio histórico tombado. O bacana é que Buss conhece muito bem o prédio já que foram muitas as palestras ministradas no local na época da FAED (Faculdade de Educação). Ele revela ainda que sua editora irá lançar um livro sobre arquitetura agora em novembro.

Fotos Oficina de Luz.

Alcides frame000

Poeta e editor Alcides Buss.

anita malfati 1

Tela original de Anita Malfatti na Sala de Leitura, acervo particular de José Alfredo Beirão. Foto pessoal.

the wall

The Wall traz reproduções de fotos de Miguel Rio Branco e do seu aluno Flávio Oliveira.

rosane girardi

Ambiente dos arquiteto Rosane Girardi e Alcides Theiss valoriza os artistas catarinenses.

sala de leitura

Luciana Bossle Silveira retorna à Mostra Casa Nova e acerta a mão na Sala de Leitura com exposição de obras significativas como tela original de Anita Malfatti e reproduções de fotos de Miguel Rio Branco.

sala dos licores