Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Arte, design e urbanidade são temas de debate em evento pré-Bienal

19 de setembro de 2014 1

Arte, design e urbanidade serão os temas discutidos no Jantar de Ideias promovido pela SC Design e FIESC (Federação das Indústrias de Santa Catarina), nesta sexta-feira, dia 19 de setembro, às 20h, no Hotel Il Campanário. O evento pré-Bienal Brasileira de Design 2015 Floripa contará com a presença de mais de 20 designers que se destacam nacionalmente e participarão do evento internacional em 2015. Os renomados designers Bruno Porto e Guto Índio da Costa, o arquiteto e urbanista Manoel Coelho, o artista Joelson Bugila e o gerente de Inovação e Design da Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), Marco Aurélio Lobo, farão parte da mesa de debate, que terá como mediador o arquiteto e urbanista Dalmo Vieira Filho, secretário do Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (SMDU) de Florianópolis.  O evento é aberto ao público.

Um dos convidados é Guto Índio da Costa. O designer do Rio de Janeiro é conhecido pela criação do ventilador de teto Spirit, sucesso de vendas, e por projetos como a dos pontos de ônibus da cidade de São Paulo. Ele criou quatro modelos de abrigo, cada um pensado para dialogar com um tipo de cenário presente na cidade: modelo “brutalista” tem design “futurista e impactante”; o “minimalista” tenta não intervir no visual histórico da cidade; o abrigo “caos estruturado” é o mais simples de todos e o mais usado; e o modelo “high-tech” tem um touchscreen com informações adicionais sobre itinerários.

bienal 1

Guto Índio da Costa.

bienal 3

Manoel Coelho.

Bruno Porto é designer gráfico, educador e curador carioca com trabalhos premiados e expostos nas Américas, Ásia, África e Europa, e publicados em mais de 40 livros e revistas internacionais.  Autor de livros e textos sobre design e ilustração, lecionou no Rio de Janeiro (1996-2006) e Xangai (2006-2010), e atualmente coordena o curso de Graduação Tecnológica em Design Gráfico do Centro Universitário IESB em Brasília.

bienal

Bruno Porto.

Joelson Bugila trará seu olhar de artista para o debate. Nascido em Criciúma (SC), ele trabalha com intervenções urbanas como a intitulada “Escute a Cidade”, que se espalhou por cidades como Montevidéu, Buenos Aires, São Paulo, Paris, Londres e Barcelona em 2008. O arquiteto e urbanista Manoel Coelho, referência na área de arquitetura educacional, também integra a mesa de debate. Suas principais obras, PUC-PR e Universidade Positivo, estão constantemente presentes nas mais diversas publicações nacionais e internacionais. Outro convidado especial é Marco Aurélio Lobo, da Apex Brasil. A Agência atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira.

A ideia de discutir os conceitos e a integração entre arte, design e urbanidade vem ao encontro da proposta da Bienal Brasilera de Design 2015 Floripa, que se propõe a pensar o design para todos, inclusive o design aplicado nos equipamentos urbanos, explica a coordenadora geral da edição catarinense da Bienal, Roselie Lemos.

Encontro de designers

Estarão presentes no Jantar de Ideias 20 designer e dois curadores – Bruno Porto e Rico Lins – que participarão da Bienal em 2015. O grupo estará reunido em Florianópolis para workshop no qual serão discutidos os conceitos a serem aplicados em cartazes que terão como ponto de partida o tema da Bienal: Design Para Todos. Os designers terão um mês para enviar suas propostas que passarão pelo crivo da curadoria. O resultado poderá ser apreciado durante a Bienal em diversos pontos da cidade, entre eles a Avenida Beira Mar Norte, Santo Antônio de Lisboa, Riberião da Ilha, Jurerê Internacional e Parque de Coqueiros.

Os designer selecionados para assinarem autoria dos cartazes são: Beto Martins, Breno Pineschi/Hardcuore, Celso Longo, Celso Silva e Silva, Cristina Pagnoncelli, Daniel Pinheiro, Flávia Nalon, Fernanda Machado, Francisco Bronze, Guto Lins, Jair de Souza, Leo Eyer, Marcelo Martinez, Mariana Hardy, Maurício Negro Marcos Minini, Paula Del Bianco, Gustavo Duarte, Rodrigo Bleque, Tatiana Sperhacke e Thiago Lacaz. Todos têm um vasto currículo, muitos com prêmios nacionais e internacionais, que os tornam destaque no mercado de design brasileiro.

 

Sobre a Bienal Brasileira de Design

O objetivo da Bienal Brasileira de Design é apresentar o melhor da produção de design nacional e aumentar a percepção do público sobre a presença do design no seu dia a dia. A cada dois anos o evento acontece em uma cidade do país. A quinta edição, a Bienal Brasileira de Design 2015 Floripa, de 15 de maio a 12 de julho de 2015, está em fase de organização. A identidade visual já foi escolhida e a curadora Adélia Borges já trabalha na estruturação das exposições. Além disso, estão sendo promovidos eventos pré-Bienal, como a mostra de design catarinense “Index SC, que está circulando por Santa Catarina, e o Painel Index SC, que reúne especialistas em design para dar palestras sobre o assunto em diversas cidades catarinenses.

(texto de Letícia Kapper).

 

Serviço

O quê: Jantar de Ideias – evento pré-Bienal Brasileira de Design 2015 Floripa

Quando: 19/9, às 20h

Onde: Hotel Il Campanário, av. dos Búzios, 1760, Jurerê Internacional

Quanto: ADESÃO com direito ao jantar: R$65, R$45 (estudantes). A entrada para estudantes é limitada a 50 entradas mediante apresentação de carteirinha. Reservas no e-mail: comercial@jiah.com.br ou pelo tel: 48 3261-6014

 

Comentários (1)

  • Luciana diz: 23 de setembro de 2014

    Acompanhei o último evento em Fpolis, sou uma entusiasta do evento, mas é inegável que precisamos avançar em alguns formatos. Sei do empenho das pessoas envolvidas com a vinda da Bienal para cá, respeito especialmente todas elas, mas acredito que alguns ajustes – e nem sempre muito mirabolantes – devem ser feitos. Se falamos no desenho, na interação, na experiência, na vivência, na quebra do lopping, na proposta de um novo, no fluxo, caminhos, veias da cidade, inclusão, diversidade, para todos. De repente absorver o tema seja um caminho criativo para um formato, digo já, em época de pré-bienal.

Envie seu Comentário