Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Exposição "Noosferas" une as artistas Flávia Tronca e Meg Tomio Roussenq

21 de julho de 2015 0
flavia 2

Fotos Marina Tavares.

flavia 1

Flávia Tronca e Meg Tomio Roussenq traçaram cada qual um caminho particular até chegarem à Noosferas, a primeira exposição conjunta das duas artistas radicadas em Florianópolis _ de 22 de julho a 20 de agosto no Espaço Oficinas, do Centro Integrado de Cultura (CIC).  Noosferas é uma exposição que propõe estimular um ruído perene de percepção, um despertar sensorial e emotivo nas pessoas. Há o impacto das formas, da profusão de cores e das dimensões generosas das obras (1,5m X 1,5m), algo que vai muito além do senso estético de beleza. O que está em evidência é a sintonia da leitura a respeito do momento e do mundo ao redor das duas artistas. Como ambas asseveram, “trata-se de uma convergência de ideias, sobre as transformações e revoluções em curso.” Colocadas lado a lado, as telas sugerem uma poderosa sinergia intuitiva.

Elas não poderiam ter sido mais felizes na escolha do título que batiza a presente exposição. Noosferas designa, a exemplo da acepção do temo cunhado pelo filósofo francês Teillhard de Chardin (1881-1955), “o mundo virtual, imaterial, formado por ideias, conceitos e mitos”. Era esse ambiente que permeava o momento de criação de ambas quando se propuseram a reuniu os trabalhos. A feliz coincidência veio quando as duas colocaram suas obras frente a frente _ uma casual releitura mútua. “Era para ser assim”, sugerem as duas artistas.

Flávia traz em suas três telas o vigor da sua produção, alicerçada na investigação de materiais, na variação de técnicas de aplicação de tintas e texturas e na formas geométricas. A elas somam-se a organicidade do trabalho de Meg, a tensão das cores e formas, como se algo estivesse prestes a explodir e dar uma nova dimensão. (texto Studio de Ideias).

flavia

Sobre as artistas

Flávia Tronca: Natural de Caxias do Sul (RS), a artista é também mestre em Educação Estética, com formação na Universidade de Caxias do Sul e na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Em seu currículo apresenta mais de 40 exposições, entre individuais e coletivas.

Meg Tomio Roussenq: Natural de Rio do Sul (SC), é graduada em Comunicação Social/ Jornalismo pela PUC-RS e mestre em Linguagens Contemporâneas Artes Visuais pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). É professora de artes e curadora, tendo realizado diversas exposições individuais e coletivas.

Serviço

Exposição Noosferas, de Flávia Tronca e Meg Tomio Roussenq

Coquetel de lançamento: dia 21 de agosto, 19h.

Quando: de 22 de julho a 20 de agosto. Visitação de segunda à sexta-feira, das 10h às 20h30min; domingos e feriados, das 10h às 20h30min.

Local: Espaço Oficinas do Centro Integrado de Cultura (CIC). Avenida Irineu Bornhausen, 5600, Bairro Agronômica, Florianópolis.

Entrada: Gratuita

Horários de visitação:

Curadoria: Marina Tavares

Envie seu Comentário