Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dois dos principais prêmios da Bienal de Buenos Aires foram para projetos brasileiros

24 de setembro de 2015 0

Vicente Wissenback é jornalista e um dos criadores da pioneira revista de arquitetura Projeto, nos anos 70.  Um ícone do jornalismo de arquitetura no Brasil, ele é curador dos projetos brasileiros na Bienal de Arquitetura de Buenos Aires, evento que ajudou a criar há 30 anos. Detalhe: na Bahia.

Wissenback acaba de retornar da última bienal, que acontece até início de outubro, com dois dos principais prêmios do evento. Em conversa por e-mail, ele me relatou:

“Acabo de voltar da XV Bienal de Buenos Aires, onde montei a exposição: Arquitetura Brasileira: três gerações, da qual fui curador. Apresentamos projetos de Paulo Mendes da Rocha, Marcio Kogan, Paulo e Bernardo Jacobsen, Konnigsberger Vanucchi, Andrade Morettin e Consórcio ITA: MMBB, Piratininga e Metro Arquitetos. Uma exposição “chiquita, pero cumplidora”, como dizem os portenhos…

Voltei feliz em ver uma exposição bastante visitada, elogiada e premiada: conquistamos dois dos principais prêmios da Bienal.

bienal de buenos aires

Paulo Mendes da Rocha foi agraciado com o prêmio CICA – Comitê Internacional de Críticos de Arquitetura para o Museu dos Coches, em Lisboa, projetado em colaboração de MMBB e Afaplan.

 

Paulo Mendes da Rocha foi agraciado com o prêmio CICA – Comitê Internacional de Críticos de Arquitetura para o Museu dos Coches, e Marcio Kogan, o Prêmio Bienal de Arquitectura para o Edifício Vertical Itaim.

bienal kogan 1

Marcio Kogan levou o Prêmio Bienal de Arquitectura para o Edifício Vertical Itaim. Foto divulgação .

Na mostra foram apresentados 4 projetos de museus, sendo um de Lisboa (Museu dos Coches, de Paulo Mendes da Rocha, com a colaboração de MMBB e Afaplan); dois do Rio de Janeiro ( Fábrica de Espetáculos do Teatro Municipal do Rio, de Marcio Kogan, e Museu de Arte do Rio, de Bernardes + Jacobsen) e um de São Paulo (Museu do Instituto Moreira Salles |IMS – São Paulo, de Andrade Morettin).  Edifícios de Uso Múltiplo em Curitiba e São Paulo: de Konisberger e Vanucchi. Além de uma bela seleção de casas e edifícios residenciais.

Esperamos apresentar essa exposição ampliada no IV Destaques das Bienais, no próximo ano.

O Ciclo de Palestras, como sempre, foi um espetáculo à parte, com a participação de quase 50 arquitetos e críticos de todo o mundo, com destaque especial para os jovens profissionais com trabalhos de alta qualidade.

Um forte abraço, nos veremos em breve

Vicente”

 

 

Envie seu Comentário