Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2016

Segunda edição do Floripa Trend Bazar será neste sábado na Dell Anno

29 de abril de 2016 0

Moda, beleza, arte, decoração, música e gastronomia em um só lugar. Essa soma resume a ideia do Floripa Trend Bazar que chega à segunda edição este ano com mais novidades e marcas. O evento será realizado neste sábado, dia 30 de abril, das 15h às 22h, na Dell Anno Florianópolis (SC).

04_Thiago_Braga_Floripa_Trend_2016_IMG_7851_-2 (1)
 

A ideia começou aos poucos. Um grupo de amigas, também empresárias, armava pequenos eventos para alavancar as vendas. Aos poucos o time foi crescendo e o projeto ganhou um formato maior. “Nosso objetivo, além de incrementar as vendas, é proporcionar uma experiência para nossos clientes”, explica Patrícia Trierveiler, da Paty Trier Couros, uma das idealizadoras do projeto.

 

Outro incentivo foi o convite feito por Anelise Nort, esposa do diretor da Dell Anno Floripa Maurício Kuster. “A Anelise foi em um dos eventos e gostou do formato e das marcas. Nos convidou para realizar o evento no showroom da Dell Anno Floripa e estamos aqui”, complementa Patrícia. A primeira edição foi um sucesso e reuniu mais de 600 pessoas. A expectativa é aumentar o número de visitantes. A entrada do Floripa Trend Bazar ​é gratuita.

 

O comitê organizador do projeto faz questão de abraçar uma causa social a cada edição. No ano passado o grupo conseguiu arrecadar fraldas geriátricas para o CEPON. Este ano a campanha pede a doação de roupas para o Projeto Amor nas Ruas, fundado em 2015 por um grupo de amigos e voluntários que preparam refeições para os moradores de rua da área continental de Florianópolis. Todas as quartas-feiras, os moradores são servidos de sopa e ​ganham um kit de roupas. Para manter a ação são realizados bazares e brechós beneficentes com 100% da renda destinada ao projeto. As doações (roupas, calçados, acessórios em bom estado) podem ser feitas no local do evento.(com assessoria de imprensa)

SERVIÇO:

 

O que: Segunda edição do Floripa Trend Bazar

Quando: 30 de abril, sábado

Horário: a partir das 15h

Onde: Dell Anno Floripa – Avenida Rio Branco, 198, Centro (Florianópolis/SC)

Entrada: Gratuita

 

Food e beer trucks: das 15h às 22h

Rib’s Burguer, Cervejaria Faixa Preta, Max William Refrigerantes, Crepe Chérie e Vinícola Monte Agudo.

 

Duas histórias movidas pela paixão hoje no Missão Casa

25 de abril de 2016 2

No programa de hoje contamos duas histórias muito bacanas. Uma delas é a do Mercado Sehat, no Campeche, um espaço que tem como conceito a qualidade de vida. A família da Ana Paula mudou de cidade, de negócio e fez do mercado uma extensão do seu próprio modo de vida. A arquitetura do local traduz a essência da disciplina e estava pronta para receber o novo negócio. À frente do espaço original, o arquiteto João Edmundo Bohn Neto.

IMG_0126

João Edmundo Bohn Neto e Ana Paula.

IMG_0112 IMG_9506 IMG_9509 IMG_9512

A outra história é contada pela voz de Rodrigo Meinert, diretor criativo da Infinita Surfaces, empresa que desponta como uma das mais criativas no desenvolvimento de produtos em corian no Brasil, sendo uma das principais processadoras do país. Ele começou no chão da marcenaria da família, conduziu a mudança de matéria prima e hoje responde pela criação. Ir além do limite é o seu maior desafio. Tiago Medeiros, designer da equipe da empresa, nos conta sobre a coleção em corian desenvolvida para a chef Morena Leite. A linha reafirma o papel criativo da Infinita e a ousadia em propor novas possibilidades unindo outros materiais ao corian. A coleção é um charme e está saindo do forno!

IMG_0183

Rodrigo Meinert e Tiago Medeiros.

Anel_Guardanapo_04 caxepo_hortinha_01 Pilão_03 porta tempeiros Sousplat 04 Tabua_Corte_04

"O Pior de Mim" relaciona limites entre corpo e espaço

19 de abril de 2016 0

“O pior de mim pode ser o meu melhor” – declara a performer Monica Siedler sobre seu novo projeto “O pior de mim”, com estreia marcada para 20 de abril, às 20h, no Museu da Imagem e do Som (MIS), em Florianópolis (SC). A atriz, formada pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), propõe neste trabalho um olhar para a construção de uma dramaturgia corporal a partir de um estado de interdependência, onde uma característica do ser pode servir como arma de sobrevivência social em um determinado espaço. “Uma face não elimina a outra, elas fazem parte de uma mesma moeda”, pontua.

 
Arquivo Escaneado

A pesquisa iniciou em 2014, viabilizada pelo Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura. Monica estudou no corpo as características físicas, emocionais, e percebeu os modos como interage e é vista pelo ambiente que habita. Trouxe à tona as particularidades superlativas, consideradas como exageradas e reveladas enquanto fragilidade e potência de ação.  Assim alimenta a dinâmica em cena, uma tensão entre figuração e desfiguração, um trânsito de condutas que denunciam uma busca de estratégias, lugares (in)seguros, que desdobram em possíveis ressignificações de padrões comportamentais (físicos). O trabalho também utiliza elementos audiovisuais que criam camadas sobre a corporalidade exposta. “Cada cena habita uma zona de conflito e impasse entre um corpo devir e um corpo socialmente legível. Por habitar “não lugares” ou por habitar diferentes lugares, a própria performance não existe enquanto estrutura fechada. Cada performance/ação realizada é pensada para o espaço onde será feita e trabalhará a partir das possibilidades e limites que o lugar propõe, pois, afinal, O Pior de Mim é uma reflexão sobre isso: sobre limites, sobre impossibilidades de ser, sobre assumir-se em ruína e eterna construção, sobre olhar para si mesmo e aceitar, sem medo de deixar doer e de fazer rir”, explica Monica. Após a estreia, a atriz fará apresentações em mais três locais: no CEART/UDESC no dia 25 de abril, no Teatro da Armação nos dias 29 e 30 de abril, ​ambas às 20h, e a última no dia 12 de maio no projeto Sol da Meia Noite, no Bloco de Arte Cênicas, UFSC​ . A entrada é franca. (assessoria de imprensa).

Sobre Monica Siedler:Atriz, performer, com graduação e mestrado em teatro pela UDESC. Faz parte da curadoria e organização do Vértice Brasil: encontro e festival ligado ao The Magdalena Project – rede internacional de mulheres artistas, realizando até o momento 4 edições (2008, 2010, 2012, 2014). Em São Paulo fez parte do Coletivo Rubroobsceno (2012/2015), realizando uma série de ações ligadas à temática de gênero e feminismo (mesas de estudo, performances, produção de workshop e mostra de cenas de mulheres). De 2008 a 2014 participou da ARCO Projetos em Arte, em parceria com o artista visual Roberto Freitas, onde pesquisaram a interação entre linguagem cênica e audiovisual. Por conta disso produziram a Trilogia Ninguém é Impossível, que integra as performances: Só Depois (Prêmio Funarte Klauss Vianna 2011); Somático (prêmio Elisabete Anderle de estímulo a Cultura -  SC/2010); 1A(UMA) (bolsa de pesquisa para intérprete-criador projeto Mergulho no Palco (2007, Florianópolis/SC).  Com a trilogia apresentaram tanto em festivais de dança como de teatro, performance, cinema e artes plásticas, por diferentes estados do Brasil (SC, SP, PR, PB, PE) e exterior (Argentina, México e Dinamarca). Com a ARCO também destaca-se as produções: Instalação coreográfica Territórios Imaginários (parceria com a Siedler  Cia de Dança através do prêmio Elisabete Anderle de estímulo a Cultura-SC (2010) e a esquete cênica DOLLOP (2002). Participou como atriz nas produções Mi Muñequita (circulação nacional pelo projeto SESC Palco Giratório 2010) e Teatro de Quinta – Um Show de Humor (apresentações sistemáticas pelo estado de Santa Catarina – 2008/2010). Integrou a Andras Cia de Dança Teatro, desde sua fundação em 2004, até 2007, dirigida pelo coreógrafo Milton de Andrade. Com o grupo participou dos espetáculos 7 solos (2004), Quixote (prêmio DAMS, Bolonha, Itália, 2005), e Butterfly, (prêmio Funarte Klauss Vianna, 2006).

 

Ficha Técnica

Criação e performer: Monica Siedler
Pesquisa compartilhada com Barbara Biscaro
Música: Ledgroove
VJ (performance MIS): Bruno Bez
Audio/visual (teatro armação): Fê Luz
Cenário: Roberto Gorgati )
Figurino: Loli Menezes
Consultoria material químico: Cláudia Lira
Desenhos: Narjara Reis
Textos blog: Andre Felipe, Erica Maciel Fiod, Josimar Ferreira, Flávio Dias, Loren Fisher, Carolina Votto
Assessoria de Imprensa: Luciana de Moraes
Design gráfico: Paula Albuquerque
Produção: Christiano Scheiner, Monica Siedler e Paulo Soares

www.opiordemimprojeto.blogspot.com

A obra é dedicada ao amigo, ator, escritor e produtor cultural Christiano Scheiner, em memória.

 

​SERVIÇO:
O que: Solo de dança Contemporânea O pior de mim, da atriz e performe Monica Siedler
Quando: 20 de abril, às 20h, no MIS
25 de abril, às 20h, no CEART/UDESC
29 e 30 de abril, às 20h, no Teatro da Armação
12 de maio, às 22h15, Projeto Sol da Meia Noite, no Bloco de Artes Cênicas, UFSC

 

 

Arquitetura de qualidade no Missão Casa de hoje

18 de abril de 2016 0

Projeto da arquiteta Juliana Pippi explora os tons neutros, paleta de beges e muita madeira para criar uma atmosfera acolhedora, urbana e elegante. Trata-se de uma reforma, o apê foi completamente quebrado para atender o novo programa de necessidades da família que já morava ali. Vale a e pena assistir. É hoje às 21h30min, na TVCOM.

IMG_0197

 

O arquiteto Vilanova Artigas é referência no Brasil, foi fundador da FAU/USP. A arquitetura que produziu foi reconhecida por alguns críticos como uma verdadeira escola, a chamada Escola Paulista. Em mais um trecho da série sobre Artigas, o arquiteto Alvaro Puntoni nos conduz a um passeio ao Edifício Louveira, projetado em 1946. A obra é um discurso de amor a cidade de São Paulo. Como diz Puntoni, Artigas tinha como visão construir a partir da relação da cidade com o edifício e não o contrário.  O prédio é demais!!!

EDIFICIO LOUVEIRA 

Duas casas especiais no Missão Casa de hoje

11 de abril de 2016 0

IMG_0109

Flores e velas artificiais definitivamente não têm espaço na vida da produtora de eventos Lica Paludo, conhecida pelas mais exuberantes produções de eventos em Florianópolis e outros estados. Sua casa é cenográfica, cheia de cantinhos, composições, mas acima de tudo, de verdade, como diz. Expressa o décor da produtora em cada detalhe.

É hoje às 9 e meia da noite, na TVCOM.

IMG_0111

 

IMG_0088

IMG_0100 IMG_0098 IMG_0095

 

IMG_0102

 

No programa de hoje exibimos também uma visita a Casinha, construção de 1942, que já apresentava os recursos criados pelo arquiteto Vilanova Artigas para causar percepção espacial ao visitante. A visita guiada é comandada pelo neto do arquiteto, Marco Artigas Forti. Também mostramos a segunda residência do arquiteto, construída em 1949, na zona Sul de São Paulo.

O vídeo é uma homenagem ao centenário de nascimento de Artigas, celebrado no ano passado e integra uma das novidades da nova temporada do Missão Casa, com apoio do Itaú Cultural e Olé Produções.

cv354_gente_em_memoria_03

Estreia da nova temporada do Missão Casa hoje, às 21h30

04 de abril de 2016 0

O Missão Casa começa hoje a temporada 2016 em novo horário, às 21h30, na TVCOM (canal 36 da NET e Viamax).  Iremos falar dos assuntos que a gente adora: arquitetura, interiores, design e arte a partir de projetos inspiradores, novidades no mercado, entrevistas e pesquisas que nos levam a outras abordagens. Uma delas é novidade esse ano: faremos um garimpo de conteúdo que merece ser espalhado e começamos hoje com um vídeo sobre o arquiteto Vilanova Artigas, homenageado no ano passado quando completaria 100 anos de nascimento.

FAU-USP (1)

Prédio da FAU/USP por Nelson Kon

ARTIGAS

Vilanova Artigas

Cada vídeo é uma aula de arquitetura. Hoje, o arquiteto Alvaro Puntoni fala da construção da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU/USP) como um prédio aberto para a cidade e cita as rampas como elemento articulador dos diferentes níveis. A pequena fala do arquiteto Eduardo de Jesus Rodrigues é essencial. Ele considera a FAU/USP uma obra que representa a total consciência de Artigas na utilização do espaço. Vale a pena assistir!

Mostramos ainda o jeito de morar da estilista Luciana Andrade, que tem ateliê na Barra da Lagoa, na sua própria casa, construída há 30 anos pelo sogro italiano. O ambiente é impregnado de memórias afetivas, lembranças que servem de referência para a criação de almofadas que unem a artesania e a alfaiataria.

Conhecer lugares e pessoas como a Luciana nos inspiram!

IMG_0007

Rolando um ótimo bate-papo entre Luciana Andrade e eu.

7e740a40-436a-4bd4-b9b5-1d3cc293996b

IMG_0059 IMG_0058 IMG_0055 IMG_0048 IMG_0038 IMG_0032 IMG_0028