Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "ética"

Festival Internacional de Cinema Socioambiental exibirá 80 filmes com sessões gratuitas

21 de outubro de 2015 0
planeta doc . Desculpe o Transtorno

‘Desculpe pelo Transtorno: A História do Bar do Chico’, premiado documentário rodado em Florianópolis pelo diretor inglês Todd Southgate

Florianópolis recebe a partir da próxima segunda-feira (26) o Festival Internacional de Cinema Socioambiental – Planeta.Doc -, evento que aborda a temática ambiental e social do mundo contemporâneo por meio da sétima arte. A programação terá a exibição de 80 premiados filmes nacionais e internacionais, com sessões gratuitas até 13 de novembro nos auditórios da UFSC, UDESC, Centro Integrado de Cultura (CIC), Sapiens Parque e Assembleia Legislativa.

Exposições fotográficas, peças teatrais, palestras e debates com diretores e cineastas também fazem parte da programação. Segundo Mônica Linhares, produtora cultural e diretora do evento, o Planeta.Doc quer chamar a atenção para a necessidade da preservação do meio ambiente utilizando o cinema como meio de reflexão. “A população catarinense terá a oportunidade de assistir a algumas das mais importantes obras socioambientais do mundo, premiadas em festivais internacionais como Sundance, Cannes e Festival de Cinema de Berlim e que conscientizam sobre alternativas de construção das sociedades humanas mais responsáveis e felizes”, destaca.

Para incentivar o debate também entre os alunos da rede municipal de educação de Florianópolis, o Planeta.Doc firmou parceria com o Programa Mapa das Artes e Culturas da Secretaria Municipal de Educação. “Queremos levar os estudantes para as salas de cinema, contribuindo para o processo de conhecimento e transformação destes jovens”, conta a Mônica. Por meio da UDESC–Laguna e Cineclube Iphan, as ações também acontecerão em Laguna, no Cine Mussi (SESC), e em Ibirama, estendendo o festival a outras regiões do estado.

Produções consagradas
planeta doc.Menino_Mundo

‘O Menino e o Mundo’, vencedor do Prêmio Cristal no 38º Festival de Cinema de Animação de Annecy, na França, considerado o maior reconhecimento da animação mundial

Entre as consagradas produções que fazem parte da programação estão ‘Transgenic Wars’, de Paul Moreira (vencedor do FICA 2015), ‘O Sal da Terra’, de Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado (vencedor do César de melhor documentário), ‘Planetary’, de Guy Reid (seleção oficial do Washington DC Film Festival), ‘Love Thy Nature’, de Sylvie Rokab (vencedor do Cosmic Angel 2015), além de ‘Bidder 70’ (Tim DeChristopher), ‘Drone’ (Tonje Hessen Schei), ‘Gambling On Extinction’ (Jakob Kneser ), ‘The Other Man: F.W. de Klerk and the End of Apartheid’ (Nicolas Rossier), ‘Once Upon a Forest’ (Luc Jaquet), ‘The Last Ocean’ (Peter Young), ‘Damocracy’ (Todd Southgate), ‘Snake Dance’ (Patrick Marnham, Manu Riche).

Dos brasileiros, o premiado ‘O Menino e o Mundo’, vencedor do Prêmio Cristal no 38º Festival de Cinema de Animação de Annecy, na França, considerado o maior reconhecimento da animação mundial; ‘O veneno está na mesa II’, novo documentário de Silvio Tendler; ‘Desculpe pelo Transtorno: A História do Bar do Chico’, premiado documentário rodado em Florianópolis pelo diretor inglês Todd Southgate; ‘A nação que não esperou por Deus’, de Lucia Murat; e ‘A Lei da água’, de André D Elia.

Programação
planeta doc. Sal da Terra 2(1)

‘O Sal da Terra’, de Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado (vencedor do César de melhor documentário)

O festival terá eventos paralelos como a Mostra de Filmes da Cinemateca da Embaixada da França no Brasil e do Institut Français, composta por oito filmes, entre eles, ‘Planet Glace’, ‘Clevelent contre Wall Street’, ‘Chante Ton Bac D Aborde’, ‘Comment Jai Détesté Le Maths’, ‘Avec Dédé’ e ‘Au-Dela Du Nuage’ e ‘Bambi’. Contará, ainda, com a Mostra de Diretores Prestigiados, como Beto Brant, com seu filme ‘Eu receberia as piores notícias dos seus tristes lábios’, estrelado por Camila Pitanga, o peruano Javier Corcuera, entre outros.

A Mostra do FICA – Festival Internacional de Cinema Ambiental – também faz parte da programação, com a exibição dos filmes vencedores, entre eles, ‘Transgenic Wars’, ganhador da última edição. Realizado desde 1999 em Goiás, o FICA é o mais antigo festival socioambiental do Brasil e membro-fundador da Green Film Network, rede mundial de festivais de cinema ambiental.

Premiação Planeta.Doc

Também estão abertas as inscrições para a premiação internacional que escolherá os melhores filmes de documentário e animação de curta, média e longa metragem nas categorias Planeta.Doc Internacional (10 filmes vencedores) e Planeta.doc Brasil (5 filmes vencedores). Mais de 500 obras de 66 países já estão inscritas e os interessados têm até o dia 1º de dezembro para enviar o material pela plataforma  https://filmfreeway.com/festival/PlanetaDoc. O júri internacional fará a escolha dos vencedores em janeiro e fevereiro, com entrega dos prêmios em março de 2016.

O Planeta.Doc tem apoio do Governo do Estado de Santa Catarina, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Fundação Catarinense de Cultura, Funcultural e Edital Elisabete Anderle/2014, Prefeitura de Florianópolis e da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa. Tem ainda a parceria da UFSC, UDESC, Fundação CERTI, Sapiens Parque, Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Fundação Catarinense de Cultura, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Instituto France, Cinemateca da Embaixada da França, Semana Lixo Zero, UDESC – Laguna, Cineclube IPHAN, UNISUL, Semana Lixo Zero, as empresas juniores da UFSC EJESAM (Engenharia Sanitária e Ambiental), TÉTIS (Oceanografia) e Café Fita Crepe (Cinema). (Texto Palavra Comunicação).

CAU abre o debate sobre o Código de Ética e o relacionamento com fornecedores

27 de março de 2014 0

Convite Mesa Redonda CAUSC

Um encontro na próxima sexta-feira, dia 28 de março, amplia o debate urgente e necessário sobre o código de ética e o relacionamento dos arquitetos com os fornecedores.  O evento é promovido pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Santa Catarina (CAU), por meio da sua Comissão de Ética e Disciplina e acontece no auditório da Unisul, no centro de Florianópolis.

O tema é polêmico e merece discussão em várias instâncias de atuação dos arquitetos, incluindo IAB e núcleos de decoração dos quais fazem parte empresas fornecedoras desses profissionais. A sociedade vem cobrando cada vez mais transparência e ética nas relações profissionais. 

O Conselho de Arquitetura deve estimular esse debate e implantar ações começando pela própria formação acadêmica para que os futuros profissionais não deixem os bancos escolares considerando essa prática comum.

“A universidade tem de exigir de seus professores que as questões éticas de cada profissão sejam debatidas em sala de aula, em todas as ocasiões que se fizerem necessárias”, disse a arquiteta Carmem Cassol,  em entrevista ao Boletim do IAB, nº 20, em agosto de 2002. Ela não admite que os profissionais aceitem porcentagem sobre a especificação de produtos.  

Amanhã é um bom dia para começar essa discussão.

boletim iabboletim iab 1