Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "iluminação"

Stockholm Furniture & Light Fair por Juliana Pippi

10 de fevereiro de 2016 0

A viagem da arquitetura Juliana Pippi como premiação de relacionamento da Saccaro Florianópolis rendeu material aqui para o blog. Segue texto da antenada profissional sobre a  Stockholm Furniture & Light Fair.

IMG_9442

Arquiteta Juliana Pippi.

“Hoje tive a oportunidade de aprofundar minha pesquisa no design escandinavo e me apropriar de outras tendências que o mundo do décor está antenado .  De 08 a 14 de fevereiro de 2016 acontece , aqui na Suécia, a feira Stockholm Furniture & Light Fair. O evento é o maior ponto de encontro para os móveis escandinavos e o desenho de iluminação.  Essa semana é voltada ao design nórdico, e esta é a maior feira do segmento com design autoral da região. Ela se divide entre as duas principais feiras, Furniture Fair e Light Fair, e os eventos satélite que acontecem em showrooms, lojas e galerias da capital sueca.

As marcas suecas de maior prestígio e que já fazem parte do cotidiano dos escandinavos e são referências por aqui são Asplund, Hay,Muuto, PP Møbler,Inno e muitas outras. Na Light Fair os destaques ficaram com as marcas internacionais como Flos e Foscarini assinadas por designer escandinavos.

As cores pálidas “morandianas” são as predominantes e os tons de rosa e verdes dominaram os estandes. Os contrapontos entre cheios e vazados são o forte em todo mobiliário.

Inspiração não faltam por aqui! ”

Para saber mais, acesse http://www.stockholmdesignweek.com/

IMG_9438

Fotos de Juliana Pippi.

IMG_9439 IMG_9441

IMG_9444 IMG_9443 IMG_9440 IMG_9436

IMG_9435

Juliana Pippi, Márcia Maurano (Saccaro) e Cristiana Delpizzo.

 

MOOOI para os ouvintes do Curta Design

23 de janeiro de 2016 0

A MOOOI, marca holandesa com DNA ousado e lúdico criada por Marcel Wanders, abriu corner na loja Vitrine 21, em Florianópolis, onde estão expostas luminárias de tirar o fôlego feitas com alta tecnologia. A irreverência útil das peças da MOOOI são o que costumo chamar de molho, aquele algo a mais que tira os ambientes da mesmice. Apenas uma peça já é o suficiente para transformar o espaço.

MOOOI (2)

Rabbit Lamp com canopla, criação de Front. Foto divulgação

MOOOI (3)

Luminária Heracleum II nickel dimmable, de Bertjan Pot. Em metal e lentes de carbono; e lLuminária Raimond R127, de Raimond Puts. Em aço inoxidável.

 

Temporada de boas compras no Bota Fora no Shopping Casa & Design

15 de janeiro de 2016 0
IMG_9506

Foto: Luciana de Moraes.

A intensa movimentação de turistas em Florianópolis e, especialmente, o fluxo de pessoas a caminho das praias do norte animam as vendas neste início do ano. Empresários do setor de móveis também olham com bons olhos para a temporada de verão e aproveitam o período para estimular as compras com descontos, condições especiais e produtos de grandes marcas. “É a época do ano que mais se vende para turistas, até mesmo pela nossa localização na mais movimentada rodovia da cidade, a SC 401. Proprietários de imóveis que veraneiam na cidade também estão no foco da promoção”, comenta a empresária Denise Back, à frente da Ouse Iluminação. A loja faz parte do mix de marcas do Shopping Casa & Design que participa da tradicional promoção Bota Fora, com descontos de até 50% e peças a pronta entrega.

Outro perfil de público atento aos bons preços é o consumidor que está finalizando reforma ou a construção de sua casa. Segundo a arquiteta Ana Trevisan, o cliente muitas vezes gastou muito na obra e promoções como estas dão um fôlego a mais no orçamento para compra de complementos. “Dependendo dos descontos a economia pode variar entre 30% e 50%. Se efetuar uma boa compra na mesma loja o poder de negociação é ainda maior. Sem contar a pronta entrega, facilidade que exige um garimpo para encontrar ou adaptar as peças que melhor cabem no projeto. Observar também a qualidade do produto, a marca e o atendimento pós-venda são fundamentais”, argumenta Ana. Compartilha da mesma opinião o arquiteto Geraldo Brognoli Ludwich que enxerga as liquidações como uma oportunidade de resolver os projetos com preços bem convidativos. “Promoções como estas podem resolver um projeto, seja com a compra de móveis neutros ou a ousadia que faltava para compor o ambiente”, conta. (texto A Casaa).

O Bota Fora vai até o dia 23 de janeiro.

 

 

Quarto temático para adolescente

09 de janeiro de 2016 0
QUARTO 1

Fotos divulgação.

Um pequeno dormitório com grande fantasia. Esse foi o partido  para os arquitetos João Rieth e Gabriel Goulart projetarem um espaço que pudesse reconstruir o interior de um avião através de vários detalhes, paixão do futuro usuário. Um dos principais elementos explorado foi a iluminacão no teto em gesso e na superfície inferior dos armários aéreos e prateleiras, de forma indireta, utilizando spots ou fitas de LED, reproduzindo a mesma atmosfera.

Os armários, em marcenaria sob medida, têm acabamento formicado, em tom neutro, inspirado nos revestimentos das aeronaves. Nas portas, o desenho reproduz a geometria das janelinhas. Um detalhe importante foram os painéis existentes na parte inferior dos armários aéreos, onde foram colocados alto falantes para ipods ou celulares. Já a área de estudo para o computador e simulador de vôo, por tratar-se de um ambiente masculino, a opcão foi o MDF com textura e cor em jeans escuro, mais esportivo e jovial. Quanto aos complementos, TV, ar condicionado e persiana, optou-se pelos materiais metalizados para maior harmonia com o tema aviação. O painel fotográfico, sobre a cama, reproduz o cockpit dos pilotos. O piso em laminado amadeirado, torna o ambiente mais aconchegante A cadeira é assinada pelo designer Philippe Starck.  Agora só falta decolar. (texto dos arquitetos)
www.joaorietharquiteto.com.br

 

QUARTO 5 QUARTO 4 QUARTO 3

Projeto une tradição e contemporaneidade no Nipô Sushi

06 de janeiro de 2016 1
nipo 2

Fotos Mariana Boro.

Quando a arquitetura consegue traduzir a essência do negócio, o resultado só pode ser assertivo. O projeto do Nipô Sushi, do escritório AT Arquitetura, uniu tradição e história com inovação e contemporaneidade, propondo um ambiente acolhedor e simpático ao cliente. O restaurante eleito em 2015 o melhor japonês de Florianópolis pelos usuários da rede TripAdvisor, reinaugurou no segundo semestre do ano passado em novo endereço, no boulevard Primavera Garden Center, complexo comercial na SC 401.

“O design com o pé direito duplo, concreto aparente e tijolos desgastados, inspirado nos bares do Brooklyn está muito em alta e se adapta perfeitamente ao perfil dos sócios. Sabíamos que teria que ter uma pegada mais masculina e, por isso, trouxemos elementos rústicos, pesados”, explica Tatiana Filomeno.(com assessoria de imprensa)

nipo 5

Tatiana Filomeno e Andréa Hermes, da AT Arquitetura.

O mobiliário foi desenhado exclusivamente para o local. “O espaço precisava seguir a visão da gastronomia. O cardápio do Nipô é bem elaborado, artesanal e com alma própria. A mobília precisava seguir a mesma linha”, descreve Tatiana. “Nosso maior desafio foi o sushibar”, complementa. Com sete metros de comprimento, o balcão é um dos grandes trunfos para a nova temporada do Nipô Sushi. “Queríamos um sushibar para oferecer aos nossos clientes uma experiência completa da gastronômica oriental, que vai além da degustação. Das banquetas do balcão, o cliente pode assistir de camarote a meticulosa execução dos pratos pelo sushiman, que é uma verdadeira performance”, diz Luis Paulo. “Como um dos elementos mais importantes do novo espaço, desenhamos o sushibar para chamar a atenção desde o momento em que o cliente pisa no restaurante”, conta Andréa Hermes Silva.

A iluminação explora peças feitas à mão e iluminação controlada por dimer. Já durante o dia, a luz natural invade o ambiente e proporciona a relação com o exterior.

Endereço: Rod. SC 401 – nº 4150 – Primavera Garden Center.

Telefone: (48) 3238-7385

nipo 1 nipo nipo 4 nipo 3

 

Projeto em Jurerê Internacional explora integração com o exterior

23 de novembro de 2015 0

No programa de hoje mostramos projeto arquitetônico de Robson Nascimento para um casal gaúcho amigo de longa data. Esta é a quinta casa de veraneio que o arquiteto projeta para a família. Os principais partidos são a integração dos ambientes sociais e a relação com o exterior por meio de amplas abertura e intensa iluminação natural.

Tem ainda seleção de ideias para os quartos e na retrospectiva dos 10 anos, uma matéria super especial gravada em 2009. Vc vai se surpreender com as conexões entre design, arte e espaço construído.

É às 11 da noite na TVCOM.

robson n.6 robson n.8 robson n.7

 

robson n.10

Arquiteto Robson Nascimento.

robsin n.4

 

Mostra Casa&Cia e retrospectiva no Missão Casa de hoje

16 de novembro de 2015 0

No dia do meu aniversário, 6 de novembro, passei a manhã na Mostra Casa&Cia Encontros e Espaços, no Núcleo da Trompowsky, gravando com os arquitetos Joana Amin, Rico Mendonça e Maria Aparecida Cury Figueiredo. Hoje, apresento os ambientos da Joana e do Rico e lembro que a mostra nesses espaços fica aberta para visitação até o dia 6 de dezembro.

Clinica BGK

Clínica BGK, por Joana Amin, Flávia Wendhausen e Beatriz Kubelka. Foto divulgação.

Home Office by Rico Mendonca

Home Office by Rico Mendonca

Dando continuidade a nossa retrospectiva dos 10 anos do programa, reapresentamos entrevista realizada em 2008 com Alfredo Tilli, principal referência  em arte floral no Brasil e uma das entrevistas com mais visualizações no nosso canal no youtube. Passa lá para se inscrever www.youtube.com/missaocasa

Lembrando ainda que os ambientes do Mercado Público Municipal que ganharam projetos e algumas pequenas intervenção serão espaços permanentes para a população.

Te espero hoje, às 11 da noite na TVCOM-SC.

Iluminação Acessos_FW__5649

Projeto luminotécnico do Mercado Público por Marina Makowiecky.

Sala do Turista_FW__5311

Sala de Atendimento ao Turista ganhou projeto em co-criação do escritório Jobim Carlevaro e Cláudia Silvestre, do Celeiro de Criação.

Parede Ala Norte_FW__5668

Na Ala Norte, esta parede com painéis criado pelo Carlos Lopes será um espaço expositivo permanente.

Armazem da Renda_FW__5640

Armazém da Renda por Juliana Pippi e Robson Nascimento.

Portal dos Lavados Ala Sul_FW__5114

Em frente aos lavabos, cenografia de Evandro Gaspar e pintura de Jair Martins.

 

 

+2 Arquitetura cria espaço de alimentação e convivência na Eletrosul

18 de outubro de 2015 2

A +2 Arquitetura recebeu a missão de criar um espaço agradável como área de descanso para os funcionários da Eletrosul, integrando as áreas de restaurante e cafeteria da empresa, que totalizam 374 m². O edifício da sede da Eletrosul, empresa pública de geração e transmissão de energia, foi construído na década de 70 e é uma referência de arquitetura na cidade de Florianópolis.

O conceito do espaço projetado foi composto por dois módulos, que são divididos por um painel inusitado que tem em seu formato a logomarca espelhada da empresa. Na entrada, num ambiente para 50 pessoas, encontra-se um espaço de estar para leitura, descanso, integração e bancada para notebook. A praça de alimentação, que acomoda 100 pessoas, recebeu mesas em arranjos diversos, para compor almoços em grupo, sozinho ou em mesas comunitárias.

mais dois 3

Fotos divulgação.

“As áreas de apoio, como cozinha, cafeteria e buffet, foram dispostas de uma forma que passam despercebidas a quem entra no ambiente” explica Luciana Decker, arquiteta responsável pelo projeto.

mais dois

A iluminação natural e o pé direito alto, elementos originais da arquitetura do prédio, foram mantidos e trouxeram ao espaço conforto e amplitude. A cafeteria ganhou iluminação de efeito com trilhos e lâmpadas em led, e a mesa comunitária recebeu luminárias quadradas com facho orientável. Sobre a bancada, junto à área de trabalho, a iluminação de destaque foi embelezada pela luminária da Bertolucci em cobre, modelo Urucum.

“Para compor com os pilares de concreto, e forro metálico, elementos austeros e vigorosos, optamos por uma vegetação interna, atrelada ao mobiliário em tons de madeira que esquentaram o ambiente, trazendo aconchego e conforto” acrescenta Decker.

As cores institucionais da empresa, utilizadas nos tecidos e revestimentos das paredes da cafeteria, são os elementos de destaque, que dão vida ao ambiente.

mais dois 2

A escolha do mobiliário

O espaço de descanso e lazer dos funcionários foi composto principalmente por poltronas. A opção foi pelo modelo Le Corbusier para 2 lugares e 1 lugar, em diferentes cores (bege, marrom) nos lugares onde as poltronas deveriam ser fixas (não giratórias).

“Para compor o layout em sua parte central, buscamos a versatilidade, e por este motivo, poltronas giratórias, de forma que possam gerar diferentes composições, sem que haja necessidade de movimenta-las” ressalta Luciana Decker.

Na praça de alimentação, o mobiliário escolhido buscou o conforto, a ergonomia e a diversidade de composições. Foram utilizados bancos (boots) com tecido impermeável, cadeiras e mesas nas cores tabaco, tons sóbrios, para trazer harmonia à composição com as mesas existentes, em tonalidade bastante viva.  Os tons de madeira escolhidos compuseram com as cores institucionais da empresa (verde, azul e amarelo). (texto com assessoria MCK Cultura da Informação).

São Paulo na visão da arquiteta Juliana Pippi para a Casa Cor SC

26 de junho de 2015 0

pippi 9

Fotos Marco Antonio.

A agitada e urbana São Paulo serviu de referência para Juliana Pippi desenvolver o projeto do ambiente “5xSão Paulo com Deca” para a Casa Cor SC 2015. A leitura da arquiteta em relação a cidade partiu de cinco personagens que vivem na metrópole: o ator Paulo Vasilescu, o designer e arquiteto Paulo Alves, a jornalista Jô Pires, o fotógrafo Marco Antônio e o cineasta e diretor da Dia Estúdio Rafa Dias. O espaço generoso com pé direito alto faz um mix dos gostos e desgostos provocados pelo principal centro nervoso do País e das percepções da própria Juliana.

A tradução dessa referência não é óbvia, no entanto está presente na espacialidade, na fluidez dos ambientes, na presença do concreto, no piso de taco de madeira, nos materiais, texturas e tons mais fechados. Uma peça ícone de design também se encarrega de trazer São Paulo para o ambiente: a cadeira Paulistano, do também icônico arquiteto Mendes da Rocha, prêmio Pritzker de Arquitetura.

pippi 6

Com 130 metros quadrados, a arquiteta tirou partido da própria estrutura do prédio onde acontece a mostra, uma antiga fábrica. Os cinco espaços distribuídos em cozinha, sala de jantar, living, quarto e sala de banho são integrados e mantém uma linguagem única e coesa.

A efervescência artística paulistana também influenciou a elaboração do espaço – destaque para as fotografias de Gabriel Wickbold – , assim como o mobiliário nacional assinado por: Paulo Alves, Jader Almeida, Paulo Mendes da Rocha, Zanine de Zanini, Bruno Faucz, Lattoog, Estudiobola, Em2, Ronald Scliar Sasson, Fetich Design, Rejane Carvalho Leite, Luia Mantelli, Marcelo Ligieri, Pedro Useche e Fernando Motta.

pippi - marco antonio

Websérie “5xSão Paulo com Deca” - As histórias dos personagens inspiradores para o ambiente foram retratadas na websérie “5xSão Paulo”,  lançadas a cada semana durante a realização da mostra.

pippi 5

Para assistir acesse a Fanpage e no canal do youtube da arquiteta.

pippi 4

pippi 2pippi 1pippi 10 pippi 11pippi 7

pippi 8

Como os designers lidam com a mudança de comportamento e seus reflexos nos espaços? A resposta pode estar na exposição de design holandês

09 de junho de 2015 0
Design Holandês no Palácio do Povo.  BIENAL 2015. Crédito Sandra Puente (1)

Design Holandês no Palácio do Povo. Fotos de Sandra Puentes.

Design Holandês no Palácio do Povo.  BIENAL 2015. Crédito Sandra Puente (2)

A exposição “Design holandês no Palácio do Povo”, que integra a Bienal Brasileira de Design Floripa 2015, compartilha a experiência holandesa no design voltado para o uso diário.  Expostas no Palácio Cruz e Sousa, antiga residência dos governadores do estado de Santa Catarina, criações assinadas por designers consagrados e estreantes buscam o contraponto entre a casa tradicional, representada pela exposição permanente (que mostra como viviam os governadores) e a nova casa, epicentro de muitas mudanças que acompanham o novo modo de vida e de uso das residências, uma tendência mundial.

- A ideia é que a mostra funcione como um espelho que “traduza” a casa para o presente – explica Jorn Konijn, curador da mostra. – A ideia central é o uso da casa no dia a dia, e as transformações desse uso em tempos recentes.  As novas tecnologias – mas também a crise econômica – mudaram drasticamente a função da sala de estar – exemplifica. – Hoje em dia, uma casa pode se transformar facilmente em hotel (veja o “airbnb”) ou em escritório (para quem trabalha em casa).  Além disso, a planta das residências também vem mudando muito depressa. A tevê, por exemplo, não é mais a peça central da sala de estar; na verdade, não parece haver mais um foco central para esse cômodo. A separação histórica rigorosa entre sala, cozinha e quarto também parece estar desaparecendo – constata.

Segundo Konijn, o “Design holandês no Palácio do Povo” trata justamente dessas questões e dessas mudanças.  – Como os designers lidam com essas situações mutantes? Elas alteram o design desses profissionais? E os profissionais, oferecem novas ferramentas de suporte às mudanças? Até que ponto esse novo contexto mudou o trabalho deles? – questiona o curador, e acrescenta que, no atual contexto europeu, esse tema é extremamente relevante – Há numerosos exemplos históricos de arquitetos como Gerrit Rietveld ou Alison e Peter Smithson, que realizaram experimentos bastante aprofundados relativos à sala de estar em transformação.  Experimentos  assim vão acontecer também na mostra de design holandês da Bienal Brasileira de Design Floripa 2015 – antecipa.

 

Serviço

Design holandês no Palácio do Povo

Parte integrante da Bienal Brasileira de Design Floripa 2015

Rua Arcipreste Paiva – Centro, Florianópolis – Tel.(48) 3028-8091

Visitação: 17 de maio a 12 de julho de2015

De terça a sexta das 10h as 18h

Sábado, domingo e feriados das 10 as 16h.

Design Holandês no Palácio do Povo.  BIENAL 2015. Crédito Sandra Puente (3) Design Holandês no Palácio do Povo.  BIENAL 2015. Crédito Sandra Puente (5) Design Holandês no Palácio do Povo.  BIENAL 2015. Crédito Sandra Puente (9)