Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "arte"

Trio de ilhéus unem-se em exposição na Fortaleza de São José da Ponta Grossa

18 de janeiro de 2016 0

Exposição__Forte 2016 Exposição - Convite

Parabéns ao Dia do Arquiteto

15 de dezembro de 2015 0

posters-arquitetura-ilustra-ilustracao-post-criativo-101

Parabéns aos arquitetos que celebram hoje o seu dia, uma profissão de extrema importância e responsabilidade ao concretizar sonhos em qualquer escala – do interior das casas ao desenho das cidades. Deixo aqui as sábias palavras de Rui Barbosa, que disse que o Brasil só seria uma grande nação se investisse no desenho e não fosse só um exportador de matéria-prima.

O pôster é do ilustrador português  André Chiote e do estúdio de design austríaco Exergian que desenvolverem, cada um ao seu estilo, imagens minimalistas de obras icônicas da arquitetura mundial.

7 posters_minimalistas_arquitetura_01 posters_minimalistas_arquitetura_05 posters_minimalistas_arquitetura_07 posters_minimalistas_arquitetura_08 posters_minimalistas_arquitetura_10

 

Fernando Lindote é selecionado para a 10ª Bienal do Mercosul. Reveja entrevista com o artista

10 de agosto de 2015 0

O programa Missão Casa prepara novas matérias para a segunda temporada de 2015 depois de rápidas férias. Hoje, reapresentamos a entrevista com o artista visual Fernando Lindote, que foi selecionado para a 10 edição da Bienal do Mercosul, que acontecerá a partir de 8 de outubro em Porto Alegre. Na época da entrevista, o artista estava finalizando as obras espetaculares, em óleo sobre tela: “Macunaíma, juque!”,160x140cm, e “Hy-Brazil – hepatoscopia II”,180x160cm.

Lindote  é o mais novo artista representado pelo escritório de arte de Myrine Vlavianos. 

No Missão Casa hoje às 11 horas da noite na TVCOM.

lindote 1

“Hy-Brazil – hepatoscopia II”,180x160cm, óleo sobre tela, 2015. Foto de Sidney Kair.

lindote

“Macunaíma, juque!”,160x140cm, óelo sobre tela, 2015. Foto de Sidney Kair.

Exposição Dudas + Galvão + Nestor + Ramon

06 de agosto de 2015 0

_Divulgacao_Dudas_Galvao_Nestor_Ramon_expoCIC_

Quando Fabio Dudas, Galvão Bertazzi, Nestor Jr e Ramon Rodrigues se uniram para o projeto desta coletiva, o fio condutor do encontro foi o desejo de exporem juntos seus trabalhos recentes e uma admiração mútua pela trajetória e pela linguagem plástica de cada um. Esta é uma mostra de quatro artistas amigos, com origens e repertórios diferentes, que se radicaram em Florianópolis e partilham o figurativo contemporâneo e a relativização do realismo em suas obras.

Fabio Dudas (Telêmaco Borba/PR) observa as reminiscências de infância, em cenas e retratos em pintura sobre tela e xilogravura. Seu trabalho se baseia na figuração da realidade e da ficção, na memória, na interpretação do cotidiano e na imaginação. Galvão Bertazzi (Goiânia/GO) tem o desenho como base e experimenta em formatos maiores, sobre vários tipos de suportes, rabiscos, pinceladas e colagens. Faz recortes de histórias em quadrinhos e de pensamentos perdidos, momentos congelados do mundo real e fragmentos de realidades paralelas, flertando com elementos do absurdo cotidiano. Nestor Jr (Penha/SC) apresenta uma série de trabalhos que percorrem boa parte de sua produção recente em desenho, pintura, gravura e objetos. Sua poética abrange três grandes temas: a natureza, o mar e o corpo, revelando um erotismo ao mesmo tempo delicado e pungente. Ramon Rodrigues (Florianópolis/SC) tem como principais referências o expressionismo alemão e a ilustração editorial antiga para tratar da relação com a morte, a perda e a religião em seu trabalho recente em xilogravura e monotipia.

Esta é uma seleção de obras representativas da trajetória de cada um destes artistas, num espaço de tempo que compreende o início dos anos 2000 até a produção atual. (texto divulgação)

 

Fabio Dudas: fabiodudas.com | 9953 9013

Galvão Bertazzi: galvaobertazzi.com | 9979 1426

Nestor Jr: facebook.com/nestorjrarts | 9991 2764

Ramon Rodrigues: facebook.com/ramonrodriguesarte | 8431 1503

 

O quê: Exposição Dudas + Galvão + Nestor + Ramon

Quando: Abertura: 06/08, 19h. Exposição de 06 a 23/08/15

Visitação: de terça-feira a sábado, das 10h às 20h30min; domingos e feriados, das 10h às 19h30min.

Onde: Espaço Lindolf Bell (Centro Integrado de Cultura – CIC. Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica. Fpolis/SC)

Quanto: Entrada gratuita

 

Quem são:

Fabio Dudas: fabiodudas.com | 9953 9013

Fabio Dudas

Natural de Telêmaco Borba/PR e radicado em Florianópolis, Fabio Dudas desenha desde pequeno – aos 11 anos, aprendeu a ilustrar recriando os heróis dos quadrinhos nos cadernos da escola. Cursou Bacharelado em Pintura na Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP), onde estudou com mestres como Sergio Kirdziej e João Osório Brzezinski. Vivendo em Florianópolis, passou a frequentar o ateliê de gravura do Centro Integrado de Cultura (CIC), ministrado por Bebeto Oliveira. Seu trabalho se baseia na figuração da realidade e da ficção, nas memórias de infância, na interpretação do cotidiano e na imaginação. Em suas telas e gravuras, mescla temas impressionistas, colorido fauve, angústia expressionista, universo onírico, inocência e despretensão naïf: uma soma de referências recompostas recriando um universo de infância, de memórias, tentativas de resgatar algo que nos constitui, nosso passado-presente.

 

Galvão Bertazzi: galvaobertazzi.com | 9979 1426

Ramon Rodrigues

O cartunista, ilustrador e roteirista Galvãoé natural de Goiânia/GO e está radicado em Florianópolis há mais de uma década. Tem o desenho como base e experimenta em formatos maiores, sobre vários tipos de suportes, rabiscos, pinceladas e colagens. Faz recortes de histórias em quadrinhos e de pensamentos perdidos, momentos congelados do mundo real e fragmentos de realidades paralelas, não tão distantes e que quase sempre, se chocam com a nossa. Flerta com elementos do absurdo cotidiano e sentimentos truncados, declarações desconexas, mensagens subliminares e o excesso de informações em que estamos inseridos sem nos dar conta. Desde 1999, Galvão publica na internet a tira cômica Vida Besta (que venceu o 25º Troféu HQ Mix na categoria “melhor webtira”), atualmente com mais de 5 mil tiras, tendo publicado ainda uma coletânea impressa em 2012. Em 2004 ganhou o 16º Troféu HQ Mix pelo fanzine Xerocs Porcoration, feito em coautoria com Samuel Casal e Artur de Carvalho. Sua primeira graphic novel, As Crônicas Bizarras do Absurdyum – Livro Primeiro, foi lançada em 2000 na Itália e dois anos depois no Brasil, pela editora Juarez & Donizete.

 

Nestor Jr: facebook.com/nestorjrarts | 9991 2764

Natural de Penha/SC e radicado em Florianópolis, a trajetória profissional de Nestor Jr teve início em Blumenau-SC, em 2004, quando passou a se dedicar-se integralmente às artes visuais. Sua poética abrange três grandes temas: a natureza, o mar e o corpo, revelando um erotismo ao mesmo tempo delicado e pungente. Teve experiência de um ano em Lyon, na França, onde estou idioma francês, técnicas de gravura e deu seguimento também a sua pesquisa na área da pintura. Na Bélgica, durante residência artística, desenvolveu uma série de gravuras em diversos materiais (linóleo, madeira e metal), apresentados ao público de diversas cidades brasileiras no ano de 2014. O artista realizou diversas exposições, individuais e coletivas, em cidades catarinenses, São Paulo, Curitiba, Montes Claros, Porto Alegre, Belo Horizonte e Salvador. No exterior, expôs na  França, Portugal, Itália e Espanha. Teve ilustrações e pinturas publicadas em revistas nacionais e internacionais (Colômbia, Suíça, Estados Unidos e Itália), capas de livros, cds e outras formas de contribuições artísticas independentes.

 

Ramon Rodrigues: facebook.com/ramonrodriguesarte | 8431 1503

Galvao Bertazzi

O artista gráfico Ramon Rodrigues nasceu em Florianópolis. Seu primeiro contato com a gravura foi nas oficinas da FCC, onde durante alguns anos produziu litogravuras e xilogravuras sob a tutela do mestre Bebeto Oliveira. Em 2010 fez uma residência artística em Buenos Aires com o mestre chaqueño Leonardo Gotleyb. Na Argentina estudou essencialmente xilogravura. Paralelo à sua produção artística, Ramon possui graduação e mestrado em Design pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC.  O tema principal de seu trabalho é a nossa relação com morte, a perda e a religião. Entre suas principais referências estão o expressionismo alemão e a ilustração editorial antiga.

 

Feira de fotografia artística no O Sítio

24 de julho de 2015 0
sitio 4

Foto de Giba Duarte.

Nesta sexta feira, dia 24, a partir das 17h, abre a 1ª Feira de Fotografia de Arte do Sítio Arte Comunicação e Coworking, na Lagoa da Conceição, em Florianópolis.

Com curadoria de Álvaro de Azevedo Diaz e Kamilla Nunes, foram selecionados mais de 20 fotógrafos autorais e artistas visuais que fazem uso da fotografia para expor seus trabalhos, sejam em stands ou fotos expressas. Todos os participantes participaram de uma convocatória, realizada no mês passado.

A Feira irá apresentar a fotografia em suas diversas nuances e matizes, que inclui um amplo repertório de técnica (smartphone, fotografia analógica em PB e cor e câmeras digitais) e suporte (lambe, impressão fine art, projeções, intervenções e instalações). O objetivo  mais amplo, além de congregar, é sugerir temas e conceitos a partir da poética dos fotógrafos/artistas convidados e contribuir  com o aprofundamento da discussão sobre fotografia autoral, a sua relação com as artes visuais e o cinema, por exemplo, com limites entre documental, jornalístico, comercial e experimental, cada vez mais tênues.

Além dos trabalhos dos fotógrafos que estarão a venda no local, a feira terá, todos os dias, debates pontuais sobre fotografia, arte, mercado e tecnologias, com vários profissionais convidados.  O público também poderá eleger, através de votação presencial, os cinco fotógrafos expositores que estarão na próxima mostra coletiva do Sítio, que irá acontecer entre os dias 31 de julho e 14 de agosto.(Texto Fernanda Lago).

sitio 1

Foto Karina Zen.

 

Horários

Abertura sexta-feira, dia 24 às 17h

Sábado, dia 25 das 16h às 22h

Domingo, dia 26 das 16h às 20h

sitio 3

Foto Léla Martorano.

 

Bilheteria

R$ 5,00 [valor único]

A bilheteria fecha meia hora antes do encerramento do evento.

Crianças até 12 anos não pagam entrada.

 

Stand Fotógrafos: Álvaro de Azevedo Diaz, Cláudio Brandão, Giba Duarte, João Regina, Joyce Mussi, Karina Zen, Lauro Maeda, Léla Martorano, Lilian Barbon, Marina Moros, Radji Shucman, Soninha Vill e Walmor de Oliveira

Fotoexpressa: Marc Loyon, Renan Cabral Fontana, Marta Martins, Sandra Alves, Ronaldo Azambuja, Juan Rivas Beasley, Lia Mattos e Alexandre Basso, Guto Presta

PROGRAMAÇÃO

SÁBADO, DIA 25 DE JULHO

PROSA NO SÍTIO

17h O mercado de fotografia: como viver de fotografia hoje?

Joyce Mussi, Lauro Maeda, Myrine Vlavianos, Soninha Vill

Mediação: Claudio Brandão

FOTOEXPRESSA

18h Marc Loyon, Renan Cabral Fontana, Ronaldo Azambuja

PROSA NO SÍTIO

19h O cinema e a fotografia

Rosana Cacciatori, José Geraldo Couto, Cláudia Cárdenas, Alexandre Linck

Mediação: Sandra Alves

FOTOEXPRESSA

20h Sandra Alves, Juan Rivas, Helder Martinovsky

DOMINGO, DIA 26 DE JULHO

PROSA NO SÍTIO

17h – Por que o analógico permanece?

Helder Martinovsky, Marina Moros, Rafael Schlichting

Mediação: Álvaro de Azevedo Diaz

FOTOEXPRESSA

18h Lia Mattos, Marta Martins, Guto Presta

PROSA NO SÍTIO

19h Fotografia e Artes Visuais

Raquel Stolf, Karina Zen, Léla Martorano, Mônica Hoff

Mediação: Fábio Brüggemann

 

sitio 2

Foto Radij Schucmann.

sitio

Foto de João Reginato.

 

Para decorar com humor e cor

17 de junho de 2015 0

DANI2749

A carreira de 15 anos em Direito não afastou Simone Michielin da arte, sua grande paixão. No tempo em que exerceu a advocacia, Simone continuou a pintar como hobby. A advogada, que há 12 anos veio de Chapecó para viver em Florianópolis, aproveitou uma grande mudança na vida profissional para se dedicar ao ateliê e decidiu assumir de forma profissional as telas.

A artista começou a pintar aos 10 anos. Fez as primeiras aulas ainda criança na Escola de Artes de Chapecó. Depois, formou-se em Direito e acabou deixando a arte em segundo plano. “Mesmo depois de anos sem pintar, quando voltei a produzir pintei o quadro ‘Frida’ e vi que a arte continuava ali”, afirma Simone.

Sua exposição de estreia, entre março e abril de 2015, no café Bianco Nero – Cioccolato Caffè e Gelato, no Beiramar Shopping, mostrou oito de seus primeiros quadros após a retomada. A técnica é acrílico sobre tela.

Em sua página no Facebook (www.facebook.com/simonemichielin.arte), é possível conferir amostras dos seus trabalhos. Alguns dos quadros estão disponíveis à venda na Moldura & Arte Galeria, em Florianópolis, e sete estão em ambientes da Casa Cor SC.

DANI2759

“Frida” está colorindo a suíte master assinada por Pedro Tessarollo e Jairo Lopes, na Casa Cor SC em Florianópolis.

 

Como os designers lidam com a mudança de comportamento e seus reflexos nos espaços? A resposta pode estar na exposição de design holandês

09 de junho de 2015 0
Design Holandês no Palácio do Povo.  BIENAL 2015. Crédito Sandra Puente (1)

Design Holandês no Palácio do Povo. Fotos de Sandra Puentes.

Design Holandês no Palácio do Povo.  BIENAL 2015. Crédito Sandra Puente (2)

A exposição “Design holandês no Palácio do Povo”, que integra a Bienal Brasileira de Design Floripa 2015, compartilha a experiência holandesa no design voltado para o uso diário.  Expostas no Palácio Cruz e Sousa, antiga residência dos governadores do estado de Santa Catarina, criações assinadas por designers consagrados e estreantes buscam o contraponto entre a casa tradicional, representada pela exposição permanente (que mostra como viviam os governadores) e a nova casa, epicentro de muitas mudanças que acompanham o novo modo de vida e de uso das residências, uma tendência mundial.

- A ideia é que a mostra funcione como um espelho que “traduza” a casa para o presente – explica Jorn Konijn, curador da mostra. – A ideia central é o uso da casa no dia a dia, e as transformações desse uso em tempos recentes.  As novas tecnologias – mas também a crise econômica – mudaram drasticamente a função da sala de estar – exemplifica. – Hoje em dia, uma casa pode se transformar facilmente em hotel (veja o “airbnb”) ou em escritório (para quem trabalha em casa).  Além disso, a planta das residências também vem mudando muito depressa. A tevê, por exemplo, não é mais a peça central da sala de estar; na verdade, não parece haver mais um foco central para esse cômodo. A separação histórica rigorosa entre sala, cozinha e quarto também parece estar desaparecendo – constata.

Segundo Konijn, o “Design holandês no Palácio do Povo” trata justamente dessas questões e dessas mudanças.  – Como os designers lidam com essas situações mutantes? Elas alteram o design desses profissionais? E os profissionais, oferecem novas ferramentas de suporte às mudanças? Até que ponto esse novo contexto mudou o trabalho deles? – questiona o curador, e acrescenta que, no atual contexto europeu, esse tema é extremamente relevante – Há numerosos exemplos históricos de arquitetos como Gerrit Rietveld ou Alison e Peter Smithson, que realizaram experimentos bastante aprofundados relativos à sala de estar em transformação.  Experimentos  assim vão acontecer também na mostra de design holandês da Bienal Brasileira de Design Floripa 2015 – antecipa.

 

Serviço

Design holandês no Palácio do Povo

Parte integrante da Bienal Brasileira de Design Floripa 2015

Rua Arcipreste Paiva – Centro, Florianópolis – Tel.(48) 3028-8091

Visitação: 17 de maio a 12 de julho de2015

De terça a sexta das 10h as 18h

Sábado, domingo e feriados das 10 as 16h.

Design Holandês no Palácio do Povo.  BIENAL 2015. Crédito Sandra Puente (3) Design Holandês no Palácio do Povo.  BIENAL 2015. Crédito Sandra Puente (5) Design Holandês no Palácio do Povo.  BIENAL 2015. Crédito Sandra Puente (9)

Fernando Lindote e as obras que estarão no Museu do MAR no quadro SALA SETE

01 de junho de 2015 0
IMG_4349

Obra de Lindote que será exposta no Museu do MAR, no Rio de Janeiro, em julho.

No Missão Casa de hoje tem mais um quadro SALA SETE que adoro gravar! Pensa no privilégio de visitar o ateliê do artista visual Fernando Lindote e passar uma manhã conversando sobre processo criativo, a trajetória coerente e madura, muitas vezes marcada por dificuldades resultado de escolhas das quais nunca abriu mão, a a relação com o mercado de arte, premiações e reconhecimento.

Ufa! Ele falou tanto, e tantas coisas super legais, que dediquei dois blocos inteiros do programa pra nossa conversa. E ainda tive a honra de ver em primeira mão as obras inéditas que serão expostas em julho, no Museu do MAR, no Rio de Janeiro, a convite do diretor do museu, curador Paulo Herkenhoff. 

Te mostro hoje a partir das 23h, na TVCOM. Vê se não vai perder!

IMG_4371

 

IMG_4358 IMG_4352 IMG_4350

IMG_4353

Coleção de bonecos que faz parte de seu processo criativo.

A arte da performance em debate na UDESC

24 de maio de 2015 0

O primeiro encontro do projeto Performance em Foco neste ano, promovido pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), ocorre no dia 27 de maio no Espaço 1 do Departamento de Artes Cênicas do Centro de Artes (Ceart). O projeto do programa de extensão Laboratório de Performance terá encontros sempre na última quarta-feira de cada mês, das 9h às 12h.

O tema-guia do projeto Performance em Foco deste ano é “Dimensões Impossíveis”. A partir do grande tema, cada encontro terá como foco um subtema e será conduzido por dois convidados e mediado por uma das organizadoras do projeto – as professoras Daiane Dordete e Bianca Scliar, da Udesc, e a professora Janaína Martins, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Neste primeiro encontro, “O minimo do Corpo”,  os condutores serão Ana Alonso e Fábio Mello, e a mediação será feita pela professora Bianca Scliar. Serão realizadas discussões, vivências e mostras de práticas e teorias da Arte da Performance. A atividade é aberta à comunidade e não é necessária inscrição prévia para participar.

Mais informações pelo e-mail laboratoriodeperformance@gmail.com, pelo site do programa ou na página do Facebook.

Sobre o programa de extensão
O Programa de Extensão Laboratório de Performance  tem como objetivo fomentar discussões sobre a Arte da Performance. O programa está em seu quarto ano, e é coordenado pela professora Daiane Dordete, do Departamento de Artes Cênicas da Udesc Ceart, e tem como bolsistas os alunos Alyssa Tessari e Dimitri Camorlinga.

O programa possui três ações: o projeto Performance em Foco; o projeto Radiofonias, que visa à criação e veiculação de peças radiofônicas; e o evento Semana Performática, uma mostra de performances que será realizada no segundo semestre de 2015.

Sobre os condutores do encontro “Mínimo do Corpo”:
Ana Alonso é doutoranda em Teatro na Udesc Ceart, mestre em Educação pela UFSC, onde foi bolsista da Capes com dissertação sobre Contato Improvisação. Realizou intercâmbio no Departamento de Artes do Movimento no Instituto Universitário Nacional de Artes (IUNA) em Buenos Aires e atualmente é professora pesquisadora na área de Dança do curso de Licenciatura em Arte da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro).

Ensinou Dança Contemporânea entre 1999 e 2009, e foi bailarina e mentora do projeto Outra Dança de intervenções urbanas em 2006.  Promove jams de Dança desde 2004, e a partir de 2009 passou a trabalhar com Contato Improvisação em diversos projetos. Ana Alonso participa de festivais e encontros como performer e professora convidada. Coprodutora do Encontro Internacional de Professores de Contato Improvisação da America Latina em 2013, e do Curso de Formação de Professores de DanceAbility em 2011, Ana Alonso também é formada em DanceAbility;.

Desenvolveu ao longo de 2011 o projeto Dança para Todos: DanceAbilty na cidade de Florianópolis e coordenou oficina de DanceAbility no Festival de Contato Improvisação em Ilhabela, entre 2013 e 2015. Desde fevereiro de 2010 é integrante do planoB coletivo de experimentações em dança com pesquisa que une intervenção urbana, improvisação e C.I.

Fabio Mello é saxofonista e flautista, tendo iniciado seus estudos musicais aos oito anos de idade. Em 2000, ingressou no curso de Licenciatura em Música da Udesc e em 2004 entrou para o Conservatório Musical de Tatuí/SP no curso de Saxofone/MPB e Jazz. Integrou diversos conjuntos, entre os quais os grupos “Ritmos Brasileiros”, com o pianista André Marques e “Quebrando Galho”.

Em 2008 desenvolveu um trabalho de pesquisa e aprimoramento junto a João Francisco Corrêa (grupo Madeira de Vento) intitulado “Técnicas interpretativas no Choro” e em 2009 foi convidado a integrar a Orquestra Sinfônica de Santa Catarina (OSSCA), onde atuou como flautista. No ano de 2013 se apresentou com diversos grupos e formações, entre eles: Carolina Zingler, com o violonista Luiz Sebastião e Grupo Choro a Quatro (projeto este premiado pelo Edital Funarte de Música Brasileira), Projeto Sete Pontos, Brass Groove Brasil, Leandro Fortes, Wagner Segura, Felipe Coelho, Denise de Castro, Neno Miranda, François Muleka,Vilmar (Dedinho), A Corda em Si e Trio Braseiro. (Texto Assessoria de Comunicação da UDESC).

Serviço

O QUÊ: Primeiro encontro do projeto Performance em Foco, com o tema “O minimo do Corpo”
QUANDO: dia 27 de maio, das 9h às 12h
ONDE: Espaço 1, Departamento de Artes Cênicas da Udesc Ceart (Av. Madre Benvenuta, 1907, Florianópolis/SC)
QUANTO: Gratuito e aberto ao público

SALA SETE com Sara Ramos e seu processo criativo

15 de dezembro de 2014 0

Há um ano mais ou menos estou programando uma visita ao ateliê da ceramista Sara Ramos. Conheci o trabalho na Mostra Casa & Cia de 2013. Este ano, finalmente tivemos a oportunidade de nos encontrarmos para um bate papo super gostoso e você confere a partir das 23h, na TVCOM, no quadro SALA SETE, onde mostramos o processo criativo do artista.

 

sara

Sara ganhou o prêmio principal no Salão de Cerâmica na República Dominicana com o trabalho Enredo.

sara 2 sara  1 sara trabalho premiado na republica dominicana (3) sara trabalho premiado na republica dominicana (1)

 

 

sara 5

Instalação “Você tem fome de que”, de Sara Ramos no ambiente das decoradoras Cláudia Couto e Renata Régis para a Mostra Casa & Cia 2014.