Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "Casa Cor SC"

Mudança na gestão da Casa Cor tem reflexo na franquia da marca em SC

01 de outubro de 2015 4

O empresário Lucas Petrelli, que esteve à frente da Casa Cor SC nos últimos 6 anos, anunciou na semana passada que deixou a franquia. Leia abaixo as respostas exclusivas para o blog:

 

Qual o motivo da decisão?

Acreditando que o momento transitório de gestão da Casa Cor não reflete as necessidades do setor da alta decoração regional, optamos pela abertura desse espaço… A franquia Casa Cor (franqueadora) mudou sua estrutura de gestão 3 vezes, a mais recente foi a internalização total do produto dentro da Abril (editora).

 

A decisão é definitiva?

A decisão foi tomada em caráter permanente, acarretando o término do contrato de franquia. A possibilidade de retomada não depende apenas de mim mas também do franqueador da marca. Não posso dizer que é impossível, mas também não tenho essa expectativa no momento. Acho que alguns aspectos do negócio e do mercado precisariam passar por mudanças e, acontecendo isso, seria necessário que a minha disponibilidade e interesse estivessem alinhadas com os do franqueador.

 

A Casa Cor terá outro franqueado no estado?

Não é de meu conhecimento que isso já esteja sendo tratado.

 

Quais os novos investimentos e projetos da Quadrant?

Tenho alguns projetos em pesquisa e desenvolvimento de curto e médio prazo, nada que o mercado possa participar no momento.

Nessa semana fui convidado para fazer parte do juri do prêmio D Catarina realizado pela SC Design e a FIESC, e como hobby pretendo continuar promovendo o mercado através do espaço editorial que conquistei nesses anos e das redes sociais da Contém Design, marca de propriedade da Quadrant.

 

 

 

 

Efeitos especiais nas paredes

15 de julho de 2015 0

Costumo dizer que o melhor das mostras de decoração são as ideias e soluções que podemos levar para casa, além do conhecimento sobre novos produtos lançados anualmente pela indústria. As tintas com efeitos especiais também foram destaque entre os lançamentos. A equipe técnica da PPG Tintas Renner apresentou 5 efeitos especiais. o Cimento Queimado é um dos mais populares porque remete a atmosfera industrial e urbana, assim como o Aço Corten. Para conseguir esses resultados, existe uma técnica específica, mas é possível aplicar as tintas em casa. A Policromia, Veludo Amassado e Madeira de demolição são outros efeitos oferecidos pela indústria de tintas que se sobressaíram na Casa Cor SC nos ambientes que você confere abaixo.

Lavabo de Luxo - Efeito - Aço Corten Florianópolis - Crédito Lio Simas

Florianópolis: “Lavabos de Luxo: Container e Jardim”, por Wanderson Batista. (Efeito externo: Aço Corten/ Parede Interna: Cimento Queimado). Foto Lio Simas.

Club House -  Cimento queimado Itajaí - Lio Simas

Itajaí: “Club House”, por Fernanda Consonni e Priscilla Borges. ( Efeito nas paredes: Cimento Queimado) Foto Lio Simas

 

_Granatti Jr e Bontempo-FOTO MARIANA BORO (2)

Itajaí: “Penthouse Concept”, por Granatti Júnior. (Efeito no teto: Policromia). Foto Mariana Boro.

 

O melhor da Casa Cor SC

10 de julho de 2015 0

É difícil fazer escolhas entre tantos ambientes e critérios bem específicos. Visitei os 46 ambientes da Casa Cor SC, em Florianópolis e Itajaí, para fazer minha seleção como parte do júri convidado pela organização – me sinto honrada com o convite feito desde a primeira edição da competição, realizada a partir da mostra na sede do antigo jornal O Estado, ainda com poucos nomes envolvidos nessa tarefa. Na noite de ontem, dia 8 de junho, foram revelados os resultados.

Vale dizer  ainda que essa edição da mostra foi a melhor! Penso que menos é mais  nesse caso considerando que o percurso mais enxuto abre espaço para uma pausa em meio a tanta informação. Ganham o expositor e o público. Além disso, menos ambientes estimulam a excelência do trabalho e o investimento do profissional, que vê uma oportunidade para expôr o seu melhor. A diferença na qualidade dos projetos sempre existiu, mas a edição 2015 foi mais coesa  em relação a qualidade dos ambientes, com poucos exemplos de  espaços de qualidade inferior. A própria Casa Cor SC amadureceu e profissionalizou-se depois de uma trajetória de altos e baixos no Estado.

Premiados 

Os ambientes  na mostra de Itajaí venceram na maioria dos critérios e não chega a ser uma surpresa: os espaços se impõem ao olhar do visitante pelo excesso na proporção, no luxo, no monumental, no inusitado, na ousadia, caráter da própria região. Florianópolis é menos conceitual e mais realista, conectada com a natureza do lugar e o jeito despojado de viver.  Lifestyles distintos expressos claramente nos projetos de interiores e muito óbvio para quem atua no segmento da arquitetura e interiores.

Alguns dos vencedores receberam meu voto, outros não. O importante, a meu ver, é apontar os bons projetos com argumentos técnicos e comprometidos com a isenção e a seriedade, e menos com questões comerciais, para criar referência e consequentemente um olhar mais apurado para a arquitetura de interiores de qualidade, sempre!

Como forma de reconhecer uma personalidade que se destacou especialmente por seu trabalho e atitudes proativas, o arquiteto Beto Gebara, do escritório Gebara & Filártiga Arquitetos, recebeu o Certificado de Personalidade da mostra.

No total, onze categorias foram avaliadas: uma pela equipe Casa Cor , duas pelo público (que votou pelo Facebook e também por meio de urnas distribuídas na mostra), e as demais pelo júri técnico, formado por jornalistas e profissionais do segmento de arquitetura e decoração.

triade-loft

Melhor Participação - Tríade Loft, do escritório Blanc Concept Design, de Balneário Camboriú.

 

haus 4

Foto Mariana Boro.

Melhor Projeto pelo Voto no Facebook - Suíte Urban-U, do escritório Haus Engenho Interiores, de São José.

 

sala-intima-dos-50-tons-de-branco

Foto Sidney Kair.

Melhor Projeto pelo Voto Popular - Sala Íntima “dos 50 tons de branco”, da designer e decoradora de ambientes Laura Gransotto, de Chapecó.

soul-loft

foto Lio Simas.

Melhor Utilização das Cores (iniciativa da Tintas Renner, patrocinadora local da mostra) - Soul Loft, os arquitetos Carolina Lopes e Richard Gohr, de Blumenau.

loft-black-edition

Foto Lio Simas.

Melhor Loft - Loft Black Edition, da CASAdesign Interiores, de Balneário Camboriú.

club-house

Foto Lio Simas.

Melhor Projeto Comercial ou de Uso Público - Club House, das arquitetas Fernanda Consonni e Priscilla Borges, de Balneário Camboriú.

_Granatti Jr e Bontempo-FOTO MARIANA BORO (2)

Foto Mariana Boro.

Melhor Adequação ao Tema “Design para UM” - Penthouse Concept, do decorador Granatti Jr, de Balneário Camboriú.

 

living-africa

Foto Lio Simas.

Melhor Ambiente Apartamento CASA COR Florianópolis - Living África, da arquiteta Ana Paula Ronchi, de Criciúma.

sala-de-jantar-arte-e-design

Foto Lio Simas.

Melhor Ambiente Apartamento CASA COR Itajaí - Sala de Jantar Arte e Design, da arquiteta Deisi Priori, de Balneário Camboriú.

pippi 6

Foto Marco Antonio.

Melhor Projeto Florianópolis (Top Décor) - 5x São Paulo com Deca, da arquiteta Juliana Pippi, de Florianópolis.

loft-black-edition_ico

Melhor Projeto Itajaí (Top Décor) - Loft Black Edition, da CASAdesign Interiores, de Balneário Camboriú.

 

 

Dupla comemoração

10 de julho de 2015 0

Já no fim da década de 1980, o pesquisador Adelmo Genro Filho disse que se a teoria na prática é outra, então a teoria está errada. Beto Gebara e Marila Filártiga sabem exatamente a que o estudioso se referia. Não podia ser diferente, em se tratando de uma dupla de arquitetos fortemente apoiada nas discussões entre mercado e academia. Recém-aprovada no Doutorado em Arquitetura da UFSC, Marila concilia a rotina no escritório de arquitetura com a vida de professora universitária e estudante da pós-graduação.  A pesquisa e a discussão para soluções para arquitetura estão presentes no cotidiano dos profissionais.

Os arquitetos que também assinaram o Masterplan da Casa Cor SC, investiram em alternativas funcionais e elegantes para compor o ambiente MEU LOFT, inspirado na Nova Iorque das décadas de 60 e 70. Além do sucesso com este projeto, os profissionais comemoram 13 anos em Florianópolis. A parceria dos arquitetos se traduz na vida pessoal. Casados há 12 anos, eles são naturais do Rio de Janeiro, mas adotaram Florianópolis para viver e construir a família.

beto 1

Fotos Marcos Molina.

_Escolhemos Floripa porque apesar de várias semelhanças com o Rio, ainda é possível apreciar a sensação de segurança ao caminhar na rua, ou dirigir um veículo com as janelas abertas. O que hoje representa uma diferença significativa entre as duas cidades. Além de ser carregada de características de um cidade pequena, porém em visível estado de transformação. Esperamos (e buscamos contribuir para isso) que sejam transformações para melhor_ conta Beto Gebara.

No ambiente dos arquitetos Beto Gebara e Marila Filártiga,  para a Casa Cor SC, na área de jantar, o destaque é a opção da escolha de quatro cadeiras assinadas por diferentes designers. O espaço dispõe ainda de um sofá de Fernando Zanardi, com estrutura em aço (parte dela exposta) na pintura grafite e tecido traços tricolor, de Alexandre Herchcovitch. Ambos deixam evidente a intenção do morador do ambiente de receber amigos.

IMG_4841

Muito legal a escolha deste revestimento que conferiu movimento e dinamismo à parede. As peças foram criadas pela equipe da Casa Vogue em comemoração aos 40 anos da revista, em parceria com Portobello. Foto minha.

_ Tivemos o cuidado de reservar um cantinho só para o dono desse loft. Com uma poltrona Shell, com design da Estudiobola, inspirada nas Club chairs das décadas de 20 e 40, uma luminária de piso e a lareira com pedras vulcânicas, ele tem um espaço dele, para ler ou assistir TV_ conta Beto.

No MEU LOFT, houve uma preocupação em otimizar o espaço, proporcionando a fusão entre dormitório, estar, jantar e gourmet, sem esquecer do ambiente de trabalho e estudos. Para isso, é apresentada uma solução estética ousada: um mezanino para funcionar como escritório. Para facilitar o acesso a ela, de forma harmoniosa, os arquitetos  recorreram a uma referência arquitetônica nacional, a escada Santos Dumont. O famoso inventor, ao criar uma escada com degraus proeminentes em apenas um dos lados, de forma alternada, induz o usuário a iniciar a subida com o pé direito, atendendo à superstição de que traria boa sorte.

A criação dos arquitetos é feita em chapas de ferro dobradas, a partir de uma releitura abstrata da clássica proposta de Dumont, com uma base prolongada ou platô que serve de apoio para um quadro, e de onde se inicia o corrimão de um dos lados da estrutura. Além disso, o primeiro degrau, que é um paralelepípedo solto também feito em chapas dobradas, é removível, possível de ser adaptado para a direção da preferência do morador.

VIV_1352

Embora seja decorativa, a proposta é arquitetônica. Funciona da mesma forma o cabo de aço que perpassa os ganchos para ligação entre a primeira prateleira da cozinha e o teto numa linha única e diagonal. O design produzido de forma intuitiva na montagem do espaço traduz a eterna celeuma entre estética e função. (texto Juliana Gomes – Apoio Comunicação)

Beto e Maríla, foto de Marcos Molina.

Beto e Maríla, foto de Marcos Molina.

 

 

São Paulo na visão da arquiteta Juliana Pippi para a Casa Cor SC

26 de junho de 2015 0

pippi 9

Fotos Marco Antonio.

A agitada e urbana São Paulo serviu de referência para Juliana Pippi desenvolver o projeto do ambiente “5xSão Paulo com Deca” para a Casa Cor SC 2015. A leitura da arquiteta em relação a cidade partiu de cinco personagens que vivem na metrópole: o ator Paulo Vasilescu, o designer e arquiteto Paulo Alves, a jornalista Jô Pires, o fotógrafo Marco Antônio e o cineasta e diretor da Dia Estúdio Rafa Dias. O espaço generoso com pé direito alto faz um mix dos gostos e desgostos provocados pelo principal centro nervoso do País e das percepções da própria Juliana.

A tradução dessa referência não é óbvia, no entanto está presente na espacialidade, na fluidez dos ambientes, na presença do concreto, no piso de taco de madeira, nos materiais, texturas e tons mais fechados. Uma peça ícone de design também se encarrega de trazer São Paulo para o ambiente: a cadeira Paulistano, do também icônico arquiteto Mendes da Rocha, prêmio Pritzker de Arquitetura.

pippi 6

Com 130 metros quadrados, a arquiteta tirou partido da própria estrutura do prédio onde acontece a mostra, uma antiga fábrica. Os cinco espaços distribuídos em cozinha, sala de jantar, living, quarto e sala de banho são integrados e mantém uma linguagem única e coesa.

A efervescência artística paulistana também influenciou a elaboração do espaço – destaque para as fotografias de Gabriel Wickbold – , assim como o mobiliário nacional assinado por: Paulo Alves, Jader Almeida, Paulo Mendes da Rocha, Zanine de Zanini, Bruno Faucz, Lattoog, Estudiobola, Em2, Ronald Scliar Sasson, Fetich Design, Rejane Carvalho Leite, Luia Mantelli, Marcelo Ligieri, Pedro Useche e Fernando Motta.

pippi - marco antonio

Websérie “5xSão Paulo com Deca” - As histórias dos personagens inspiradores para o ambiente foram retratadas na websérie “5xSão Paulo”,  lançadas a cada semana durante a realização da mostra.

pippi 5

Para assistir acesse a Fanpage e no canal do youtube da arquiteta.

pippi 4

pippi 2pippi 1pippi 10 pippi 11pippi 7

pippi 8

Ambiente para apaixonados por futebol

23 de junho de 2015 0

 

futebol mariana boro

Fotos Mariana Boro.

As arquitetas Carolina Mocelin e Patrícia Moschen apresentam nesta edição da Casa Cor SC um ambiente para apaixonados por futebol. Como inserir na decoração a camiseta com o autógrafo do craque, a coleção de flâmulas e as conquistas do time do coração? E assim surgiu o 10 + 1 Home Office, um espaço de 48,46 m² que reúne as relíquias e objetos de estima pertencentes ao acervo pessoal de um renomado treinador de futebol e  obras de artistas de como Portinari, Pléticos, Morvan, Albergaz, Hans Khun, Ulbi Bava, Ortiz, Sansão Pereira, Burle Max e Flávia Tronca.

A intenção das arquitetas é atrair a atenção do público, independente de gênero ou idade. “O espaço, apesar de fazer parte do universo de um adulto, resgata um pouco da aura dos clubinhos da infância, pois tudo que tem relação com este homem e sua paixão por futebol está presente”, descrevem as arquitetas. Para nortear o projeto, entrevistaram o jornalista, roteirista e chargista Zé Dassilva, coautor dos livros Almanaque Do Futebol Catarinense e The Yellow Book – Seleção: um Século de Religião.

A dupla também criou o mobiliário inspirado no esporte bretão. A preocupação com a forma, função e movimento resultou em uma composição inusitada para uma estante. “Nela, por meio dos nichos, os 22 jogadores estarão sutilmente representados”, contam.

futebol mariana boro 1

futebol mariana boro 2

 

 

 

Urbano, jovem e despojado.

18 de junho de 2015 0
haus 4

Fotos Mariana Boro.

As várias linguagens da arte urbana, sobrepostas, e a atmosfera industrial marcam o ambiente Urban-U do escritório Haus Engenho, que estreia na Casa Cor SC. A suite de 43m² foi projetada para um rapaz entre 16 e 20 anos e traduz seu estilo de vida, urbano, jovem e despojado. Além de um local de descanso, o espaço é também um ambiente de criação do jovem que passa a maior do tempo na presença de todos os elementos que remetem a sua personalidade urbanóide.

O partido para o projeto foi a própria estrutura da edificação com pé direito alto, paredes velhas sem manutenção, colunas em aço enferrujadas. Esses elementos serviram de base para a proposta do ambiente, somados as escolhas de revestimentos com a mesma linguagem – porcelanatos para o piso que imita o concreto surrado das cidades. O engenheiro civil Marcelo Wolschick e o decorador Alexandre Müller fizeram muita pesquisa, ouviram jovens com este perfil, o que resultou em um ambiente que lembra os galpões transformados em lofts, típicos da cidade de Nova Iorque. A instalação elétrica aparente e as luminárias traduzem o espírito pretendido para o espaço.

No mobiliário, desenhado pelos profissionais e concebido pela Masotti, o destaque fica para as cores utilizadas – azul, tons amadeirados e preto. Dois grandes painéis cortados a laser, criação da Haus Engenho, lembram à malha urbana das grandes cidades, suas vias, cruzamentos e entroncamentos. Móveis com visual desgastado, banheiro com louças e revestimentos escuros, telas criadas pelo artista Galvão Bertazzi, lambe lambe e stencil do artista Gabriel San, e muito despojamento ajudam a criar este espaço com toque industrial.

haus3

 

haus

Piscina pastilhada é destaque no ambiente Um Jardim Para...

12 de junho de 2015 0
piscina_igui_casa_cor_sc_1

Fotos Mariana Boro.

 Um Jardim Para… Este é o sugestivo nome que a arquiteta Ana Trevisan escolheu para o projeto do paisagismo para a edição 2015 da Casa Cor SC. As possibilidades de uso que um espaço ao ar livre oferece são infinitas. A partir da criação de ambientes e a inserção de mobília, vegetação, gazebos e outros elementos como piscina, se dá a apropriação do jardim pelo usuário. E Ana oferece muitas possibilidades em sua proposta para a mostra, inspirada nas memórias de infância: piquenique, descanso e relaxamento, gastronomia, diversão, conversas. Enfim…Um Jardim Para … Lila é o complemento ao nome  do jardim, referência a sua futura filhinha. Entre e fique a vontade!

piscina 1

Arquiteta Ana Trevisan.

Além de vários atrativos no espaço, o que mais me chamou a atenção foi a piscina de fibra de vidro, totalmente revestida em pastilhas na cor marinho, lançada pela iGUi, que reproduz o efeito dos modelos tradicionais de piscinas em concreto. O prazo de instalação é de uma semana, segunda a empresa que dá garantia de 15 anos.

 

piscina

Os móveis possuem estruturas em madeira ou alumínio, e alguns são trançados com cordas náuticas, ideais para resistirem às diferenças climáticas. Mesa de refeições, espreguiçadeiras e puffs convidam aos momentos de puro prazer. Em meio ao jardim, uma doce lembrança – um balanço reaviva a memória dos visitantes.

 

Hoje acontece um coquetel de lançamento da piscina de fibra pastilhada a  partir das 11h, no ambiente Um Jardim Para

Mais informações sobre a piscina, acesse  w ww.igui.com

piscina_igui_casa_cor_sc_2

Serviço

Brunch da iGUi na CASA COR Santa Catarina
Dia: 12/6/2015 – sexta-feira
Horário: das 11h às 14h
Local: Um Jardim Para…
Rua José Maria da Luz, 163, José Mendes – Florianópolis (SC)

Designer Fernando Mendes participa de bate-papo hoje em Florianópolis

03 de junho de 2015 0

O designer Fernando Mendes participa do primeiro talk show deste ano na CASA COR SC em Florianópolis. Mendes está na mostra Contém Design e em 03 de junho compartilha experiências e opiniões que fazem dele um dos grandes nomes no segmento. Entre os convidados que estarão presentes no evento, destaque para Mônica Barbosa, editora do núcleo casa da Revista Caras e autora do blog Living Design, e Roselie Lemos, coordenadora executiva da Bienal Brasileira de Design Floripa 2015.

O talk show ocorre no espaço da exposição Contém Design, por volta de 19h30.

DSC04628

Fernando Mendes (direita) ao lado de Sérgio Rodrigues, seu tio, a foto é minha durante o Salão Design Brasil, em Bento Gonçalves, há 3 anos.

 

Onze fotógrafos lançam a Circuito Galeria

27 de maio de 2015 0
Betinha Trevisan, WO, Soninha Vill, Ronaldo Andrade, Markito, Luciana Petrelli, Otavio Nogueira, Joyce Mussi, Kleber Steinbach, Pedro Mox e Cláudio Brandão. By WO

Betinha Trevisan, WO, Soninha Vill, Ronaldo Andrade, Markito, Luciana Petrelli, Otavio Nogueira, Joyce Mussi, Kleber Steinbach, Pedro Mox e Cláudio Brandão. By WO

Com linguagem fotográfica autoral, da pesquisa antropológica à intervenção, da paisagem ao documento, 11 profissionais lançam a Circuito Galeria, com a proposta de fazer exposições em espaços de arte, eventos ou na rua. A estreia é dia 28 de maio, na Casa Cor, na antiga edificação onde funcionou a fábrica da Coca-Cola, no bairro José Mendes, em Florianópolis.  A curadoria é de Lucila Horn, que definiu um espaço de 100cm x 130cm para exposição do trabalho de cada participante nas paredes da galeria. As ocupações não seguiram uma regra rígida e as escolhas foram feitas em conjunto pela curadoria com cada autor. A composição dos artistas/fotógrafos para o seu espaço atende ao conceito e pesquisa individual. A impressão é fine art sobre papel Hahnemühle, entre outros suportes, como canvas (tela de alta qualidade) e metacrilato com molduras em madeira e alumínio. Segundo Lucila, o que une o grupo é a proposta de produção autoral em sintonia com a fotografia contemporânea. Além dos trabalhos que ocuparão as paredes da Circuito, estarão disponíveis para venda imediata fotografias em papel e impressão fine art, com passe-partout, assinadas e certificadas. A intenção é incentivar o colecionismo de obras autenticadas pelo autor. Durante os 45 dias da mostra a Circuito Galeria fará três exposições diferentes, onde se poderá ter uma fruição mais consistente da pesquisa poética de cada fotógrafo. Depois da abertura, em 28 de maio, ocorrem vernissages nos dias 15 e 29 de junho com a presença dos fotógrafos e curadoria. Além da programação oficial, a Circuito promoverá conversas abertas com participantes da mostra e convidados no Café da Casa Cor. O grupo é formado por Betinha Trevisan, Claudio Brandão, Joyce Mussi, Kleber Steinbach, Luciana Petrelli, Markito, Otavio Nogueira, Pedro Mox, Ronaldo de Andrade, Soninha Vill e Walmor de Oliveira. (Fifo Lima).

Walmor de Oliveira - Reflexos e reflexões - 2013

Walmor de Oliveira – Reflexos e reflexões – 2013

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Pedro Mox

Otavio Nogueira - Açores - 2014 (2) (1)

Otavio Nogueira – Açores – 2014

Luciana Petrelli - Feminina - 2015

Luciana Petrelli – Feminina – 2015

Joyce Mussi, Chicago_1

Joyce Mussi, Chicago_1

Soninha Vill 2- da série VentoSul - 2014

Soninha Vill 2- da série VentoSul – 2014

Markito - Floripa e Sampa - 2014

Markito – Floripa e Sampa – 2014

Betinha Trevisan - da série arvores secas, arvores mortas - 2014

Betinha Trevisan – da série arvores secas, arvores mortas – 2014

Claudio Brandão - Da serie descolagens - 2011

Claudio Brandão – Da serie descolagens – 2011

Ronaldo Andrade - da série antartida - 2014. -  2

Ronaldo Andrade – da série antartida – 2014. – 2

Kleber Steinbach - sem título -  2014-2015

Kleber Steinbach – sem título – 2014-2015