Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Processo

31 de dezembro de 2007 Comentários desativados

A Assessoria de Imprensa da Casan acaba de emitir a seguinte nota sobre decisão do presidente Walmor de Lucca de impetrar processo contra a Rede SBT de TV em Santa Catarina: “O Presidente da Casan ,Walmor De Luca solicitou ao departamento Jurídico abrir processo contra o SBT, Sistema Brasileiro de Televisão, pela notícia falsa e distorcida veiculada no programa “SBT Meio Dia”
sobre a falta de água no Hospital Infantil de Florianópolis quando se constatou que a falha no abastecimento foi ocasionada por problema de tubulação interna, de responsabilidade única daquele hospital.
A Casan teve conhecimento prévio de que a matéria iria ao ar, e tomou os cuidados de checar as informações, e comprovou que não havia qualquer responsabilidade da empresa na falta de água.
O presidente ligou para o diretor do SBT Marcelo Petrelli alertando de que a matéria que iria ao ar continha inverdades e distorções , solicitando preventivamente providências para que fosse evitado erro jornalístico que viesse a afetar a imagem da Casan. Entretanto, o apresentador Roberto Mota comentou a notícia de forma distorcida,deixando de informar claramente que a responsabilidade era do hospital, não da empresa.
A manifestação do apresentador foi prova cabal de jornalismo sensacionalista e tendencioso e que não será tolerado pela Casan, que se reserva no direito conforme a lei de imprensa, de exigir o desmentido formal do SBT, advertido e alertado para esta providência.Processará judicialmente pelo prejuízo ao conceito da Casan,justo nesta hora em que a empresa luta àrduamente como que participando de uma guerra,para atender condignamente os clientes normais e os milhares de turistas.”

Postado por Moacir Pereira

Comentários

comments

Não é possível comentar.