Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Jornal recolhido

31 de julho de 2008 1

O juiz Luiz Martins Portelinha determinou o recolhimento de todos os exemplares da última edição de julho do jornal Impacto, que circula na Grande Florianópolis. Acatou pedido do prefeito de Florianópolis, Dário Elias Berger , e da Coligação “O Trabalho Continua”.

O candidato à reeleição na Capital e sua coligação ingressaram com representação contra o semanário, que tem sede em São José (Grande Florianópolis) e seus representantes, Luiz Fernando Fedeger e Olívio Beltrão Júnior.

O motivo foi a publicação de matéria que “ataca a administração do representante e do atual Governador, aliados políticos, numa clara e inequívoca demonstração de abuso e de verdadeiro crime eleitoral, usando palavras de baixo calão”, conforme os autores.

Na ótica do magistrado, “propaganda que possa degradar ou ridicularizar candidatos, está proibida, conforme o art. 8º da Resolução TSE 22.718/2008″.

O juiz Portelinha, ao despachar a liminar, menciona que “a manchete degrada, pois tacha o prefeito da Capital de corrupto, e ridiculariza, já que o coloca com o governador do Estado em situação de pilhéria”. “O jornal representado saltou os limites do aceitável. Necessário destacar que a imprensa é livre. E isso é necessário para a sobrevivência da democracia. No entanto não pode essa mesma liberdade transformar-se em tirania, em método de ridicularização com os objetivos eleitorais”, apontou o magistrado.

Para cumprimento da decisão, o Juiz Eleitoral determinou a busca e apreensão da edição do jornal que veiculou as matérias nas cidades da Grande Florianópolis .Blumenau, Balneário Camboriú, Chapecó, Criciúma, Lages, Jaraguá do Sul, Itajaí e Joinville.

Postado por Moacir Pereira

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Santos Silva diz: 31 de julho de 2008

    Usar a estrutura do estado pode…falar a verdade não pode…eta judiciário porreta