Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de novembro 2008

Figueira

30 de novembro de 2008 2

A vitória do Figueirense sobre o Botafogo faz renascer as esperanças da torcida alvinegra catarinense de permaencer na Série A do campeonato nacional. Neste momento de más notícias, a classificação do Figueira ajudaria na melhoria do astral. Seria ótimo para o Estado contar com dois times na primeira divisão do futebol brasileiro.

Postado por Moacir Pereira, Florianópolis

Bombeiros

30 de novembro de 2008 Comentários desativados

A situação no Complexo do Baú, no Vale do Itajaí, é muito mais grave do que revela o amplo noticíario e as imagens de TV. A úlltima notícia desta tarde de domingo revela que oito bombeiros de São Paulo, que vem realizando um trabalho heróico, em companhia dos catarinenses e de outros militares, acabaram sendo vitimados com novos deslizamentos. Um deles está hospitalizado. Felizmente, não há vítimas fatais.

Postado por Moacir Pereira, Florianópolis

Operação Aérea

30 de novembro de 2008 1

No Aeroporto de Navegantes está montada a maior operação aérea de atendimento às vítimas de calamidades já realizada no Brasil, segundo as autoridades. São 19 aeronaves e centenas de pilotos, co-pilotos e técnicos no apoio em terra.

A distribuição dos helicópteros que integram a missão é a seguinte:

Marinha do Brasil — 2
Polícia Rodoviária Federal — 4
Ibama — 1
Polícia Militar de Santa Catarina — 2 (e um avião)
Polícia Civil de Santa Catarina — 1
Brigada Militar do Rio Grande do Sul — 1
Casa Militar do Governo do Paraná — 1
Polícia Militar de São Paulo — 2
Polícia Civil de São Paulo — 1
Polícia Militar de Minas Gerais — 1
Corpo de Bombeiros de Minas Gerais — 1
Polícia Militar do Rio de Janeiro — 1

Postado por Moacir Pereira, Florianópolis

Solidariedade

30 de novembro de 2008 6

Governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) está viajando neste momento para São Paulo. Vai participar do Show da Solidariedade, organizado pelo governo paulista, visando arrecadar fundos e donativos para as vítimas das enchentes em Santa Catarina. Segue acompanhado dos prefeitos de Florianópolis, Dário Berger (PMDB), de Blumenau, João Paulo Kleinubing (DEM), de Itajái, Volnei Morastoni (PT), de Gaspar, Adilson Schmidt (DEM), e de Ilhota, Ademar Felisky (PMDB). O de Luís Alves, detido pelas atividades urgentes, não viaja. O governador paulista José Serra (PSDB) tem sido incansável no apoio aos municípios mais atingidos pelas enchentes.

Postado por Moacir Pereira, Florianópolis

A Imprensa e a catástrofe

30 de novembro de 2008 Comentários desativados

A imprensa brasileira tem demonstrado profissionalismo e sensibilidade com a catástrofe que se abateu sobre Santa Catarina. As reportagens exibidas na TV ajudam a elevar a solidariedade para atendimento das vítimas. Depois do trabalho de Jornal Nacional, com Willian Bonner vindo para a cobertura em Santa Catarina, o Fantástico também mostrará reportagens especiais.

A mídia impressa não ficou devendo. Jornais nacionais deram destaque. E as três revistas semanais de informação de maior prestígio e circulação dão às enchentes de Santa Catarina como principal matéria e destaque de capa.

A tragédia em Santa Catarina: a primeira vítima — estampa a Veja.
É possível evitar tragédias como esta? — indaga Época.
Tragédia no sul: “perdi familia, casa e emprego” — enfatiza IstoÉ.

Postado por Moacir Pereira

A tragédia e a família

30 de novembro de 2008 3

Reproduzo, a pedido, o comentário na edição da versão impressa do DC:

Premiado no Festival de Cinema de Roma, o filme Na Natureza Selvagem (Into the Wild) narra uma história verídica, ocorrida em 1992 com o recém-formado Chris McCandless. Inconformado com as brigas dos pais, decidiu partir para uma aventura solitária no Alaska.

Dirigido por Sean Penn, o drama tem uma fotografia exuberante. McCandless morre aos poucos, após ingerir, por equívoco, uma planta venenosa. Seu diário relata, então, o grande sonho de retornar ao convívio familiar. Sentencia: “A felicidade só existe quando é compartilhada”.

A trágica façanha do jovem americano e os pensamentos que deixou para a história dizem muito para estes dias de sofrimento vividos pela população de Santa Catarina. Sobretudo, do que as famílias e os amigos podem fazer neste momento para minorar a dor dos flagelados.

Esta inundação é diferente das anteriores. Muito mais devastadora. As enchentes tradicionais invadiam os lares, mas, quando as águas baixavam, começava a limpeza.Aos poucos, os móveis, eletrodomésticos e bens materiais perdidos, iam sendo renovados. A calamidade atual também destruiu aquilo que foi adquirido com muito trabalho, suor e lágrimas de milhares de trabalhadores, especialmente em Itajaí. 

É impossível avaliar a dimensão do infortúnio das milhares de famílias que perderam tudo, incluindo casas e até os terrenos, em Blumenau e vários municípios. As emissoras de televisão exibem todos os dias depoimentos comoventes dos que perderam parentes e amigos, do que ficaram só com a roupa do corpo e, desesperados, não sabem por onde começar.

É a estes desabrigados que devem ser voltadas todas as atenções das autoridades, das instituições e da cidadania. Salvação de vidas em primeiro lugar, assistência alimentícia e à saúde num segundo momento. E, ao mesmo tempo, uma palavra de conforto e, em especial, uma luz que lhes mostre o caminho da reconstrução.

A casa, definitivamente, o bem material mais precioso a preservar, com a saúde, a união da família e o convívio com os amigos. E ali que todos preservam a memória.No álbum de fotografias, nas obras de arte nas paredes, nos bens que deram conforto para esposa e filhos, nas peças raras herdadas dos antepassados, dos livros preciosos guardados nas prateleiras, no presente recebido da esposa ou do marido numa celebração, nos discos com seus cantores e orquestras preferidos, nos souvenirs das enriquecedoras viagens, nos diplomas que comprovam desempenhos profissionais e intelectuais. Enfim, numa sucessão de preciosidades pessoais e familiares que, de repente, e desaparecem, arrancadas pela violência das águas e soterradas pela força da lama.

Prefeituras têm a promessa das autoridades de verbas para a recuperação dos municípios. Órgãos públicos afetados contarão também com os necessários recursos. Mas — esta é a grande questão que fica para ser resolvida nesta calamidade — e como se dará a reconstrução das famílias? Quem vai assegurar-lhes um novo terreno? Em que área? E o dinheiro para construção de uma nova casa? Ou para repor, mínimamente, o que foi tragado pelas cheias?

Os 27.470 desabrigados deste infortúnio que a todos comove, não tem o que comer, nem o que vestir. Não tem onde abrigar seus filhos. E, tragédia maior, perderam seus lares e até seus endereços. Como jovem McCandless, o sonho de todos eles agora é voltar para casa.

Postado por Moacir Pereira, Florianópolis

A Carta do Papa

29 de novembro de 2008 8

É a seguinte a carta do Papa Bento XVI, recebida pelo arcebispo Dom Murilo Krieger:  

Vaticano, 27/11.2008

 

 

“Sua Excia. Revma.

D. Murilo S. R. Krieger, SCJ

DD. Arcebispo de Florianópolis

BRASIL

 

            O Santo Padre, ao tomar conhecimento, com profundo pesar, das trágicas e lutuosas conseqüências das chuvas torrenciais destes últimos dias que atingiram o Estado de Santa Catarina, deseja afirmar-se espiritualmente presente nesta hora de dor com as famílias das vítimas e com os milhares de desalojados e desabrigados desta enorme tragédia ambiental.

            Nesta ocasião, ao sufragar os falecidos, Sua Santidade implora de Deus misericordioso a assistência e a consolação para todos os sinistrados e quantos sofrem física e moralmente com propiciadora Bênção Apostólica, extensiva ao povo catarinense e aos que se engajaram nas campanhas de solidariedade.

 

Cardeal Tarcísio Bertone

Secretário de Estado de Sua Santidade”

Postado por Moacir Pereira, Florianópolis

Hospital

29 de novembro de 2008 Comentários desativados

       Aviões Hércules da FAB estarão transportando hoje ao aeroporto de Navegantes partes da estrutura do Hospital de Campanha, que será instalado na BR-101, no trevo Itajaí-Ilhota, para atender a população dos municípios mais atingidos pelas chuvas. A primeira parte, trazida ontem, pesava cerca de dez toneladas. O espaço médico é composto por quase 40 profissionais de Saúde, entre enfermeiros, auxiliares de enfermagem, um cirurgião buco-maxilar e médicos com  especialização em clínica-geral, cirurgia-geral, ortopedia, ginecologia, anestesista e pediatria.

Postado por Moacir Peeira

Profissionais

29 de novembro de 2008 Comentários desativados

     Integrantes da “Companhia Indestrutíveis”. integrada por empresários, profissionais liberais e amantes de caminhões, jipes e carros antigos das Forças Armadas, estão desde terça-feira na região de Luiz Alves.  Ali realizam um trabalho extraordinário e diferente de resgate e apoio às populações atingidas.  São carros de combate e motos especiais que fazem o primeiro acesso às áreas inacessíveis.  Completam as ações dos helicópteros.

     Executam tarefas determinadas por um grupo especial de combatentes vindo de São Paulo. São 50 colaboradores, todos com larga experiência nacional e até internacional em atendimento durante calamidades. 

    Entre os líderes da “Companhia Indestrutíveis”, o advogado Jefferson Kravchichin, ex-presidente da OAB-SC, o empresário José Fernando Faraco, ex-presidente da Fiesc, e o advogado Valmir Pinheiro.

Postado por Moacir Pereira

Agilidade?

28 de novembro de 2008 2

    O presidente Lula garantiu os recursos para a Defesa Civil, as Prefeituras e a recuperação do Porto de Itajái.  A questão que está todo mundo levantando diz respeito à burocarcia e à falta de agilidade na transferência dos recursos.

    A última experiência catarinense foi terrível: prefeituras e produtores atingidos pela estiagem de janeiro receberam os auxilios federais há 20 dias.

    “Apenas” 11 meses de prazo.

Postado por Moacir Pereira