Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Policiais presos

30 de abril de 2009 1

Mais cinco policiais militares — dois sargentos, um cabo e dois soldados — foram presos hoje, a pedido do Ministério Público Estadual por envolvimento em jogo de azar. As prisões decorrem da “Operação Arrastão”, desencadeada pelo Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) do MP-SC e pela Polícia Federal.

Nota da Procuradoria da Justiça informa: O promotor de Justiça que atua perante o juízo da Auditoria Militar, Sidney Eloy Dalabrida, ofereceu denúncia ao juiz de Direito da Justiça Militar do Estado de Santa Catarina contra um major, cinco sargentos, dois cabos e nove soldados pelos crimes de peculato, corrupção qualificada, concussão e violação de sigilo — incluídos os cinco presos nesta quinta-feira.

Doze dos policiais militares denunciados haviam sido presos em 25 de março, quando foi deflagrada a “Operação Arrastão”. A “Operação Arrastão” resultou na denúncia de um total de 33 pessoas — 17 policias militares, cinco policias civis e outras 11 pessoas — por envolvimento em jogo de azar nos municípios de Brusque, Tijucas, Itapema, Canelinha e São João Batista.

Dez dos 12 policiais militares foram denunciados tanto por crime militar quanto por crime comum. As denúncias apresentadas pelo MP-SC já foram aceitas tanto pela Justiça Criminal quanto pela Justiça Militar.”

Postado por Moacir Pereira

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Carlos Alberto Bertoldo dos Santos diz: 1 de maio de 2009

    A comemoração dos 174 anos da Policia Militar de SC está sendo manchada pelo pedido do Ministério Público de prisão deste Grupo de policiais quando da operação ARRASTÃO. Deve ser questionada o criterio de avaliação deste quando da integração para a corporação.
    Cordialmente,
    Carlos A.Santos