Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ferrovia

29 de setembro de 2009 3

Do jornalista Paulo Brito, sobre o projeto da Ferrovia Leste-Oeste, cujo projeto executivo será objeto de concorrência pública em outubro:

“Se não fizerem estacionamento e espaço para que caminhões subirem e descerem dos trens não vai adiantar nada. É como este metrô de superfície de Florianópolis. Se fizerem como os terminais de ônibus, sem que exista estacionamento para os automóveis ninguém vai andar de metrô. A não ser o pessoal que anda de latão (ônibus). Tem que haver estacionamento e área de manobras caso contrário não servirá para nem a ferrovia e nem o metro

Abraços. Brito”.

Inteira razão ao companheiro. Até os filmes americanos mostram à exaustão esta conexão entre os terminais das linhas férreas – com amplos estacionamentos onde os proprietários deixam os veículos para tomar o trem – e o sistema de transporte coletivo.

Postado por Moacir Pereira

Comentários

comments

Comentários (3)

  • Velci Nunes diz: 30 de setembro de 2009

    Cruz credo,”tem diploma”? Não entendí: se não fizerem estacionamento e espaço para que caminhões subirem e descerem (sic) dos trens não vai adiantar nada”…os caminhões não virão mais pela estrada, virão de trem? E as ambulâncias também?

  • amilton alexandre diz: 30 de setembro de 2009

    Comentário do Paulo Brito , não vale nada. Depois que elogiou o carater do Prisco Paraiso das letras, não deve-se levá-lo a sério.

    Latão o povo não usa. Usa ônibus caro.

  • Valtinho diz: 29 de setembro de 2009

    Sr. Paulo Brito,Os terminais de Onibus do sistema integrado de Florianópolis tem estacionamento como é o caso dos terminais de Sto Antõnio, Lagoa e Canasvieiras e tbém estão munidos de área para bicicletários e edificação para ser instalados salas de atendimento aos municipes como:pro-cidadão,celesc, casan, etc, mais o prefeito nao autorizou o funcionamento até hoje. Deu outros fins a estas instalações.