Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Movimento

31 de dezembro de 2009 11

O movimento de turistas em Florianópolis neste fim de ano realmente supera todas as expectativas. E traz antigos problemas, como a falta d `água nas praias do Norte da Ilha.

Cenas inusitadas registraram-se esta semana e nas últimas horas. Filas imensas e trânsito travado são indicativos mais visíveis desta nova invasão.

Na quarta-feira, por volta das 23h, o Restaurante Antônio`s, na Cachoeira do Bom Jesus, tinha fila na rua dando volta. No Boka`s, outra opção de visitantes, situação igual. No Supermercado Angeloni, também nas últimas horas da antevéspera do Novo Ano, outra loucura. Faltou até carrinho na entrada. Era um abelheiro. Os empregados desdobravam-se no atendimento. “O movimento é dez vezes maior do que o esperado”, explicavam.

Filas nos postos de gasolina repetiram-se em vários pontos.

As festas do pré-réveillon bombaram esta semana. Uma das novas casas no Jurerê registrou 15 mil pessoas na madrugada de quarta.

Os hotéis estão totalmente lotados. Os réveillons em restaurantes e casas de diversões nunca venderam tantos convites.

As praias do Norte e do Sul, e também do Leste, nunca receberam tantos visitantes. Está tudo tomado.

A nota lamentável, a revelar total falta de sintonia entre as autoridades e o poder público, volta a se registrar na área de infraestrutura e absolutamente essencial: a falta d`água.

Verão com altas temperaturas, governo investe milhões de reais em promoção para atrair nacionais e estrangeiros. Eles acolhem o convite. Chegam aqui, não tem água.

É, realmente, o cúmulo da incompetência.

Postado por Moacir Pereira

Comentários

comments

Comentários (11)

  • sidnei diz: 31 de dezembro de 2009

    Agua e esgoto não podem ser batizados com nomes de políticos e não aparecem, então só se faz o básico.

  • Jairo diz: 31 de dezembro de 2009

    Moacir

    Incopetência alheia é facil identificar.
    Difícil é reconhecer a nossa própria, que desvia para a análise da inteligência. Como podemos imaginar, ser posível, caber todo o mundo, num canto de uma ilha, sem que falte água, luz, rodovias, e até espaço na areia? Imagine mesa de restaurante, cerveja gelada e todos os etcéteras mais.
    O Sol, é o único que tem capacidade de iluminar e queimar a todos, mas o resto, é questão de limite. Para tudo tem um limite, inclusive para queixas.
    ,

  • Anilzo diz: 31 de dezembro de 2009

    E a SDR aí da região? Só para a de Criciúma foram 634 milhões!! Se a Casan não tem recursos para investir, recorram a SDR, pois lá o dinheiro está sobrando! A menos que que seja pura balela, propaganda enganosa!

  • carlos diz: 31 de dezembro de 2009

    eses politicos na conversa deixan qualquer ator de qualidade no chinelo .

  • Alexandre diz: 31 de dezembro de 2009

    É só anunciar que no ano que vem o número de turistas será limitado, cobrar 3 vezes mais de cada um e teremos metade dos turistas. A Ilha vira mônaco.

  • Oscar Henrique Cardoso diz: 31 de dezembro de 2009

    Moacir Pereira, comentar o quê. Comentar o desleixo do poder público com infraestrutura e também tratamento de esgotos. Vão matar a galinha dos ovos de ouro. Logo logo as praias estarão todas poluídas e ai Florianópolis vai ver o bonde da história passar, assim como viu o bonde da Copa do Mundo passar para Porto Alegre e Curitiba.

  • Catarina Desterrense diz: 31 de dezembro de 2009

    Não é só o cúmulo da incompetênca… é o cúmulo também da inoperância, da má fé, da propaganda enganosa, da roubalheira, do importa-me lá, da ignorância, da jequice… desculpem baixar o nível: estamos é “cagados de arara”. Precisamos de uma reza bem forte para exorcizar esta quadrilha que se adonou da ilha e dos cofres públicos: Vade retro Satana! Numquam suad mihi vana… (oração latina de exorcismo)

  • epaminondas diz: 31 de dezembro de 2009

    O que tá faltando para o presidente da casan ser demitido por sua gigantesca incopetência?

  • valerio diz: 31 de dezembro de 2009

    eles gastan 3 mil numa arvore de natal que nao tem nada aver com o turista ,enquantonao foi feito nada para o transitos nem estudar um projetos de infra estrutura este prefeitos e oposicoes ,pare e fazer campanha para trazer turista isso e um crime levar turista para florionopolis sofree ,obrigado pela reportagem

  • NEY ARAUJO SANTOS diz: 31 de dezembro de 2009

    O COMENTARISTA TEM QUE SER CRITICO, MAIS TAMBEM JUSTO, HOUVERAM GRANDES INVESTIMENTOS EM AGUA EM SANTA CATARINA, QUE NÃO É SÓ FLORIANOPOLIS, QUE NÃO TEM SÓ O NORTE DA ILHA, SÓ QUE A PROPAGANDA DE FLORIANÓPOLIS É SÓ AONDE SE CONSENTRA OS EMPREENDIMENTOS DOS FIGURÕES, É UMA ILHA TEM AS SUAS LIMITAÇÕES, QUANTAS NASCENTES FORAM A TERRADAS COM AS GRANDES CONSTRUÇÕES NO NORTTE DA ILHA, E A MOEDA VERDE AONDE FICA NISSO, JÁ ESQUECERAM É LOGICO.

  • valter ferreira diz: 31 de dezembro de 2009

    Caro Moacir, no dia 23/12/09 o DC publicava que com a indefinição das festas de final de ano em Florianópolis a Capital poderia ter perdas significativas no turismo. Para o show do tenor Andreas Bocelli deveriam comparecer 500 mil pessoas. Tudo por conta das festas natalinas que a prefeitura iria realizar. As informações vindas da Prefeitura eram as piores possíveis. Então, como foi que este mar de turistas apareceu por aqui?