Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

O protesto de Tebaldi

28 de fevereiro de 2010 4

O ex-prefeito Marco Tebaldi, também presidente interino do PSDB catarinense, emitiu nota de protesto contra ato do prefeito de Joinville, Carlito Merss, do PT, que aplica censura nas manifestações públicas. Leia a íntegra:

O governo do PT de Joinville está se superando na incomPTência e agora na tentativa de calar a população. Em 7 de setembro, o prefeito do PT cancelou o desfile com a desculpa da “gripe suína” e agora criou regulamento para o desfile de 9 de março quando Joinville comemora os 159 anos. Para não ter que ouvir cobranças da população, proibe manifestações em frente ao palanque, bem como não quer que a população segure cartazes. Um governo que acabou antes de começar, marcado pela inoperência, maquiagem, inauguração de obras praticamente prontas e covardia pelo medo de enfrentar o povo cara a cara.

Postado por Moacir Pereira

Comentários

comments

Comentários (4)

  • Fernando diz: 1 de março de 2010

    Dois partidinhos mezerentos q quero q se exploda em nosso pelito estadual 2010, PT e PMDB, o PT mesmo nunca mais me enrola, eita partido falcatrua.

  • Julio Cezar Sampaio Teixeira diz: 28 de fevereiro de 2010

    Sendo verdadeira a afirmativa de Marco Tebaldi quanto ao regulamento das festividades dos 159 anos da Manchester Catarinense, o PrefeiTo Carlito Mers certamente baseou-se no PNDH-3. É o Paulo Vannuchi da Secretaria Especial de Direitos Humanos do Governo Federal fazendo escola em Santa Catarina. Como já colocaram um ex-terrorista para redigir o PNDH-3 não é improvável que breve seja indicado um pedófilo para revisar o Estatuto da Criança e do Adolescente. Censura não. Liberdade de idéias sim.

  • Frederico Brum diz: 28 de fevereiro de 2010

    Moacir!

    O prefeito Carlito deve entender que ainda estamos em um Democracia e por isso nada nos impede de nos manisfestar. É interessante que esse mesmo Carlitos juntamente com a “Tropa de Choque” do PT adoravam fazer um protesto nessas mesmas datas festivas. Será que quando se está no poder se muda o discurso, a ideologia e a maneira de pensar. A população com certeza, se está descontente com alguma coisa, tem mais é que ir para as ruas e colocar a “boca no tromboni”.

  • Carlos Guilherme R. Santos diz: 28 de fevereiro de 2010

    Quando o telhado de vidro era dos outros o ParTido do prefeito podia se manifestar agora que o telhado de vidro é deles, o prefeito proibe manifestações e cria regras para o público assistir ao desfile. Quem te conhece não te compra nuca mais.