Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Hospitais privados e filantrópicos garantem saúde em SC

31 de julho de 2010 Comentários desativados

O diagnóstico da Federação e Associação dos Hospitais revela que os hospitais privados e filantrópicos são responsáveis por 77% dos leitos existentes em Santa Catarina. E seus 7.891 leitos para pacientes do SUS representam 67% do total de unidades do sistema hospitalar catarinense. Em relação aos leitos de UTI, os comunitários e privados respondem por 77% do total com544, contra apenas 129 dos hospitais estaduais, 16 federais e 16 municipais.

De um total de 222 hospitais, 182 são privados/filantrópicos, 25 municipais, 14 estaduais e 1 federal.

O número global de funcionários é de 33.900, dos quais 20.585 dos privados/filantrópicos, 5.951 estaduais, 1.787 municipais e 1367 federais.

Se é fato que a situação dos hospitais é grave, verdade também que o diagnóstico poderá ficar ainda pior se medidas não forem tomadas pelo SUS, governo estadual e prefeituras. Os valores pagos pelo SUS aos médicos e hospitais, por exemplo, são considerados “aviltantes” no estudo das duas instituições. A baixa remuneração leva a resultados negativos, com perda de capacidade de investimento e sucateamento.

Sabendo-se que os equipamentos digitais oferecem diagnósticos médicos mais precisos, mas são cada vez mais caros e exigem renovação tecnológica mais freqüente, é fácil prever o futuro.

Ou as autoridades se sensibilizam, parlamentares e políticos agem, a partir do conhecimento mínimo dessa grave realidade, ou este sistema hospitalar misto, único no Brasil, vai se deteriorar ainda mais. Com resultados catastróficos para todos.

Comentários

comments

Não é possível comentar.