Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 1 agosto 2010

O acidente com deputado Aguiar

01 de agosto de 2010 Comentários desativados

A Assessoria de Imprensa do Líder do PMDB na Assembleia acaba de divulga a seguinte nota:

O deputado Antônio Aguiar, líder da bancada do PMDB na Assembléia Legislativa, está internado no Hospital Santa Cruz, em Canoinhas, em conseqüência de acidente ocorrido nna rodovia SC-460, acesso a Irineópolis, por volta de 10h30m da manhã deste domingo (1º/8), uma colisão frontal entre e o automóvel Peugeot 206 placas AKJ 5285, de Malllet/PR, e a camioneta Mitsubishi Pajero placas MIQ 0001, de Canoinhas, que transportava o parlamentar.

O motorista do Peugeot, Rodrigo G. dos Santos, 22 anos, e Elza Murara, 27 anos, faleceram no local. Um terceiro ocupante deste veículo foi removido para o Hospital São Braz, em Porto União. A pista molhada devido à chuva no início da manhã e acumulo de barro teriam provocado uma manobra inesperada do Peugeot, que resultou no acidente.

Aguiar ia participar de uma missa na Igreja Bom Jesus, em Irineópolis. Ele sofreu luxação na bacia e passou por cirurgia, não correndo risco. Seu motorista Elzio José do Prado e outro acompanhante que não teve o nome revelado também foram atendidos no mesmo hospital, com ferimentos considerados leves. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Canoinhas procedeu atendimento às vítimas e iniciou a perícia no local do acidente. O laudo deverá ser divulgado durante a semana.

As apreensões do grupo de Serra em SC

01 de agosto de 2010 3

A assessoria do candidato José Serra (PSDB) tem duas grandes preocupações neste momento em relação a eleição presidencial em Santa Catarina. A primeira, marcada pelo distanciamento do governador Leonel Pavan das candidaturas ao governo e Senado, que poderia fragilizar Serra. A segunda, a posição da candidata Angela Amin. A neutralidade está sendo respeitada, mas há receio de que a progressista opte por Dilma Rousseff.

Acidente com Aguiar mata dois e fere três

01 de agosto de 2010 2

Atualizado às 14h

Um acidente na rodovia SC-460 na manhã deste domingo feriu o deputado Antônio Aguiar (PMDB). Ele estava uma Mitsubishi Pajero, que bateu de frente às 10h30min em um Peugeot 206, com placas do Paraná, no km 4, próximo ao trevo de Irineópolis, no Planalto Norte catarinense.

Eram três os ocupantes da caminhonete do deputado Antônio Aguiar. Além do parlamentar e seu motorista Élcio, estava a bordo também uma terceira pessoa de nome Joélcio. Os três feridos foram levados para o Hospital Santa Cruz, de Canoinhas.

Aguiar está internado com avaliação dos médicos se ele precisa de intervenção cirúrgica na bacia. O motorista está com o pescoço imobilizado, também sob observação.

No Peugeot estavam três pessoas, segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv). O motorista Rodrigo Gonçalves dos Santos, 22 anos, e a passageira Élza Murara, 27 anos, morreram no local. Uma terceira vítima foi levada ao Hospital São Braz, em Porto União.

Os candidatos à presidência da Fiesc

01 de agosto de 2010 Comentários desativados

Glauco e Donini têm perfis semelhantes enquanto exemplares cidadãos,  profissionais atentos ao que ocorre na economia e incontestáveis lideranças,  sensíveis à atuação produtiva do sistema Fiesc  e na decisiva atuação do Sesi, na assistência social, e do Senai, na formação da mão de obra.

Glauco José Corte fundou a Inplac há 30 anos. Atuou como diretor da Eletrosul e como diretor financeiro da Companhia Siderúrgica Nacional. Durante décadas, dirigiu o grupo Portobello.  Integra hoje seu Conselho de Administração. Tem especialização em finanças e gestão no exterior. Durante 20 anos assinou comentário sobre economia catarinense no jornal O Estado. Tem expressiva presença comunitária.

Vicente Donini projetou-se como sócio, acionista e diretor do grupo WEG, de Jaraguá do Sul, durante 29 anos. Fundou e preside o Conselho de Administração do grupo Marisol. Exerceu vários cargos em sindicatos industriais e na Associação Empresarial de Jaraguá. No currículo enviado aos empresários, lista várias condecorações recebidas.  Destaca-se, também, pela ação comunitária.

Glauco remeteu carta aos industriais pedindo sugestões para seu Plano de Gestão. Pretende lançar documento  até outubro, dentro de sua proposta de compartilhamento empresarial nas decisões da Fiesc.

Donini enviou  projeto com sete propostas, explicitadas em duas páginas. Defende redução do mandato da diretoria para dois anos ou um só mandato de quatro.  Quer “isenção político-partidária”  e “vedação de remuneração”.  E anuncia um “plano de gestão”.

Glauco alega que a CNI tem quatro anos de mandato, mais uma reeleição.  Acha dois anos pouco tempo para planejar ações do sistema. Deseja maior participação dos principais industriais na condução do Sistema, a instituição de um Fórum das Câmaras e Sesi e Senai ainda mais integrados setor produtivo. Donini e Glauco pensam igual sobre a inovação tecnológica para dar mais competitividade aos produtos catarinenses.

A eleição será em maio de 2011. Entre os industriais há hoje uma grande aspiração. Busca da unidade em torno de chapa única.

Debate em Concórdia

01 de agosto de 2010 Comentários desativados

Os candidatos Angela Amin, Ideli Salvatti, Raimundo Colombo e Valmir Martins participam neste momento do debate promovido pela Rádio Rural de Concórdia. Está sendo retransmitido por 30 emissoras de todo o Estado.

A sucessão na Fiesc

01 de agosto de 2010 Comentários desativados

Está deflagrado o processo sucessório na Fiesc. Depois do empresário Vicente Domini anunciar sua candidatura à presidência em carta aos líderes sindicais, seguido de idêntica manifestação do empresário Glauco José Corte, esta semana o próprio presidente Alcântaro Correa tratou, pela primeira vez, da eleição do sucessor.

No lançamento do Prêmio Fiesc de Jornalismo, presentes empresários e jornalistas, Alcântaro Correa proclamou: “Daqui a um ano estarei saindo da presidência. Espero que o Glauco seja meu sucessor. Ele representa a união da classe empresarial. Tem excepcionais qualidades para dirigir a Fiesc. Conhece como poucos todo o sistema. Estou ao lado dele, apoiando sua candidatura. Glauco tem trânsito em todas as áreas”.

Glauco é o atual vice-presidente da Federação. Há mais de 12 anos é o responsável pela análise sobre o desempenho da economia nas reuniões mensais dos Conselhos e da Diretoria da Fiesc. Há décadas tem sido o porta-voz do setor industrial nas entrevistas à imprensa. Donini atuou em várias Diretorias, quase sempre como vice-presidente. Integrou a atual gestão como vice. Há um ano pediu demissão, por discordar de medidas adotadas pelo presidente Alcântaro Correa, entre elas mudança na direção do Sesi e remuneração de dirigentes.