Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Pavan e o 2o. turno

30 de setembro de 2010 6

             Leonel Pavan vai ficar na moita, em posição da mais absoluta neutralidade, distante do jogo eleitoral, até o final do primeiro turno.   Se der primeiro turno na eleição de governador, Pavan fica desasado na tríplice.  Terminado o mandato,  enfrentará os aliados lá em sua base, Balneário Camboriú, onde o combativo prefeito Edison Piriquito, do PMDB, quer seu couro.

         Dando segundo turno para presidente e para governador, há sinais de que vá se posicionar. Como  Dilma fechará com Ângela ou Dilma, Pavan ficará com Serra. E  fará composição com Colombo. Terá cacife para valorizar seu jogo.  Mas dando Dilma no primeiro turno e segundo turno ao governo catarinense ninguém tem dúvidas no Centro Administrativo de que Pavan ficará com Ângela Amin. Na expectativa de sair fortalecido no apoio a ex-prefeita progressista e tentar a vitória para formar o novo governo.

         Há, contudo, alguns dilemas. O maior de todos: se for para o segundo turno, Angela precisará dos votos maciços do PT, que detesta o PSDB.

Comentários

comments

Comentários (6)

  • Gualberto Cesar diz: 30 de setembro de 2010

    Pavan tem razão – “passarinho na muda não pia”.
    Ele tem cacife para ser o que quizer; nas proximas eleições municipais; e em 2014; deputado federal dos mais bem votados.
    Inclusive prefeito de Balneário de Camboriu – se assim o desejar.

  • Pedro diz: 30 de setembro de 2010

    Moacir, Você sabe, Você nào é bobo. Pavan sempre esteve junto dessa trupe que a 8 anos tomou o Estado de assalto. Ele não apareceu na campanha dessa trupe ou do Serra porque o impediram de aparecer. Você acredita que um cara desses, informante de corruptos, soma voto para alguém? Claro que não, pelo contrário rouba votos. Pavan está no (des)governo a mando de quem? Está no (des)governo a mando do LHS e dessa união de partidos de morcegos que querem acabar de sugar o sangue da barrosa. A Justiça deste Estado é podre e, como sempre o fez em processos contra essa administração do LHS, lavou as mãos no caso Arrows, mas o Catarinense de bem não esqueceu. Numa sociedade JUSTA esse homem estava era na prisão e não governando o Estado.

  • Luciano diz: 30 de setembro de 2010

    Moacir, diante da salada política ideológica, ou melhor “suruba” eleitoral (desculpe o termo chulo, mas me falta termo melhor) da situação destas eleições em Santa Catarina e no Brasil, não dá para estranhar nada. Aliás, só falta uma ver o ex senador Jorge Bornhausen abraçado ao Lula pedindo votos para a Dilma Rouseff. É estranho? Com certeza, mas é questão de tempo!
    Quanto ao Pavan, pela sua situação é o tipo de político que nenhum candidato em sã consciência quer por perto. Lembrei, tem uma forma dele agradar muito a candidata do PP, vá para o horário eleitoral e faça carreatas pedindo votos para o Colombo, o efeito será o contrário!

  • angela diz: 30 de setembro de 2010

    ACHO QUE PAVAN DEVE FICAR AO LADO DE ANGELA .
    ÊLE NÃO VAI DAR VOTOS À NINGUÉM. É PURA QUEIMAÇÃO DE FILME POSAR AO SEU LADO.
    LI HOJE QUE LULA ESTÁ APOIANDO ROSEANA SARNEI, QUE É DA TURMA DOS BORNHAUSEN .
    QUE FALTA DE COERÊNCIA NÃO??????? ROSEANA NÃO TEM PROBLEMA ,NÃO É ??????
    É A MESMA COISA . AQUI ,LULA LIGOU O COLOMBO AOS BORNHAUSEN ( NÃO TENHO NADA CONTRA BORNHAUSEN) PARA TENTAR DETONAR COLOMBO .
    COMO DÍZ O MANEZINHO “A LÍNGUA É O CHICOTE DA BUNDA ” .

  • Pedro diz: 30 de setembro de 2010

    Caro Colunista, alguma apreciação sobre o teor da pesquisa Datafolha agora divulgada sinalizando o segundo turno e embaralhando os nomes de quem lá estará disputando com o sr. Colombo?

  • ZULMAR diz: 30 de setembro de 2010

    DONA ANGELA, ACHO QUE OS MANÉZINHO GOSTÃO DE CHICOTADA MESMO.