Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Peluso e a "extinção do título""

30 de setembro de 2010 4

       O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso declarou que a decisão da maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal dispensando o título eleitoral para as eleições de domingo  “estará, na prática, decretando a extinção do título de eleitor”. Ele considera que existem, realmente, situações excepcionais que justificam a não apresentação do documento. Mas dizer que os dois documentos são exigidos, mas só um é necessário, corres.ponde à dispensa, na prática, do título.

Comentários

comments

Comentários (4)

  • Pedro diz: 30 de setembro de 2010

    Pena que o Ministro Peluso não conseguiu alcançar a amplitude do tema: sim, extingue-se o título eleitoral, por desnecessário. Vale o registro da pessoa, comprovado via relações distribuídas pela justiça eleitoral aos mesários que, por sua vez, farão a identificação do eleitor que se apresentar para votar pelo documento público que contenha fotografia do mesmo. O título eleitoral fica com a função de comprovar o registro da pessoa junto à justiça eleitoral e até que tal necessidade seja substituída pelas novas carteiras de identificação que entrarão em vigor a partir de dezembro do corrente ano. Em vez de ficar triste, devia ter ficado alegre pelo desfecho. No mais, diga-se que a inconstitucionalidade foi assim considerada por ampla maioria no STF: 8×2, sabemos todos, configura goleada das maiores. Coisa para o Santos de Pelé.

  • Gualberto Cesar diz: 1 de outubro de 2010

    Realmente.

  • ELPIDIO NEVES diz: 1 de outubro de 2010

    O TITULO NÃO ESTÁ EXTINTO. O QUE ESTÁ EXTINTO PARA ESTA ELEIÇÃO É A NECESSIDADE DE MOSTRÁ-LO AO MESÁRIO, SÓ ISTO, NADA MAIS…

  • angela diz: 1 de outubro de 2010

    ENTÃO QUE ÊSSES APRESENTASSEM A DEVIDA DESCULPA .
    NO CASO O PESSOAL DAS ENCHENTES . QUEM SIMPLESMENTE PERDEU ,NÃO SERIA DESCULPA ,SERIA JUSTIFICATIVA E NÃO VOTARIA .