Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Medalha para pedagoga de Criciúma

16 de novembro de 2010 3

       A pedagoga Maria Lucia dos Santos , de Criciúma, vai receber a Medalha de Mérito Funcional Alice Guilhon Gonzaga Petrelli, oferecida aos funcionários públicos estaduais que se destacaram em suas regionais no ano de 2010. Tem 33 anos de serviços prestados. A entrega do prêmio vai ser feita nesta quarta-feira, às 14 horas, no teatro Pedro Ivo Campos, no Centro Administrativo do Governo. Maria Lucia é funcionária do quadro administrativo da Gerência Regional de Educação (Gered) de Criciúma há 24 anos e foi escolhida após uma votação dos colegas funcionários da Secretaria Regional de Criciúma. Ela já completou o tempo mínimo para pedir sua aposentadoria, mas optou em continuar trabalhando pelo que classifica como “amor ao trabalho”. A pedagoga Maria Lucia dos Santos vai receber a Medalha de Mérito Funcional Alice Guilhon Gonzaga Petrelli, oferecida aos funcionários públicos estaduais que se destacaram em suas regionais no ano de 2010. Tem 33 anos de serviços prestados. A entrega do prêmio vai ser feita nesta quarta-feira, às 14 horas, no teatro Pedro Ivo Campos, no Centro Administrativo do Governo. Maria Lucia é funcionária do quadro administrativo da Gerência Regional de Educação (Gered) de Criciúma há 24 anos e foi escolhida após uma votação dos colegas funcionários da Secretaria Regional de Criciúma. Ela já completou o tempo mínimo para pedir sua aposentadoria, mas optou em continuar trabalhando pelo que classifica como “amor ao trabalho

Comentários

comments

Comentários (3)

  • Pedro diz: 17 de novembro de 2010

    Caro Colunista, cada vez fico mais assustado com o que tenho lido. Aqui, dois aspectos, o primeiro que o release por você recebido nem ao menos cita as atribuições e as funções desempenhadas pela sra. Maria Lúcia em tal Regional; segundo, que ela foi “eleita” pelas colegas da mesma Regional. Pois é, está recebendo o prêmio pela insistência em ficar na ativa? Ainda se a votação tivesse abrangido todo o quadro de professores e servidores das escolas no âmbito daquela Regional. Sem entrar no mérito do trabalho da referida Pedagoga, mas seria oportuno que o release fosse mais enfático, para que não nos assustemos como leitores.

  • angela silveira diz: 18 de novembro de 2010

    CERTAMENTE ELA VAI CONTINUAR NA ATIVA NÃO É POR GOSTO NÃO ,E SIM PELOS DESCONTOS QUE SOFRERÁ COM A APOSENTADORIA .
    VAI TER QUE TRABALHAR ATÉ O FIM DE SUA VIDA ,SE NÃO QUIZER O CORTE EM SEU SALÁRIO.
    COITADA!!!!!!!!!

  • Elina diz: 26 de novembro de 2010

    Infelizmente quem trabalha na área da educação no estado, recebe um salário muito insifignificante e dessa forma continua trabalhando mesmo depois de completar o tempo de aposentadoria. Diferente de outros funcionários da secretaria da administração, fazenda e outras. Precisamos de um outro olhar para educação.