Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de janeiro 2011

PT quer revogar lei de pensões a ex-depuados

31 de janeiro de 2011 3

O deputado estadual Dirceu Dresch foi escolhido o novo  líder do Partido dos Trabalhadores na Assembléia Legislativa.  É a segunda vez que o parlamentar assume o posto, já que liderou a bancada estadual em 2009.   Ele antecipou que a primeira ação da bancada petista será propor a revogação do artigo 31 da lei complementar 485, a qual possibilitou que servidores públicos estaduais que tenham exercido mandato de deputado estadual possam requerer aposentadoria no valor equiparado ao vencimento do cargo ocupado. “É obrigação do Legislativo esclarecer e corrigir essa aberração que foi aprovada. É algo que afronta o trabalhador e a sociedade catarinense.”

Elogiando os ditadores

31 de janeiro de 2011 4

          Do jornalista Sérgio Rubim, patrulhado por anônimos covardes e  radicais desinformados, por criticar a Escola de Samba União da Ilha da Magia,que faz apologia da ditadura de Fidel Castro em seu samba enredo do carnaval deste ano:  “Talvez falte a esse pessoal um pouquinho de orientação. Querem fazer algo realmente revolucionário? Algo progressista? Defendam o povo cubano na busca da liberdade e não seus ditadores.”  Com o relator.

          E atenção para os membros da comissão julgadora a ser constituída pela Secretaria de Turismo.   Botem gente independente para julgar, não correligionários do PT, do DEM, PP  ou do PMDB para analisar as escolas.     

         Vejam trecho do samba:  

 ”Momentos de luta estão na memória
Fidel e Che fizeram história
Me levam na busca por um ideal
Que vai embalar, nosso carnaval!
Guerreiros unidos na Revolução
Pelo bem de uma Nação”

Exército pára rodovia Caminho das Neves

31 de janeiro de 2011 2

          O 10° Batalhão de Engenharia de Construção (10°BEC) de Lages decidiu suspender as obras Caminhos da Neve, que liga duas belíssimas regiões serranas de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.  Atingido pela guilhotina do pacote do novo governo ficou sem recursos para continuar a obra que será a redenção econômica de São Joaquim e arredores e promoverá o desenvolvimento turístico da serra.  A Secretaria Regional de São Joaquim alega que o trabalho do Exército é muito lento. Já o Batalhão alega que o governo não pagava em dia.   Sua conclusão estava prevista para outubro deste ano.  O prazo foi para o espaço.

        A rodovia está orçada em mais de 32 milhões de reais.

SOS é que teria desistido da venda de Hospital

31 de janeiro de 2011 2

           A última informação sobre o Hospital da SOS Cárdio indica que não foi a Unimed que desistiu das negociações para compra do Hospital na SC-401.  A iniciativa teria partido do próprio grupo de 32 médicos que construiu aquela unidade hospitalar.   Recebeu apoio de dois grupos de investidores privados de Florianópolis que já atua na área médico-hospitalar.

Salário regional terá reajuste de 7%

31 de janeiro de 2011 1

Federações e sindicatos de trabalhadores e empresários chegaram a um acordo para a fixação do no salário mínimo regional, criado no ano passado pela Assembléia Legislativa.  Haverá um reajuste de 7%.  Projeto de lei será enviado pelo governador ao legislativo nos próximos dias.

       – O acordo é um marco nas relações de trabalho em Santa Catarina e
representa o esforço dos empresários e trabalhadores na busca da harmonia
no ambiente de trabalho – comemorou o presidente da Fiesc, Alcântaro Correa.

        –  É um dia histórico para os movimentos sindicais – festejou Ivo Castenheira, diretor do Dieese, falando pelos trabalhadores.

Definida nova mesa da Assembléia

31 de janeiro de 2011 Comentários desativados

            Deputados estaduais do PP estão reunidos neste momento para decidir quem vai ocupar a 2ª secretaria na nova Mesa Diretora a ser eleita nesta terça-feira.   Os acordos fechados desde o final do ano passado garantem a recondução do deputado Gelson Merísio, do DEM, por um período de dois anos.  O 1º. Vice será o deputado Moacir Sopelsa, do PMDB, e o 2º. Vice-presidente Nilson Gonçalves, do PSDB.  O deputado Jailson Lima da Silva, do PT, fica com a 1ª.secretaria e o PP com a 2ª.  A terceira está reservada a Antônio Aguiar, que deixou a liderança do PMDB,e a quarta a Ana Paula Lima, do PT.

Reforma do CIC compromete estrutura do Teatro

31 de janeiro de 2011 Comentários desativados

         Boa notícia na posse de Joceli de Souza na presidência da Fundação Catarinense de Cultura: a reforma do CIC agora será por módulos. Aliás, deveria ter sido assim desde o início.  As áreas da Escolinha de Arte deverão ser logo reabertas.

        E a má notícia: fundações feitas no prédio acabaram abalando parte da estrutura do Teatro Ademir Rosa, o principal do Centro Integrado de Cultura.  Não é para alarmar, mas há informação de que a cobertura possa estar comprometida.

Unimed desiste do SOS Cárdio

31 de janeiro de 2011 1

A Diretoria da Unimed decidiu concluir as negociações que vinha mantendo com o grupo médico e empresarial que construiu o Hospital SOS Cárdio, no início da SC-401, em Florianópolis.    Não tem mais interesse no Hospital mais moderno da área cardiológica de Santa Catarina.

        O vice-governador Eduardo Moreira revelou em recente participação no “Conversas Cruzadas”, da TV-Com, que o governo tinha interesse em comprar aquele imóvel.

A Procuradoria e as pensões

31 de janeiro de 2011 1

   Nota da Procuradoria da República, intitulada  “Pensão Vitalícia e MPF”, informa que a instituição questionou o benefício conferido aos ex-governadores já em 2005.  Confira:

       “ Muito tempo antes da pensão vitalícia aos governadores se tornar uma indignação nacional, o MPF em Santa Catarina já questionava o pagamento do subsídio mensal. Em 2005, por meio de Representação encaminhada ao procurador-Geral da República, em Brasília, o procurador da República Davy Lincoln Rocha buscou a impugnação do artigo 195 da constituição catarinense.  Segundo ele escreveu à época, “não pode prevalecer tamanha heresia jurídica, afrontando todas as classes trabalhadoras desse país que, em nenhuma oportunidade foram premiadas ao encaminharem à Previdência seus pedidos de aposentadoria por trabalharem 30, 35 anos em suas atividades.”   Em 2007, o PGR, Antônio Fernando Barros e Silva de Souza, com base na Representação do procurador Davy, ajuizou a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 3861 perante o Supremo Tribunal Federal. No site do STF  é possível acompanhar o andamento da respectiva ADI, além de visualizar todos os documentos e petições pertinentes ao caso.”

Bértoli defende volta dos servidores à origem

31 de janeiro de 2011 1

        Funcionário de carreira do Badesc e ex-diretor da instituição, Álvaro Danton Bértoli envia e-mail, intitulado “De volta à origem” cumprimentando o governador Raimundo Colombo pela decisão de convocar os servidores as suas origens. Leia:

       “Louvável e corajosa a atitude do Governador João Raimundo Colombo em determinar o retorno dos servidores públicos que estavam à disposição de outros órgãos às suas respectivas instituições de origem.

Esta prática de transferir servidores de um órgão para outro, via de regra visa beneficiar alguns poucos onerando os cofres públicos – por exemplo, só no Badesc, esta prática acentuada desde 2003, onerava cerca de um terço da sua folha de pagamento, com cerca de 15 servidores oriundos do Ciasc, Casan, UFSC e outros órgãos, a disposição do Badesc, recebendo comissões em torno de dois mil reais.

        Fazendo as contas, nos quase oito anos das gestões Renato Vianna e Dalírio Beber, cada um servidor a disposição recebendo dois mil reais de comissão por mês (cerca de 96 meses) , levou para casa cerca de 200 mil reais – fora o custo dos encargos sociais decorrentes. Sem falar que, neste caso, havia Concurso Público em aberto, “com salários muito menores”.

Ainda assim, será que os atuais empregados do Badesc não são capacitados para levar adiante as tarefas de sua responsabilidade?  A determinação do Governador irá promover uma economia substancial …

Mas a Diretoria do Badesc, que cumpriu a determinação do Governador, já está trazendo de volta os beneficiados com as comissões. Atente-se que a legislação é clara – as disposições “não” poderão acarretar acréscimo de remuneração.  Então, com a palavra, o Ministério Público e o Tribunal de Contas, para promover o retorno dos recursos ao erário público …E mais uma indagação o governador manda ou não?Suas ordens devem ser cumpridas ou cada subordinado faz o quer e bem entende?? 

      Votei em Raimundo Colombo e desejo a ele um bom governo mas o que vejo na instituição na qual lutei como funcionário,diretor,vice-presidente,presidente e membro do conselho de administração por 4 mandatos(16 anos) “eleito pelos funcionários” é, total descumprimento das boas ordens do governador e gestão contrária ao erário e a boa prática administrativa,o que se deve exigir de seus administradores. Cordialmente,

Alvaro Danton Bertoli.”