Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

A nova tabela salarial do magistério

02 de junho de 2011 79

Atendendo a telefonemas e e-mails de professores, o blog publica a tabela incluida pelo governo na proposta aos dirigentes do Sinte.


Comments

comments

Comentários (79)

  • Renata diz: 2 de junho de 2011

    Poderiam me esclarecer…

    A remuneração ficaria então: salário + vale alimentação + 15% de regência?

  • Simone Rengel diz: 2 de junho de 2011

    Estaria até razoável, não fosse a redução na gratificação e do prêmio educar. Sou 11A, o aumento é mínimo comparado ao que se receberia caso a tabela fosse cumprida na íntegra.

  • Gabriela Maria Lunelli Schlup diz: 2 de junho de 2011

    Vlw Moacir…
    Estariamos loucos sem vc para nos acalmar…
    Sabe qual a frase do pessoal aqui? “F5 no Moacir”
    hehehehe
    uma brincadeira nossa pq vivemos atualizando seu blog para saber as novidades
    está quase virando nosso papel de parede…

    mto mto mto obrigado

  • Marco A. Pereira diz: 2 de junho de 2011

    Parece que piorou paa os do nível 1 e 2. Nos outrosníveis melhorou, mas muito pouca coisa. Um doutor em fim de carreira se aposentar com R$2385 é triste. Bolsa para doutorado paga isso. Que horror!

  • Renato Nascimento diz: 2 de junho de 2011

    Essa proposta é pior que a MP …

  • Odete Maria Scapinello diz: 2 de junho de 2011

    Já é um começo para negociação, porém o Sinte não pode abrir mão de um direito adquirido há muito, a regência de 25% de 40%.
    Também precisa fixar um prazo para complementar a tabela e ter uma data base para os profissionais da educação.
    Para cada migalha precisamos nos mobilizar. Isso é muito desgastante para todos.

  • Moacir Pereira diz: 2 de junho de 2011

    É isso mesmo. Mais os triênios. Abraço do Moacir.

  • Adriano Silva diz: 2 de junho de 2011

    Mantendo a regencia de 40% e 25 %, no mínimo. Os professores das séries iniciais tem mais horas trabalhadas por semana, ou seja carga cheia. por isso as regencias são diferenciadas. N

  • Adriano Silva diz: 2 de junho de 2011

    Mantendo a regencia de 40% e 25 %, no mínimo. Os professores das séries iniciais tem mais horas trabalhadas por semana, ou seja carga cheia. por isso as regencias são diferenciadas. Não podemos abrir mão disso !

  • Lisandre Mara klitzke diz: 2 de junho de 2011

    Irei receber menos do que antes. Já que ele incorporou o Prêmio Educar e dimiminuiu a regência de 25% para 15%. Você entendeu, não há nada de bom, nem pra quem começa, nem pra quem termina. É pura enganação, faça os cálculos você mesmo.

    OBS.: Isso porque me enquadro no nivel 10 / E.

  • edivan diz: 2 de junho de 2011

    na proposta anterior eu iria receber mais haha

  • Odete Maria Scapinello diz: 2 de junho de 2011

    Moacir, fiz os cálculos e vou receber menos… Meu Deus!

  • Luiz Antonio Farias diz: 2 de junho de 2011

    Penso que não deveria diminuir a regência de classe, valeu Moacir, você sempre de um profissionalismo incalculável…..

  • Margaret diz: 2 de junho de 2011

    Caro Moacir, Muitíssimo obrigada. Você tem sido uma peça fundamental na divulgação das noticias referentes ao nosso movimento. . Que Deus lhe dê em bençãos o que você nos propicia neste momento.

    Pelos meus cálculos o achatamento da tabela de cargos e salários é ainda superior a 50%.

  • Renata diz: 2 de junho de 2011

    Para os ACT´s, a proposta ficou realmente muito pior que a MP – perco quase 400,00 reias já garantidos – juntamente com mais 30.000 professores (pelo que percebo e compreendi até agora). Alguém me corrija, p.f., se estiver enganada!

  • Evair Paulo Guarnieri diz: 2 de junho de 2011

    O valor final não muda quase nada, não podemos aceitar, esta longe de ser o minimo aceitavel.
    Depois de toda essa mobilização precisamos de uma proposta mais descente.

  • Juliano diz: 2 de junho de 2011

    Se vocês perceberem, na tabela anterior entre o nível 1A e o 12A tínhamos um aumento de 245%.
    Na proposta atual entre o nível 1A e o 12A o aumento é de 172%.
    Sendo assim estudar e se aperfeiçoar vai valorizar menos o nosso salário daqui pra frente.

    Muda também a regência de classe.
    Atualmente temos regência de 25% até 40%. Passaria a ser 15%.
    No fim das contas vai gastar de 14 milhões para 19 milhões… Se falando do magistério público estadual isto é muito pouco…
    No fim ele deu um jeito de fugir do gasto de pouco mais de 100 milhões que seria a aplicação da tabela que queremos.

    Pra ajudar a entender vejam como ficaria a minha folha de pagamento (32 AULAS DADAS E 1 TRIÊNIO):

    Até o momento:
    VENCIMENTO = 993,12
    TRIENIO 3 = 37,24
    GRAT REG CLASSE (25%) = 248,28
    AUX ALIMENTACAO = 126
    PREMIO EDUCAR = 200
    TOTAL = 1604,64

    Com a proposta do governo:
    VENCIMENTO = 1420
    TRIENIO 3 = 37,24
    GRAT REG CLASSE (15%) = 213
    AUX ALIMENTACAO = 126
    PREMIO EDUCAR = 0
    TOTAL = 1796,24

    ESSA PROPOSTA MASCARA A NÃO APLICAÇÃO DA LEI DO PISO!

  • Adriano Silva diz: 2 de junho de 2011

    As regencias não podem mudar 25 % E 40% , OS DA SÉRIES INICIAIS tem carga horária fechada por isso o % sempre foi diferenciado. Sem contar que o reajuste é mínimo não atendendo o que esta na lei.

  • valmire de aguiar diz: 2 de junho de 2011

    O senhor sabe se as aulas excendentes continuam? porque se não meu salario diminui 200 reais e nao tenho aumento nenhum

  • Grasiela diz: 2 de junho de 2011

    Sinceramente, eu preferia a MP, ao menos alguém seria REALMENTE beneficiado. Assim, não muda praticamente NADA.

  • Renata diz: 2 de junho de 2011

    Uma mensagem ao Sinte – e penso que estariam de acordo todos os meus colegas act´s:
    Aceitamos a proposta se o governo validar nosso último concurso de ingresso como “Concurso Público” (que não deixou de ser) e garantir nossa estabilidade!

    Abraços

  • Adriana Mezacasa diz: 2 de junho de 2011

    Olá Moacir, obrigado por nos fornecer esta informação. Já fiz as contas e com base nesta tabela meu salário teria um aumento de R$153,97 (cento e cinquênta e três reais e noventa e sete centavos). Temos que admitir que o governo foi muito esperto, pois nesta proposta ele aumenta os vencimentos na carreira, como desejamos, porém diminuiu a regência de classe (no meu caso de 25% para 15%), diminui a porcentagem sobre as aulas excedentes (de 5% para 2,5%) e exclui o Prêmio Educar (R$200,00). Ou seja, não altera significativamente nossos rendimentos e passa a falsa impressão que atendeu nossas exigências.
    É lamentável!

  • Raquel D Detzel diz: 2 de junho de 2011

    Não agradou pois retirou direitos adquiridos.

  • Margaret diz: 2 de junho de 2011

    Moacir, muito obrigada. pelo espaço e por nos manter informados.

    Só comentado o que a Simone escreve. Quero dizer que, na minha opinião, para nós o mais importante é o valor do piso. E pelos meus cálculos o piso continua achatado em torno de 55% em relação ao ajuste feito para o 1A (609,00 para 1.190,00).

  • Grasiela diz: 2 de junho de 2011

    valmire de aguiar as aulas excedentes passariam de 5% para 2,5% ,um absurdo!

  • valmire de aguiar diz: 2 de junho de 2011

    , seu trienio no segundo caso esta calculado errado, na verdade é 48,99, o que nao muda muita coisa claro, o que da 200 reais de aumento, será que temos aula execente? se tivermos pe mais 20% o que resultaria em mais 284

  • Regiane de Jesus Vieira diz: 2 de junho de 2011

    Não está nada razoável colega Simone. Ele aumentou pouquissímo o vencimento e diminui nas gratificações. Acredito que tudo o que já foi conquistado no decorrer da carreira do magistério como: regências, prêmio assiduidade, triênio..não deve ser alterado de maneira nenhuma, já são frutos das nossas lutas. Queremos o que é de direito nosso o piso na carreira do magistério. É lei e tem que ser cumprida, ponto final.

  • valtuir marco dal bosco diz: 2 de junho de 2011

    Essa nova proposta não altera quase nada.
    Tanta luta para conseguir isso, sabendo que a Lei permite um ganho maior.
    É muita hipocrisia deste governo.
    E o restante do Piso, quando vai ser pago?
    Não aceitaremos.
    E pelo que observei, a reação dos professores que postam nesse blog é totalmente contra esse despropósito.
    Abraço.
    E continuaremos na luta, e se for preciso, em greve.

  • Adriano Silva diz: 2 de junho de 2011

    Continua discriminando….uns ganharão mais de 600 reais e outros um pouco mais de 100 reais.

  • Marco A. Pereira diz: 2 de junho de 2011

    Que bom, estão todos atentos e percebendo que a proposta do Governo é PIOR QUE A MEDIDA PROVISÓRIA! Mas a grande jogada deles é novamente jogar uma migalha para parte dos professores e RACHAR A CATEGORIA PARA ESVAZIAR NOSSA FORÇA. Antes, os dos níveis mais baixos eram os beneficiados. Agora, passam de salário-base de R$1.187 para R$1.190!! E o Governo dá aos daponta final da tabela, aumento inferior a R$200.

    ATENÇÃO, PESSOAL, ESSA PROPOSTA É UM ENGODO, UMA ESMOLA. O GOVERNO CONTINUA APOSTANDO EM DIVIDIR A CLASSE E ASSIM NOS ENROLAR E ENFRAQUECER NOSSAS LEGÍTIMAS REIVINDICAÇÕES E NOSSA GREVE.

    NÃO PODEMOS ACEITAR ESSA PROPOSTA. DEVEMOS EXIGIR A APLICAÇAO DO PISO NA INTEGRALIDADE DA NOSSA TABELA SALARIAL DA CATEGORIA, CONSEGUIDA COM MUITA LUTA E SACRIFÍCIO.

    SE NÃO LUTARMOS AGORA, PERDEREMOS CONQUISTAS HISTÓRICAS. ALGUÉM QUER SE APOSENTAR, DEPOIS DE 35 NOS DE SALA DE AULA, ESTUDOS E APERFEIÇOAMENTO, COM OS VALORES QUE ESTÃO AÍ? É O NOSSO FUTURO E DE NOSSAS FAMÍLIAS QUE ESTÁ EM JOGO!

  • Renato Nascimento diz: 2 de junho de 2011

    Quando a proposta chegar aos 50 milhões aplicados no aumento eu sairei da greve …

  • Jusimara Melo de Souza diz: 2 de junho de 2011

    Parabéns Moacir, nem mesmo o blog do Sinte está tão atualizado, agora é esperar a proposta do Sinte amanhã, pois esta, apesar de ter melhorado um pouco, continua fora da Lei, será que neste documento entregue pelo governo está previsto um prazo para que a lei seja cumprida ??? Com a aplicação “correta” do Fundeb tem verba pra isso. Santa Catarina está de olhos bem abertos…

  • flavio borges diz: 2 de junho de 2011

    O governo deve contratar urgentemente um matemático, pois os assessores não sabem fazer conta e vem enganar justamente professores…estou rindo em casa.

  • Marco A. Pereira diz: 2 de junho de 2011

    Que bom, estão todos atentos e percebendo que a proposta do Governo é PIOR QUE A MEDIDA PROVISÓRIA! Mas a grande jogada deles é novamente jogar uma migalha para parte dos professores e RACHAR A CATEGORIA PARA ESVAZIAR NOSSA FORÇA. Antes, os dos níveis mais baixos eram os beneficiados. Agora, passam de salário-base de R$1.187 para R$1.190!! E o Governo dá aos da ponta final da tabela, aumento inferior a R$200.

    ATENÇÃO, PESSOAL, ESSA PROPOSTA É UM ENGODO, UMA ESMOLA. O GOVERNO CONTINUA APOSTANDO EM DIVIDIR A CLASSE E ASSIM NOS ENROLAR E ENFRAQUECER NOSSAS LEGÍTIMAS REIVINDICAÇÕES E NOSSA GREVE.

    NÃO PODEMOS ACEITAR ESSA PROPOSTA. DEVEMOS EXIGIR A APLICAÇAO DO PISO NA INTEGRALIDADE DA NOSSA TABELA SALARIAL DA CATEGORIA, CONSEGUIDA COM MUITA LUTA E SACRIFÍCIO. E PARA ISSO QUE ESTAMOS EM GREVE NÃO POR UMA PROPOSTA QUE “DÁ COM UMA MÃO E TIRA (MUITO MAIS) COM A OUTRA”.

    SE NÃO LUTARMOS AGORA, PERDEREMOS CONQUISTAS HISTÓRICAS. ALGUÉM QUER SE APOSENTAR DEPOIS DE 35 ANOS DE SALA DE AULA, ESTUDOS E APERFEIÇOAMENTO, COM OS VALORES QUE ESTÃO AÍ? É O NOSSO FUTURO E DE NOSSAS FAMÍLIAS QUE ESTÁ EM JOGO!

  • flavio borges diz: 2 de junho de 2011

    O governo deve contratar urgentemente um matemático, pois os assessores não sabem fazer conta e vem enganar justamente professores…estou rindo em casa. Fiz as contas e pretendo comprar uma calculadora para os secretários do Colombo.

  • José diz: 2 de junho de 2011

    Eu defendo que sigamos em greve até que a Lei seja cumprida! “Virtude, caminho do meio”. Isso não se aplica neste caso! E concurso, com Prova bem difícil, para que se efetive quem conhece, quem estuda! Chega de professor que não sabe o que ENSINAR, professor enrolão, ou ultrapassado! Só os mais bem preparados!

  • Renata diz: 2 de junho de 2011

    Prezado Moacir…

    Seria possível nos informar se a contraproposta do Sinte já foi definida, e qual será?

    Abraços e muitíssimo obrigada pelo apoio!!!!

  • Renato Nascimento diz: 2 de junho de 2011

    Pelo e-mail que recebi do sindicato a regência é unificada em 25%.

  • valmire de aguiar diz: 2 de junho de 2011

    fiz as contas, inclusive com os novos descontos, o aumento é um pouco maior que 100 reais, será que é por tudoisso que lutamos até agora?

  • Regina Ferreira diz: 2 de junho de 2011

    Oi Moacir
    De que adianta ter um vencimento maior? Não admito perder minha regência de classe, Não aceito! 40% DIREITO ADQUIRIDO!
    MUITO ESPERTO ESSE GOVERNO! POR FAVOR PROFESSORES, NÓS TEMOS UMA LEI, A 11738

  • valtuir marco dal bosco diz: 2 de junho de 2011

    A MP 188 favoreceria os ACTs e nós, os demais 47% que possuímos no mínimo pós graduação, ficaríamos sem aumento.
    Nossos colegas ACTs não nos abandonaram e lutaram conosco. Agora o governo os penaliza por não terem voltado, diminuindo os valores se comparar com a MP188. Pensem bem, comando do SINTE. O governo está agindo para que haja divergências entre os ACTs e iniciantes e os mais experientes. Não caiam nessa. E nós professores que estamos num nivel maior, devemos devolver aos ACTs o apoio quando estes não voltarem as aulas. Ficaremos e lutaremos todos juntos até o final.

  • Elaine Rosa diz: 2 de junho de 2011

    Que absurdo…

    Queremos muito voltar às escolas, mas com essa nova proposta?! Não tem como… Realmente, se aceitarmos, a luta foi em vão… :(

    Abraços

  • Regina Ferreira diz: 2 de junho de 2011

    PROFESSORES, A LUTA É PELO PISO, O PISO É LEI E DEVE SER CUMPRIDO NA ÍNTEGRA NO PLANO DE CARREIRA, NÃO PODEMOS DEIXAR QUE ESSE GOVERNO DESTRUA NOSSO PLANO DE CARREIRA,
    Que proposta é essa? coloca um número maior no vencimento mas tira todas as nossas gratificações?? que é isso?? 15% hahahaa, só nessa brincadeira perco 25%. GOVERNADOR… ONDE QUER QUE EU DEPOSITE O MEU AUMENTO PARA O SENHOR? DOANDO PARA QUE O GOVERNO COMPRE UMA CALCULADORA!
    RIR PARA NÃO CHORAR.

  • Ari diz: 2 de junho de 2011

    Caro Moacir,

    Sempre nos informando na frente. Ótimo para nós que temos o Moacir. Gratos.
    Pelo que entendi a Regência de Classe vai ficar num percentual único de 25%. Desaparece a Regência de 40% a qual fazia jus quem leciona da 1ª a 4ª série inicial. Neste caso, passa a ser também de 25%. Não entendi porque alguns falam em 15%. Se bem entendi a nova composição fica mais ou menos assim:
    Vencimento Padrão = Tabela (na fopag vem como VENCIMENTO)
    Triênios 3%
    Grat. Regência de Classe 25%
    Auxílio Alimentação
    (e + para quem tiver) Aulas Excedentes (cjuo valor vem dobrado – na outra denominação é Gr. Des. Ativ. Especial)

    Salvo melhor juízo.

  • flavio borges diz: 2 de junho de 2011

    O governador Raimundo Colombo, apresentou a nova tabela salarial ao sindicato e suas propostas de alteração na remuneração dos professores, para se chegar ao Piso Nacional. No entanto, esqueceu que os professores sabem fazer conta, e a muito tempo, também com o salário de fome que é pago, todos nós somos matemáticos para sobreviver. Com a nova proposta, além de achatar os salários dos professores com um aumento pífio, os professores perdem e muito nas gratificações que foram conquistadas com muita luta.

  • EDNA MARIA DA SILVA FABRE GAIO diz: 2 de junho de 2011

    Sou ACT, séries iniciais, 20 Horas. Nivel 7 letra A. Ganho hoje com regência (40%) + Prêmio Educar + Vale Alimentação= R$ 792,29 Líquido. Com essa proposta fica assim: regência (15%) + Vale Alimentação = R$ 811,90. Um aumento de R$ 19,61.
    Parece piada.
    É triste, tanta expectativa pra nada.
    Ou estou calculando errado?

  • destemida diz: 2 de junho de 2011

    Ele tem que aumentar o piso e não tirar de nós o que já é direito adquirido.Deve ser isso que o lhs disse pra ele fazer,NÃO CUMPRA A LEI, FAÇA IQUAL A EU, SEMPRE FORA DA LEI.

  • Renata diz: 2 de junho de 2011

    Parabéns Valtuir… suas palavras foram (de longe), as mais prudentes que li até o momento! Muito obrigada pelo apoio aos ACT´s – que, em muitos casos, possuem habilitação, especialização e até mesmo mestrado – e não recebem como! Não podemos, igualmente, deixar de lado nossos tão desvalorizados colegas que trabalham nos CEDUP´s do Estado – que, tampouco, podem ser efetivados (pois não há concurso para essa classe de profissionais) ou receberem como habilitados mesmo com outras licenciaturas ou pedagodia (pois precisam fazer uma chamada Complementação Pedagógica) que o governo até o momento prometeu e não liberou!

    Abraços e meus sinceros votos de estima!

  • Marcio Garcia diz: 2 de junho de 2011

    Agradecimentos a você e sua equipe Moacir.

    Não podemos ter construído um movimento tão forte e aceitar uma proposta tão humilhante, ou teremos sido muito superficiais. Não é estimulante construir carreira no magistério estadual de SC com esta tabela salarial apresentada por Colombo.
    Penso nos concursos públicos para certas vagas de outras áreas, em que o candidato em início de carreira com Ensino Médio tem um vencimento de mais de R$ 3.500,00. Por que a educação é o patinho feio desse Estado?

    Por que LHS rebaixou tanto a educação e teve uma votação tão expressiva para o senado? E por que Colombo, com a mesma linha de governo, consegue uma vitória tão expressiva? Se Colombo não teme à opinião pública insistindo nessa proposta, suspeito de que a população de modo geral não esteja muito bem informada a respeito ou não se importa mesmo com educação.

  • flavio borges diz: 2 de junho de 2011

    Governo joga a isca aos professores
    O governador Raimundo Colombo, apresentou a nova tabela salarial ao sindicato e suas propostas de alteração na remuneração dos professores, para se chegar ao Piso Nacional. No entanto, esqueceu que os professores sabem fazer conta, e a muito tempo, também com o salário de fome que é pago, todos nós somos matemáticos para sobreviver. Com a nova proposta, além de achatar os salários dos professores com um aumento pífio, os professores perdem e muito nas gratificações que foram conquistadas com muita luta.

  • Jonas de Jesus Rosa diz: 2 de junho de 2011

    Moacir!

    Não costumo elogiar ninguém. Não vou elogiá-lo. Costumo reconhecer com muita gratidão o que as pessoas com muita dedicação fazem pela gente. Não costumava ler o que vc escrevia, mas confesso, sou assiduo ao seu blog e serei. Hoje vc é a pessoa mais amiga da educação em sc. Moacir! um pobre não cumpre a lei, vai para a cadeia, o Colombo vai para a Europa. Não gosto muito de exagero, mas tem coisa que dê mais dinheiro do que Roubar? estamos sendo expoliados em nossos direitos e muito mais seríamos se não fosse as centenas de pessoas que, sem medo teem enfrentados políticos sem escrulo e sem vergonha…

  • valmire de aguiar diz: 2 de junho de 2011

    professorA eDINA ESTAS CACULANDO ERRADO SIM 15% DE REG +VALE NO SEU CASSO É = A 936,50

  • Prof Jucy diz: 3 de junho de 2011

    Obrigada Sr. Moacir, se não fosse este espaço nao teríamos suportar a ansiedade de receber notícias, pelo menos, confiáveis. Já que até no jornal não conseguir reportar corretamente. Sou de cálculos, prof MAG 10 G… e fiz as contas: perco 150,00! E mesmo que ganhasse este valor… nao quero nem um centavo de ganho sobre perdas adquiridas… estes valores não nos dão segurança e não PERMITIREMOS que retirem mais uma VEZ conquistas do nosso plano de carreira! Ou esqueceram dos 6% de triênio que cortaram pela metade… podem ter certeza que naquela época aceitaram porque era algum aumento ilusório no salário! E vejam como estamos agora?

    Atenção Sinte! Não se percam em suas contas…. Existe sim, alguma fórmula, um meio de se chegar a um concenso, mas sem perdas adquiridas!
    A região Sul está alerta e 100% em GREVE AINDA!

  • Fabiano Augusto Teixeir diz: 3 de junho de 2011

    ESTA TABELA NÃO PODE SER ACEITA, por favor!!!!!

    Preciso de ajuda, especialmente das professoras de Matemática. Iluminem minha mente!!!

    Além de perder meu premio assiduidade no final do ano (que salva TODOS nós ACT’s, considerando que janeiro, fevereiro e março não temos salário), j´J´Estou correto? Estou há 15 dias em greve para:
    - ganhar um aumento de 84,00
    - perder minha “poupança” de janeiro e fevereiro”, entre outras coisas?
    então o jeito é voltar pra escola e dar aula mesmo, esperar ser aprovado no concurso do banco do brasil e deixar a área da Educação.

    Antes de olhar o aumento no vencimento (salario base) e ja de cara aceitar voltar para a sala de aula, façam e refaçam as contas do salario de voces, veja o quanto REALMENTE voces terão de aumento.

    Por favor, respondam este e-mail!!!!! Estou certo ou viajando na maionese e boiando na mostarda????
    por favor, se alguém viu de uma outra forma esta proposta, me explica!!!!!

    MEU SALÁRIO NA TABELA HOJE MEU SALÁRIO NA TABELA PROPOSTA

    Vencimento mes
    993,00

    Vencimento mes
    1420,00
    Regência Classe 25%
    248,28
    Regência Classe 15%
    213,00
    Aux Alimentação
    132,00
    Aux Alimentação
    132,00
    Aulas excedentes 100%
    198,62
    Aulas excedentes 50%
    99,31
    Premio Educar
    200,00
    Premio Educar
    acabou
    DESCONTO
    INSS 9%
    159,48
    DESCONTO
    INSS 9%
    180,57
    TOTAL
    1612,54
    TOTAL
    1896,56

  • maike diz: 3 de junho de 2011

    SINTE – NÃO ACEITAREMOS ESTA PROPOSTA ” GREVE JÁ” , VAMOS CONTINUAR A LUTA COMPANHEIROS, ISTO É RIDÍCULO, ABRAM OS OLHOS, ABRAM OS OLHOS, POIS ELES ESTÃO DANDO RISADA. QUE PROPOSTA ABSURDA. <<<>>>> GREVE CONTINUA>>>>>NÃO VAMOS CAIR NESSA ARAPUCA>> POR FAVOR >>>>PASEM ISTO A FRENTE >>>>> FAÇAM AS CONTAS PESSOAL >>>>> SINTE É GREVE >>>> GREVE CONTINUA >>>>>> GREVE CONTINUA >>>>>> FORÇA GENTE >>>>>PELO AMOR DE DEUS >>>>>> ATÉ QUANDO VAMOS SERVIR DE CAPACHOS >>>>> NÃO, NÃO >>>> NÃO FECHEM ESTA ASNEIRA>>>>>GREVE >>>>> GREVE

  • Fabiano Augusto Teixeir diz: 3 de junho de 2011

    Caro Moacir,

    Peço que NÃO aprove meu comentário anterior. Foi um e-mail que eu enviei para os professores da minha escola e sem querer colei aqui.

    Não aceite, por gentileza!

    Agradeço

  • tomaz silveira dos santos diz: 3 de junho de 2011

    Quero parabenizar o SINTE pelos procedimentos adotados até o momento, espero que não decepcione a categoria, e façam a contra proposta que contemple os 94% previsto pela Lei do Piso aplicados a todos os níveis da Carreira do Magistério, mesmo que seja parcelado, por favor não abram mão desses direitos e que conste em Lei específica sobre o assunto quais o mês e ano que serão pagos.

    O MOMENTO ALCANÇARMOS NOSSA VALORIZAÇÃO PREVISTA EM LEI É AGORA OU NUNCA.
    Dessa nossa atitude coletiva dependerá o futuro de nossa família, pois a proposta do governo é em média de 12% de aumento, para os níveis do 7A Graduação em início de carreira até o 12 G Doutor em final de carreira o que é um absurdo.
    A LUTA CONTINUA.
    Abraços Moacir. Obrigado pelo apoio a categoria.

  • Prof Jucy diz: 3 de junho de 2011

    Obrigada Sr. Moacir, se não fosse este espaço nao teríamos suportar a ansiedade de receber notícias, pelo menos, confiáveis. Já que até no jornal não conseguir reportar corretamente. Sou de cálculos, prof MAG 10 G… e fiz as contas: perco 150,00! E mesmo que ganhasse este valor… nao quero nem um centavo de ganho sobre perdas adquiridas… estes valores não nos dão segurança e não PERMITIREMOS que retirem mais uma VEZ conquistas do nosso plano de carreira! Ou esqueceram dos 6% de triênio que cortaram pela metade… podem ter certeza que naquela época aceitaram porque era algum aumento ilusório no salário! E vejam como estamos agora?

    Atenção Sinte! Não se percam em suas contas…. Existe sim, alguma fórmula, um meio de se chegar a um concenso, mas sem perdas adquiridas!
    A região Sul está alerta e 100% em GREVE AINDA!

  • Odair diz: 3 de junho de 2011

    sou novo na educação, professor ACT, e conforme dizem sobre a regencia que foi conseguido por lutas e aparadas por lei, o que está havendo ? bom estou ancioso, jah fiz os calculos, confesso com a MP eu ganharia bem mais, porem quero ter uma carreira na educação e por isso não desistir da luta… conto com apoio de todos e ainda não sei qual será a contraproposta do SINTE, creio que defendem a permanencia da regencia de 25% e 40%. Bom somente amanha teremos a contraproposta do Sinte, será que o Moacir não consegue algo referente a contrproposta?!

  • Fabiano Augusto Teixeir diz: 3 de junho de 2011

    Moacir, obrigado por tudo!

    Caros colegas Professoras(es)

    Andei fazendo e refazendo minhas contas aqui em casa, assim que soube da decisão do Governo (Graças ao Moacir).
    Até pedi que outras pessoas calculasse tudo por mim, afinal eu poderia estar fazendo os cálculos errados!
    Não estava, infelizmente.
    Sou ACT (e sem previsão de concurso, continuarei sendo).
    Tive um aumento de 84,00, de acordo com a NOVA proposta
    Tive um aumento de 19,82, seguindo a proposta ANTERIOR do Governo
    Fico pensando: Qual a negociação que houve? Acabei de perder meu premio segura-professor na escola (assiduidade), que neste caso serve para custear minhas despesas em Janeiro e Fevereiro.
    Peço que pensem bem antes de aceitar esta nova proposta. Converse com colegas e FAÇAM o calculo com calma, peça ajuda se necessário.
    Abraços.

  • Alexandre diz: 3 de junho de 2011

    O SINTE não pode cair nessa, pelo amor de Deus!!!!!!

    Novamente a tática colombiana é maquiavélica.

    Estou espantado com a “maneira Colombo” de governar.

    Repugnante.

  • destemida diz: 3 de junho de 2011

    NOSSA JONAS!!!!!!VC TEM RAZÃO, POIS O SR MOACIR PEREIRA TEM MOSTRADO MUITO COMPANHERISMO COM TODA A NOSSA CATEGORIA.FAÇO DA SUAS, AS MINHAS PALAVRAS.

  • Nerissa diz: 3 de junho de 2011

    Esta proposta é outra tentativa de nos enganar, mais uma o governo mostra que não respeita os trabalhadores da educação. Não estou em greve há uns 15 dias para aceitar receber um aumento de R$100,00. Estou cada vez mais indignada com o senhor Raimundo Colombo! Quem ele pensa que nós somos?? Pessoas totalmente ignorantes que se contentam com migalhas?? Exigimos o pagamento do piso!!

  • Prof Jucy diz: 3 de junho de 2011

    !!! ATENÇÃO!! CAVALO DE TRÓIA!! Aceitem e já sabem: è morte CERTA!

    Atenção Sinte! A região Sul está alerta e 100% e A GREVE CONTINUA!

  • Janete Alda de Miranda diz: 3 de junho de 2011

    CATEGORIAAAAAAAAAAAAA !!!!!! ACORDA!!!!!!!!!!!!!!

    EM VEZ DE CORRERMOS PARA A CALCULADORA, VAMOS PRA LUTA!
    POIS A GENTE NÃO QUER SÓ COMIDA,
    QUEREMOS PISO E ARTE!

    O ENTERRO PASSOU E FICOU A LADAINHA:

    “NÃO CONFIO NO GOVERNADOR”… “NÃO CONFIO NO GOVERNADOR…”NÃO CONFIO NO GOVERNADOR…
    “NÃO CONFIO NO GOVERNADOR… “NÃO CONFIO NO GOVERNADOR… “NÃO CONFIO NO GOVERNADOR…

  • wilian diz: 3 de junho de 2011

    A cada atitude do governo, seja na educação, saúde,em fim, em tudo que faz, fico mais perplexo. O descaso, o jogo político o desrespeito e a “cara de pau” dos governantes me assustam… Ate quando o povo vai se calar Sr Moacir???

  • Janine diz: 3 de junho de 2011

    É impressionante como o este governo subestima nossa inteligência. Os nossos colegas mais antigos devem lembrar o “perrengue” que foi, lá nos anos 80, a aceitação do nosso plano de carreira, que foi conseguido também por meio de muita luta. Agora, em pleno 2011 vem um Colombo qualquer querendo destruir essa conquista!
    Nas próximas eleições, espero que os professores não tenham esquecido desse triste episódio em nossa carreira. É muito triste perceber que em um país que faz tanta propaganda dos professores na TV, haja governadores como esse que não respeitam e ainda por cima nos consideram ignorantes, pois somente esse pensamento justifica tamanho abuso.
    Não é preciso falar muito, apenas, colegas, façam os cálculos e constatem como o governador Colombo nos considera com inteligência pouco previlegiada.

  • Janete Alda de Miranda diz: 3 de junho de 2011

    A proposta é feito manta pequena: tampa a cabeça, destampa os pés!

    Aumentou o número de viúvas do Plano de Carreira. Então, que venham as carpideiras!

    A META É 100% DE GREVE POR TODA SANTA CATARINA.

  • Simone Rengel diz: 3 de junho de 2011

    Apenas esclarecendo meu comentário anterior: quando falei que a proposta SERIA razoável é em relação a MP e como inicio de conversa, mas logo em seguida já afirmo que se comparasse a tabela que acompanha a carreira essa proposta não significa praticamente nada. Isso só me leva a pensar em uma coisa: ou o governo não sabe fazer contas, ou pensa que nós não sabemos. Lembrando que quem vai dar a palavra final nas negociações somos nós em Assembléia. A Greve Continua!

  • Wagner Gonçalves diz: 3 de junho de 2011

    Sem julgar a continuídade ou não da greve; acho que deve ser feito em assembléia.Poís a classe é um conjunto e não casos de um ou de outro.
    Eu fiz cálculos para a minha posição 7A, onde hoje quem tem 40 horas(32 aulas) recebe:
    sal base:R$ 993,12 + 25% rege:R$ 248,28 + educar:R$ 200,00 = R$1441,40(bruto)
    R$1282,85(liquido) + VA: R$120,00 = R$ 1402,85
    Posição 7A, após prop(engodo) quem tem 40 horas(32 aulas) irá receber:
    sal base:R$ 1420,00 + 15% rege:R$ 213,00 + educar:R$ 0,00 = R$1633,40(bruto)
    R$1453,37(liquido) + VA: R$120,00 = R$ 1573,37
    Aumentou 13,29 % considerando somente salário. se considerar salário + VA será de 12,15 %.

    NÃO É POUCO, É MUIIIIIITO POUCO. É VERGONHOSO.

  • Simone Rengel diz: 3 de junho de 2011

    Sobre o meu comentário anterior, quando falo que seria razoável refiro-me em comparação a MP e como inicio de conversas, tanto que logo em seguida já destaco que se fosse seguir a tabela do piso respeitando o plano de carreira o aumento não significaria nada. Fico com a dúvida: o governo não sabe fazer contas ou pensa que nós não sabemos? E lembrando que a palavra final é da Assembléia Estadual! A Greve Continua!

  • leda diz: 3 de junho de 2011

    Que palhaçada!
    Não queremos esmolas e nem precisamos. É só dar o que é nosso. FUNDEB já. Continuaremos em greve. Não
    iniciamos o Movimento para morrer na praia. Não substimem nossa inteligência.

  • Janete Alda de Miranda diz: 3 de junho de 2011

    CONFIAMOS NA CAPACIDADE TÉCNICA E AVALIATIVA DO COMANDO DE GREVE ESTADUAL. PELO AMOR DE DEUS, PERMANEÇAM LÚCIDOS E FIRMES NO PROPÓSITO DE SERVIR AOS INTERESSES DE UMA CATEGORIA QUE CLAMA POR JUSTIÇA. O INIMIGO QUER NOS CONFUNDIR, NÃO SEJAMOS TOLOS. 17 DIAS DE GREVE É NADA SE COMPARADOS AOS ANOS DE CHUMBO, QUANDO NOSSOS ANTEPASSADOS DERAM SUAS VIDAS POR JUSTIÇA E LIBERDADE. ESTAMOS UNIDOS E FORTES PARA ENFRENTAR O EXÉRCITO INIMIGO. ESSA PROPOSTA I N D E C O R O S A VEIO PARA DESESTABILIZAR, PARA IMPEDIR QUE A CATEGORIA CREIA E DEFENDA O SEU SINDICATO.
    COMPANHEIRAS ALVETE, VANDA, ANA JÚLIA, MARTA, JOANINHA, TÂNIA, TARSILA, JANETINHA CRICIÚMA, ROSANE E CLAUDETE MITTMANN: A REGIONAL DE SÃO JOSÉ REITERA A CONFIANÇA DEPOSITADA EM VOCÊS NA CONSTRUÇÃO DE UM NOVO PLANO DE CARREIRA QUE CONTEMPLE DIREITOS QUE ASSEGUREM A DIGNIDADE DE NOSSA PROFISSÃO.
    Sigamos em frente!!!

  • Marisa diz: 3 de junho de 2011

    Não pude acreditar quando fiz os cálculos. Reduzindo a minha regência de classe, que hoje é de 40%, pois sou professora de séries iniciais, praticamente vou receber o mesmo valor. Esse governo subestima a inteligência dos seus educadores!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Não podemos abrir mão da nossa regência de classe. Ela foi uma conquista!!!!
    Moacir, obrigado por acolher os professores e nos manter sempre informados.
    Abração

  • Júlio César da Silva diz: 3 de junho de 2011

    VERGONHA!!! Apresentar proposta que retira direitos conquistados? Utilizar-se de caixa que exclui os recursos próprios da educação? Continuarão sendo deviados? Desta forma não tem jeito… A GREVE vai continuar “POR TODA SANTA CATARINA”.

  • clercio diz: 3 de junho de 2011

    qualquer palavra de baixo escalão é pouco para essa desproposta do governo, a questão aqui é ele pagar o piso na integra para o magisterio todo, vejam pagar o piso como vencimento, não se pode incorporar ou retirar nada já garantido, gratificaçoes garantidas pr lei e greves anteriores, tirar 200 reias do premi educar, reduzir a regencia e nem sequer aumentar o vale coxinha, pensem nobres colegas se com a retirada dos 200 reais do premio educar o quanto ele não vai estar economizando?! fora a economia na redução da regencia, ele esta tirando de nós próprios para praticamente só oficializar o piso como vencimento, é inaceitavel perder 200 d premio educar, isso faz muita diferença no final do mes, ñ podemos lutar só pela permanencia da regencia como ela é, mas sim pelo 200 do premio educar também, não tem conversa é o piso integral na carreira e+ os penduricalos como eles são atualmente.

  • ROSANGELA DE OLIVEIRA SILVA diz: 3 de junho de 2011

    ….Será que algum professor ou professora da rede estadual, com a proposta do governo do estado para o “maquiamento” da aplicação do PISO DO MAGISTÉRIO NACIONAL, não se indignou? Creio que depois dessa AFRONTA a adesão a GREVE atingirá 100% dos profesores!!!

  • ROSANGELA DE OLIVEIRA SILVA diz: 3 de junho de 2011

    Tem alguém que ganha aumento REAL de salário com essa tabela? PERMANECEREMOS EM GREVE… nossa LUTA não pode ser desqualificada, não somos mendigos , SOMOS PROFESSORES…, não aceitaremos ESMOLA. NOS RESPEITEM!!! Professora do Curso de Magistério, na cidade de Navegantes/SC.

  • GETÚLIA diz: 4 de junho de 2011

    OLÁ MOACIR, OBRIGADA PELA AJUDA E APOIO QUE TEM NOS DADO. SOU PROFESSORA DE SÉRIES INICIAIS E A MINHA CARGA HORÁRIA É CHEIA. ENTÃO MINHA REGÊNCIA COMO SERÁ DIMINUIDA? ALGUÉM PENSA QUE O PROFESSOR NÃO SABE FAZER CÁLCULOS. ASSIM, A GREVE CONTINUA. SENHORES GOVERNANTES, NOS VALORIZEM E NOS RESPEITEM. POR FAVOR!!!!!