Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Concessão e extorsão

08 de junho de 2011 49

Os dirigentes do Sinte sairam desanimados da reunião com os secretários Marco Tebaldi e Eduardo Deschamps. O governo não acrescentou nenhuma nova proposição, entregou um documento com a posição final e deu prazo de 24 horas para deliberação dos professores.
Os líderes confirmaram que a reunião foi tensa. E ficaram decepcionados com uma expressão usada pelo adjunto Eduardo Deschamps. Ao enfatizar que só o governo tinha cedido e que negociação significa concessão, afirmou que o que os professores pretendiiam era uma “extorsão”.

Comentários

comments

Comentários (49)

  • Luiz Antonio Farias diz: 8 de junho de 2011

    Não é uma extorsão e sim o cumprimento de uma lei que está em vigor. Extorsão é o que querem fazer com o nosso dinheiro ganho no STF.

  • Nadja Frainer Junkes diz: 8 de junho de 2011

    Ah, tá… é o meu sonho: extorquir o governo…hahahhah….eu só quero a LEI. Extorquir o governo…hahahahah….vão nos prender, como fizeram com os bombeiros no Rio? Ah, Eduardo Deschamps, só ratifico o que já falei, o senhor é uma piada.

  • Marcelo Dutra diz: 8 de junho de 2011

    Vai para a televisão, mentir para a população, dizendo que aprovou a
    > implantação do Piso, que nenhum professor vai receber menos de R$1600,00,
    > quando na verdade pretende achatar o plano de carreira dos professores.
    > Gente que trabalhou e estudou a vida inteira pra fazer aquilo que o senhor
    > não faz: educar crianças, jovens e adultos para serem cidadãos críticos, que
    > cumprem seus deveres e exigem seus direitos! Não… o senhor precisa de
    > gado, né, Governador… precisa de massa de manipulação, de mão de obra
    > barata… o que foi mesmo que o senhor disse na reunião com o SINTE e o
    > Comando de Greve na segunda feira? Ah… “A educação NÃO É PRIORIDADE para a
    > sociedade”. Não, claro que não. A sociedade quer que seus filhos crescam
    > ignorantes. O senhor tem razão…
    > Que vergonha, Governador!
    > Vai para a televisão dizer que não pode comprar os uniformes para os
    > alunos por que precisa pagar os professores…
    > Jogo sujo, hein? Que baixeza! Afinal o Sr. sabe que boa parte da
    > população não está ciente de que a verba para o pagamento dos professores É
    > DIFERENTE E SEPARADA da verba para a aquisição dos uniformes, né?
    > Assim, os professores ficam parecendo os vilões da história, quando
    > na verdade são os bolsos dos Parlamentares que ficam cada vez mais cheios
    > com o que deveria ser o nosso salário… Sinto muito, Governador, o vilão
    > dessa novela mexicana é o senhor mesmo! Eu sei e o Sr. sabe.
    > Que vergonha, Governador!
    > Vai para a televisão dizer para a população que a greve acabou,
    > quando na veradade, está só começando! Mente para o povo, faz com que os
    > pais mandem seus filhos para a escola só para darem com a cara na porta e
    > voltar para casa novamente. Manipulando o caos, hein? Bonito isso… para
    > tentar culpar os professores, né? Assim a população se revolta e o movimento
    > enfraquece…
    > Sinto muito lhe informar, Sr. Governador, mas a população já está
    > sendo informada das suas mentiras. E o movimento não vai enfraquecer. Dessa
    > vez, vamos até o fim! Dessa vez, a lei será cumprida. Ou será que o Governo
    > do Estado está acima da Lei?
    > Mais uma coisa, Excelentíssimo Governador Raimundo Colombo: O
    > Governo Federal deixou claro que os Estados que não tiverem dinheiro
    > suficiente para implantar o piso conforme a tabela, receberam auxilio
    > financeiro da União.
    > Se o Sr. afirma que Santa Catarina não tem dinheiro suficiente, por
    > quê é que não pede ajuda do Governo Federal? Ah… é por que Santa Catarina
    > TEM DINHEIRO, não é? E o Sr. não tem como provar o contrário, afinal, esse
    > dinheiro, que vem do FUNDEB, vem sendo desviado para outros setores, certo?
    > Hmmm… será que é por isso que a Promotoria Pública está processando o
    > Estado por uso indevido e desvio das verbas do FUNDEB? Ah… endendi… Isso
    > o Sr. não fala na TV, né?
    > Tem muita coisa acontecendo em Santa Catarina, Governador. O Sr.
    > deveria ser o nosso principal Servidor, administrando o bem público pelo
    > povo e para o povo. Deveria pelo menos QUERER se orgulhar de ser um Estado
    > com menor índice de analfabetismo, melhor atendimento na saúde pública,
    > melhor nível de educação, melhores condições de trabalho, menor índice de
    > pobreza. Se o Sr. pelo menos QUISESSE se orgulhar dessas coisas, se o Sr.
    > pelo menos QUISESSE ter orgulho de ser Governador do Estado de Santa
    > Catarina, tomaria providências para que todos esses anseios do SEU POVO se
    > tornassem realidade, ou pelo menos, caminhassem para isso.
    > Mas infelizmente o senhor é como vários administradores de outros
    > Governos, não é? Só quer se orgulhar de poder passar a semana no seu Sítio
    > em Lages, sem nada para fazer, de papo pro ar, ou de poder passear pela
    > Europa, enquanto por aqui, na terrinha, nós não temos nem o direito de ir e
    > vir, já que nossos miseráveis salários não custeiam nem as passagens de
    > ônibus…
    > É…. mania feia essa que o professor tem de querer comer 3 vezes
    > por dia…
    > favor, encaminhe ao maximo de pessoas possiveis, temos que ter todos
    > cientes do que existe por tras das mentiras dos governadores…
    > Aqueles que vocês escolheram na eleição, lembra?
    > agora, eu, aluna de terceiro ano, tenho que estar apoiando uma
    > greve, por que nao acredito que alguem teve a cara de pau de negar uma lei E
    > NAO IR PARA A CADEIA!
    > só no Brasil mesmo….
    > EU TENHO ORGULHO DE SER BRASILEIRO, eu tenho o orgulho de conhecer
    > esses brasileiros que lutam pelos seus direitos!

  • cristiane diz: 8 de junho de 2011

    Tal comentário por parte dos secretário, beira a imbecilidade. Estou tentada a desistir da carreira.

  • ELVIS diz: 8 de junho de 2011

    SE A APLICAÇÃO DA LEI QUE NÓS PEDIMOS É EXTORSÃO, NÃO HÁ OUTRA PALAVRA PRA DESIGNAR O QUE ELES FAZE SENÃO TERRORISMO E SEQUESTRO.
    TERRORISMO PORQUE MANIPULAM OS NÚMEROS E NOS JOGAM CONTRA A SOCIEDADE

    E SEQUESTRO PORQUE LITERALMENTE SEQUESTRARAM O QUE NOS É DE DIREITO E DESVIARAM PRA LUGARES QUE SÃO INCOMPETENTES PRA RECEBER.

    DESVIAM FUNDEB, NÃO PLANEJAM FONTES PRA CUMPRIR O QUE A LEI DETERMINA E, INCONSEQUENTEMENTE, DESCUMPREM UMA DETERMINAÇÃO FEDERAL.

    INTERVENÇÃO JÁ NO ESTAD!

    É GREVE, É GREVE É GREVE É GREVE!

  • Adriano Silva diz: 8 de junho de 2011

    EXTORSÃO:”Ato pelo qual alguém, mediante violência, ameaça, etc., é constrangido a ceder bem ou dinheiro.”(Aurélio)
    Em que momento houve, por parte, dos professores ou Sindicato este ato?
    Que vocábulo poderíamos utilizar para definir aquele que deve e não paga, aplica o dinheiro dos outros de forma indevida?

  • hugo diz: 8 de junho de 2011

    extorsão é o que esses vagabundos do governo fazem todo mes, bando de safados.

  • Rosangela diz: 8 de junho de 2011

    Extorsão é o ato de obrigar alguém a fazer ou deixar de fazer alguma coisa, por meio de ameaça ou violência, com a intenção de obter vantagem, recompensa ou lucro.

    De onde o Sr Secretario Adjunto tirou a ideia de que estamos ameaçando o que é nosso por direito?
    Nós é que estamos sendo extorquidos.
    Como pode um governo que gasta mais com os altos cargos que criou na SED e SDRs dizer que não pode ultrapassar o limite de tanto, ou que precisa respeitar a LEI de responsabilidade Fiscal. Como pra outras esferas essas desculpas não são dadas e nem analisadas?
    INDIGNAÇÃO é a palavra para o sentimento de cada Professor do estado de Santa Catarina.

  • Pedro diz: 8 de junho de 2011

    Pior exemplo de autoritarismo, impossível. Começou a “temporada” de caça/cassa aos professores. Esse sr. Duchamps, vê-se, mais demarenista, impossível. Deve ser daqueles que batia continência em todos os quarteis. Os tempos mudaram, caro senhor: numa democracia-político-representativa não cabem tais expressões; há de saber conversar e conversar e conversar, afinal, os senhores Tebaldi e Duchamps e, mais ainda, o sr. Raimundo, são apenas mandatários populares, ou seja, foram eleitos para trabalharem pela população, não para se “locupletarem” dos cargos. Só por isso o sr. Duchamps e o sr. Tebaldi deviam ser exonerados de imediato, ou, como teima a mídia (em relação ao Palocci), demitidos. Pobre Santa Catarina: estado rico, políticos paupérrimos e parcos em ética e moral.

  • Daniela diz: 8 de junho de 2011

    Extorsão? Onde está a OAB, o Ministério Público, e os órgãos competentes? Até onde eu saiba lei é pra ser cumprida. Ninguém vai fazer nada? Os professores vão ficar sozinhos nisso? Fazer greve pra negociar o que é nosso por direito é o fim da picada.

  • hugo diz: 8 de junho de 2011

    extosão é o que se ve todos os dias, ou o que fingimos nao ver, em meio politico. o que pedimos é apenas um salario decente de acordo com nossa formação. porque apenas os professores nao recebem o que deveriam ? outras classes com formação academica tem salarios bons, o governo tem algo contra professores?

  • Lourival diz: 8 de junho de 2011

    Extorsão??

    Então nós somos os culpados?

    Era só o que faltava…

    Se negociar significa “concessão”, para o Sr. Deschamps, nos concedemos desde 2008 uma oportunidade do governo se organizar a respeito do piso salarial para o magistério.

    Acredito que nós deveríamos entrar na justiça contra este Sr. pedindo para provar onde está a tal “extorsão”.

    Nós estamos usando de meios diplomáticos e educados.

    Não posso admitir que um engenheiro elétrico fale a respeito de educação e ainda me classifique como extorsionário.

    O Sr. Deschamps deveria medir suas palavras pelo cargo que ocupa.

    Extorsão, entre outras definições sugere “Obtenção (de alguma coisa) pela força”, até agora quem está usando este subterfúgio é o governo quando obriga em 24 horas a apresentação de uma contra-proposta, ou quando apresentou uma medida provisória pronta.

  • Jassana Braga Ratzlaff diz: 8 de junho de 2011

    Recebi este texto, hoje, na minha página do orkut e achei muito oportuno publicar aqui também.

    O FIM DOS PROFESSORES

    O ano é 2.209 D.C. – ou seja, daqui a duzentos anos – e uma conversa entre avô e neto tem início a partir da seguinte interpelação:

    – Vovô, por que o mundo está acabando?

    A calma da pergunta revela a inocência da alma infante. E no mesmo tom vem a resposta:

    – Porque não existem mais PROFESSORES, meu anjo.

    – Professores? Mas o que é isso? O que fazia um professor?

    O velho responde, então, que professores eram homens e mulheres elegantes e dedicados, que se expressavam sempre de maneira muito culta e que, muitos anos atrás, transmitiam conhecimentos e ensinavam as pessoas a escrever, ler, falar, comportar-se, localizar-se no mundo e na história, entre muitas outras coisas. Principalmente, ensinavam as pessoas a pensar.

    – Eles ensinavam tudo isso? Mas eles eram sábios?

    – Sim, ensinavam, mas não eram todos sábios. Apenas alguns, os grandes professores, que ensinavam outros professores, e eram amados pelos alunos.

    – E como foi que eles desapareceram, vovô?

    – Ah, foi tudo parte de um plano secreto e genial, que foi executado aos poucos por alguns vilões da sociedade. O vovô não se lembra direito do que veio primeiro, mas sem dúvida, os políticos ajudaram muito. Eles acabaram com todas as formas de avaliação dos alunos, apenas para mostrar estatísticas de aprovação. Assim, sabendo ou não sabendo alguma coisa, os alunos eram aprovados. Isso liquidou o estímulo para o estudo e apenas os alunos mais interessados conseguiam aprender alguma coisa.

    Depois, muitas famílias estimularam a falta de respeito pelos professores, que passaram a ser vistos como empregados de seus filhos. Estes foram ensinados a dizer “eu estou pagando e você tem que me ensinar”, ou “para que estudar se meu pai não estudou e ganha muito mais do que você” ou ainda “meu pai me dá mais de mesada do que você ganha”. Isso quando não iam os próprios pais gritar com os professores nas escolas. Para isso muito ajudou a multiplicação de escolas particulares, as quais, mais interessadas nas mensalidades que na qualidade do ensino, quando recebiam reclamações dos pais, pressionavam os professores, dizendo que eles não estavam conseguindo “gerenciar a relação com o aluno”. O professores eram vítimas da violência – física, verbal e moral – que lhes era destinada por pobres e ricos. Viraram saco de pancadas de todo mundo.

    Além disso, qualquer proposta de ensino sério e inovador sempre esbarrava na obsessão dos pais com a aprovação do filho no vestibular, para qualquer faculdade que fosse. “Ah, eu quero saber se isso que vocês estão ensinando vai fazer meu filho passar no vestibular”, diziam os pais nas reuniões com as escolas. E assim, praticamente todo o ensino foi orientado para os alunos passarem no vestibular. Lá se foi toda a aprendizagem de conceitos, as discussões de idéias, tudo, enfim, virou decoração de fórmulas. Com a Internet, os trabalhos escolares e as fórmulas ficaram acessíveis a todos, e nunca mais ninguém precisou ir à escola para estudar a sério.

    Em seguida, os professores foram desmoralizados. Seus salários foram gradativamente sendo esquecidos e ninguém mais queria se dedicar à profissão. Quando alguém criticava a qualidade do ensino, sempre vinha algum tonto dizer que a culpa era do professor. As pessoas também se tornaram descrentes da educação, pois viam que as pessoas “bem sucedidas” eram políticos e empresários que os financiavam, modelos, jogadores de futebol, artistas de novelas da televisão, sindicalistas – enfim, pessoas sem nenhuma formação ou contribuição real para a sociedade.

    ——————————————————————————————————–

    O TEXTO

    O texto acima circula na internet desde 2009.
    Mas, infelizmente, ele se mantém atualíssimo em 2011.
    Trata-se apenas de um opinião de um autor desconhecido.

    Somos Professores em qualquer lugar!

  • neuza diz: 8 de junho de 2011

    “EXTORSÃO”! Espere aí! Quem está querendo fazer extorção? Os professores ?

  • Sérgio Fernando diz: 8 de junho de 2011

    A pergunta continua: Qual a função das 36 SDR’s? gastar o dinheiro público para pagar as inúmeras alianças feitas na campanha? Estadistas: quais são as funções essenciais do Estado?

  • clercio diz: 8 de junho de 2011

    o governo entra com ação para não pagar o piso, quer retirar beneficios já adquiridos, desviam do fundeb e os professores querem extorquir o governo?! vem cá esse cara fumou o cigarrinho do capeta?! só pode, vamos colocar esses fatos para a sociedade, esses 3 fatos, o governo entrou com ação para não pagar, agora ainda quer retirar beneficios já tidos, desviou dinheiro do fundeb, vamos ver se o povo é tão burro de ficar ao lado do governo.

  • Ricardo diz: 8 de junho de 2011

    O governo mente. A imprensa mente. A sociedade mente. Há uma lei federal e uma lei estadual determinando o salário e o plano de carreira dos professores. Se a imprensa está do lado do governo, hoje mesmo vou começar a campanha para mudar a lei da imprensa e ver se vocês gostam. O governo tem cargos de confiança que roubam o dinheiro público. Desvia o FUNDEB, o Ministério Público rouba junto. Os poderes roubam dinheiro do professor. A lei é para ser cumprida.. Pedir o cumprimento da lei não é extorsão. Não cumprir a lei é extorsão.

  • MARIA JANETE ACCORDI diz: 8 de junho de 2011

    Quantos anos já se passaram e a categoria do magistério nunca melhorou. Sempre com falsas promessas de valorização do magistério ditas pelos candidatos à eleição. E depois…, nada. Por que sempre temos de esperar? Quando o governo vai ter verba para a Educação? Esta tabela proposta pelo goveno é uma vergonha. Faz com que eu, como cidadã catarinense, tenha vergonha de ter um Governador e um Secretário de Educação e Adjunto como estes. Dinheiro o governo tem, mas aplicar com salários dignos ao magistério, não têm. Por que será? Será porque os professores ensiam os alunos a pensar?

  • Fernando Luis Ramos diz: 8 de junho de 2011

    Moacir Pereira

    QUERER QUE A LEI SEJA CUMPRIDA, AGORA É “EXTORÇÃO” ?

    - Não APRESENTA UMA PROPOSTA de calendário com a implantação gradativa do valore do piso
    - O governo ACHATA a tabela salaria CONCEDENDO AUMENTOS DIFERENCIADOS
    - Retira direitos ADQUIRIDOS com diminuição dos valores da REGÊNCIA DE CLASSE

    COLOMBO/TEBALDI/DESCHAMPS não conhecem/valorizam a realidade dos professores

  • nilvanilva diz: 8 de junho de 2011

    BELÍSSIMO TEXTO MARCELO DUTRA !!! PARABÉNS !!!

  • Alan diz: 8 de junho de 2011

    Eu apenas posso lamentar!
    Estamos perdendo para um bando de mentirosos…, que triste!
    Por que ele não vai ao Tribunal de Contas do Estado, Tribunal de Justiça do Estado, Promotoria Publica do Estado e tira o nosso dinheiro (FUNDEB) que está lá, pagando os autos salários de muitos?
    Não desmereço nada e ninguém nesse momento, agora chamar OS PROFESSORES de burros e, tentar passar uma sociedade inteira para trás, não dá.
    Ele poderia dar a palavra que fosse pra isso, menos extorsão. (extorquir um direito? ele usaria essa palavra também se trabalhasse numa escola pública? Quem disse que temos direito é a LEI. Não pedimos mais. Somente que ele interprete faça uma coisa, o cumprimento da lei, aprovada pelo autual governador e que o mesmo, teve tempo até de montar uma peça teatral pra tudo isso. Agora ele como ator está muito bem, porém, nós professores não aceitamos ser a piada contada por ele.
    Os pais, comunidades escolares e empresários estão do nosso lado e todos os dias ouvimos o seguinte: NÃO DESISTAM, SE NAO FOR AGORA NUNCA MAIS VOCÊS CONSEGUIRÃO.
    Agora, pergunto a todos: ” onde estão os representantes da lei”? O ministério público, onde estão nesse momento?
    Tribunal de Contas não vai se manifestar? Não, não irão. Porque será?
    Professores, voltem as salas, e deem a melhor aula de cidadania das suas vidas, aulas de como votar. Aulas de verdade, com nomes e sobrenomes, para vermos se no ano que vem a fachina começa e o Estado de SC se limpa dessa mentira política das “pessoas em primeiro lugar”. Só faltou o Colombo dizer de que pessoas ele falava, de que país ele se referia ou de que planeta ele veio.
    Professor Alan

  • Alysson Lang diz: 8 de junho de 2011

    Extorsão é o que o governo vem fazendo pagando super salários da ALESC, Extorsão é o pagamento de APOSENTADORIA VITALICIA pra governador, Extorsão é o seu salário senhor Deschamps mediante o meu, pra você falar mal daquele que te ensinou e ler e escrever. Se eu soubesse que o senhor diria isso, não teria sequer deixado o senhor entrar na sala dos professores na escola onde atuo em Blumenau, como você fez no início desse ano letivo.
    Venha viver e trabalhar com o nosso salário.

  • fernando diz: 8 de junho de 2011

    Extorsão é arrecadar o que o estado arrecada e dar quase nada em troca para populaçao, vê se os politicos usam a saude publica, vê se os filhos deles não estao nos melhores colegios, ve se na casa particular do governador não tem segurança 24 horas na portaria do edificio, se eles confiassem no que administram com certeza, usaram os serviços publicos.

  • francisco de assis zermiani diz: 8 de junho de 2011

    EXTORSÃO?!!!!! É O Q O GOVERNO FAZ COM O DINHEIRO DO FUNDEB. ACHO Q ESTA NA HORA DE FAZERMOS UM MOVIMENTO DE CASSAÇÃO DESTE GOVERNO ILEGAL E CORRUPTO, APROVEITANDO P CASSAR O LHS TBM. AFINAL ELE TBM NÃO CUMPRIU A LEI.
    O POVO NÃO SABE VOTAR, ENTÃO TDS SOFREM. POR FAVOR NÃO VOTEM EM COLIGAÇÃO QUE TENHA O PMBD, É FURADA.
    AH, ELE DEU 24 H PQ SABE Q A SEGURANÇA E A SAÚDE ESTÃO PENSANDO EM FAZER GREVE TBM.
    QUE FAÇAM, VAMOS CORRER COM ESSES IRRESPONSÁVEIS DO NOSSO COMANDO.

  • Mileidi Heiderscheidt diz: 8 de junho de 2011

    > Se o Sr. afirma que Santa Catarina não tem dinheiro suficiente, por
    > quê é que não pede ajuda do Governo Federal? Ah… é por que Santa Catarina
    > TEM DINHEIRO, não é? E o Sr. não tem como provar o contrário, afinal, esse
    > dinheiro, que vem do FUNDEB, vem sendo desviado para outros setores, certo?
    > Hmmm… será que é por isso que a Promotoria Pública está processando o
    > Estado por uso indevido e desvio das verbas do FUNDEB? Ah… endendi… Isso
    > o Sr. não fala na TV, né?
    > Tem muita coisa acontecendo em Santa Catarina, Governador. O Sr.
    > deveria ser o nosso principal Servidor, administrando o bem público pelo
    > povo e para o povo.

    Parabéns, Marcelo Dutra!
    Faço das suas, as minhas palavras.

    O governo desvia verbas e nós é que extorquimos…
    Bonito!!
    Tomara que todos tenhamos “cacife”!!!
    Perder regência de classe que minha avó brigou para conseguir…JAMAIS!!!

    ONDE ESTÁ O FUNDEB??? USEM O FUNDEB!! NÃO É PARA PAGAR OS PROFESSORES???

  • Gustavo diz: 8 de junho de 2011

    Somente o governo de Santa Catarina considera o cumprimento de uma lei uma extorsão, acha que leis devem ser barganhadas e descumprida, que fazer negociação é tirar com uma mão e dar com a outra e ainda diz que não ganhou nada…
    CARO Deschamps EU SEMPRE CUMPRI TODOS OS MEUS DEVERES E SEGUI A LEI E NÃO VOU NUNCA DEIXAR QUE UM SENHOR COMO VOCÊ VENHA E PASSEM POR CIMA DE UMA LEI, LEIS DEVEM SER CUMPRIDAS E NÃO ESQUECIDAS OU NEGOCIADAS, CHEGA DE EROLAÇÃO QUERMOS NOSSOS DIREITOS RESPEITADOS, NOSSA DIGNIDADE.

    EXTORÇÃO É FICAR 7 ANO SEM AUMENTO DE SALÁRIOS, EXTORÇÃO É ENTRAR EM GREVE PARA QUE UMA LEI SEJA APLICADA, EXTORÇÃO E LUTAR POR UM DIREITO E PERDER OUTROS, EXTORÇÃO E VER O DINHEIRO QUE ERA PARA EDUCAÇÃO SER DESVIADOS PARA OUTROS PODERES QUE NEM NECESSITAM DELES, ISSO TUDO SIM É EXTORÇÃO.
    DESCHAMPS CALA A BOCA E CUMPRA A LEI.

    A GREVE CONTINUA ATÉ QUE PAGUEM TUDO QUE NOS DEVEM.

  • Fabiano Jussaro diz: 8 de junho de 2011

    O Sr Eduardo Deschamps demorou mas mostrou a que veio, não se aplica “otimismo convicto” mas sim Demagogia Convicta.

  • Patricia diz: 8 de junho de 2011

    Caro estudante Marcelo Dutra,

    Não sou professora, sou cirurgiã-dentista e também estou indignada com tamanha cara de pau de nosso governante!
    Faço minha as suas palavras! Você está de PARABÉNS!!! Com letras maiúsculas!!!
    São cabeças “pensantes” como a sua que nosso Estado, digo mais, nosso PAÍS está precisando!
    Na minha época de estudante também fiquei sem aula, e não foi por causa disso que não apoiei os professores. Apoiei e fui até para passeatas com eles!
    Inclusive fiquei sem aula no meu último ano de universidade, e não morri por causa disso.
    Devemos como cidadãos apoiar SIM os professores! NOSSO MESTRES!!! NOSSOS DOUTORES!!!
    Valorização da educação, senhor governador!!!! O PISO É LEI!!!!!!!! E como LEI, DEVE ser cumprida!!!!!!!!!!!!!
    É o que deseja TODO CATARINENSE!!!
    Um povo sem educação, não tem futuro!!!
    Ou será que para vossa senhoria o futuro é construir penitenciárias???
    LAMENTÁVEL!!!!

    Patricia. Florianópolis – SC.

  • ariana mendes diz: 8 de junho de 2011

    …. que horror…. esses cretinos (me perdoem a expressão) querendo nos acusar de extorsão…. tirar direitos adquiridos, maquiar um aumento vergonhoso não é extorsão????? que nome então se dá pra isso??? Roubo????? Furto???? Enganação????? É dificil conter os sentimentos e até mesmo a língua me momentos como esse esse…. só abrem a boca pra dizer bobagem….

  • Tania Melo diz: 8 de junho de 2011

    Nós estamos extorquindo? Não somos políticos e não fizemos desvios de verbas. Estamos lutando pelo que é de DIREITO. Não tem dinheiro? Façam empréstimos, tirem do mesmo lugar que saiu o aumento dos pobres dos deputados e vão atras do dinheiro desviado da FUNDEB. Santa Catarina tem dinheiro sim, é só saber administrar e parar de desviar as verbas, de viajar……. e criar vergonha na cara, senhores…….

  • nair diz: 8 de junho de 2011

    Negociar o que? Ele deve nos oferecer propostas para pagar o que é de direito, não tem negociar, ele teve prazo para pensar nisso. Ele precisa saber investir o dinheiro público, não tem outra explicação

  • MÁRIO diz: 8 de junho de 2011

    Deschamps? Soltou mais uma pérola?? Extorsão? hahahahahahahahahahhahahahahahaaha….
    Caramba, mas é um fanfarrão mesmo. Cadê a Globo que não contrata este piadista? :-)

  • SOINGER diz: 8 de junho de 2011

    QUE TAL O GOVERNADOR COMEÇAR A REFORMA TÃO ESPERADO NO CABIDEIRO CRIADO PELOS SEUS ANTECESSORES E TÃO CRITICADO PELO MESMO, COMEÇANDO PELA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DE SANTA CATARINA, COLOCANDO LÁ PROFISSIONAIS REALMENTE ENGAJADOS E FIRMES NO PROPÓSITO DA MELHORIA DA EDUCAÇÃO CATARINENSE, ORA, MANTER TEBALDI, EDUARDO, ELIZETE MELO ENTRE OUTROS, É MOSTRAR QUE A EDUCAÇÃO CATARINENSE ESTÁ NO PROCESSO INVERSO DO SUCESSO.

  • leda diz: 8 de junho de 2011

    Pessoal

    Vocês acham que alguns desses políticos tem filhos em Escola Pública? Por que vão se preocupar com isto. Ele que mostre as verbas do fundeb ao SINTE e se não forem o suficiente que recorra a quem de direito. Mexer na regência, NAO.

  • leda diz: 8 de junho de 2011

    Colega Nair

    Que chamem o Palocci, que está demitido. Esse saber fazer inventimento.

  • leda diz: 8 de junho de 2011

    Errata: investimento.

  • Fernanda C da Silva Cherem diz: 8 de junho de 2011

    Não sabia que extorsão também tinha o significado de “exigir o cumprimento da lei”. Se ele não sabe ler a lei e acha que está cumprindo a mesma deveria voltar para escola então, para aprender a ler e interpretar. ATENÇÃO POVO DE SANTA CATARINA: SE O GOVERNADOR NÃO PRECISA CUMPRIR A LEI NÓS TAMBÉM NÃO PRECISAMOS! Ninguém mais precisa pagar sua contas, se o governador não paga a gente não precisa também, porque se eles quiserem que a gente pague nossas contas quer dizer que ele vai estar nos extorquindo.

  • Viviane Borges diz: 8 de junho de 2011

    Não vamos ter mais apoio?
    Novidade…
    Voltamos a sonhar, a acreditar que nossos esforços enfim seriam reconhecidos, que nossa luta diária de construir uma sociedade mais justa e digna estava ganhando forma. Mas o governo não cumpre a LEI, alega falta de recursos e ninguém diz nada, só que o governo fez o que podia fazer…
    Nós professores com muito menos nas nossas escolas fazemos melhor.
    Achatam a tabela, desestruturam uma carreira e aumentam R$50 , R$100 nosso sálario que desde 2003 não tem reajuste e isso é o melhor que tem para oferecer ?
    O sindicato não concedeu nada? O que querem ?
    Nosso plano carreira?
    Regência de classe ?
    Piso salarial de acordo com o MEC na carreira?
    Ou talvez a nossa dignidade ?
    Pois concordando que não cumpram a lei que nos beneficia e voltando para sala de aula para dizer para aos nossos alunos que o estudo dignifica o homem… Que quem não cumpre a lei deve ser punido, que existe uma contistuição brasileira que diz ” Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza…”,vocês levam o que de mais precioso o homem pode ter, a dignidade, o compromisso com a verdade e isso eu não permito que façam, por isso ficamos mobilizados até que o governo cumpra a lei e respeite a contistuição deste país, pois o conhecimento das leis deveria ser pré requisito para os canditados desse país.

    Realmente não podemos pedir dignidade de quem não tem para dar, o que me entristece é saber que uma maioria não sabe da importância de seu voto e joga fora o futuro do país junto com seu, do seu filho…

  • Adriano Silva diz: 8 de junho de 2011

    O que houve Sr. Moacir,
    Por que moderação nessa fase, vai penerar ?

  • IARA REGINA CORRÊA diz: 8 de junho de 2011

    Extorsão????Onde está o dinheiro do FUNDEB??? o sumiço desse dim dim chamamos do que??? ABONO POLITICO!!!
    vocês tem muito senso de humor!!!
    mas tudo bem nós somos mais criativos, ousados e teimosos!!!

  • gilson diz: 8 de junho de 2011

    Se tem alguém que faz extorsão, então, esse alguém é o Deschamps. Ele ameaça cortar salário de grevistas numa greve legal para não cumprir uma lei nacional. Deschamps, se você não tem competência para cumprir a lei, peça exoneração. Não fique falando abobrinhas.

  • waldemar krajeski filho diz: 8 de junho de 2011

    Se vira nos 30 Colombo, nós não temos nada a perder, a responsabilidade do ano letivo é sua, duvido que os deputados terão coragem de votar a MP!!! Vocês é que tem 24 horas para nos apresentar uma proposta. Ou vão querer descontar meu salário? kkkkk

  • Braz diz: 8 de junho de 2011

    De todo lastimável o destempero do professor Eduardo Deschamps, causado provavelmente pela frustração de nãoa ter conseguido chegar a um acordo com os professores. Ele é uma pessoa muito inteligente, e sabe muio bem que se há aluem praticando extorsão não são os integrantes do magistério público estadual, uma cateoria que há muito tempo vem sendo pisoteada, vilipendiada, e sempre à merdcê dos interesses adjetivos dos que nos governam. Lutar para que uma lei seja cumprida nunca foi extorsão. Pelo contrário, e sinal de que estamos devidamente conscientizados de que somente com a luta é conseguiremos ver respeitados os nossos direitos, e, pr extensão, os direitos de toda a sociedade, de ter uma educação d equalidade, que proporcione capaidade de espírito crítico para que seja m varridos da vida pública aqueles que querem se perenizar no poder às custas dos menos favorecidos. Essa espúria tríplice aliança, que desde 2003 se apossou de Santa Catarina é a grande responsávedl pelas dificuldades que o Estado atravesssa, devido ao escandaloso inchamento da máquina pública provocado pelos apadrinhamentos. ESSE É O PROBLEMA DE SANTA CATARINA, PRIOFESSOR EDUARDO DESCHAMPS!!!

  • Margaret diz: 8 de junho de 2011

    Extorsão????????????

    Os donos da revista Metrópole tentaram extorquir o governo LHS. (?)

    Agora os professores querem extorquir o governo Colombo. (?)

    É muita mania de perseguição.

    Esse governo poderia conjugar o verbo CUMPRIR a Lei.

    Só para variar.

  • Cleia Gasperi diz: 8 de junho de 2011

    E é nisso, Moacir que eles apostam, baseados nos precedentes….na desunião da classe….Por isso, professores: união!! a decisão da assembleia é soberana, independente de opiniões particulares vamos acatar a decisão tomada na assembleia de amanhã. A força do povo unido já derrubou presidente, ninguém pode com a força do povo !!

  • Adriano Silva diz: 8 de junho de 2011

    ” O sr. tem dúvidas de que se houvesse acordo hoje o magistério terá muitas vitórias a comemorar? As mesmas conquistas amanhã, derrotado, terão outra leitura…”
    Sr. MOACIR
    VITÓRIA …SE A LEI CUMPRIDA E NÃO QUESTIONADAS E BURLADAS .
    O GOVERNO ESTA APOSTANDO NA MENTIRA.
    O MINISTRO DEU A RESPOSTA, SANTA CATARINA, QUE BOM, É UM ESTADO RICO E NÃO SE ENQUADRA NOS CRITÉRIOS PARA PEGAR DINHEIRO EMPRESTADO.
    POR QUE FECHAR ACORDO? ESTAMOS PERDENDO NOSSOS DIREITOS, ESTÃO DANDO ESMOLA PARA DEPOIS SENTAR PARA NEGOCIAR, MAS TUDO BEM, AS URNAS VEM AÍ!
    VAMOS PAGAR O PREÇO,MAS DEPOIS DESSA GRAVE ESSE GOVERNO NÃO SERÁ O MESMO.

  • Vitor Marcelo Vieira diz: 8 de junho de 2011

    É LAMENTÁVEL A NOSSA LIDERANÇA EDUCACIONAL EM SC

    É lamenável o comentário como o que foi feito pelo secretário-adjunto da educação. Certamente este homem não pensa na educação dos jovens da nossa sociedade. Pensa em uma sociedade como massa de manipúlação. Tudo isso tem um propósito. Não investir na educação para deixar as pessoas alienadas. Depois discursam afirmando que pensam na libertação das crianças pobres através da educação. Essas pessoas não podem comandar a educação do estado. Chega de cargos políticos em cargos educacionais.

    Vitor Marcelo Vieira-Professor de História

  • albanete nair de azevedo diz: 9 de junho de 2011

    Mas é um DESAFORO mesmo ter que a baixo de greve negociar uma lei! Ora lei é para ser cumprida, não negociada para ser cumprida pela metade. O piso salarial é uma Lei e o plano de carreira também é Lei.
    Onde está o Sr Luiz Henrique e Paulo Bauer? Não foram eleitos pela UNIÃO POR TODA SANTA CATARINA? Não resolveram a situação e fugiram. Está na hora de mostrarem a cara e aproveitando que estão em Brasilia darem uma força ao Governador.