Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O mágico de Oz

30 de junho de 2011 18

“Um dia a mais, uma semana a mais e paciência de menos!
Leio as manchetes e fico como um boneco “João Bobo” sorrio, entristeço, sorrio, entristeço!… Parece loucura, em uma mesma semana as coisas andam pra frente e pra trás, pra frente a pra trás. Fico pensando… Estou insana ou o mundo enlouqueceu!
No início a greve lembrou-me uma história poética, poética, gloriosa, por idéias e ideais! Agora parece uma fábula louca! Não somos Dom Quixotes! Somos “Dorothys” perdidos em um mundo louco e tentando voltar pra casa, nesse caso para as escolas, e nem temos sapatos mágicos.
Temos sim, um leão, no caso, Colombo, um homem muito bom em falar em público, convencendo e persuadindo pessoas sobre suas idéias antes das eleições, mas que na hora de tomar uma atitude provou não ser realmente como parecia, vive viajando e nunca está para negociar ou decidir; Um espantalho sem cérebro, esse representa nosso secretário de educação, que até agora so soube colocar os pés pelas mãos, nunca vi uma pessoa tão desinformada do cargo que ocupa. E, por fim, o Homem de Lata, sem coração representado por Eduardo, nosso vice-governador, esse, fica lá na sombra sem sujar seu partido ou suas mãos! Não está nem ai! Vou poupar Deschamps, mal ou bem tem trabalhado, e muito. As bruxas do oeste e do leste podem ser Luiz Henrique e Paulo Bauer, que tem uma grande responsabilidade em toda essa poca vergonha. Tem uma bruxa da ilha que não tem em Oz, mas existe em Florianópolis, amedrontando diretores e assistentes de educação. Preciso citar o nome?
É isso, estamos todos perdidos, nas mãos de pessoas que não estão nem ai! E ainda vem com discurso de preocupação com alunos catarinenses e pressa de volta as aulas, ou de estar aberto ao diálogo, quando recorre na ação de ilegalidade da greve afirmando que é um precedente ináceitavel!. Alguém mais acredita? Para!
E parece que está tudo normal, os presos fogem vira escandalo. Marcha em favor da legalização da maconha, manchete. Neve em todos os jornais. Milhares de alunos em casa, uma sequência de desmandos, trapalhadas, reuniões marcadas que não acontecem, decições não decididas… E? Nada!
O que temos que fazer para que essa situação se resolva? uma fuga em massa? Sair pelas ruas defendendo algo que escandalize as pessoas mais tradicionais? Nevar não dá! Já fizemos cartas, e-mails, monções, passeatas, panelaços, recorremos a justiça, missas, velas, bençãos…. E? Nada.
Esqueci-me de um personagem, tão importante quanto a Dorothy, o mágico! É isso precisamos encontrar um mágico! Urgente!
Patricia dos Reis da Silva.”

Comentários

comments

Comentários (18)

  • CRISTINA diz: 30 de junho de 2011

    Muito criativa sua escrita, valeu Patricia!!! Enquanto isso o tempo vai passando, passando e… é um tal de vai e volta, sem direção, mas nossa luta não será em vão. O mágico vai aparecer e despertar o povo da inércia desse sistema peçonhento que tenta nos sucumbir. Nosso encanto é bem maior, podes ter certeza. O mágico virá…

  • ariane kuehl diz: 30 de junho de 2011

    Adorei seu texto, se não fosse a nossa realidade, realmente parece um conto, espero que pelos menos tenha um final feliz

  • silvialehmkuhl diz: 30 de junho de 2011

    Patricia, parabéns.pelo belo texto só pode ter sido escrito por uma professora.No entanto, acredito que ninguém da base governista o leia. E, se souberem ler não saberão interpretá-lo.
    Nunca vi tantos incapazes querendo dirigir um estado.
    E quanto os sábios do reino TCE, MP e TJSC estão “curtindo” seus bons salários e dane- se a justiça e as leis.
    Até quando?
    E segurem-se “o piloto cego”, sumiu!

  • gilson diz: 30 de junho de 2011

    Patrícia,
    Talvez o mágico seja o Dep. Federal Boeira. Aguardemos…

  • Taiana diz: 30 de junho de 2011

    Gente… esse é o texto que diz tudo, tudo mesmo, estamos aí com todos os personagens de nossa realidade política catarinense.

    Parabéns Patricia dos Reis da Silva

    Um abraço!

  • gilson diz: 30 de junho de 2011

    Rafael Martini, do DC publicou: “Décimo terceiro dos servidores sai em julho
    9 de junho de 2011

    Franc Ribeiro Correa, diretor do Tesouro, entrega na segunda-feira a proposta de calendário de pagamento do 13º salário aos servidores estaduais para o secretário da Fazenda, Ubiratan Rezende.

    A sugestão é de pagamento da primeira parcela em julho. Entre os dias 14 e 15. Ano passado, a antecipação injetou mais de R$ 150 mihões na economia catarinense na mesma época.”

  • Daniel diz: 30 de junho de 2011

    A BRUXA DA ILHA QUE EXISTE E AMEDRONTA DIRETORES E ASSISTENTES DE EDUCAÇÃO, TODAS SABEM QUEM É NÉ:
    Não a conhecia e nunca a tinha visto, mas esta semana apareceu em entrevista na RBS Tv, não soube nem se expressar e esclarecer sobre o contra cheque, reunido com a família no almoço, falei, parece uma BRUXA. Como ainda está na ativa, tirando lugar dos mais jovens, já passa dos sessenta, é terceira idade.

  • Marilza Constansi diz: 30 de junho de 2011

    Caro Moacir poste no seu blog este desabafo de uma colega aposentada

    Chapecó , 30 de junho de 2011.

    Ao senhor Governador e demais autoridades.

    È com grande tristeza, que quero falar a vocês.
    Sou professora aposentada e meu desabafo é para dizer o quanto um professor passa para sobreviver.
    Comecei trabalhar aos 15 anos como professora em 1969. Naquela época meu salário era até bom, conseguia sustentar meus sete irmãos. Caminhava muito quilômetros a pé para ir ao trabalho .O sofrimento era tanto, que vocês não imaginam, mas a esperança de dias melhores , estava presente e também o compromisso da missão, fazia com eu tivesse ânimo.Só não pensava que hoje não consigo nem me alimentar e comprar meus remédios dignamente.
    Quero deixar uma pergunta ao Sr. Governador: Quem lhe ensinou a primeira letra do alfabeto para ser o que é hoje? Não é na escola que se forma um cidadão ? Ou essas promessas da campanha são rapidamente esquecidas?
    Queridos colegas de profissão: não deixem de lutar e se abater, pois hoje com dificuldade para caminhar, eu queria poder estar com vocês na luta, mas não posso. Lutem pela nossa valorização pois somos aqueles que plantamos a semente do conhecimento por um mundo melhor.
    Professora Lurdes jacinta Schleicher.-Chapecó-SC.

  • Jesuíno diz: 30 de junho de 2011
  • Juliana Pereira Mabba diz: 30 de junho de 2011

    Muito bom seu artigo. Parabéns!

  • itacir zanatta diz: 30 de junho de 2011

    pois é patricia, isso daria um filme de comédia com tantas trapalhadas, desencontros, declarações ridículas, brincadeiras de esconde esconde, venda de sonhos, brincadeira do bobinho etc…
    mas se vc me permite vou fazer uma substituição no elenco, que tal a VOLTA DOS TRAPALHÕES?

  • Angeblumenau diz: 30 de junho de 2011

    Boa noite Moacir,
    quero parabenizar a colocação da Patricia, é assim que todos os professores estão sentindo, não sabemos mais a quem recorrer, isso lembra a “A história sem fim” abraços

  • leda diz: 30 de junho de 2011

    Sim, Patrícia. Precisamos de DECISÕES. Pessoas que tenham coragem e decidam por encerrar a greve, reconhecendo a importância do Educação e do Educador.

  • silmara diz: 30 de junho de 2011

    Patrícia…talvez vc traduziu aqui a reflexão de muitos professores, inclusve a minha sobre a situação que chegamos.
    Parabéns pela criatividade!

  • Ediléa Elisa Costa de Freitas diz: 30 de junho de 2011

    Ah!!!!Patrícia já encontrei o mágico?Eu acho que é Obama é um uníco que encontra foragido eheheheh

  • sonia maria medeiros da silva diz: 30 de junho de 2011

    Patricia dos Reis, es uma verdadeira artista. Magico de Oz…maravilhoso,parabens. Um conto de fadas bem verdadeiro. Bem isso mesmo…Governo do faz de conta. E uma vergonha que um estado tao rico como o nosso, ter um governador totalmente descomprometido,irresponsavel.
    Patricia, escritora do “Magico de Oz,” uma amostra dos profissionais que ainda temos na educaçao de SC hoje, otima qualidade, e porque sao profissionais que ainda puderam investir mais na sua formaçao.
    E daqui pra frente, como serao os profissionais das escolas publicas?…na realidade nem particulartes.Quem vai estudar so para trabalhar em escola particular?
    Nao sei…

  • juciney diz: 30 de junho de 2011

    Adorei Patrícia…muito bom…a parte da bruxa então..rsrsrs
    E se fizermos uma rápida análise veremos que há muiiiitas bruxas ” mandando” na Educação!!!
    Quem sabe começamos a fazer passeatas nus…?Só falta isso… talvez assim alguém se sensibilize com nossa “sandice” e olhe por nós e pelos alunos.
    Ao menos daria manchete no “Jornal Nacional” e quem sabe até no ” The New York Times”…
    É mais pensando bem, anda tão frio….!!!!!

  • Renata diz: 30 de junho de 2011

    MUITO BEM COLOCADO PATRICIA É NADA X NADA..
    nada acontece, nada se resolve e ninguem quer saber…….nós e os alunos estamos bem arranjados…