Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

"Absurdo no Instituto"

11 de julho de 2011 43

Professores do Instituto Estadual de Educação denunciaram na Assembleia Legislativa que a ordem dada na maior escola de Santa Catarina é de considerar como aula dada as salas de aula que tiverem apenas um aluno presente. Os alunos ausentes receberao falta.

A norma até aqui vigente era de considerar aula dada nas salas que tivessem mais de 50% dos alunos presentes.

Comentários

comments

Comentários (43)

  • andre diz: 11 de julho de 2011

    Qual a novidade?

    Aqui em SC sempre foi assim! Estou trabalhando há 6 anos como ACT. Vá ver se tem 01 escola que para fechar os 200 dias letivos não faz atividades aos sábados que tem 40, 50 alunos de um total de 700 e que são considerados normalmente…

    Vá ver se no 1º bimestre desse ano não foram considerados dias úteis normalmente aqueles em que os alunos tiveram apenas 02, 03 das 05 aulas e que depois foram dispensados por falta de professores…

    Vá conhecer a realidade do ensino noturno das escolas. Veja se em inúmeros dias os alunos não saem as 21, 21:30, porque faltou alguém (normalmente um professor que tinha os 3 períodos e que não chegou ao final da jornada). Veja se alguma escola tem aulas depois das 22h…

    A realidade da educação catarinense é um imenso faz de contas! A diferença é que agora estão todos vendo… Só espero que não aconteça como sempre: acontecem as denúncias, as indignações. Passam 15 dias ninguém se lembra mais… E tudo volta ao que era antes!

    André

  • Felipe diz: 11 de julho de 2011

    Não é apenas no IEE, é no estado todo essa pouca vergonha.

  • katia diz: 11 de julho de 2011

    kkkkkkkkkkkkkkk
    Nao se espantem caros colegas, de agora em diante voces vao ver a educação que santa catarina vai ter…..será a cara do COLOMBO

  • JORGE BARROS diz: 11 de julho de 2011

    PROFESSOR:

    ENTENDO QUE FALAR DE NORMA NO PRESENTE MOMENTO, É CHOVER NO MOLHADO.
    - O GOVERNO NÃO CUMPRE A NORMA DO PISO DO MAGISTÉRIO;
    - O GOVERNO NÃO CUMPRE A NORMA QUE SOLICITA O PAGAMENTO DOS DESCONTOS INDEVIDOS;
    - O GOVERNO NÃO CUMPRE A NORMA DE SÓ HAVERÁ AULAS QUANDO OS PROFESSORES VOLTAREM PARA A SALA DE AULA (ESTAMOS EM GREVE).
    FAÇA ASSIM…
    NÃO CUMPRA A NORMA, CONSIDERE AULA DADA, SE ASSIM A SUA CONSCIÊNCIA MANDAR.
    CASO CONTRÁRIO, JUNTE-SE A NÓS. SEU REFORÇO É BEM VINDO!
    ABRAÇOS!

  • Cesar Augusto dos Santos diz: 11 de julho de 2011

    Moacir,

    Eu gostaria, como professor, de dizer algo sobre isso. Desde o início da greve, alguns professores insistiram em continuar dando suas aulas, mesmo sem haver alunos para as assistirem; e os diretores dessas escolas foram coniventes com esses atos.

    Um professor, que se julgue digno de respeito, não pode fazer de conta que deu aula se não teve alunos suficientes em sala. O que estava por trás de tal atitude era o oportunismo de alguns. Acreditavam que poderiam ganhar algo nessa greve sem ter que lutar junto com os outros e sem ter perdas como os outros? Pusilanimes!!!!

    Estou nessa greve desde o início, aqui na cidade de Caçador. Trabalho em duas escolas. Perdi muito com minha participação nessa greve. Continuo fazendo meus sacrifícios. Minha sorte é a minha precaução. Me preparei para longos dias de lutas. E ainda tenho o mínimo para sobreviver nessa luta, esperançoso de que ela finde com bons resultados para mim, para os estudantes e para a classe dos professores. No entanto, vejo meus esforços serem destruídos pelo oportunismo de colegas pouco inteligentes, diretores manipulados e de um governador demagogo apoiado por uma corja de aproveitadores.

    Voltei para as escolas em que trabalho com o intuito de conversar com alunos, pais, professores, diretores. Todos apoiaram a minha participação. Não houve uma pessoa sequer que não reconhecesse a retidão das ações dos professores grevistas. Contudo, nem todos os professores tiveram a capacidade de participar. E isso não é só por oportunismo,ocorre também pelo medo e pela miséria em que vivemos. De qualquer modo, não há quem possua bom senso e se oponha a essa greve ao mesmo tempo.

    Nosso governador, não possui bom senso…insite em não cumprir a lei do piso e em não devolver aquilo que nos tirou. É um demagogo, manipula a opinião pública através da propaganda e do discurso baseado numa sofística barata, ele deveria ser deposto do poder junto com seu séquito de celerados.

    Além disso há alguns de nossos pares que compactuam com esse tipo de ação. E eles ainda têm a chance de se redimir com os outros.

    Os estudantes estão perdendo muito com isso? Estão. Mas se a nossa classe não obtiver o que merece desta vez, nesse mês do ano de julho de 2011, os estudantes, pais, professores, vão continuar perdendo por mais três ou quatro anos. Se deixarmos que o PLC seja aprovado, se voltarmos para as salas de aula com menos direitos do quie tinhamos antes, então estaremos perpetuando a injustiça em nosso estado.

    Caro governador, falando por mim, não me o ponho à sua pessoa, não me oponho às pessoas dos seus subalternos. Até te acho um homem simpático. Mas você está agindo de maneira errada!

    Enquanto a mim, não há mais nada que você e seus subalternos possam tirar de mim que já não tenha sido tirado. Eu preferia estar preso em uma cadeia recebendo três refeições quentes por dia, auxílio prisional, e tendo a oportunidade de economizar dinheiro trabalhando na cadeia, ganhando mais do que ganho dando aulas.

    Me prenda por favor!

  • aacioli diz: 11 de julho de 2011

    Nao é surpresa para quem tem um ditador como governador. Pagar que é bom..nada….

  • Fernando Luís Ramos diz: 11 de julho de 2011

    Caro jornalista Moacir;

    IRRESPONSÁVEL A ATITUDE DO GOVERNADOR DE “MANDAR OS ALUNOS PARA AS ESCOLAS EM GREVE”.

    - Alunos que se deslocaram para chegarem nas escolas estarem com os portões fechados.
    - Pais mandarem os filhos para escolas, não tendo aula e os filhos ficarem largados nas ruas.
    - Aulas com 10 alunos.
    - Aulas com turmas unidas.
    - Assistententes Técnicos Pedagógicos “dando” aulas.
    - Turmas revezando-se (filmes/quadra esportivas).
    - alunos indo embora depois do recreio.
    - Turmas revezando em dias de aula.

    VERGONHA…

    E TEM MAIS!!!

    SE NÃO PAGAR OS DIAS DESCONTADOS, OS ALUNOS ENTRARÃO EM FÉRIAS NO DIA

  • leda diz: 11 de julho de 2011

    É o desespero do “reizinho”! Juntando a isto o mês de fevereiro, em que boa parte dos alunos ficou sem aulas, por falta de professores, dá para imaginar a qualidade da educação em SC. E que se preocupa com isto? O SEMbalde?

  • leda diz: 11 de julho de 2011

    Errata: leia-se “quem”.

  • Rosangela diz: 11 de julho de 2011

    Qual é o estranhamento?Faz muito tempo que o governo do estado faz-de-conta que se interessa pelo que acontece dentro das escolas. Uma secretaria de educação que faz um processo seletivo para contratar ACTs , faz a chamada dos aprovados em dez2010 e em fev/2011, ainda, não tinha professor para assumir boa parte das salas de aula!!! E a situação permaneceu até final de março/2011! A GREVE tirou das salas de aula os professores, e o governo num ato de extrema sensatez, nos varre para baixo do tapete e resolve a situação, assim: já tem mais de 02 semanas que algumas salas de aula foram “assumidas” pelas serventes da escola, diretores, …, desde o início da greve, mesmos os professores que não aderiram, juntavam várias turmas segurando os alunos nas escolas durante 1, 2 aulas caracterizando desse modo “aula dada”…como assim? Um professor , 3 turmas é = a conteúdo trabalhado?
    Mas , temos certeza de que a sociedade catarinense não irá aceitar mais essa MENTIRA, essa FARSA! Os professores estão lutando , também, para derrubar esse “faz-de-conta em que se transformou a educação em SC( faz-de-conta que te ensino, você faz-de-conta que aprende e o governo faz-de-conta que nos pagam)…

    Professora Rosangela

    Navegantes-SC

  • Rosane diz: 11 de julho de 2011

    Senhor com tantos absurdos cheguei a conlusão que esse governo nem se quer serve pra administrar (pipi movel).

  • Francisco diz: 11 de julho de 2011

    Professores do Instituto Estadual de Educação denunciaram na Assembleia Legislativa que a ordem dada na maior escola de Santa Catarina é de considerar como aula dada as salas de aula que tiverem apenas um aluno presente. Os alunos ausentes receberao falta??????
    Olá professores. E quem tem que cumprir a Lei????
    O Governo já provou que não precisa cumprir Lei nenhuma. Então por que se preocupar com 1 ou 100 alunos em sala de aula???
    Por quê se preocupar com200 dia ou 10 dias letivos???
    UMA VERDADE ESTÁ ESCRITA:
    O GOVERNO NÃO TEM RECURSOS FINANCEIROS PARA PAGAR O PISO, OS PROFESSORESNÃO VÃO TER RECURSOS PSICOLÓGICOS PARA DAR AULAS.
    Então vamos ocupar as aulas ou vamos dar aulas????
    UM CAPÍTULO NOVO NA HISTÓRIA DE SC: ANTES E DEPOIS DESTA GRAVE DO MAGISTÉRIO 2011.

  • simone diz: 11 de julho de 2011

    Na minha escola 8 professores continuaram trabalhando, enquanto 15 paralizaram; e a maioria dos alunos não estava comparecendo para estas aulas, mas foi considerado dia letivo. Além disso, faziam provas e trabalhos, como forma de trazer os alunos para a escola. Os alunos ficaram e estão indignados pela arbitrariedade da direção e desses professores.
    É uma pena que nem mesmo alguns professores podemos chamar de colegas de trabalho e de luta.

  • Dani diz: 11 de julho de 2011

    Não há novidade alguma nessa situação. Quem está na área sabe que essa é uma prática muito comum por parte do governo: o total descaso. O que acontece nos “bastidores” da educação aparece muito bem maquiado para a população, tanto que hoje o quadro que se apresenta é o total inverso da realidade: fim de greve, calendário de reposição definido e o piso pago aos professores como se deve.
    Lamentável.

  • LUIZANE SCHNEIDER diz: 11 de julho de 2011

    Lamentável.

    Temos que continuar denunciando… calar jamais.

  • Leila Bambino diz: 11 de julho de 2011

    Professores que não paralisaram suas atividades e deram aulas mesmo não tendo 50% dos alunos mais 1 deveriam repôr. Sabemos disso, mas essa é a Educação de qualidade que temos em nosso estado. O governo está preocupado com os 200 dias letivos e ponto. Estando na escola, mesmo que assistindo vídeo ( como muitos professores fizeram nesta greve), dando aulões com mais de 50 alunos com pessoas não capacitadas é o suficiente para dizer que o ano letivo foi cumprido. Não é se estranhar alunos adentrarem as universidades escrevendo mal e interpretando pior ainda. O que realmente importa é a quantidade de dias, não a qualidade. Uma vergonha…

  • fernando diz: 11 de julho de 2011

    Ééééé o tiro do governo esta saindo pela culatra dessa forma a educação que ja era ruim, ficou ainda pior, o governo Colombo esta saindo muito fragilizado dessa situação, o que estão fazendo é um verdadeiro absurdo a educação esta um caos, essa tentativa de tentar voltar as aulas é apenas uma medida tampa furo´para nao perder o ano e esta sendo um fracasso , os maiores prejudicados nessa historia toda são os alunos, e isso com certeza vai refletir nas proximas eleições.

  • Daniela de Oliveira diz: 11 de julho de 2011

    Aqui em Lages os diretores das escolas estão ligando para os professores em greve assinarem um documento autorizando a contratação de um substituto enquanto estiverem em greve você acha que alguém vai assinar, por favor governo em que mundo vive?

  • Aline diz: 11 de julho de 2011

    Pois é. fazer de conta é uma estratégia bastante usada pela secretaria da educação. Bem se vê que não é coordenada por professores.

  • Orides Maurer Junior diz: 11 de julho de 2011

    AQUI EM SÃO FRANCISCO DO SUL TAMBÉM ACONTECEM AS MESMAS ARBITRARIEDADES NAS ESCOLAS. E MAIS: HOJE O DIRETOR ME LIGOU E DISSE QUE VÃO CONTRATAR UM PROFESSOR SUBSTITUTO EM MEU LUGAR. É O FASCISMO EM SANTA CATARINA. GOVERNO IMORAL E ILEGAL! FORA COLOMBO!

  • Joao Batista Broering diz: 11 de julho de 2011

    Caro Moacir,
    Hoje pela manhã estive no colégio onde meus filhos estudam e para mim não foi surpresa não encontrar Professores para darem aulas.
    Cheguei a conclusão que Diretores e professores estão falando a mesma língua.
    Digo isto após verificar a tabela do salário dos professores que estão querendo aprovar na Assembleia Legislativa, é um verdadeiro absurdo, pois qualquer um percebe que ao invés de valorizar estes profissionais, efetuaram retiradas de direitos adquiridos anteriormente.
    Aí pergunto como que este Governo espera resolver tal impasse?
    Falo agora com conhecimento de Causa, PROFESSORES DE TODA SANTA CATARINA mais de que nunca vocês tem que se unirem, pois a causa de vocês é mais do que justa, Lembrem que se houver prejuizo referente ao ano letivo, eu como pai, posso lhe afirmar que o único e verdadeiro culpado será este Desgoverno.
    Sr. Colombo, nós pais não somos otários, sabemos o que etá acontecendo e essa de contratar Professores, eu posso até duvidar que nào tem como acontecer, ë mais uma mentira….
    Pois quando na sua normalidade, a falta de professores sempre existiram, não consigo lembrar qual foi o dia que meus filhos tiveram todas as aulas, pois sempre houve faltas de professores e quando pensava eu que o problema era do colégio que eles estavam matriculados, fiquei sabendo que esse problema se perdura por todas as escolas públicas de Santa Catarina.
    Sr. Governador sou formado em Administração e quando vejo os caminhos que estão sendo tomados para resolver este impasse, vejo o quanto este Governo está despreparado e também mal acessorado para Administrar Santa catarina, ao invës de procurar um melhor termo que venha de encontro com os interesses de toda a categoria dos Professores, procura alcançar seus objetivos de forma arbitrária e para piorar com ameaças e mentindo não somente para os professores e sim para toda a sociedade Catarinense.
    Diante de tudo isso e de ver tantas injustiças, me entristece em pensar que sou mais um brasileiro decepcionado com toda essa conjuntura, onde falta tudo, Saúde, Educação, Segurança e tudo mais.

  • aeadriana diz: 11 de julho de 2011

    Isto é de se esperar de um governo descomprometido com a educação.
    Descompromotido com a qualidade de ensino.
    Nossa histórica adesão é de 75% de professores em greve há mais de 50 dias.
    E este governo não consegue dar uma sacada boa!
    Gostaria de usar este espaço para convidar aqueles professores que parecem estar fora da realidade para unirem-se a esta LUTA.
    A GREVE é Legal, não podemos deixar o governo assassinar o Magistério Público de Santa Catarina.

  • Rosangela diz: 11 de julho de 2011

    Só reporei as aulas mediante pagamento antecipado dos dias descontados, caso contrário vou para Porto Alegre ver meus pais que pagarão a passagem pois, sabem que eu não tenho dinheiro. É só.

  • Evanir Scheffer diz: 11 de julho de 2011

    E o Senhores deputados estão bem quietinho, não se veja um dando entrevista fogem dos
    microfones.

  • NATÁLIA diz: 11 de julho de 2011

    DIANTE DE UMA SITUAÇÃO TÃO CRÍTICA, DEVEMOS NOS PREOCUPAR EM TENTAR ACHAR UMA SOLUÇÃO. A OPÇÃO DE GREVE É INDIVIDUAL. POR ISSO NÃO DEVEMOS NOS OFENDER, BAIXANDO O NÍVEL DE GRADUADO PARA FUNDAMENTAL. ACREDITO QUE TODOS ESTÃO FAZENDO SUAS OBRIGAÇÕES, SEM OFENSAS E/OU CRÍTICAS. REFERENTE AS AULAS DADAS TAMBÉM CONHECIA A LEI QUE CONSIDERA SOMENTE COM 50% +1, ENTRETANTO DEVEMOS FOCALIZAR EM RESOLVER O PROBLEMA E NÃO CRIAR MAIS PROBLEMA.

    *** SERÁ QUE VAMOS QUERER REPOR, AULAS DE REPOSIÇÃO??? QUE SERÃO EM FERIAS, FERIADOS, ETC. VOCÊS REALMENTE ACHAM QUE AS SALAS ESTARÃO LOTADAS EM TODOS OS DIAS DE REPOSIÇÃO( OU PELO MENOS COM 50%+1)?
    É CERTO QUE TODOS OS ANIMOS ESTÃO ALTERADOS, ENTÃO UM CONSELHO QUE EU TENHO A TODOS OS COLEGAS É QUE SE SE FAÇAM UNIDOS, INDEPENDETE DE SER OU NAO GREVISTA. PORQUE SE VCS AINDA NÃO PENSARAM UM DIA TERÃO QUE RETORNAR AS ESCOLAS COM OS COLEGAS NÃO GREVISTAS….

    ABRAÇO NATÁLIA.

  • juliana scoss diz: 11 de julho de 2011

    Quem passou essa “ordem” desconhece a LDB e quem cumpre também. Aliás e muito ridículo ver que colegas que estudaram e passaram pelos bancos universitários, fizeram concurso público e, portanto estudaram leis, acatem e cumpram esse absurdo.

  • Altair Felácio diz: 11 de julho de 2011

    Porque nosso estado não vota nas pessoas certas, só nesta corgia que sempre busca melhorias propias.
    Se liga Santa Catarina vamos colocar no poder pessoas que não comprem votos para nos não sermos vendidos depois,,, Vamos Mudar,, Vamos Mudar,,,Vamos Mudar,,Vamos Mar é preciso!!!

  • Mileidi diz: 11 de julho de 2011

    Se estamos nesta situação precária, também é responsabilidade daqueles que não se comportaram como categoria.

    Dessa forma fica difícil.

    Para mim, esses já viraram zumbis…se deixaram vencer…

    Ok, ok, sei que devemos respeitar e nada me garante que daqui a 10 anos de serviço eu não faça o mesmo…

    Infelizmente o governo tem nos deixado no Umbral da Educação…maltrapilhos da alma…encarcerados…humilhados…cansados…e alguns “cidadãos” ainda aplaudem…

    Por aí se vê o caráter de um povo…

  • Mara Cristina Ramos Cordeiro diz: 11 de julho de 2011

    GREVE…GREVE…GREVE…GREVE…

  • lu diz: 11 de julho de 2011
  • Cheguevara diz: 11 de julho de 2011

    NÃO QUERO FALAR AQUI DOS COVARDES…

    Já falamos demais deles. Parecem, são do tipo que se virem um amigo apanhando, deixam que assim seja e não fazem nada.Quero falar dos bravos (inclusive, em alguns casos, há escola com apenas um grevista) de CRICIÚMA, FLORIANÓPOLIS, SÃO JOSÉ, ITAJAÍ, LAGUNA, LAGES, BRAÇO DO NORTE, JOINVILLE, BALNEÁRIO CAMBORIÚ, CHAPECÓ ETC.
    PARABÉNS PELA POSTURA CORAJOSA E INCLINADA PRA FAZER O CERTO: O CUMPRIMENTO DA LEI.

    CONTINUEM FORTE. A VITÓRIA ESTÁ PRÓXIMA.

    E AÍ TEBALDI E COLOMBO, A GREVE ACABOU? SE NÃO TEM INFORMAÇÃO, SEGUE UMA PEQUENA PARTE:

    horasc: Em Palhoça, na Grande Florianópolis, a EEB Governador Ivo Silveira continua em greve e sem aulas. #GreveSC
    Grupo RBS: Criciúma: E.E.B. João Frasseto, no Bairro Santa Luzia: por volta das 7h15min, quatro alunos esperavam na porta da escola, mas os portões permaneceram fechados e não houve aulas. A escola atende a 800 alunos no total.
    Grupo RBS: Criciúma: E.E.B Antônio Milanez Netto, no bairro São Defende: alguns pais levaram os filhos, mas os portões permaneceram fechados. Havia também dois professores na porta do colégio.
    Grupo RBS: Criciúma: Centro de Educação Profissionalizante Abílio Paula (Cedup): 10 alunos esperavam por aulas, os portões estavam abertos e havia alguns professores na sala dos professores, mas sem aulas. Apenas 19 alunos que estão na última fase de um curso profissionalizante seguiram tendo aulas durante a greve, pois fizeram acordo com o único professor que dá aula para eles (só têm essa matéria). O Cedup atende a 1870 alunos.
    aovivodc: Na Laércio Caldeira, em São José, apenas um de 60 professores dá aula. Alunos ficaram de fora #grevesc
    Comentário de Marisa Na EEB Cel Marcos Rovaris continuamos em greve, sem aluno.
    Grupo RBS: Lages: Na Escola Flordoardo Cabral, com 750 alunos, dos 38 professores, só um continua em greve. Movimentação tranquila na frente da escola.
    horasc: No Passa Vinte, em Palhoça, a EEB Vicente Silveira segue parada. #GreveSC [via Twitter]
    Comentário de Aline Nandi Em Morro da Fumaça a escola Princesa Isabel ….continua em greve.
    Grupo RBS:Jaraguá do Sul: EEB Abdon Batista, dos 40 professores, 15 continuam em greve, aulas parciais.
    JardelJoaquim: Acabei de ligar para a E.E.B Eng° Annes Gualberto e Me Disseram que as Escolas de Braço do Norte Estão FECHADAS
    Comentário de Patríciaaa Criciúma – Na escola lapagesse, gtreve 100%
    Comentário de Aline Nandi Escola Bernandro Schimitz e Maria Duarte Vasconcelos em Sangão a GREVE CONTINUA
    Grupo RBS: Garopaba: EEB Jose Rodrigues Lopes, dos 55 professores, 43 estão parados. às aulas não voltaram
    Grupo RBS: Florianópolis: no IEE, com 250 professores, 80% estão em greve. Dos 20% restantes, alguns não têm aula hoje. Por isso a movimentação é pequena.
    Comentário de Carlos Na EEB Dr Theodureto Carlos de Faria Souto em Dionísio Cerqueira não tem aula, os professores continuam em greve.
    Grupo RBS: Alissom: em Içara, como na maior parte do Sul, ainda há greve.
    Grupo RBS: Lages: Na EED Lages (antigo colégio industrial), com 1,4 mil alunos, todos os 32 professores continuam em greve.
    Grupo RBS: Criciúma: EEB Joaquim Ramos, 45 professores, não retornaram às aulas
    Grupo RBS: Criciúma: EEB João Frasseto, escola fechada, não retornaram às aulas
    Grupo RBS:
    Criciúma: EEB Sebastião Toledo dos Santos, 80 professores, não retornaram às aulas
    Grupo RBS: Criciúma: Cedup Abilio Paulo , de 109 professores, apenas uma turma voltou às aulas
    aovivodc:
    Mais uma escola sem aulas em São José. Dos 36 professores, sete abandonaram a greve na Cecília Rosa Lopes
    Eloizio_e_Leila: E.E.B Dom Joaquim e a Conego Nicolau Genesis Aqui em Braço do Norte ! Estão FECHADAS ainda #GreveSC
    Comentário de Bruno E.E.B Anibal Nunes Pires, grande fpolis 100% greve!
    Comentário de Maria Praia Grande no extremo sul, continua com escolas fechadas.
    Comentário de Felipe EEB Prefeito Pedro Bittencourt e Professora Eulina Heliodoro em Imaruí, continuam em greve.
    Comentário de marcelos becker Santo Amaro os professores não retornaram.
    Comentário de Amarildo EEB Padre Anchieta, Agronomica! Escola fechada! Greeeeeeeve
    Comentário de Marcio A Escola Hilda Teodoro de Florianópolis e Leonor de Barros continuam fechadas sem preofessores, estado de GREVE GERAL
    Comentário de prof. João Escola jovem do norte da ilha fechada tbm, sem professores
    Comentário de kety Balneário Gaivota, todas as escolas em greve.Senhor governador que Vergonha!!!!!
    Comentário de maria Em PIÇARRAS, EEB ALEXANDRE G FIGUEREDO , OS 25 PROFESSORES AINDA ESTAO EM GREVE
    Comentário de edilene Escola Basica Estadual Francisco Tolentino…não tem aula
    Comentário de Ligia Em Itajai a Greve Continua Forte
    Comentário de Heloisa EEB. Julieta Pavan Simões ainda está em GREVE!
    Comentário de norma neronica Os pais trouxeram os filhos e retornaram pois eu não tinha professores para atendêlos. Agreve é 100%.

  • marco diz: 11 de julho de 2011

    OS FORTES CHEGARAM, OS FRACOS NÃO CONSEGUIRAM E OS COVARDES, ESSES NEM TENTARAM. Eu continuo na luta. Ate o fim.

  • Júlio César da Silva diz: 11 de julho de 2011

    NATÁLIA SEU COMENTÁRIO NÃO É DIGNO DE OBSERVAÇÕES.

  • Olinda Rodrigues diz: 11 de julho de 2011

    Olá Moacir!
    Sou de Siderópolis e nos colégios daqui, tullo Cavallazzi e Silvio Ferraro continuam 100% em greve. No colégio José do Patrocinio, todos que entraram continuam em greve. Em Treviso, 100% em greve.
    Tivemos reunião hoje e todos estão “100%” indignados que nem pensam em retornar nesta situação em que esse governo nos colocou. A tática da mentira, da enrolação é horrorosa. Está tentando colocar professor contra professor e pais contra professor. O interessante é que o tiro está saindo pela culatra, porque ao mandar os alunos retornarem dizendo que teria aulas, ele conseguiu indignar os pais.
    Eu não consigo imaginar como é que tem professor em sala de aula quando ele usurpou de nosso parco vencimento e fica mentindo na mídia que está pagando o piso. É inadimissível tanto da parte de quem está trabalhando quanto da parte desse governo que está se mostrando sem condições de administrar esse Estado.

  • angela diz: 11 de julho de 2011

    SR MOACIR, DO QUE VAI ADIANTAR UMA ORDEM PARA DAR FALTAS AOS ALUNOS???????????
    QUAL ALUNO QUE VAI PERDER TEMPO INDO AS AULAS ,SABENDO QUE O GOVERNO NÃO VAI DAR O AUMENTO AOS PROFESSORES GARANTIDO PELA LEI (ISSO É DEMOCRACIA??????????????),FAZENDO COM ISSO SURGIREM OUTRAS GREVES LEGAIS, MORAIS COM TODO O DIREITO ??????????????
    NÃO É POSSÍVEL ,QUE DAQUI PARA FRENTE , SÓ VAMOS TER ESSE TIPO DE CANDIDATO PARA VOTAR, “O QUE ENGANA”
    QUE VAI SER DE NOSSAS CRIANÇAS E DOS PROFISSIONAIS ?????????????
    ESTÃO SUGERINDO QUE ESCREVAMOS ERRADO PARA ACABAR COM O PROFESSOR .
    BANDIDO ESTÁ CADA VEZ MAIS FORA DA CADEIA ,PARA NÃO TEREM GASTOS.
    HOSPITAIS ESTÃO UM HORROR ,FALTAM MATERIAIS E PROFISSIONAIS ,POIS ECONOMIZAM PARA SAQUEAR .
    O QUE VAI SER DE NÓS, SE A JUSTIÇA ESTÁ DORMINDO????????????????????
    A SRA. NATÁLIA DEVE TER OUTRO MEIO DE VIDA ,POR ISSO ESTÁ TRANQUILA .

  • Marciana diz: 11 de julho de 2011

    Como tem que pegar pacote fechado nas escolas, tem professor de Física que teve que completar com aula de filosofia; professor de Geografia pegar aula de artes; professor de Filosofia completar com Artes; professor de história, pegar aula de ciências e pasmem, uma pessoa em 2010 que era formada em Informática estava dando de Física na escola que era efetiva, pois este ano estou de licença sem vencimento, mas acompanho a greve e torço por todos. Parabéns professorada, juntos até a vitória final.

  • Claudio D diz: 11 de julho de 2011

    CAROS COLEGAS DE LUTA. o FRANCISCO TOLENTINO CONTINUA FIRME E FORTE NA LUTA POR SEUS DIREITOS, VAMOS CARREGAR NOSSAS ARMAS E LUTAR ATÉ O FIM, A GUERRA AINDA NÃO ACABOU. Mas o ano letivo já acabou faz tempo, DESDE O INÍCIO DO ANO QUANDO FALTARAM PROFESSORES E O GOVERNO NÃO CONTRATOU, QUANDO ALGUEM TIRA LICENÇA E O GOVERNO NÃO CONTRATA NINGUÉM NO MEIO DO MÊS, FALTAS MÉDICAS POR STRESS, E ASSIM POR DIANTE, ISTO TUDO É NORMAL PARA O GOVERNO. JÁ SEI, O NEGÓCIO É JOGAR O ALUNO DENTRO DO COLÉGIO FECHAR OS PORTÕES E O QUE LÁ ACONTECE NÃO IMPORTA, É IGUAL UMA MAÇÃ PODRE, BONITA POR FORA E PODRE POR DENTRO, ESTA É A REALIDADE DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DE SC.
    Tenho dois filhos na escola, sei que preciso dar reforço em casa, porque na escola sei que não posso contar, pois os Professores voltarão muito decepcionados e sem força para trabalhar se o QUADRO PERMANECER SEM SOLUÇÃO POR PARTE DO GOVERNO.
    REPOR AULAS SOMENTE COM DINHEIRO NA CONTA.
    PROFESSORES VAMOS DAR UM GRANDE APOIO AO PARTIDO NOVO DO GOVERNADOR PSD (Partido Sacana e Demagogo), vamos mostrar a ele nas próximas eleições para acabar com ele ja no início para não deixar criar raízes. Podar antes que seja tarde. Este homem e sua corja devem ser banidos da política de SC.
    VAMOS LOTAR A ALESC AMANHÃ. GREVE,GREVE,GREVE,GREVE…
    ELE PERDEU EM TODAS AS INSTÂNCIAS AGORA SÓ LHE RESTOU AMEAÇAR, QUE BAIXARIA.
    COMO ELE VAI TER MORAL PRA COBRAR ALGUMA COISA SE ELE NOS ENSINOU A NÃO CUMPRIR LEI, ISSO DÁ UM PROCESSO POR DANOS MORAIS, VAMOS GANHAR UM DINHEIRO EXTRA, EU JA ESTOU AGILIZANDO UM ADVOGADO, FAÇAM O MESMO.

  • Karla diz: 11 de julho de 2011

    Engraçado o Sr. Teobaldi vai na mídia e diz que vão contratar ACts.
    Mas só para as escolas que estão faltando poucos professores, para as escolas maiores ficará impossível.
    É tapar o sol com a peneira. Fazer de conta que as escolas estão todas funcionando.
    Essa também é a orientação da nossa Gerente de Educação às diretoras, que se os professores grevistas não retornarem até quinta-feira haverá contratação de professores no lugar dos grevistas.
    Eles vão contratar professores para trabalhar quinta e sexta-feira, dois dias???
    Sim, porque depois é recesso escolar do dia 18 a 31 de julho e os alunos não fizeram greve, nem os ACTs que serão contratados. Se eles encontrarem ACTs para tantos professores grevistas.
    Vão ficar pagando ACTs para ficarem em casa 15 dias de férias??? Então tá sobrando dinheiro eihn???
    Incompetentes!!!!

  • Rosi diz: 11 de julho de 2011

    Fiquei indignada com estas colocações…Quem são os atores deste processo educativo, se não os professores????
    “A realidade da educação catarinense é um imenso faz de contas! A diferença é que agora estão todos vendo… Só espero que não aconteça como sempre: acontecem as denúncias, as indignações.”
    Por favor, vamos ter mais coerência..como dizia o meu pai O CARNAVAL FALANDO MAL DA QUARESMA.
    Se isso acontece nas escolas é porque lá tem professores descomprometidos e fica muito fácil ficar jogando pedra para todos os lados agora…Tem ACT que está na Greve e nem sabe direito pelo que está lutando..è uma vergonha ler certos comentários de pessoas que se dizem educadores, tamanha é a falta de ética respeito e educação.
    O governo está falhando e não é de hoje, mas respeito, ética e educação são valores que não devemos esquecer…Que me desculpem os professores que estão mais tempo na Educação, os respeito muito pela caminhada, pois vocês ajudaram a construir uma sociedade melhor, mas que tem um povo no meio desta mobilização que deveria pegar o chapéu e ir pra casa..aprender muita coisa ainda..ahh isso tem!!!

  • Roney diz: 11 de julho de 2011

    É curioso que na imprensa praticamente em todas as coberturas feitas sobre a greve do magistério falam que a mobilização prossegue pelo cumprimento do piso. O que esquecem de esclarecer é que a questão não é mais simplesmente o piso salarial, que o governo é obrigado a pagar. Esquecem de frisar e enfatizar em todas as matérias que o governo já pagou o piso na folha de pagamento do último mês, mas tirou do salário dos professores gratificações antes conquistadas e ainda reduzindo as porcentagens das regências de classe. Isto praticamente trocar seis por meia dúzia, ou seja, paga de um lado e retira de outro. no final fica praticamente a mesma coisa ou menos. Então em uma última cartada para dizer que estão sendo justos e garantindo as reivindicações dos professores o governo vem com a brilhante proposta de “parcelar” o pagamento das regências. Não há parcelamento algum, mas sim a redução dos valores até 2012. Será que iriam aceitar também que os professores parcelassem os serviços prestados? Com certeza a resposta é negativa. O governo do estado está tentando enrolar os professores e enganar a opinião pública que tem tido notícias parciais e praticamente mostrando apenas um lado dos fatos e da situação. Por que também não falam dos destinos das verbas do FUNDEB (que deve ser apenas para a educação) que apenas deixa migalhas para a educação enquanto outros orgãos que nada tem a ver com o magistério recebem a maior fatia? Sejamos justos e imparciais.

  • LETE201138@LIVE.COM diz: 11 de julho de 2011

    MEU POVO ISSO É SÓ O INICIO QUE ESTÁ POR VIR,DEPOIS DESSA GREVE A COISA VAI PIORAR…QUEM MAIS VAI SE COMPROMETER COM UMA PROFISSÃO HUMILHANTE E HUMILHADA COMO A NOSSA?A COISA VAI FICAR PIOR…QUE BOM!!!!

  • Katia Coelho diz: 11 de julho de 2011

    A sociedade ainda acredita em nós então eu continuo acreditando em mim e na causa que eu defendo.
    A greve continua.
    TODOS PELA EDUCAÇÃO.

  • NATÁLIA diz: 12 de julho de 2011

    MUITO OBRIGADA! Júlio César da Silva ***

    SUCESSO PARA VOCÊ,

    UM ABRAÇO NATÁLIA