Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A despedida

30 de outubro de 2011 1

Um elevado número de lideranças empresariais, comunitárias, de profissionais liberais e de políticos, gente jovem e muitos adultos, marcou presença no Jardim da Paz para a despedida do empresário Aldo Silva, que morreu sexta-feira em São Paulo. Filho do também empresário José Nitro da Silva, da Casas da Água, deixou viúva e quatro filhos.
Os depoimentos de amigos e colaboradores do conhecido grupo empresarial eram unânimes em enumerar as qualidades do falecido, de seu pai e de toda a família. Circunspecto, generoso, deixou um batalhão de admiradores e amigos.
Ao inconformado pai José Nitro e à mãe, dona Vilma, manifestações de solidariedade e carinho que comoveram os presentes. Dezenas de coroas de flores de famílias, instituições, lideranças empresariais e autoridades que levaram seu profundo pesar pela tragédia.
Empresário portador de um imenso coração, ativo colaborador de incontáveis instituições filantrópicas, artísticas, assistenciais, comunitárias e carnavalescas da Grande Florianópolis, José Nitro enfrenta o segundo momento de dor. O primeiro, igualmente trágico, perdeu o filho num grave acidente rodoviário. Ele, ao lado, descansando deitado no banco do carona e o filho dirigindo, em viagem noturna de volta a Florianópolis. O veículo bateu na traseira de um caminhão. O filho motorista morreu na hora.
Ao encomendar o corpo e conduzir orações no sepultamento, padre Pedro Koheller destacou as qualidades do falecido, de seus pais e de todos seus familiares. Transmitiu os pêsames da Arquidiocese de Florianópolis e da Irmandade do Senhor dos Passos, duas instituições que tinham em Aldo Silva em benemérito e em José Nitro um permanente benfeitor.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Max Magno Vieira diz: 30 de outubro de 2011

    Não tem problema, dia 09/11/2011, nos faremos ouvir.