Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Policiais: o acordo segundo a Administração

30 de novembro de 2011 16

O secretário Miltom Martini chegou com algum atraso na solenidade de inauguração da nova sede do grupo RBS em Santa Catarina. Mas estava feliz com o acordo fechado com os policiais civis e militares. Levou a noticia por inteiro ao governador Raimundo Colombo, que já tinha sido inteirado da decisão de forma parcial.
Na hora, o secretário mostrou a nova tabela e disparou uma cópia para este blog, a pedido. Confira:

Após negociações, nesta quarta-feira (30), Governo do Estado e Polícia Civil chegaram a um consenso. O grupo de negociação técnica do Executivo propôs, dentro de um prazo de 24 meses, o reajuste progressivo da indenização de representação de chefia e a incorporação de gratificação e abonos. Sinpol e Sintrasc assinaram o documento que selou o acordo. Já a categoria dos delegados de polícia civil ficou fora do pacote porque a Adepol, no último minuto, não aceitou os termos. O acordo também contempla os policiais militares, o Instituto Geral de Perícias e os servidores do sistema socieducativo e prisional da Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania.

Os termos da negociação:

1- Reajuste da indenização de Representação de Chefia de 2% para 5%, conforme cronograma:

- Agosto/2012 – de 2% para 3%

- Agosto/2013 – de 3% para 4%

- Agosto/2014 – de 4% para 5%

2- Incorporação de Gratificação e Abonos, a ser integralizada conforme cronograma:

Agentes de Autoridade Policial

I – R$ 100,00 (cem reais) em março de 2012;

II – R$ 100,00 (cem reais) em setembro de 2012;

III – R$ 100,00 (cem reais) em dezembro de 2012;

IV – R$ 110,00 (cento e dez reais) em março de 2013;

V – R$ 110,00 (cento e dez reais) em setembro de 2013;

VI – R$ 120,00 (cento e vinte reais) em dezembro de 2013; e

VII – R$ 300,00 (trezentos reais) em março de 2014.

3- Fica firmado o compromisso de junto com a Procuradoria Geral do Estado verificar a continuidade da concessão do adicional de permanência estabelecido, no artigo 79 da Lei Complementar nº 453, de 05 de agosto de 2009, assim como estudo técnico e jurídico de sua eventual incorporação aos proventos de aposentadoria.

4- Fica firmada entre os representantes do Governo do Estado e os representantes sindicais a formatação de protocolo de estudos técnicos sobre a possibilidade de atendimento das demandas a serem apresentadas.

Praças Militares Estaduais

I – R$ 100,00 (cem reais) em março de 2012;

II – R$ 100,00 (cem reais) em setembro de 2012;

III – R$ 100,00 (cem reais) em dezembro de 2012;

IV – R$ 110,00 (cento e dez reais) em março de 2013;

V – R$ 110,00 (cento e dez reais) em setembro de 2013;

VI – R$ 120,00 (cento e vinte reais) em dezembro de 2013; e

VII – R$ 300,00 (trezentos reais) em março de 2014.

Oficiais Militares Estaduais

I – R$ 100,00 (cem reais) em março de 2012;

II – R$ 100,00 (cem reais) em setembro de 2012;

III – R$ 100,00 (cem reais) em dezembro de 2012;

IV – R$ 500,00 (quinhentos reais) em março de 2013;

V – R$ 500,00 (quinhentos reais) em setembro de 2013;

VI – R$ 500,00 (quinhentos reais) em dezembro de 2013; e

VII – R$ 600,00 (seiscentos reais) em março de 2014.”

-
Os delegados de Policia ficaram fora. O presidente da Adepol, Renato Hendges, negou-se a assinar o documento, mesmo depois do vice-presidente Diego Araújo ter concordado.

Comentários

comments

Comentários (16)

  • TATYANA diz: 1 de dezembro de 2011

    SANTA CATARINA: O ESTADO EM QUE O POLICIAL CIVIL É TRATADO COMO ESCRAVO E VISTO COMO PALHAÇO POR SEUS GOVERNANTES!!!!! DIA 30 DE NOVEMBRO.. DIA DO ESCRALHAÇO CIVIL

  • Flávio diz: 1 de dezembro de 2011

    Os Agentes da Polícia Civil não aceitam este acordo. O SINPOL e o SINTRASP traíram os policiais civis. A greve será feita sem os sindicatos traidores, será com lideranças independentes.
    Operação Padrão Já!

  • silvana Alves diz: 1 de dezembro de 2011

    vergonha meu Deus!!! e a gente continua catando moedinhas para poder chegar o final do mês!!! Infilismente a população não merecia isto, pois são os que mais sofreram com este descaso. Que Deus nos proteja!

  • luiz antonio rufino diz: 1 de dezembro de 2011

    se realmente se confirmar esta proposta ,nao precisa mais socios para os sindicatos , pois este nao tem legitimidade , sem que passe por uma assembleia ,

  • Rodrigo diz: 1 de dezembro de 2011

    Lamentável termos dado nosso voto de confiança a esse sindicato. A revolta é geral e nada disso ficará assim. A união demonstrada pelos Policiais Civis nos últimos meses não será desmantelada por esse acordo esdrúxulo. O que foi oferecido em 24 parcelas os Policiais ganharão via judicial em menos de um quarto desse tempo, pois lhe é de direito. Em outras palavras, o (des)governo não está dando NADA!! Tenho certeza que a Operação Veraneio não ocorrerá por parte dos Policiais Civis, e esse será só mais um motivo para união aumentar. BASTA! Os Policiais de Santa Catarina estão em LUTO.

  • Maurício diz: 1 de dezembro de 2011

    DESFILIEN-SE TODOS!! Esses Sindicatos não representam os verdadeiros anseios dos policiais civis de SC!! Isso não foi acordo, e sim uma VERGONHA!! DESCASO DO GOVERNO e agora também DESCASO DOS SINDICATOS!!

  • Hilário diz: 1 de dezembro de 2011

    BOM DIA….

    NENHUM POLICIAL CIVIL FECHOU ACORDO, ESTES SINDICATOS NOS TRAÍRAM.
    NÃO ESTAMOS NEM UM POUCO CONTENTES E SIM AINDA MAIS REVOLTADOS.

    VAMOS CONTINUAR O MOVIMENTO SOZINHOS OU APOIANDO OS DELEGADOS.
    NÃO ACEITAMOS ESTA ESMOLA DO GOVERNO.

    OS SINDICATOS SE VENDERAM.

    O GOVERNO CONTROLA NOSSOS EMAILS NA INTRANET PARA QUE NÃO POSSAMOS NOS COMUNICAR, É UMA VERGONHA, É A DITADURA NOVAMENTE!

    TEMOS OUTROS MEIOS, COMO FACEBOOK, ONDE TODOS DEMONSTRAM SUA INDIGNAÇÃO COM A PROPOSTA E COM AS ATITUDES DOS SINDICATOS QUE TRAIRAM A TODOS OS POLICIAIS CIVIS, EIS QUE NÃO CUMPRIRAM O QUE FICOU ACORDADO NA ASSEMBLÉIA GERAL !

    ATTE.

  • fernando diz: 1 de dezembro de 2011

    SANTA CATARINA: O ESTADO EM QUE O POLICIAL CIVIL É TRATADO COMO ESCRAVO E VISTO COMO PALHAÇO POR SEUS GOVERNANTES!!!! E TAMBÉM ONDE O POVO GERALMENTE E TRATADO COMO BANDIDO E LIXO NA HORA QUE PRECISA DO ATENDIMENTO DE UMA DELEGACIA. NÃO VEM COM A DESCULPA PORQUE O SALARIO É BAIXO, POIS NÃO JUSTIFICA, VÁ FAZER OUTRA CONCURSO OU TRABALHAR DE OUTRA COISA… RENATAO???? VISSE O QUE FIZERAM COM OS PROFESSORES? RELAXA QUE NÃO VAI SAIR MUITO DISSO NÃO, É PEGAR O LARGAR, EU SE FOSSE O SENHOR LARGAVA, E VAI PARA PRAIA PESCAR, ATE PORQUE PARA TRABALHAR COMO DELEGADO PODE SER QUE PARA OS SENHOR NÃO SEJA UM BOM SALARIO, MAIS PARA FICAR EM CASA COM CERTEZA É…. O SALARIO DOS CIVIS COM CERTEZA PRECISA MELHOR, MAIS JUNTO COM ELE O ATENDIMENTO TAMBÉM.

  • CIDADA INDIGNADA diz: 1 de dezembro de 2011

    ESSES TRAIDORES SE VENDERAM PRO COLOMBINO……VAMOS VER QUEM ACEITARÁ QUIETO ESSAS MIGALHAS….ALIAS, NEM MIGALHAS….NÃO MUDOU PORCARIA NENHUMA!!!!!!!!!!!!! GREVE JÁ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Evandro diz: 1 de dezembro de 2011

    Este acordo não é legitimado pela base. Os representantes dos sindicatos da PC vão ter que entregar seus cargos !!! Nos deram muito pouco !! Não é só uma questão salarial…é uma questão de DIGNIDADE !!!! O clima não é de festa….é de mobilização !!!

  • Rafael Costa diz: 1 de dezembro de 2011

    A incorporação dos abonos não aumenta o salários dos Policiais Civis, vão continuar ganhando o que já ganham hoje. Tal incorporação só muda no momento de sua aposentadoria, que antes deixava de receber por entrar na inatividade, e agora continuará a receber mesmo quando inativo. Nada mais justo após anos de dedicação ao um serviço tão importante quanto perigoso.
    Porém, esse “acordo” não reflete as reivindicações da categoria, que continuarão mais um ano sem um reajuste satisfatório de sua remuneração.
    Os senhores da impressa falam aos 4 cantos sobre a justiça salárial que o Governado implementou, mas eu questiono o seu conceito de justiça! É justo uma categoria que teve um reajuste ano passado receber mais um reajuste esse ano, enquando a Polícia Civil permanece com sua remuneração estagnada há 13 anos? É justo o vale-alimentação de 12 reais para um servidor que, para melhor atender a população, deve manter suas condições técnicas, habilidades e condicionamento físico em dia? Enquanto isso os “apadrinhados” sem concurso público recebem 20 reais de vale-alimentação por dia para ficarem sentados numa sala com ar-condicionado (isso quando aparecem para trabalhar). Mas os senhores jornalistas divulgam isso? Claro que nao, estão comunados com o Governo, babando atrás do dinheiro da propaganda. Cade o compromisso com a verdade e ética profissional que tanto se estudou na faculdade? Se vocês não têm, como podem cobrar da Polícia uma atitude ética depois? Como podem manipular informaçãos, fazer reportagens tendenciosas, ignorar a realidade do servidor policial, se preocupar tanto com a imagem do Governador perante a população e depois cobrar da Polícia uma atuação digna de primeiro mundo?
    Governo entra, governo sai, mas a vida humana depois de ceifada não volta, e quando o caos estiver instalado em Santa Catarina nós (a população) saberemos quais foram os motivos e quem ajudou na construção da desordem.

  • CAROLINA diz: 1 de dezembro de 2011

    Estão enrolando vocês igualzinho aos professores, tiraram o que já tinham para aumentar o piso para ficar dentro da lei…

  • FABIO diz: 1 de dezembro de 2011

    Rafael Costa,

    Você está enganado colega, pois os “abanos” já eram levados pra aposentadoria, é só conferir no seu contra-cheque o valor de cálculo do IPREV. Resumindo, NÃO GANHAMOS NADA.

  • Rafael Costa diz: 1 de dezembro de 2011

    FABIO
    Então é pior do que eu pensava!
    Só vai refletir nas horas-extras que os Policiais são praticamente obrigados a fazer para complementar a renda, as vezes muito além das 40 horas limites e que o Estado não paga. O que alias, foi divulgado por esse próprio conglomerado a inverdade que o Governador disse que o Policial não recebe menos de 2 mil, em mais uma reportagem sem o menor comprometimento com a verdade.

  • rodrigo diz: 1 de dezembro de 2011

    Quanta ingenuidade destes policiais, civis e militares, em acreditar neste governador s chamado ra-imundo colombo. O que aconteceu aos coitados dos professores deveria ter servido de lição, inclusive com relação aos fatos ocorridos com traição por parte dos sindicatos. A hora é de unir forças(educação, segurança pública e saúde) para derrubar este verdadeiro déspota.

  • Matias diz: 1 de dezembro de 2011

    Fernando.

    Quando se referir ao Renatão, saiba que é o delegado a frente da anti-sequestro e até o presente momento não houve um sequestro sequer que ele não elucidou. Então… respeito.

    O CNJ considera a PC de Santa Catarina a melhor do Brasil.

    Indice de resolução de homicidos iguais a países de primeiro mundo.

    Agora, se alguém chegar em uma delegacia de madrugada, bêbado e prepotente para reclamar que foi expulso de clube por seguranças e encontrar um policial cansado após 24 horas de plantão sozinho, com certeza, nem um santo lhe atenderia bem.