Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Temer garante apoio logístico a Loureiro

31 de janeiro de 2012 4

Secretário Gean Loureiro esteve reunido esta tarde na vice-presidência da República com Michel Temer e com o lider Henrique Alves, tratando das eleições em Florianópolis. Fez um relato aos dois dirigentes nacionais do PMDB sobre o cenário politico da Capital. Soube que Temer já havia tratado do assunto com a ministra Ideli Salvati. Admitiu algum acordo entre o PMDB e o PT no primeiro ou no segundo turno.
Temer e Alves listaram 10 capitais onde o PMDB tem perspectiva de vitória, entre elas, Florianópolis, e prometeram apoio logístico a candidatura de Gean Loureiro.

Comentários

comments

Comentários (4)

  • Giffoni diz: 31 de janeiro de 2012

    Mais um “matando” o expediente, não é, caro Colunista? Dessecretário em BSB? Em dia e horário de expediente. Resta saber quem pagou pela viagem e demais despesas. Aliás, os mesmos que há menos de 2 anos queriam a “caveira” do Temer, para apoiarem o serra e os raimundianos, agora, lá estão buscando “colo”. Bando é pouco.

  • gualberto cesar dos santos diz: 1 de fevereiro de 2012

    Lógico que esses espetáculos são levados a efeito como fogos de artifício, (quer dizer – fogos que são elaborados por artífices). Muito peculiarmente utilizados em festas de igreja, de barraquinhas. Onde se encontram de tudo: desde o famoso churrasco, venda de cartelas de bingo, cocadas, pé de moleque e demais glutonarias feitas para serem vendidas sejam eles os festeiro e aqueles que vão à festa como passatempo. E a pirotecnia existe para que todo o quadrante da cidade saiba-se que a festa já começou, com toda a força. As lágrimas dos “artifícios foguetórios” ficam pirando nas alturas enquanto a mistura turbina os foguetes. Porque depois disso, o espaço onde a claridade produzida pelos engenhos pirotécnicos desaparece e fica como era antes das reações “químicas” das explosões. Espera-se que essas engenhosidades pirotécnicas, sejam, compreendidas, por todos que, interagem com a festa. É similar a tudo o que se conhece tanto e quanto o acervo de ações e promoções do marketing político. Também, as inúmeras quantidades de outdoor espelhado na cidade. Uma pesquisa de opinião séria seria o necessário ponderável. Se vier sem atrelamento, e comprometimento. Desde que autorizada, fiscalizada e monitorada pelo TRE. Aí sim, florianopolitanas e florianopolitanos, teriam como dizer o que pensam de tudo isso. Pois pela pesquisa que não é parte da estratégia de marketing político, séria, serve como parâmetro de “start’ da arrancada das candidaturas a prefeito e vice. Portanto não vejo, sinceramente, porque sei que o Temer, que conheço há alguns anos. Bateu de frente aqui em SC nas últimas eleições em favor da verticalização das alianças e não levou a melhor. O Seu Partido, que já foi meu Partido, desobedeceu às orientações e não deu em nada. A Ministra Ideli para os que esqueceram. Na primeira eleição, do primeiro mandato, no segundo turno, quando numa reunião do PT em Rio do Sul, o Jailson deve lembrar-se disso. Tendo saído Senadora Eleita com 1.000.000 de votos. E sei que qualquer um candidato dos aliados procurarem o Temer em Brasília ele fará o mesmo. Receberá da simpatia dele e da equipe dele, que está sintonizada com oi Projeto Nacional do PMDB. O Temer é um político hábil. E sabe lidar com as correlações de forças políticas. E só se irrita quando não levam a sério as suas recomendações. E conhecer e interagir com figuras exponenciais (lideres) em Brasília e tirar fotos para uso na mídia.
    É a coisa mais fácil que tem. Qual o Político, fortes Lideranças Nacionais. E até mesmo o Temer. Não gostam de uma rápida prosa e uma foto abraçado? Não vejo nenhuma vantagem nisso. Se tivesse ido a Brasília e através do Temer conseguisse, por exemplo, um convênio para que em Florianópolis as Idosas e o Idosos, sejam ainda mais respeitados. Como por exemplo; a Secretaria da Saúde do Município coloque em prática, o serviço de pronto atendimento emergencial para idosos, que tem problemas de dor de dente e necessitam de um procedimento melhor qualificado e inclusive “prótese”, que em Florianópolis fica a desejar melhores cuidados. Inclusive “Acolhimento Acolhedor”. Seria louvável e eu daqui bateria palmas. Mas…!!!???

  • Elizabeth dos Santos diz: 1 de fevereiro de 2012

    Mas que insistência é essa do PMDB marcar território e que história é essa de o PT apoiar essa palhaçada, O PT já tem candidato próprio e o PMDB está contando com o PT para o segundo turno como se o PT perdesse, alguém pode dizer para esse pessoal do PMDB que eles vão levar uma surra nas eleições municipais e ficaram na UTI até as eleições estaduais, quando todos não irão para uma barca, mas sim para uma cova politicamente falando. é melhor correr e arranjar um lugar em destaque no cemitério porque ele logo vai está lotado pois é muito candidato e o partidos o PSD já tem até filiado lá esperando, agora vai a tríplice aliança inteira e seu cargos comissionados. Falando em cargo comissionado quando é que nós catarinenses vamos parar de pagar a pensão da Elizete Mello, essa não é nossa obrigação, o Jorginho Mello que pague pois foi ele que se casou com ela e não aguentou, fez a escolha errada e agora somos nós que temos que pagar a pensão com nome de Diretoria de Desenvolvimento Humano.

  • fernando diz: 1 de fevereiro de 2012

    Olhem o estado em que esta Florianópolis é hora de mudança e a hora é agora. Gean nunca fez nada por Florianópolis esta mamando nas tetas generosas do poder publico desde a época em que saiu da faculdade, onde a turma sedenta por mudanças confiou em suas palavras, se passaram 4 ou 5 mandatos e o mesmo provou que nada fez, exceto para um pequeno grupo da ilha, mais tudo visando interesses pessoas … e nada mais … me diga uma só ação imponente em beneficio do povo de Fpolis do Gean em todos esses mandatos como vereador da querida Desterro ???