Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Duplicação do Pantanal: a defesa da Ufsc

30 de março de 2012 2

Durante a apresentação do projeto de duplicação da rua deputado Antônio Edu Vieira, o vice-reitor da Ufsc, professor Carlos Alberto Justo da Silva, fez algumas revelações de impacto.
1 – Era a primeira vez que ele como vice e membro do Conselho Universitário tomava conhecimento do projeto de duplicação.
2- A Ufsc, em nenhum momento, negou-se a ceder a área para a execução da obra.
3- A Universidade recebeu apelos da comunidade para fazer mudanças no projeto, para priorizar o transporte coletivo e dar mais segurança aos moradores do Pantanal.
4 – Durante audiência pública na Trindade cerca de 20 Ongs manifestaram-se contra o projeto da Prefeitura, alegando falta de segurança e por não priorizar o transporte coletivo.

Comentários

comments

Comentários (2)

  • Eduardo diz: 31 de março de 2012

    Revelações de impacto?

  • thiago diz: 31 de março de 2012

    Não são revelações de impacto, contudo, alguns posts a frente há uma boa argumentação técnica sobre o encaminhamento do projeto.
    No meu ponto de vista não mudará nada pois continuarão as mesmas vias de saída e entrada, tanto na cap. rumoaldo de barros e edu vieira.
    Agora imaginem a cap. rumoaldo de barros que não é uma via de ligação direta a beiramar sul, numa sexta-feira às 18 horas.
    Se não duplicarem a Edu Vieira entre a eletrosul e o armazém vieira, esta obra será única e tão somente mais uma das grandes avenidas de Florianópolis, a exemplo da Rio Branco, que não liga grandes importantes artérias da cidade.