Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Edino Krieger: o homem e a obra

30 de março de 2012 1

Historiador Paulo Vendelino Kons, do Instituto Aldo Krieger, envia um resumo biográfico do grande catarinense Edino Krieger, cuja obra será lançada neste sábado no Rio. Confira:
“De ascendentes alemães e italianos por parte de pai e portugueses e indígenas por parte de mãe, Edino Krieger nasceu em Brusque em 17 de março de 1928. Filho de Gertrudes Régis e do Maestro Aldo Krieger, iniciou estudos de violino aos sete anos com seu pai, realizando recitais no Estado dos nove aos 14 anos, quando passou a estudar no Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro, com o maestro e compositor Hans-Joachim Koellreutter. Em 1948 iniciou estudos no Berkshire Music Center de Massachussets, nos Estados Unidos, com Aaron Copland. Em seguida frequentou a Juilliard School of Music de Nova York. Obteve bolsa do Conselho Britânico para estudar em Londres com Lennox Berkeley, da Royal Academy of Music, em 1955.
Compositor respeitado internacionalmente, com uma vida inteira dedicada à música, Edino Krieger foi criador das Bienais de Música Brasileira Contemporânea, diretor de música da Funarte, presidente do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, presidente da Academia Brasileira de Música por duas gestões e diretor da Sala Cecília Meireles.
Com peças orquestrais, música de câmara, peças para piano, obras para coro à capela e outras, o ecletismo de Edino Krieger perfila-se na história brasileira ao lado da música sacra do Padre José Maurício, da ópera de Carlos Gomes e do modernismo nacionalista de Villa-Lobos, dentre outros.
Tem recebido vários prêmios como compositor, desenvolvendo paralelamente intensa atividade como dirigente de instituições oficiais e particulares, como a Rádio MEC, a Rádio Jornal do Brasil, a Fundação dos Teatros do Rio de Janeiro, a Funarte, a Fundação Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, a Academia Brasileira de Música e o Instituto Aldo Krieger.
Edino Krieger é um dos mais importantes compositores da música contemporânea, um instigante pensador cultural, um animador da vida musical desde o início de sua carreira. Possui uma riquíssima trajetória musical de um compositor atuante e tão jovem nos seus 84 anos, exemplo para as novas gerações de brasileiros.”

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Arno Blass diz: 2 de junho de 2012

    Edino Krieger recebeu, em fins de 2011, o título de Doutor honoris causa de nossa Universidade Federal de Santa Catarina, numa cerimônia que, por falta da divulgação adequada, só foi assistida por familiares do homenageado, mais Salim Miguel, Eglê Malheiros e eu. Uma injustiça e uma pena!