Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sinte emite nova nota sobre reposição

29 de maio de 2012 9

A Diretoria do Sinte emitiu a seguinte nota sobre a reposição das aulas e as negociações com o governo:
“Durante várias rodadas de negociações com o Governo do Estado, o SINTE SC persistiu na questão da reposição das aulas e o não desconto das faltas dos grevistas em suas folhas. Respeitando encaminhamento decidido e aprovado na última assembleia estadual pela categoria.
Diante da insistência do sindicato, a Secretaria de Estado da Educação mudou sua posição inicial e encaminhou as GEREDs, ofício enviado por email pelo Gabinete do Secretário Deschamps, autorizando as escolas a elaborarem seus calendários de reposição, cumprindo com os dias letivos, direito dos alunos. A autonomia escolar foi garantida, esta uma bandeira fortemente defendida pelo SINTE junto ao Estado.
Trechos do ofício com algumas orientações relacionadas à elaboração do calendário de reposição de aulas:
- As GEREDs devem solicitar às unidades escolares a elaboração do calendário escolar de reposição de aulas;
- É da alçada das GEREDs a supervisão e acompanhamento dos respectivos calendários de reposição. Alertamos para que sejam garantidos os 200 dias letivos e às 800 horas aos alunos neste processo de reposição;
- O calendário escolar deverá ser discutido com a comunidade escolar e elaborado de acordo com a realidade de cada escola em específico.
Quanto à questão das discussões acerca do reajuste do piso e descompactação da tabela do plano de carreira do magistério, o SINTE afirma que já apresentou proposta ao Governo, com as diretrizes, bem como o modelo de tabela, aprovadas pela categoria na Assembleia Estadual de Lages, no ano passado, restabelecendo os percentuais entre os níveis e referências.
Até o momento, não recebemos uma proposta com metas, prazos ou percentuais por parte do Governo, para que efetivamente as negociações avancem. Os representantes do SINTE que fazem parte da mesa esperam que para o próximo encontro agendado para amanhã, dia 30, que deve contar com a presença do Secretário Eduardo Deschamps, o Estado apresente algo novo para a categoria.”

Comentários

comments

Comentários (9)

  • Luis Fernando dos Santos Fontoura diz: 29 de maio de 2012

    Que negociação é esta em que os representantes do governo Raimundo Colombose fingem de surdos e mudos quando lhes convem, e os anseios da sociedade como um todo, andam a passos de tartaruga? Será que o que nosso governo realmente quer é a categotia em greve e os alunos perdendo aulas, e com isso o governo fazendo uma gorda poupança com o desconto dos dias parados? é assim que o grupo gestor quer compensar as perdas com a unificação do ICMS das importações? Quem quer pagar para ver? e quem vai pagar realmente?

  • professor São Tomé, SÓ ACREDITO VENDO… diz: 29 de maio de 2012

    [[o Estado apresente algo novo para a categoria.]]

    KKKKKKKKKKKKKKKKkkkkkkkKKKk, pausa respirar, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…

    O PESSOAL DO SINTE É MUITO ANJINHO!!!

    ***********AMANHÃ TERÁ + DO MESMO**************

    O grupo MAQUIAVELICOGESTOR sabendo que a categoria do magistério esta desmobilizada, ira reafirmar a proposta ja concedida e o SINTE tera que aceitar porque [não possui resguardo da catergoria para pressionar na negociação].

    A VERDADE…

    Essas [[RODADAS DE NEGOCIAÇÕES]] são um engodo para ludibriar a categoria porque nada sera decidido e a categoria tera que aceitar as perjorativas do grupo DESJESTOR para a educação = QUANTO PIOR MELHOR…

    A EDUCAÇÃO ESTADUAL CATARINENSE NÃO É LEVADA A SÉRIO!!!

  • Lucia Helena diz: 29 de maio de 2012

    Meu DEus que novela…Onde está o governador que não agiliza isto? Chega de enrolação e conversas que não levam a lugar algum… Este Secretário está me saindo um ótimo coveiro ( cada dia enterra mais o governador). EStamos cansados de bla…bla…bla…Será que a Assembleia não vai fazer o papel dela ? FISCALIZAR onde está o DINHEIRO QUE É NOSSO? ou… Onde está sendo colocado o dinheiro dos descontos? Nas Escolas é que não é porque as APPS é que se matam de tanto trabalhar para manter as escolas funcionando…. Por favor Secretário mostre que tem honradez e cumpra a LEI.

  • Joao P Aguiar diz: 29 de maio de 2012

    SINTE de novo ? Ninguem aguenta mais essa ladainha .

  • marcelocardosodasilva diz: 30 de maio de 2012

    …os “INIMIGOS DA EDUCAÇÂO” aprovaram aquela “ABERRAÇÃO”; PLC 026 em 2011;tendo como relator o “PSEUDO”de Tubarão e agora somem do “DEBATE”???…falta Energia?………..Quando o DESgoverno “IRÁ” pagar o Piso Nacional do Magistério Público Catarinense???…….Quando “IRÁ” acabar a “Vergonha” dos “BOIAS-FRIA” digo ACTs; com a “EFETIVAÇÃO” VIA CONCURSO PÚBLICO???…….Até quando “IRÁ” protelar à “AUDITORIA/PUNIÇÃO:DEVOLUÇÃO” da grana polpuda do FUNDEB;—-”DESVIADA”— nos últimos 9(nove) anos; que como “ORDENA” Lei Federal é exclusiva do “Ensino Básico”!!!

  • aderbal diz: 30 de maio de 2012

    olha, sinceramente o sinte nem sabe o que quer negociar, antes que o governo decida cancelar a ultima tabela e diminuir os valores alegando que o Estado está quebrado, melhor aceitar esta tabela por hora, ai ano que vem começar tudo de novo e renegociar o reajuste de 2013, senão ja viu.

  • A.S. diz: 30 de maio de 2012

    Alguém ainda acredita que o governo apresentará proposta favorável ao magistério?
    Teve um ano para fazer isto e não conseguiu. Portanto não será em um mês que fará o que poarece impossível.

  • NILO diz: 30 de maio de 2012

    O Governador nunca deu muita atenção pra Educação.
    Quem tiver dúvidas que verifique em sua cidade Lages.
    Vai empurrando com a barriga.

  • prof Ana lucia diz: 30 de maio de 2012

    Esperamos que o Sinte vá direto no ponto crucial que é tratar da descompactuação da tabela salarial dos professores, e parar com esse trelele de tratar as particularidades de cada escola pois só estão perdendo tempo e credibilidade, até concordo em tratar a reposição mas o preocupante é mesmo o achatamento da tabela, pois esse é o maior motivo da greve , não é?