Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

TCE suspende obras do novo aeroporto

29 de maio de 2012 9

O Tribunal de Contas do Estado determinou a imediata sustação do edital de concorrência 037/2012, lançado pelo Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) para contratação de empresa responsável pela construção do novo acesso ao Aeroporto Internacional Hercílio Luz.
O edital da obra, orçada em R$ 65,7 milhões, estava previsto para ser lançado nesta quarta-feira, dia 30. De acordo com o TCE, técnicos da Diretoria de Controle de Licitações e Contratos (DLC) identificaram “existência de irregularidades graves que necessitam a intervenção urgente desta Corte de Contas com vistas a suspender a licitação, marcada para o dia 30, do corrente mês”.
A decisão, que está publicada na edição desta terça-feira do Diário Oficial do TCE, registra ainda que “Considerando que o prosseguimento do certame, nos termos propostos, irá expor o erário ao risco de grave lesão, configurando o periculum in mora”.

Comentários

comments

Comentários (9)

  • Rui Alvacir Netto diz: 29 de maio de 2012

    Até que enfim o TCE deu sinal de vida…

    A Roubalheira em nosso Estado é tanta e tão intensa que o TCE não conseguiu mais se fingir de MORTO…

    Que esta “ressurreição” seja para valer… e permanente…

  • Giffoni diz: 29 de maio de 2012

    Caro Colunista, o título da postagem é incorreto; o TCE não “brecou” qualquer obra de qualquer novo aeroporto; mandou suspender – e as acusações são gravíssimas – licitação do (dito) desgoverno raimundiano sobre obras de acesso ao atual aeroporto. Seria bom esclarecer aos seus leitores.

  • Walmor diz: 29 de maio de 2012

    Por isso que as obras importantes nunca saem do papel, pois nem o Edital se consegue fazer dentro das normas estabelecidas pelo Tribunal de Contas. Esse pessoal precisa de um cursinho de edital no Tribunal de Contas, para aprender a fazer certo. Agora se anula o Edital e começa tudo do zero novamente, e as obras vão sendo jogadas prá frente. Depois reclamam que o acesso ao aeroporto de Florianópolis é ruim, mas quando tem dinheiro para realizar as obras, aí fazem o edital foram das normas. Para isso tem um nome, mas prefiro não declinar aqui.

  • Sérgio diz: 29 de maio de 2012

    Moacir Pereira,por favor,poderias publcar no teu blog.Se possível for,muito obrigado.
    Redução sim. Aumento não!
    Até que ponto a proposta da ampliação do número de vereadores em Palhoça é ridícula e vergonhosa, além é claro, de ser uma má idéia? E o mais importante, é uma idéia antidemocrática. Carece ainda de esclarecimento a real necessidade da ampliação do número de vereadores. Se assim não for, a proposta não adquire condições objetivas para sua execução e fica parecendo que a Câmara Municipal de Palhoça atua na contramão do interesse e do bem público. Mas a questão é que, embora garantam que mais vagas de vereadores e, por consequência, assessores parlamentares não irão aumentar os custos, uma vez que o repasse de recursos para o Legislativo é limitado em 6% do orçamento do município. Posso afirmar que haverá aumento sim. Infelizmente, negar que não há aumento das despesas é uma \”mágica\”. Se a Câmara não gasta todos os recursos que recebem e acaba devolvendo dinheiro ao Erário a cada final de exercício, por certo que devolverá menos quando tiver mais vereadores, certo? Com essa visão minúscula, interesseira e mesquinha que os vereadores palhoçenses têm, e amparada por propostas como essa, posso garantir: a população de Palhoça nada tem a perder.

  • Celso diz: 29 de maio de 2012

    Mas eles liberaram a construção do heliponto no palácio novo?????

  • Roberto diz: 29 de maio de 2012

    É difícil de entender como estas coisas acontecem. Uma obra esperada há anos, com projeto polêmico, enormes dificuldades de desapropriação e negociação de área, um valor considerável para uma obra pública, e o edital é lançado sem que haja uma concordância prévia do TCE. Na iniciativa privada estes gestores estariam no olho da rua. Agora, certamente, mais um infindável processo de “recomeço”, e
    Florianópolis continuará com sua péssima “rodoviária para aviões” por mais alguns anos.

  • marcelocardosodasilva diz: 30 de maio de 2012

    …Mestre MOA!!!…………..Por que o T.C.E. não -”SUSPENDE”- esta “AÇÃO” de “DESVIOS” contínuos e “MANDA” devolver os “BILHÕES” de reais “DESVIADOS” da GRANA EXCLUSIVA DO ENSINO BÁSICO CATARINENSE???…………..Por que???…Para que???…Para quem???…….Foi “CRIADO” por “FORÇA” de Lei Federal o “FUNDEB” e o “Piso Nacional do Magistério Público”???

  • verdadeiro diz: 30 de maio de 2012

    Depois ficam brabinhos quando comparados com o Piaui…SC é pior que muitos estados do nordeste e ainda se acha acima ….coitados…aqui se rouba tanto ou mais que lá e no resto desse país sujo, podre .

  • Andrés diz: 30 de maio de 2012

    Tudo isso se resume em uma só frese, “incompetentes bem remunerados”