Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Colombo diz que agora controla o governo

17 de julho de 2012 20

Em contundente e emocionado pronunciamento no lançamento do “Pacto por Santa Catarina”, o governador Raimundo Colombo afirmou que viveu 18 meses de muita angústia e, muitas vezes de insegurança, por não ter o pleno conhecimento da máquina estadual. Não tinha o volante na mão.
Enfatizou que agora inicia uma nova etapa, pois tem o diagnostico diário do governo e pode tomar medidas com mais segurança.
Elogiou a nova sistematização implantada no governo pelo secretário Derly Anunciação, com destaque para as ações que visam maior redução de custos para ampliação dos recursos de investimentos.
Ao falar dos novos projetos que estavam sendo lançados e que representam obras e serviços concretos de interesse coletivo, anunciou que a ordem agora era pisar no acelerador dos investimentos e usar lupa no controle dos gastos.

Comentários

comments

Comentários (20)

  • Edenir Silva diz: 17 de julho de 2012

    É bom saber, caro Moacir, a condução do governo do Estado assumida por Raimundo Colombo. No entanto, há necessidade de ficarmos com um pé atrás, pois esta é a quinta vez, desde sua posse, que o governador anuncia controle total da máquina, o que permitirá a decolagem de sua administração. A quinta vez, saliento. Desta vez, parece, o avião sai do chão. É por isso que torcemos.

  • Giffoni diz: 17 de julho de 2012

    “Contudente e emociante”, por favor, caro Colunista, poupe-nos. Santa Catarina, agradece. Mais palanqueiro-eleitoreiro, impossível e, sabem as ostras, apenas conversa fiada a “tapar o sol” com a peneira do ano e meio de desgoverno. E segue o baile do endividamento.

  • Prof. Vanderlei diz: 17 de julho de 2012

    Caro Moacir…

    Você, pessoa que tem acesso às galerias do poder em SC, torne-se porta-voz da população, doravante entitulados PASSAGEIROS, e comunique ao Governador Colombo, doravante denominado CAPITÃO, e sua equipe, doravante denominada TRIPULAÇÃO, o seguinte recado urgente:

    “Capitão, o navio bateu em um iceberg há bastante tempo atrás… Há uma grande inundação na casa de máquinas. O navio parou! Parte dos passageiros morreram na tragédia e o resto quer abandonar o barco, mas não há botes para todos. Quem vai primeiro, capitão, os sobrevivente passageiros ou a tripulação?”

    Ironias a parte, que Deus tenha piedade desses que hoje “comandam” o barco que já não anda mais e vai ao fundo em breve!

  • Sérgio diz: 17 de julho de 2012

    Vi na televisão que estão economizando no cafezinho. Agora vai ter dinheiro para investir. Agora vai.

  • Aloisio Antoni diz: 17 de julho de 2012

    Acende-se a esperança de uma ação positiva no Estado. Se realmente o governador tem o volante na mão esperamos que mostre a que veio. Deverá corrigir injustiças históricas em relação ao funcionalismo, pois os que trabalham muito ganham pouco, os que não trabalham quase nada ganham rios de dinheiro. Isto desestimula os trabalhadores corretos. Lupa nos ralos de dinheiro público !

  • INDIGNADOS SC diz: 17 de julho de 2012

    Uma pergunta: os bem preparados quando vão realizar/encarar uma tarefa, serviço, trabalho, desafio, missão, etc etc etc, já não vão sabendo do que irão enfrentar pela frente, ou seja, com total conhecimento de causa, problemas, desafios, realidade da situação?
    Pára, pára porque esse comentário do Sr excelentissimo governador de que não tinha o pleno conhecimento da máquina estadual foi de matar!!!
    Agora sim tá tudo explicado.
    Já que agora ele o tem, então, veremos quais serão as medidas que ele irá tomar, com segurança.

  • armando silva diz: 17 de julho de 2012

    O governador deve buscar tambem o controle em cima dos planos de cargos e salários do funcionalismo público. Acabar com os pinduricalhos e buscar nos valores da iniciativa privada um plano de cargos e salários.
    Chega de incorporar gratificações e outros caminhos pra aumentar salários.
    O estado tem que investir em saúde , educação e segurança… o resto fecha e entregue pra iniciativa privada.

  • E o salário, óh! diz: 17 de julho de 2012

    Mas o rabo continua preso com LHS e as SDRs, cabidaços de emprego e comitês eleitorais continuam a jorrar politicagem.
    Caro Moacir, o sr. foi e voltou de suas férias e até agora nada de informações sobre o pagamento do Piso dos professores. Estamos esquecidos pela mídia, o próprio Derly disse que o estado está falido e agora tentam passar a imagem de competência desse governinho de quinta categoria.

  • Roberta diz: 17 de julho de 2012

    É uma vergonha um governador levar 18 meses para saber o que está fazendo, haja vista, que ele teve todas as informações de como funcionava o governo do ex-governador que o elegeu. Ou alguém tem alguma dúvida que o Colombo só se elegeu devido ao Luiz Henrique?

  • Servidor diz: 17 de julho de 2012

    Talvez agora ele tenha um tempinho para olhar o salário dos servidores da Agesc;
    ou será que não!

    3 Anos:
    Nível sup. (engenheiros, geólogos, etc) 1.296,00
    Nível médio. 936,00

  • Adriano Silva diz: 17 de julho de 2012

    AGORA O PILOTO VEIO PARA O LUGAR QUE FOI DADO EM 2010.
    será que agora decola?
    Será que vai cumprir as promessas de campanha?
    Vai colocar o povo em primeiro lugar?

    VAI CUMPRIR A LEI DO PISO INTEGRALMENTE DOS PROFESSORES?
    VAI DESCOMPACTAR A TABELA?
    VAI VALORIZAR O MAGISTÉRIO , PRINCIPALMENTE AQUELES QUE TEM UMA PÓS,MESTRADO,DOUTORADO?

    Ou vamos ver mais uma “ação” de gestores políticos e não técnicos?

    Estava na hora de acordar mesmo, o” barco” estava afundando, o “avião” não decolou ainda e……….pergunto :
    Pra que SDRs governador? Chega de cabides e pessoas sem compromissos com as comunidades.

  • Edenir Silva diz: 17 de julho de 2012

    Caro Moacir – Peço licença para acrescentar um pequeno comentário sobre a escolha do nome Pacto por Santa Catarina para esse investida que o governo Raimundo Colombo está dando. Pacto denota união reivindicada com a sociedade ou pela sociedade, o que não é o caso. Além disso, a sigla PSC parece e é uma sigla partidária: Partido Socialista Cristão. Tanto dinheiro gasto e não houve um acerto na área do marketing. Tomara que somente aí tenha ocorrido equívoco.

  • maria de abreu diz: 17 de julho de 2012

    cumade Sílvia, si u CULOMBO demorô 18 mes pra discubri qui ele era GUVERNADOR,
    imagine só si ele discobre que precisa guvernar.Disse pra imprensa qui agora já sabi onde fica o volante pra dirigi o estado ; i qui vai pisar no acelerador i qui u caminho pur ondi vai passá será feito cum ajuda di uma LUPA.AI,cumadi,tô inte´cu medo di saí na estrada.QUI PIRIGO! Num ti parece u misti magu dirigindo aquela birinjela?

  • Amiltom diz: 17 de julho de 2012

    Agora vai…Vai cortar as horas extras dos policiais e bombeiros e criar a 37ª SDR, em Pimboquinha do Sul. Parabéns Raimundão!

  • MENDONÇA diz: 17 de julho de 2012

    QUE PENA. QUANTO TEMPO PERDIDO…. O PIOR É QUE NÃO FICAMOS PARADOS, ANDAMOS PARA TRÁS. QUANDO O ESTADO PRECISA DE MÉDICO, ENFERMEIRO, DENTISTA OU ADOVOGADO, SÓ CONTRATA ALGUÉM FORMADO. AGORA, PROFESSOR QUALQUER UM PODER SER E, INFELIZMENTE, GOVERNADOR TAMBÉM. QUALQUER UM, MESMO SEM PREPARO NENHUM. ESSE PAÍS PRECISA MUDAR A CONSTITUIÇÃO E EXIGIR PREPARO E COMPETÊNCIA DOS GOVERNANTES E LEGISLADORES. ISSO É UMA VERGONHA. É PRECISO PASSAR O PAÍS A LIMPO, COMO DIZ O BORIS.

  • SIMPLÍCIO diz: 18 de julho de 2012

    A Fátima esteve no Governo e mandou sumir com as tábuas de peroba e canela da mesa de negociações com o magistério. Pensaram que era roubo em plena luz do dia. Chamaram a polícia. O causo ficou por isso mesmo. A Verônica agora pegou um emprego no Estado para lutrar imagens de santos. Do pau ôco. O Aloísio está cheio de esperanças e nem quer saber com quantos se faz uma cangalha. O Estado agora proibiu a fabricação de óleo de peroba. Dava muito na vista e principalmente no nariz.
    Importa uma outra gosma parecida com brinhantina da China. Vem tudo junto com as tesouras de aço e as canetas de ouro. Vai ter mais dois meses de festa. Depois vem a okctuber e depois o carnaval. E depois a 2a parcela do 13o. Dezembro fica para março.
    Janeiro para abril e sucessivamente. As inaugurações de obras ficam para 2014. Mais 600 das que eram 2500 e que são agora 1200 escolas estaduais serão dispensadas a títulos de privatização, municipalização e agregamento. Em 2014 não haverá maisd ACTs no Estado. Tão compreendendo ?
    Mãe. Mãe! Mãee!!! Mãeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!! Chama a mãe que o pai tá louco !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • silvia diz: 18 de julho de 2012

    Cumadi Maria que bicho qui deu? O estadu tava na mão da “Vistruz “? Discunjuro Credo em Cruz! Só ispero que o bichu qui assumiu não comeci com a próxima letra do fabeto aqueli da dezena treis não tem? Vo fazê uma fezinha quem sabe possu ajudá o homi du céu. Fui!

  • eliana-Mafra diz: 18 de julho de 2012

    o Colombo estava fazendo o dever de casa. Aprendeu direitinho com o padrinho LHS, perseguir professor, descumprir promessas, e por ai vai…

  • E o salário, óh! diz: 18 de julho de 2012

    Valeu Moacir, muito obrigado. Sabes muito bem que seu blog é fonte de informação estado a fora.