Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Governo divulga salários pela Internet

31 de julho de 2012 17

O governo do Estado começou a divulgar os salários dos servidores do Poder Executov pela Internet. Nota da Secretaria de Comunicação dá mais detalhes. Confira:
“O Poder Executivo de Santa Catarina divulgou na tarde desta terça-feira (31) a remuneração dos servidores públicos na internet. Os dados estão disponíveis no Portal da Transparência (www.transparencia.sc.gov.br), gerenciado pela Secretaria da Fazenda. “Quanto mais transparente for o governo, melhor será para a sociedade”, ressalta o governador Raimundo Colombo.

A consulta on-line chamada “Remuneração e Dados Funcionais de Servidores” está disponível na área “Gasto Público” do portal. A busca será feita inicialmente por órgão (secretarias, empresas, autarquias e fundações) e por vínculo (efetivo, comissionado ou temporário, no caso dos professores ACTs, por exemplo). Caso o usuário escolha a opção efetivo, ainda poderá determinar se quer listar os servidores ativos ou os aposentados.

Ao clicar sobre o botão “Efetuar consultas”, o sistema listará os nomes em ordem alfabética e os cargos. É possível ainda digitar o nome do servidor que se deseja buscar. Ao clicar sobre o nome, serão informados os dados funcionais, como carreira, nível, lotação e nomeação, e a remuneração. Estão disponíveis dados como a remuneração básica acrescida de verbas indenizatórias (auxílio-alimentação, transporte, creche, etc) descontadas as deduções obrigatórias (IRPF e previdência).

O secretário da Fazenda, Nelson Serpa, lembra que nas últimas semanas uma equipe de técnicos da área de Contabilidade da Fazenda, com auxílio da Secretaria de Estado da Administração e do Ciasc (Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina), esteve focada na sistematização das informações para atender a Lei de Acesso à Informação e a determinação do governador de dar transparência aos atos públicos.”

Comentários

comments

Comentários (17)

  • Rogério Stumpff diz: 31 de julho de 2012

    Legal iniciativa, na verdade obrigação! O negócio é acompanhar e fiscalizar, agora… Porque há uma discrepância tão grande entres os salários do poder executivo e os da ALESC?

  • ODIR CALDAS diz: 31 de julho de 2012

    “Na Assembléia Legislativa existe uma servidora comissionada Maria da Graça Brasil que trabalha no setor de saúde, não é médica, sequer enfermeira e percebe uma remuneração superior a R$14.000,00(quatorze mil reais). O salário do Secretário Adjunto da Saúde, segundo o portal transparência é de sómente R$ 8.424,00 para cuidar do sistema por toda Santa Catarina. Já o salário dos técnicos de enfermagem é bom nem citar para não constrangê-los. É discrepância ou não. É injustiça ou não?”.
    ODIR CALDAS, de Floripa.

  • Andre diz: 31 de julho de 2012

    DIÁRIA$$$$$$$$!!!!!!!!.

    Onde estão os valores das diárias recebidas?. Os valore$$$$$$$ que engordam os salários e , para muitos, já considerados parte da remuneração.

  • Rebeca Om diz: 31 de julho de 2012

    Vai ser só prá isso que vai servir essa divulgação…bisbilhotice e fofoca…estou muito envergonhada da falta de ética generalizada que se transformou tudo isso! Ter o nome publicado numa coluna de jornal, sem a menor noção de individualidade, privacidade do cidadão que é o servidor público…me admirei do jornalista publicar. Uma coisa é o portal da transparência dos salários..outra é o jornal publicar com nome e sobrenome…uma vergonha…lamentável mesmo…alias, na minha opinião vai ser só a privacidade do servidor que será transparente…mais nada…

  • Velhota a Caminho da Ilha diz: 31 de julho de 2012

    Odir, menino, larga mão de ser ingênuo… 14.000,00 ? A maioria que vi na lista é 16.500,00 – 19.800,00 – 24.000,00 … Discrepância ? Bota pança farta nisso!!! Natal Natal das Crianças… Das nossas lideranças … Rogério, fiscalizar como? Enquanto o Iprev audita 36 aposentadorias já tem mais 360 novas no pedaço… 4% de toda arrecadação estadual para o poder legislativo viver na gastança chega a ser um crime de lesa-pátria!!! Para isso os óculos do Colombo são embaçados!!! E a obra do fogão de lenha que ia ser feita lá no pátio do Celso Ramos, o anexo legislativo de vários andares para encher de assessores ? Mas vai cair brasa no tapete depois de outubro e tudo vai virar pó!!! Quem viver verá!!! Assim falou Zaratustra!!! Aassim falou Jeremias!!!

  • fava diz: 31 de julho de 2012

    Concordo com a publicação, porém, em respeito,e isto numa nação civilizada seria compreensível penso que a divulgação com nome e lotação e não por número de matrícula e cargo expõe desnecessariamente os funcionários públicos estaduais à perigos, como assaltos, sequestros relâmpagos e etc, precipuamente por que o governo estadual divulga amplamente as datas dos pagamentos dos servidores.
    Acho que o governo deveria rever a questão da divulgação pelo nome, devendo dosar a necessária publicidade com a não violação da privacidade.
    Outro ponto que se revela curioso é o seguinte: O subsídio do chefe-mor, leia-se: Governador do Estado não é encontrado no rol.
    A pergunta que não quer calar é a seguinte: Se o sujeito é tão preocupado com transparência, e é justo que seja assim, por que ele não divulgou o próprio salário?

  • Juliana diz: 1 de agosto de 2012

    Para alguns servidores,ficou a privacidade.Servidores do poder judiciário estão com seus nomes no anonimato,foram divulgados apenas salários.Porque alguns são mais iguais que outros.E para que tanta “SDR”?Ajuda alguma coisa estas secretarias?
    Cabide de empregos,isso sim.Concordo plenamente com a Rebeca.E o salário de nosso governador,deputados estaduais e secretários?Quanto de diária?Quanto passeio de avião,quanto de hotel?Há necessidade?E a distribuição de recursos para cada secretaria,uma vergonha.Vejam que educação,saúde e segurança,míseros trocados,verdadeira esmola.Transparentes,mas nem tanto,uma vergonha.

  • Maria da silva diz: 1 de agosto de 2012

    Mas é uma mentira sem tamanho esse portal da transparência. Querem que alguém acredite que o diretor geral da SDR de Chapecó ganha só 4 mil reais por mês? Mentira, pois um diretor de escola ganha cinco mil. Imagina se o diretor de SDR vai ganhar só 4 mil. Ou existe uma segunda folha de pagamento, ou estão recebendo as gratificações por fora. Mas que estão recebendo mais que aquilo que está exposto lá, estão. Esse governo não tem vergonha na cara mesmo. Achavam que alguém iria acreditar nisso. Parem de mentir. Se o propósito do Portal era ser transparente com os gastos públicos, já perdeu seu objetivo. E o pior é que tem gente que elogia a iniciativa. Mas é pra acabar mesmo.

  • Raphael diz: 1 de agosto de 2012

    Caro Moacir,apenas para que você possa passar a seus leitores: os salários divulgados – vários – estão errados. O meu é um caso e isso acontece com vários servidores da UDESC. Lá o salário aparece com um valor a mais do que de fato nós recebemos. Provavelmente deve ter havido algum erro no sistema que causou as distorções. Daqui a pouco vai ter servidor reclamando que não recebe o que foi divulgado… E pior: o gasto com folha vai superar os limites estipulados por lei na soma geral.

  • marcelocardosodasilva diz: 1 de agosto de 2012

    …Povo Catarinense!!!…….”GALERA”; Servidor Público com salário superior à 10.000,00 reais (dez mil) deve ter “aumento” salarial???…….e aqueles que “recebem” + de 15.000,00 reais (quinze mil) não deveriam ter um …….”DEBITO” ou seria “UNA RÉ”???…….”Suas garras buscam fundo, dentro do meu eu: Ele até rouba o que ainda não me ocrreu.” KRAUS em verso “AVE DE RAPINA”!???????????????????????????

  • João diz: 1 de agosto de 2012

    Olhando o salário de certo servidor da Secretaria de Agricultura, me deparo com a carga horária do mesmo: 40 horas. Me pergunto: será que ele não precisa cumprir horário na referida secretaria em Fpolis? Imagino que sim. No entanto, o mesmo vive 24h por dia em um certo município aqui no sul do Estado prestando “assessoria” para a Prefeitura.

  • Colombinho diz: 1 de agosto de 2012

    Fava…
    O salário do Governador consta, pesquise órgão Secretária de Estado da Casa Civil, vinculo Comissionado… aliás, não engoli…

  • Analu diz: 1 de agosto de 2012

    Seria muito ético e válido para a prestação de contas, visto que meu salario é pago com dinheiro público. Não me importaria com a divulgação da minha remuneração, desde que esta estivesse CORRETA. Seria até bom para que o povo catarinense veja a discrepância entre o salário de vários cargos comissionados que nem sequer estudaram e de vários professores que estudaram muuuuuuuito. Mas repito, se a divulgação estivesse CORRETA. Sabemos que as diárias de vários funcionários não foram divulgadas e, como a minha remuneração, muitos servidores tiveram suas remunerações divulgadas erroneamente. Vou pedir a diferença, já que disseram que ganho mais. Sempre uma piada atrás da outra.
    Cadê o resto da minha remuneração que no site de “transparência” diz que eu ganho???
    Deve estar no mesmo lugar do piso aplicado na carreira e do reajuste de 22%:
    EM ALGUM LUGAR QUE O PROFESSOR NÃO ALCANÇA!!!!!
    EITA!!!!!

  • kesio diz: 2 de agosto de 2012

    Ta tudo errado, pois esqueceram de dizer que alguns valores estão acrescido de férias, elevando os valores bem acima da realidade, do que realmente recebem nos demais 11 meses. De alguns fica a impressão de alto salários se confundindo com outros que realmente recebem mais do que merecem.

  • JOTA GE CARDOSO diz: 2 de agosto de 2012

    Não vejo nenhuma racionalidade em mostrar o nome das pessoas que recebem suas remunerações do poder público com os recursos que vêm do povo não. Já nem falo em ética, segurança, individualidade ou sigilo bancário. Falo de que não sabemos as fontes de recursos orçamentários, os balancetes mensais de controle não de despesas mas de receitas e para onde vai. Qualquer um que tenha as mínimas noções de contabilidade e economia sabe que o furo maior está em controlar a entrada pois a saída até é fácil. Jogar na cara do povo os salários dos marajás do estado sem poder fazer nada, não querer fazer nada… é mais uma afronta dos governos. Até as empresas são obrigadas a publicar os balanços em tempo hábil dentro da lei. Agora cá prá nós existe lei de orçamento no Brasil e nos seus estados e municípios ? Enquanto o povo pensa que votar em alguém é obrigatório e não sabe das emendas parlamentares
    e das jogatinas orçamentárias não percebe que essa jogada é para ferrar com os trabalhadores. Nenhum desses da meia dúzia de centenas que ganham exorbitantes salários acima de um teto moral, assim fazem senão com o apoio e a ação dos políticos de todos os trinta e poucos partidos. E a reforma política ” neste país ” se arrasta desde 1.500 !!! Tudo isso nem arranha a imagens de ” ladrões ” da qual gozam todos os políticos perante o povo. Por dedução o povo já sabia disso tudo porque paga a maior carga tributária do mundo e não recebe um serviço público que seja visível nem de quinta categoria. E os governos seguem isentanto de impostos os empresários e arrochando os salários. E o LHS continua dizendo que a esposa tem que vender um carro velho para poder pagar advogado de defesa… Santa Catarina de Alexandria rogai à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por nós!!! Não é moral nem ético ver que muitos nem trabalham e ganham horrores enquanto policiais, professores, médicos enfermeiros etc. ganham para a sobrevida e a reprodução da classe. Mas os predadores das pátria, os fabriqueiros de leis, sempre de plantão, na boca do forno com outra modificação legal esperando a que está assando… Alguém se admira que centenas de leis nem colam ? Outras centenas têm efeitos colaterais letais ? Outras ainda só valem para quem tem dinheiro ? Que tudo é governado com decreto ? Que vivemos numa tirania socializada dos políticos, portanto num absolutismo muito pior que o do rei, da ditadura do proletariado ? Que vivemos todos numa república arbitrária, num estado Leviatã ? Nem Dom João !!! Como é que pode um governante privatizar bombeiros, privatizar SAMU ? Quem é que estará controlando o endividamento externo catarinense nesta legislatura de línguas cortadas ? Para que 4% do dinheiro catarinense ser colocado nas mãos destes crápulas para a gastança ? Se deduzimos o porque é necessário mais ainda investigar o para que ? Para daqui a alguns anos o estado estar num impasse sem tamanho sem pagar o próprio funcionalismo público ? Não vai acontecer ?

  • Celso Eduardo diz: 2 de agosto de 2012

    Andre: As diárias também estão disponíveis no mesmo Portal.
    Clique em: Relação mensal de pagamentos e ali você encontrará, mês a mês, os gastos com as diárias. Não é preciso o CPF, apenas os nomes.

  • reginaldo afonso de souza koch diz: 24 de outubro de 2012

    Se você acha vergonhoso mostrar a sua PRIVACIDADE PÚBLICA, paga com os Impostos recolhidos forçadamente pelas leis de muintos governos; n/ deveria participar de qualquer Concurso Público e muinto menos entrar pela porta dos fundos.