Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O empresário e a Educação

28 de agosto de 2012 15

Do empresario Dilvo Tirloni, sobre a campanha do grupo RBS, via e-mail:
“Prezado Moacir
Saúdo o novo interesse da RBS pela Educação. Não há País desenvolvido sem uma educação de qualidade. As avaliações do ensino básico (IDEB), do ensino médio (ENEM) e do ensino superior, são uma lástima. Quando comparados com países desenvolvidos ficamos na rabeira. Iniciativa como a da RBS trás esperança do despertar  para a importância da educação. Não são desígnios celestes nem o determinismo histórico que nos coloca entre os piores, é a ausência de gestão educacional provocada pelos interesses políticos, pelo sindicalismo pelego, pelo aparelhamento do Ministério da Educação que teimam em dificultar o desenvolvimento do país.
 
 
Durante o Governo Lula, lançaram o PAC da Educação.  De acordo com o ministro da Educação da época, Fernando Haddad, o plano apresentava medidas abrangentes  desde a alfabetização de jovens e adultos até a educação superior, mas a ênfase estaria na educação básica. Seriam necessários R$ 8 bilhões para implementar todas as propostas. Como os demais PACs ninguém sabe onde isso foi parar.
 
Guardo convicção de que não há PAC que dê jeito na educação se não se fizer a verdadeira “revolução” do ensino que passa pelo financiamento da Universidade pública. A constituição brasileira feita sob o clamor democrático da época foi generosa com a educação – no artigo 206, IV, registrou  a gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais.
 
Atualmente, 80% dos jovens brasileiros pagam a sua Faculdade, 20% estudam nas universidades públicas. Estes 20% consomem praticamente todo o orçamento do MEC. De ressaltar que as melhoras vagas profissionalizantes, medicina, engenharia, direito, contabilidade, ficam na mão dos mais preparados, sabidamente, que pagaram escolas particulares de boa qualidade. A dedução é clara, os recursos que faltam para o ensino fundamental e médio,  vai todo para a Universidade. O que tem que ser gratuito é o ensino fundamental não o superior.
 
A solução do ensino brasileiro passa por desatar o nó do financiamento superior. Os pobres negros, índios e brancos não alcançam a universidade pública  simplesmente  por freqüentarem um ensino de baixa qualidade. Como o governo não quer mexer no artigo citado fica propondo esta equivocada políticas de quotas, PAC, entre outros,  que são na verdade um reconhecimento tácito da pobre educação brasileira.”

Comentários

comments

Comentários (15)

  • Osvaldo Peixoto diz: 28 de agosto de 2012

    Candidato pelo DEM a vereador em Florianópolis. Tem perfil.

  • Daniel Vinicius Netto diz: 28 de agosto de 2012

    Prezado Moacir,

    Que momento oportuno e adequado para deflagrar esta campanha pelas respostas da Educação que a RBS coloca para a sociedade, até os provérbios mais antigos dos reis Judeus, Salomão e Davi, ja enfocavam a necessidade de aliar a fé a educação através da chamada sabedoria, que preconizava pilares de ensinamentos como, Instrução,entendimento,conhecimento,prudencia,percepção,prudencia,juizo e justiça

    A Educação é comparada com tesouros mais preciosos que ouro, prata e finas joias,sem ela sequer temos uma vida saudável,sem ela sequer temos liberdade, nosso povo Brasileiro foi e continua escravizado pela dominação ainda enrustida de praticas paternalistas,clientelistas de boa parte de nossa classe politica,que possamos louvar e multiplicar esta iniciativa do grupo RBS, parabéns e contem comigo, como cidadão que também sonha com uma sociedade mais EDUCADA,instruida, sábia e livre.

    Daniel Vinicius Netto

  • aderbal diz: 28 de agosto de 2012

    não esqueçam que o nosso canditato a prefeitura jean kullmann ainda não começou com as obras da escola estadual joão widemann de blumenau, ele apareceu há uns 2 meses prometendo 1 milhão de reias para reforma do ginásio esportivo, que está quase caindo.
    essa eu pago pra ver

  • aderbal diz: 28 de agosto de 2012

    e outra coisa, um diretor disse para seus professores há alguns dias, uma frase que não irei esquecer nunca:
    “enquanto os cargos de direção forem políticos, nunca irão mudar as coisas na escola”

  • Adriano Silva diz: 28 de agosto de 2012

    Tem que ter alguma reviravolta, a situação não pode ficar como esta.
    Acredito que estamos no fundo do poço.
    Escolas caindo por todo o estado, salário baixo, lei não cumprida na sua integralidade, denúncias e mais denúncias mostrando que se ficar como esta, estaremos em pouco tempo sem PROFESSORES nas salas de aula.
    É descaso ou falta de competência para administrar ?
    Não tem dinheiro para educação e os gastos com coisas que não atendem a população só vem mostrar que EDUCAÇÃO não esta nos planos dos governantes quando fora da campanha eleitoral.
    Valorizar o professor é o mínimo, dar condições de trabalho também.
    Aproveito e mostro aqui o link que mostra o custo de uma denúncia.

    Em chat, garota de 13 anos diz que está sofrendo repressão até das merendeiras da escola onde estuda | Geral – Hora http://www.clicrbs.com.br/especial/sc/horadesantacatarina/19,792,3867654,Em-chat-garota-de-13-anos-diz-que-esta-sofrendo-repressao-ate-das-merendeiras-da-escola-onde-estuda.html

  • Almir Wagner diz: 28 de agosto de 2012

    Com todo o respeito ao sr. Tirloni, sua visão é muito simplista. Aliás, assim como no futebol, todo mundo tem solução milagrosa para a educação. E dá-lha comparações: com a Coréia, com o Chile, com o Canadá etc. Desconsideram os regionalismos, a miscigenação, o tamanho do país e o estágio de desenvolvimento em que nos encontramos. O desafio da educação no Brasil está longe de ser um problema de estado ou de governo. É um desafio da sociedade. E neste contexto, os meios de comunicação têm um papel de fundamental importância. Nem governo nem escola conseguirão dar jeito na formação de nossos jovens sem a participação da família, cujos valores são diariamente destruídos pelos meios de comunicação. Hoje, a nossa música, as programações de TV, a nossa literatura popular é tudo lixo. O brasileiro come lixo todos os dias. Investimentos são necessários, mas da forma como estamos conduzindo nossas vidas nem todo o dinheiro do mundo irá resolver o problema.

  • Daniel – Laguna diz: 28 de agosto de 2012

    Ótimo, mais um empresário especialista em educação.
    A educação básica deve ser melhor assistida e sabidamente depende de boa vontade política, e pressão social. As cotas e outras formas de interveniência, são tentativas de diminuir as gritantes deformações resultantes de anos de práticas conservadoras e privilégios a setores do tecido social. Pensar em soluções mágicas sem investimento, planejamento e preparação dos profissionais da educação, não produz resultados.
    Se para o simples cumprimento de determinação legal depende de “sangue”, como foi a ocorrido em 2011, na fatídica greve do magistério, momento que era imprescindível o apoio e participação do empresariado, devido a sua contribuição nas campanhas e seu lobby junto aos deputados, o que pensar de simples retórica. A educação necessita sim de envolvimento, ação e pressão, sobre aqueles que detêm as condições para que ocorra uma mudança. Então senhor empresário cobre de seus deputados, seus senadores seu governador … aqueles que enterraram a educação catarinense … os mesmos que promoveram a aprovação sistêmica sem a devida recuperação do educando … os mesmos que criaram a figura da chamada pública, onde qualquer cidadão com ensino médio pode exercer a profissão de educador … os mesmos que não valorizam a profissionalização … enfim são tantas as deficiências promovidas pelos sucessivos desgovernadores de Santa Catarina que é difícil acreditar neste início de milagre proposto em épocas de eleições.

  • Margaret diz: 28 de agosto de 2012

    A educação no Brasil precisa urgentemente ser resgatada do fundo do poço.
    O sistema de cotas serve, unicamente, para mascarar a defasagem do Ensino Fundamental e Médio.
    É urgente que se repense o formato do “fazer educação”; das universidades que preparam os docentes; dos profissionais que atuam nas salas de aula e de seus gestores; da visão de educação das famílias; da visão de educação dos governantes….

  • Afonso Azevedo diz: 28 de agosto de 2012

    Espero que a opinião do candidato Dilvo, que coloca todo o problema da educação como culpa de um ou dois governos, nao seja apenas propaganda grátis e oportunista para sua campanha.
    Obrigado.

  • pousodagarca@hotmail.com diz: 29 de agosto de 2012

    … Adriano tens RAZÃO – “valorizar o professor(a) é o mínimo; dar condições de trabalho também.”…Aderbal sem razão – “nosso candidato jean Kullmann ainda não começou com as obras da Escola Estadual…” Já começou sim; pois é um dos deputados INIMIGOS DA EDUCAÇÃO; que ajudaram à “enterrar” o Magistério Público Catarinense em 13 de julho de 2011(“LEMBRA DA GREEEVE Dita Histórica”). Com à aprovação do PLC 026(À ABERRAÇÃO); que “arrebentou” com o PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL; à mando do DESgoverno columbiforme na “ERA” da tripa de porco (Digo “TRIPA-ALI”ança)!!!…….Daniel – “Educação é comparada com tesouros mais preciosos que ouro, prata e finas joias…” Mas tem um problema para à corja corrupta; Liberta o Povo de seu “JUGO”!!!…….ALmir – “O brasileiro come lixo todos os dias.” Quem controla à MIDIA no Brasil???

  • CRIME DE ASSÉDIO MORAL PODERÁ DAR MILHÕES AOS PROFESSORES EM SANTA CATARINA…confira na íntegra aqui no blog do rei,o nosso cacau que ama e respeita a ciencia e os cientistas,todos. diz: 29 de agosto de 2012

    em 1º lugar VALE ALIMENTAÇÃO COBRADOR DE ONIBUS 30 HORAS 420,00

    em 2º lugar VALE ALIMENTAÇÃO PROFESSOR DO ESTADO DE SANTA CATARINA 30 HORAS 150,00.

    XXXXXXXXXXXXXXXXxxXXXXXXXXXXXXXXXXXxxxxxxxXXXXXXXXXXXXXX

    Precisa dizer algo mais?
    1,4,2,7, 14º,21,16,63,64.

    A EDUCAÇÃO PEDE URGENTÍSSIMO UMA RESPOSTA————–1750k/h

  • ERRATA diz: 29 de agosto de 2012

    a matéria que trata dos vales alimentação foi publicada também no blog do cacau menezes,porém houve uma falha no envio ao tocar uma tecla appenas,mas a família rbs é grande,um coração grande,quem pega um táxi com eles,pega também um buzão…

  • Sergio Luiz diz: 29 de agosto de 2012

    Visão de empresário: simplista até os dentes. Visão de candidato de partido cuja história é bem conhecida. Logo…
    Como este espaço é “democrático” entendo a publicação do manifesto.

  • Edson Moraes Lessa diz: 29 de agosto de 2012

    Gostei do “poder de síntese” do pousodagarca. Mandou ver ! Parabéns.

  • João Zanatta diz: 5 de outubro de 2012

    Que bom! Todo mundo concorda que a Educação deve ser a principal preocupação de toda a sociedade. Há um catarinense, da região de Tubarão, de nome Pedro Demo, residente em Brasília há anos, técnico do IPEA, cientista social, que repete sempre em seus escritos sobre Políticas Sociais: “A educação é o caminho áureo da ascensão social”. Eu, pessoalmente, sou o exemplo vivo desse aforisma: não fosse a oportunidade que tive de me educar, hoje, com toda certeza, seria um mineiro-aposentado-morto em Criciúma. Quem tem educação acha emprego, recebe salário, se alimenta, procura médico, se diverte, educa os filhos, compra até segurança, etc… e contribui com a sociedade.